Posts Populares

The Voice Of Holland – S09E06 – The Blind Auditions 06

Será que estou me precipitando em dizer que essa temporada já nas Blind Auditions é uma das melhores que já vi!

Sendo bem sincero com vocês, eu não colocava muita fé nessa temporada, principalmente com o golpe que levei na última temporada, com a eliminação da Kimberly na semifinal. Mesmo com as expectativas em baixa, confesso que estou muito surpreso com a qualidade dos acts, lembro bem que nas últimas temporadas essa fase eu me cansava ainda no quarto episódio, porém nessa eu tenho que dizer que estou amando as Blind Auditions e até aqui, ainda estou bem ansioso para o próximo episódio já e espero bem que as Battles mantenham esse nível.

 

ezgif.com-gif-maker

 

O penúltimo episódio das Blind Auditions mostrou que a temporada ainda tem muitos talentos para oferecer ainda, algo que só me empolga muito. Na temporada anterior, eu não gostei tanto das audições, mas amei as Battles e Knockouts, nessa espero amar todas as fases, porque potencial para isso tem. Então aproveitando todo esse entusiasmo, vamos conferir tudo o que rolou, com a ajuda dos comentários do Thiago já cativo aqui.

 

[Team Waylon] Bryan B – “When A Man Loves A Woman” by Percy Sledge

 

Michel: Que performance mais poderosa e vocalmente impecável, o Bryan realmente é um act poderoso e competente, quando trata-se de vocais. Gostei muito da sua audição, escolheu muita bem a música que explorou o melhor dos seus vocais, além de ter mostrado muita emoção e verdade no que canta. Apesar de provavelmente ele ser o tipo de candidato que irei me cansar facilmente nessa temporada, inegável que ele é um forte competidor, em especial no quesito vocal.

Thiago: Ai amei, achei a versão bem bacana e as notas dele estavam ótimas. Já fazia tempo que não via essa música em um reality e felizmente essa me agradou bastante.

 

[Team Anouk] Mikki van Wijk – “In The Name Of Love” by Martin Garrix ft. Bebe Rexha

 

Michel: Já comecei amando sua escolha de música, que muito combinou com seu belo timbre. Achei que o início ela estava muito nervosa, o que deu para perceber por conta da sua voz mais trêmula e cantando de uma forma mais corrida, porém no refrão ela foi ganhando mais confiança e se soltando mais, terminando sua performance de uma forma que me empolgou bastante. Amei muito seu timbre, ela também se arriscou vocalmente em vários momentos da música, algo que me agradou bastante, apesar de alguns errinhos técnicos, gostei muito de sua performance.

Thiago: MEU DEUS QUE HINO AAA ❤ eu amo o The Voice Holland justamente por causa dessas songchoices diferenciadas que a gente não vê em um The Voice US por exemplo. A voz da Mikki é maravilhosa e o alcance dela é maravilhoso e a versão dela dessa música ficou perfeita.

 

[Eliminado] Henri Groenewold – Terug Naar Jou (Versão de Back To Black) by Amy Whinehouse

 

Michel: Não se pega um clássico desse e oferece essa performance cagadíssima em troca. O Henri tentou mostrar certa originalidade ao mostrar uma versão própria da música, porém não contava com o risco que seria isso, uma vez que quanto mais conhecida a música, maior o apego a versão original, o que dificilmente agradaria uma nova versão. Não gostei, ele tem até uma voz legal, porém essa versão brega eu não curti.

 

[Team Ali B] Olorun – “Leun Op Mij” by  Ruth Jacott

 

Michel: E o prêmio performance mais brega do ano vai para essa dupla aí, que já começou brega no figurino e se estendeu até a escolha da música. O primeiro vocalista eu achei fraquíssimo, quando entrou a segunda voz deu até uma melhorada, porém não foi o suficiente para não achar a performance boring. Tinha tudo pra dar errado, aliás poderia se fosse uma mistura de um bom vocal e um rapper, uma pena que Ali B no último momento apertou o botão, porque não faz nenhuma diferença.

Thiago: Olha eu achei essa performance arrastadissima, sla a songchoice não ajudou em absolutamente nada. A voz deles são bacanas e tem uma sincronia bem legal, mas achei a performance chatíssima.

 

[Team Lil’Kleine] Raffie van Maren – “This Town” by Niall Horan

 

Michel: Awwwwwwwwn que timbre mais lindo e que música maravilhosa, uma combinação que deu super certo. Essa música só me lembra o maravilhoso Thjis, da season 7, aliás o Raffie me lembrou bastante dele. Gostei muito dele, tem uma voz linda e se fizer as escolhas certas de música, como fez o próprio Thjis, tem muito a render no programa. Amei!

Thiago: Que fofura de blind. Amei a voz do Raffie e ele conseguiu me prender completamente mesmo com uma música linear haha ele também estava bem conectado com a música.

 

[Eliminada] Romy Lammerts – “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith

 

Michel: A Romy tem um timbre muito bonito, gostei muito dos seus graves, mas os agudos ficaram devendo muito, as notas mais agudas foram muito encurtadas e ela no refrão optou não arriscar tanto, justamente o que é mais interessante na música. Infelizmente vítima da má songochoice, queria ouvir ela com uma outra música que valorizasse melhor seu timbre.

 

[Team Lil’Kleine] Collin Hoeve – #Addicted by Original Song

 

Michel: Olha, não foi uma performance ruim, porém passou longe de ser uma boa performance, principalmente se considerar o nível dessa temporada. Julgando só por essa performance, vocalmente pareceu bem mediano e a música, mesmo considerando o fato de ser composição própria, achei uma canção muito linear e sem impacto. No geral, não gostei, foi tudo sem destaque e totalmente linear para mim.

Thiago: Tristíssimo que viraram pra ele me forçando a comentar kkkkk achei ele MUITO básico, não fez nada pra me impressionar e achei o timbre dele bem ok. Não curti muito não. 

 

[Team Lil’Kleine] Luigiano Paals – “Scared To Be Lonely” by Martin Garrix ft. Dua Lipa

 

Michel: Eu amo quando o artista começa a canção de forma mais contida, apostando mais no seu tom grave, para depois ir soltando mais o vozeirão, criando todo um clímax para a performance. Amei todo o seu desenvolvimento na música, sua voz mais aguda me soou muito interessante, sem contar com toda a emoção que ele carrega em sua voz. Foi uma linda performance, gostei bastante e me surpreendeu, não dava nada para ele até o refrão.

Thiago: Olha eu achei bem bom, mas sou suspeito pq adoro essa música kkkkk a voz dele me agrada e gostei do arranjo que ele usou aqui, gostei da energia dele. 

 

[Eliminada] Gabriëlle van den Broek – “Ciao Adios” by Anne-Marie

 

Michel: Fiquei bastante dividido com a Gabiëlle, porque por um lado eu gostei bastante do seu timbre, mas tiveram muitos deslizes vocais que me fizeram entender o motivo dos acts não virarem. Algo que percebi em sua performance também é que ela estava bastante nervosa, parecia até mesmo um pouco desconfortável no palco. O arranjo mais animado da música não ajudou muito, infelizmente não deu dessa vez.

 

[Team Ali B] Walter de Kok – “Viva La Vida” by Coldplay

 

Michel: O que posso dizer dessa audição é que foi diferente, a única coisa realmente empolgante na performance foram os momentos em que ele tocou o violino. Vocalmente, ele ficou devendo muito para mim, entregando vocais bem medianos, não fazendo nenhum jus a esse clássico. Entendo o Ali B virar, eu também ficaria bem curioso para saber se ele realmente estava tocando violino, mas vamos combinar que sem o violino seria uma performance bem boring.

Thiago: Nossa mano que horror essa música pra The Voice kkkkk não viraria não, já não gostei muito da voz e ele ainda ficava tocando aquele violino. Achei uma bagunça asuahssua.

 

[Team Anouk] Irene Dings – “Wings” by Birdy

 

Michel: AWWWWWWWWWWWWWWWWWWWWN, DEIXARAM O MELHOR PARA FINAL, QUE PERFORMANCE MAIS MARAVILHOSA, PQP! Gente, essa temporada tem tantos índies, que ainda nem consegui me decidir qual o meu favorito, estou me fazendo de favoritos nessa temporada maravilhosa, mas acho que dos timbres dessa temporada, se não for o meu favorito é um dos que mais gosto, apaixonado nessa voz. Eu amo Birdy e sou bem crítico quando cantam suas música em realities e preciso dizer que a Irene fez uma versão linda da música, conseguiu dar sua própria identidade na música, A-M-E-I! <3<3

Thiago: Que voz linda AAAAA ❤ eu amo que o The Voice Holland sempre escolhe bem os pimp, sempre é a melhor da rodada. Amei muito essa Performance, o timbre dela é belíssimo e a performance foi muito gostosinha. Não consigo escolher entre ela e a Mikki hoje hahaha.

 

CONSIDERAÇÕES FINAIS

No momento já temos no total 51 participantes, gente para caramba e ainda falta mais um episódio de audições. Os times estão bem equilibrados, apesar de ainda achar que a Patricia é no momento o grande destaque dessa temporada, temos outros acts que facilmente poderiam também ganhar o favoritismo, isso só veremos mesmo nos lives. A seguir, temos como estão todos os times e em negritos, os destaques de cada time em minha opinião.

#TeamAliB (14): Maya Shant, Evelien van Buren , Menno AbenSarah-Jane, JoHaLee, Amy Mielatz, Béla Becht, Earl Scott, Niels Hereijgers, Owen Playfair, Zoë Livay, Debrah Jade, Olorun e Walter de Kok;

#TeamAnouk (12): Navarone, Ruben Anthony, Sanne VeltmanSanne de Winter, Cleo Vlogman, Billy MaluwIris Noëlle, Jet van der Steen, Sterre Tuijl, Lyall Silié, Mikki van Wijk e Irene Dings;

#TeamLil’Kleine (12): Chevelly Cooman, Ginger, Natascha Bessez, Quido van de Graaf, Kimberly Fransens, Mariëlle Flens, Sophie van der StokNika Pantovic, LAURA, Raffie van Maren, Collin Hoeve e Luigiano Paals ;

#TeamWaylon(13): Dennis van Aarssen, Jade PraiZe, Talita Blijd, Hard2Get, Xerxes Naseri, Patricia van Haastrecht, M’lissa, Sascha van den Kerckhove, Sascha van den Kerckhove, Yentl Pool, Luminize, Raigny Jozephia, Jackie Lou e Bryan B.

 

 

Fico no aguardo de vocês até semana que vem, para o último episódio de Blind Auditions. Um abraço e até breve!

gostou da matéria? deixe um comentário!

comentários desativados

Michel Araujo

Meio baiano, meio sergipano, já passou dos 20 anos e um sofrido estudante de engenharia, com uma personalidade cheia de atitude e uma leve ousadia. Viciado em séries, realites e músicas, vai me encontrar sempre por aí escrevendo reviews, numa diversidade de gêneros de série e programas de TV.

    Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries