Posts Populares

The Voice Of Holland – S09E07 – The Blind Auditions 07

 Enfim, times formados!

Depois de longos 6 episódios, finalmente chegamos ao último episódio de Blind Auditions no TVOH. Contando com as audições desse episódio, foram mais de 70 audições exibidas nessa temporada, foram candidatos pra caralho demais, mas o que torna tudo menos cansativo é o fato que todos episódios tiveram algumas audições de destaques, tornando essa primeira fase até empolgante de se assistir. A única coisa que não me agrada muito nessa grande quantidade de acts é que eles acabam diminuindo os números de lives, a fase que realmente conhecemos melhor o potencial dos acts, porém vamos fingir que tá tudo bem e gritar que hino para essa temporada! – vai que dar sorte, hahaha.

Vocês que tem acompanhado minhas reviews, sabem o quanto estou ansioso e feliz com essa nova temporada, o nível dos acts nunca esteve tão alto e espero muito que os coaches e públicos saibam tomar decisões corretas, que seja uma ótima temporada para esse fim de ano e começo do próximo, até porque a vida de quem ama reality show não foi nada fácil esse ano.

Essa semana teremos comentarista novo, ao menos aqui nas reviews dessa temporada, agradeço desde já Nícolas por seus comentários e tirar um tempo para gente.                             

        

[Team Lil’Kleine] Veerle Barbé – “Unchain My Heart” by Joe Cocker

Michel: Achei muito inteligente da parte da Veerle a sua escolha musical, valorizou demais seus vocais, que confesso que não me surpreendeu tanto, mas o conjunto de sua performance me agradou bastante. A música eu não conhecia, porém já gostei bastante, tem um arranjo maravilhoso, essa intro fez toda diferença em sua performance, além de todo o backing vocal da apresentação e sua atitude no palco, no geral resultado uma competente audição que merecia muito mais que apenas uma cadeira virada.

Nícolas: Adorei esse início só com o piano, pois o destaque ficou totalmente na voz de Veerle, que até então tinha me agradado bastante. Quando a música ficou mais agitada já perdi um pouco do encanto pela apresentação. Percebi que a voz de Veerle foi perdendo força durante a performance, e o timbre que no início me agradava, se tornou enjoativo.

[Team Waylon] Nate James – “Issues” by Julia Michaels

Michel: Nossa, essa é uma das minhas músicas preferidas, por conta da forte identificação com a letra. Nos primeiros versos cantados, não coloquei tanta fé nele, porém acho que aos poucos ele foi dando vida na música, teve uma entrega ali inegável, acho justamente que o ponto forte de sua apresentação foi toda essa emoção que ele colocou em sua performance. Amei esse arranjo mais lento, priorizando mais no sentimento que a letra tem, uma linda e tocante performance, aliás preciso elogiar muito seu tom mais grave, que deu um charme no meio da performance.

Nícolas: Amo essa música, mas acho que muitos subestimam ela vocalmente. Por mais que não pareça, ela é difícil de ser cantada, e pra mim isso pegou um pouco pro Nate. Não senti que ele segurou a marimba dos vocais mais altos, mas os graves quase falados dele juntos da intensa interpretação me convenceram que com uma música melhor ele poderia se sair muito bem.

[Eliminada] Megan Roele – “Big Yellow Taxi” by Joni Mitchell

Michel: Quando vi a música, fiquei super animado pra ver a performance e confesso que me decepcionou bastante. A Megan tem uma voz até bonita, porém apostou numa performance mais descontraída para a música, o que não me agradou tanto, achei que faltou mais conexão com a música. Vocalmente foi muito inconsistente também, talvez numa performance mais concentrada ela poderia ter feito algo melhor, sentir ela apesar de bem a vontade no palco, um pouco perdida nos vocais.

[Team Lil’Kleine] Mentissa Aziza – “Perfect” by Ed Sheeran

Michel: Sabe quando a gente acaba se conectando com uma determinada performance e não acaba sabendo bem o motivo? Aconteceu aqui. Tecnicamente, em alguns momentos sua performance ficou a dever, em especial na respiração, mas ela estava tão confiante e feliz naquele palco, que toda essa sensação passou para mim. Amei a performance dela, alguns versos suas voz até me recordou a Beyoncé, essa menina é um diamante bruto e se bem trabalhado, tem tudo para brilhar nessa temporada.

Nícolas: Ai gente, essa música acaba comigo sempre! Eu amei o timbre dela bem grave, que consegue puxar umas high notes maravilhosas e afinadíssimas. Porém, na interpretação, não achei que Mentissa foi tão bem, mas imagino que deva ser difícil se concentrar quando seu sonho está se realizando, então dou uma chance. Sinto que se ela cantasse algumas músicas que a Kennedy Holmes (finalista da atual temporada do The Voice Us) já cantou, ela se tornaria frontrunner também, pois tem potencial.

[Team Anouk] Mannus ter Avest – “Sorry” by Nothing But Thieves

Michel: Velho, se tem algo que amo no TVOH é o gosto omusical dos acts, tem um gosto musical muito alternativo e mesclado, aqui vemos músicas de todos os gêneros tocando e essa eu simplesmente amo. O início da performance eu já amei, ele tem um timbre muito lindo e sua performance foi muito dinâmica, sabiamente ele soube explorar o melhor dos seus vocais, foi uma performance impecável e gostei muito de como ele foi se soltando na sua apresentação. O final foi o ponto forte de sua performance, onde ele terminou de uma forma mais energética, gostei muito!

Nícolas: Eu literalmente gostei de uma única coisa nessa performance, que foi a nota no final. Achei a música chata, um timbre comum e presença de palco morna.

[Eliminada] Goldie Kedde – “Altijd Wel Iemand” by I.O.S.

Michel: Ela tem até um voz bonita, porém a performance dela me soou um pouco linear demais, tornando tudo muito chato e sem nenhum destaque. Foi o tipo de performance que não teve nenhum erro vocal muito grave, mas que pecou justamente na falta de impacto. Fiquei bastante dividido com ela, pois gostei muito de sua voz, porém a música não a favoreceu muito e como aconteceu com os coaches, não me cativou.

[Team Ali B] Wytse Visser – “Stuck In The Middle With You” by Stealers Wheel

Michel: O Wytse pareceu ser um candidato bastante promissor, tem uma voz bem legal e mostrou muita atitude no palco, porém achei que a música que ele escolheu estrava além do que vocalmente ele podia oferecer. Eu fiquei muito na dúvida se no final da sua performance ele realmente merecia uma aprovação, porque realmente tive a sensação em toda a performance que faltava algo, talvez vocais mais fortes e agressivos.

Nícolas: Nossa, achei tudo aqui tão forçado. O timbre dele soou bem enjoativo e forçado. Ele não tem muita técnica, e parecia muito travado no palco. Não sei como viram pra isso, e não viram pra outras…

[Team Anouk] Jelle Glasbergen – “Dancing On My Own” by Calum Scott

Michel: Essa música é o tipo que já foi cantada mil vez em realities musicais, porém ainda assim não me cansa, acho que ela explora o melhor do act, pedindo mais emoção e vocais que se alternam entre notas mais graves e agudas. O Jelle fez um trabalho impecável com a música, com notas super precisas e com todo o clima intimista que a música pede, amei cada trechinho de sua performance, me surpreendeu muito. Outra coisa que amei foi ele crescendo na música e no final soltar aquela nota mais aguda e alongada, fez toda diferença.

Nícolas: Me ganhou na primeira frase. Eu sou muito apaixonado por essa música, então ele já ganha pontos comigo só por isso. Eu achei o timbre dele lindo e carregado de sentimento. Já estava bem chateado que ninguém ia virar, mas felizmente a sensatez veio no final.

[Eliminada] Sharon Buitenhuis – “Love You More” by Racoon

Michel: Alguém me explica porque essa maravilhosa não virou nenhuma cadeira? Ela fez uma das melhores audições para mim, ainda não engoli o fato dela não ir para a próxima fase. A Sharon fez uma linda apresentação, tem um timbre muito bonito e ao mesmo tempo muita maturidade vocal, me impressionou muito toda a qualidade vocal de sua apresentação. Uma pena pro programa essa perda já de cara, já espero que ela volte na próxima temporada.

[Team Lil’Kleine] Norah Gaanderse – “A Woman’s Worth” by Alicia Keys

Michel: Já começou sendo ousada na escolha da música, que exige uma técnica vocal que ela cumpriu perfeitamente na canção. Ela tem uma voz muito bonita, ao mesmo que é suave, tem uma boa extensão vocal e mandou muito bem nas transições entre a voz de peito e cabeça. Gostei bastante de sua audição, mas confesso que faltou ela se arriscar um pouco mais na música, ficou tudo muito bem feito e ensaiadinho, queria uma pouco mais de ousadia nos vocais.

Nícolas: MARAVILHOSA! Norah trouxe uma versão muito interessante desse hino, e arrasou em todos os momentos vocais. Eu simplesmente adorei o timbre dela, e o jeito despojado de soltar umas notinhas aqui e ali, mas que deixaram a performance completa. Merecia ser 4 chair.

[Team Ali B] Kevin Storm – “Unknown (To You)” by Jacob Banks

Michel: Onde eu estava que nunca tinha ouvido essa música maravilhosa??? Cara, o Kevin na primeira nota já me ganhou totalmente, como aconteceu com os coaches, que timbre mais lindo, uma mistura de Usher com Rag’nBone, estou apaixonado por essa audição, esse cara tem muito soul e R&B em sua voz e o incrível que ele escolheu uma música mais atual que tornou a performance ainda mais bonita. A sensação que tive ao assistir a performance dele é que era um artista fazendo uma performance especial,  de longe o melhor act masculino dessa temporada. Amei!

Nícolas: GOSH, AMAZING! Eu raramente gosto de acts homens em realitys (muito femista sim -q) mas tive que deitar pra esse. Kevin tem um timbre incrível, interpreta muito bem, e estava muito seguro no palco. Sinceramente, temos um artista pronto e completo aqui.

CONSIDERAÇÕES FINAIS 

E assim finalizamos a primeira fase do TVOH season 9, totalizando um fucking top 59, pior que estou até amando essa Blind Auditions. Essa temporada está tão boa, que todos os times tem favoritos e a vitória pode vim pra qualquer um deles, o que definirá mesmo é a trajetória na competição. Os times formados seguem logo abaixo, em negrito os destaques de cada time na minha opinião.

#TeamAliB (16):Maya Shant, Evelien van Buren , Menno AbenSarah-Jane, JoHaLee, Amy Mielatz, Béla Becht, Earl Scott, Niels Hereijgers, Owen Playfair, Zoë Livay, Debrah Jade, Olorun, Walter de Kok,Wytse Visser e Kevin Storm

#TeamAnouk (14): Navarone, Ruben Anthony, Sanne VeltmanSanne de Winter, Cleo Vlogman, Billy MaluwIris Noëlle, Jet van der Steen, Sterre Tuijl, Lyall Silié, Mikki van Wijk, Irene Dings, Mannus ter Avest e Jelle Glasbergen;

#TeamLil’Kleine (15): Chevelly Cooman, Ginger, Natascha Bessez, Quido van de Graaf, Kimberly Fransens, Mariëlle Flens, Sophie van der StokNika Pantovic, LAURA, Raffie van Maren, Collin Hoeve, Luigiano Paals, Veerle Barbé, Mentissa Aziza e Norah Gaanderse;

#TeamWaylon(14): Dennis van Aarssen, Jade PraiZe, Talita Blijd, Hard2Get, Xerxes Naseri, Patricia van Haastrecht, M’lissa, Sascha van den Kerckhove, Sascha van den Kerckhove, Yentl Pool, Luminize, Raigny Jozephia, Jackie Lou, Bryan B e Nate James .

Aguardo vocês na próxima semana para vermos as Battles e se o nível da temporada continuará maravilhosa. Até breve!

gostou da matéria? deixe um comentário!

Michel Araujo

Meio baiano, meio sergipano, já passou dos 20 anos e um sofrido estudante de engenharia, com uma personalidade cheia de atitude e uma leve ousadia. Viciado em séries, realites e músicas, vai me encontrar sempre por aí escrevendo reviews, numa diversidade de gêneros de série e programas de TV.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries