Posts Populares

The Voice Of Holland – S08E05 – The Blind Auditions 05

Do The Voice Kids para o TVOH!

No ar mais uma review do TVOH, trazendo tudo o que rolou no quinto episódio das Blind Auditions. As vagas para as battles estão quase completas, até o momento já temos 34 participantes de um total de 48. Como sabemos, o número de acts não precisam ser iguais em todos os times, portanto ainda não dá para saber quais os times que ficarão com mais, até então diria que Anouk é a que tem virado menos a sua cadeira e na sua última temporada como coach foi a que teve o time mais enxuto. A temporada até então tem estado num nível de mediana para ótima, porém se tratando do The Voice Of Holland e até mesmo de outras franquias, sabemos que a competição só mostra a que veio mesmo a partir das battles. Os times estão equilibrados até certo nível e todos eles têm potencial para se tornar favoritos na competição.

A ansiedade é enorme para ver esses times formados e poder já criar as supostas batalhas, até porque sete episódios de audições com um por semana é terrível, porque acaba se tornando um pouco cansativo. Nessa semana, contaremos com os comentários dos amigos Cleber que já é o nosso comentarista veterano e o Ives que aqui está comentando pela primeira vez, mas já tem experiência sendo comentarista cativo do TXFUK, meninos muito obrigado pela parceria aqui. Então, vamos conferir e analisar os participantes desse episódio!

[Team Anouk] Heavenly – “If I Ain’t Got You” by Alicia Keys

Michel: O grande problema aqui foi ela ter escolhido uma música tão batida e não ter feito nada mais que uma boa execução de karaokê. A Heavenly tem uma voz legal, mostrou ter bastante controle também, mas a escolha da música não favoreceu tanto ela, por conta de não ter mostrado nenhum diferencial. Ela é um potencial a ser explorado, precisa tomar cuidado com as escolhas das músicas que ela faz e precisa trazer mais originalidade no que canta, fugindo do óbvio e do apenas bom. #2Chairs

Cleber: Quando você é um Keys e olha o nome da musica se já fica com seus olhinhos brilhando. A candidata trouxe um lado contido nesta musica, achei com potencial, porém ela deixou a desejar, não sei por que eu já vi muitos covers… Espero mais dela, porém eu viraria sim.

Ives: Se dois iguais não reproduzem, como a Rai-elle e a Mylena Jardim fizeram essa menina? Brincadeiras à parte, aqui é o grande o exemplo de porque não se deve cantar músicas tão batidas, foi ruim? Não, mas já vi milhares melhores.

[Team Ali B] Iris de Schepper – “Kleine Jongen” by André Hazes

Michel: Uma coisa que não é muito comum no TVOH é o act cantar na sua língua cativa, a Iris apostou em cantar uma música holandesa e fez um bom trabalho, porém não sei se foi por conta da música que a limitou ou se a sua voz que realmente é mais limitada, achei a apresentação bem linear e sem nenhum momento de destaque ou alguma nota que pudesse mostrar certo potencial vocal. Espero que ela possa mostrar o contrário nas próximas fases, mas achei ela uma cantora bem genérica e que não tem muito a acrescentar na competição. #1Chair

Cleber: Não achei nada de grandioso, achei bem ok, tanto que já estava partindo para outra performance, porém tive que voltar para comentar porque teve alguém virando a cadeira… Eu não viraria não.

Ives: Lógico que eu não conheço a música, mas achei ela bem chatinha, não cresce, porém, amei a reação dela quando o cara virou. 

[Team Anouk] Kevin Fullinck – “I Wish” by Stevie Wonder

Michel: O Kevin tem uma voz muito legal e soube escolher uma música que valorizou bastante o seu timbre mais agudo que deixou sua performance bem dinâmica. O estilo dele lembra um pouco do Justin Timberlake e Michael Jackson, a escolha da música foi muito bem acertada para ele. Gostei bastante dele, foi bastante afinado e correto vocalmente na música, porém não sei se ele pode durar muito tempo no programa por ele seguir um estilo musical que não é tão popular em competições assim. #3Chairs

Cleber: Primeira parte veio mostrando que pode contagiar o povo com uma musica boa e dançando sem ser doido, igual alguém… Mas achei que ele quase deixou a marimba cair quando veio a segunda parte depois da primeira cadeira, mas conseguiu retomar o controle e termino lindamente a performance. Estaria virando e colocando em meu time.

Ives: Eu amo essa música, é preciso ter muita segurança e swag para canta-la e isso o Kevin tem de sobra. A única coisa que não me fez amar tanto, foi que não achei que combinou muito com o timbre dele, seria perfeito se a região dele fosse no grave.

[Team Sanne] Jaclyn Bradley Palmer – “These Words” by Natasha Beddingfield

Michel: Olha, apesar de ter sido uma audição mediana, confesso que me contagiou bastante a música animada e a voz dela, aliás sentir bastante sintonia com a letra da música e  sua presença de palco. Ela tem uma voz bem pop e bastante comercial, pelo pouco que a música permitiu dela, deu pra ver que ela tem uma boa extensão vocal também. A música não conhecia, mas gostei apesar de que não acho que seja a melhor música para uma competição que você precisa mostrar o seu melhor. #1Chair

Cleber: Aqui duas coisas que me irritou foi a escolha da musica, mesmo ficando legal para voz, a musica limitada, fora a segunda coisa a musica não condiz com a postura ou com candidato… Entendam bem para mim a escolha da musica foi ruim e quase a eliminou… Enfim eu ficaria com um talvez porque ela tem talento.

Ives: Amei que nessa edição as músicas tão super diferentes e eu curti muito o tom dela e achei bem satisfatório. Acho que a simpatia dela me conquistou mais que qualquer coisa.

Lindy Kloppenburg – “Shout Out To My Ex” by Little Mix

Michel: Gostei muito dela ter vindo com uma música mais atual e numa pegada mais pop, foi bastante ousada escolhendo essa música. Eu particularmente curti bastante a performance dela, mas entendo que aqui também faltou algo mais que tirasse a apresentação do nível karaokê, ela até tentou arriscar algumas poucas técnicas vocais para impressionar, porém acabou não sendo tão convincentes para os coaches. Sinceramente eu viraria, só por saber que ela foi melhor que vários aprovados e por enxergar que ela tem potencial e numa outra música podia ter ido muito melhor que aqui. #Eliminada

[Team Anouk] Nina ten Kate – “Uprising” by Muse

Michel: Que escolha de música fantástica, apostar em Muse na audição foi simplesmente genial. A Nina tem uma voz linda, amei toda energia dela no palco, me lembrou um pouco a Hayley Williams, aliás eu amo cantoras roqueiras com essas vibe mais pop. Ela escolheu uma música muito difícil, mas conseguiu dá muito bem conta do recado e não deixar o nível da apresentação cair, uma vez que ela tem um ritmo bem acelerado e dinâmico. Simplesmente amei demais a Nina, deveria ter virado todas as cadeiras e com certeza foi uma das melhores audições do episódio. <3 #2Chairs

Cleber: MDS achei a escolha da musica boa, porém a musica ficou muito grande para ela, a musica pedia mais atitude, mal ela conseguia controlar a respiração não sei se foi nervosismo, ficou bem abaixo da expectativa.

Ives: Ainda to sem acreditar que alguém cantou Musa, dá vontade né @USA? Essa música não poderia ser melhor representada, vocais incríveis e atitude perfeita, já tem minha torcida.

Casita – “One Day I’ll Fly Away” by Randy Crawford

Michel: A Casita me lembrou bastante a Tracyleanne do TXUK desse ano, justamente por isso eu confesso que acabei não curtindo nem um pouco a sua performance. O timbre dele me soa bem chato e às vezes até mesmo estridente, além que essa música chatinha acabou não colaborando com nada, só a última nota que deu uma empolgada na performance, mas aí já era tarde demais. O legal mesmo foi ela cantando e  fazendo a linguagem de sinais simultaneamente, mas nem isso os coaches podiam ver para dá uma forcinha pelo esforço, né? #Eliminada

[Team Sanne] Jeroen Robben – “What A Fool Believes” by The Doobie Brothers

Michel: Eu já comecei não curtindo a escolha da música, aliás por que os holandeses tão vindo com essas músicas tão chatinhas? Aff. Sobre o candidato, eu achei que ele cometeu vários deslizes vocais durante sua performance, faltou uma voz mais forte e os falsetes muitas vezes falharam. Sinceramente, não entendi como ele conseguiu virar duas cadeiras, mas talvez tenha sido o nervosismo dele quem o atrapalhou, veremos o que ele trará nas próximas fases. #2Chairs

Cleber:  Gostei da vibe dele, Sua atitude, sua voz tudo se conecta, achei um forte candidato, tendo dois pontos fortes a carisma e claro sua voz. Espero que façam um excelente trabalho… Gostei bastante e de longe achei a melhor apresentação da noite até agora.

Ives: Eu to amando as songchoices, super desconhecidas, mas odiei a apresentação, achei muito sem graça.

[Team Waylon] Soraya – “If I Were A Boy” by Beyoncé

Michel: A Soraya tem uma voz legal e uma boa extensão vocal, mas a escolha dessa música não foi boa, ela não conseguir mostrar um diferencial e fez uma performance bem sem graça e comum. O grande problema dessa audição foi que por conta da música ser muito batida já em realities, ela não conseguiu surpreender diante das milhares versões que já existem, assim sua performance foi só mais um cover que não empolga tanto ou dê aquela vontade de rever. PS: Boa sorte, porque no time que ela está, vai precisar e muito. #1Chair

Cleber: Esta musica acho ela muito pegadinha, porque tem que saber fazer um cover dela, saber onde pode fazer mudanças e conseguir dosar atitude, e controle vocal, ela soube fazer tudo direitinho, gostei viraria para ela sim.

Ives: O mesmo comentário da Harvealy se encaixaria bem aqui!

ADU – “Ain’t My Fault” by Zara Larsson

Michel: Ela tem um nome super artístico, um puta visual, mas faltou o principal aqui, a voz. Achei ela muito fraquinha vocalmente e escolheu uma música que deixou isso muito evidente, no final de cada frase era nítida sua respiração ofegante, além dos vários deslizes nos vocais durante a performance. Visualmente ela era um ótimo produto comercial, tem um visual e uma postura bem artística, mas por conta do nervosismo e despreparo vocal, acabei que não curti tanto, até porque aqui nessa fase apenas os vocais que importam. #Eliminada

[Team Ali B] Demi van Wijngaarden – “Still Got The Blues” by Gary Moore

Michel: Diretamente do TV Kids para o TVOH, temos a talentos Demi que foi finalista na terceira temporada, perdendo para o maravilhoso Ayoub, que aliás podia dá as caras por lá também. A Demi eu já conhecia de sua audição no Kids e confesso que criei muitas expectativas, em sua blind audition aqui ela mostrou bastante amadurecimento e muito controle vocal, além de que ela tem um visual e voz comercial, além de ter mostrado uma extensão vocal muito boa. Ela já começa aqui como uma das grandes favoritas, até porque a Holanda acompanhou seu crescimento, além de que ela fez aqui uma das melhores audições da temporada, além de que depois da Isabel Provost na temporada passada, criamos fortes expectativas com esses crianças que voltam ainda melhores do que já eram. Amei demais a Demi e já é uma das minhas favoritas <3. PS: Se estiver curioso pra ver sua audição na versão kids, clique AQUI#4Chairs

Cleber: Eu nunca vi aqui no Brasil será que já aconteceu ou vai acontecer de alguém do Kids ir tentar o normal? Enfim decreto esta como a melhor performance da noite, a menina é um arraso tem minha torcida uma forte candidata, com risco de ir para final, já peguei meus pompons e estou aqui na torcida, viraria com força só pelo belo timbre Dela de inicio, porque o resto só veio melhorando e soube fechar a noite.

Ives: Adorei que ela super estilosa, mas o estilo musical é bem vintage. Com certeza a melhor da noite, a música é desconhecida, mas o arranjo é ótimo para quem gosta de vozeirões, tem espaço para as inflexões vocais, minha crítica é que ela canta sorrindo, não gosto disso.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Restando apenas mais dois episódios de Blind Auditions, prevejo muita enrolação nos próximos dois episódios, já que restam apenas mais 6 vagas para a fase das batalhas. Sinceramente, tenho achado estranho isso de ter ainda mais dois episódios para apenas seis vagas, porém é o que temos de informação disponível é que serão 48 participantes aprovados e que seriam 7 episódios para essa primeira fase. Talvez o sétimo episódio seja uma compilação dos melhores momentos, não sei, mas espero que eles não fiquem nos enrolando tanto para ir para as aguardadas battles.

#teamAliB (11): Nesse episódio o time do Ali B foi o que mais se deu bem, acrescentando a Demi como mais uma front runner no seu time que se encontrava apagadinho. No meio de tantos acts aleatórios, a Tjindjara e agora a Demi se destacam como as melhores no time, tirando esses dois fortes concorrentes, só me simpatizo apenas pelo Toon que tem um timbre lindo e é bastante cativante, os demais ainda não me agradaram tanto a ponto de me fazer torcer, então por conta disso talvez esse time possa me surpreender na próxima fase.

#teamAnouk (9): Com o menor time até o momento, vejo que sua estratégia não deu muito certo e que mesmo nesses últimos episódios ter virado mais sua cadeira, tem tido forte dificuldade em encontrar bons nomes para o seu time. Minha favorita aqui é a Renée que fez uma das melhores audições dessa temporada, o Jim e a Samantha foram dois acts bastante elogiados pelos demais coaches, já os demais no time são uma incógnitas, alguns fizeram até uma boa performance, porém nada grande demais. Por gosto pessoal, eu me simpatizo muito pelo Vington e Nina, ambos me ganharam pela escolha da música e sua postura no palco, são dois artistas que apostaria.

#teamSanne (11): Nesse episódio a Sanne não fez boas adições no seu time, acrescentando dois acts que fizeram performances medianas. Os favoritos do time acredito que sejam o Chris e o Aïrto, mas minha torcida e simpatia aqui fica por conta da intimista Silke, os demais ainda não sei o que esperar deles. Aqui seria mais um time que possa surpreender nas batalhas, além de que serão bastantes equilibradas pelo nível mediano do time no geral.

#teamWaylon (11): Pode entrar o melhor time da temporada, lotado de artistas carismáticos e com muito potencial vocal. Os favorito eu acredito que aqui a torcida se divide na Kimberly, Lara, Silayio e Julia, mas vejo também na Zoe e Kelly grandes chances de conquistarem também o favoritismo aqui, por seu estilo único e original na competição. Nesse time aqui, só o Marchiano e Soraya que não me agradam tanto, os demais participantes eu gosto de todos e gostaria que eles conseguissem me surpreenderem ainda mais do que já me agradaram nas suas audições. Aqui já posso prever batalhas épicas e triste eliminações, até porque não quero dá adeus a muita gente aqui.

Então pessoal, eu finalizo aqui e volto na próxima semana com mais uma review do TVOH. Espero fortemente que passe logo essas Blind Auditions e que a verdadeira competição comece. Até breve e agradeço a todos que me acompanham aqui! Fiquem ligados em nossas publicações, abraços!

 

gostou da matéria? deixe um comentário!

Michel Araujo

Meio baiano, meio sergipano, já passou dos 20 anos e um sofrido estudante de engenharia, com uma personalidade cheia de atitude e uma leve ousadia. Viciado em séries, realites e músicas, vai me encontrar sempre por aí escrevendo reviews, numa diversidade de gêneros de série e programas de TV.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu