Posts Populares

The Voice Of Holland – S09E09 – The Battle Rounds 02

Waylon, por que me decepcionastes? Logo você, cara?

Depois de um excelente começo de Battles, nesse episódio ficou a desejar um pouquinho quando comparado, muito disso também por conta de umas escolhas equivocadas dos coaches, em especial nas escolhas de músicas e de vencedores em cada pareamento, passando também pelos steals. Mesmo com essas decisões equivocadas e não ter curtido algumas das eliminações desse episódio, a temporada ainda continua muito boa e tem tudo para ser uma temporada incrível. Decepções à parte, tiveram muitos acts que se destacaram nesse episódio, então vale muito à pena conferir tudo o que rolou.

No fim do primeiro episódio das battles, os steals eram: Natascha Bessez , Maya Shanti, Talita Blijd e Kevin Storm.

Relembrando o uso as luvinhas na nossa review, as luvinhas representam o vencedor de cada battle na minha opinião e dos comentaristas, onde as luvas azuis, à direita, representam o candidato que venceu na opinião do coach, já as vermelhas, à esquerda, representam os candidatos que perderam, podendo até mesmo ambos ganhando a luvinha ou até mesmo nenhum. Dessa vez eu trouxe como reforço minha amiga paneleira e estreante nessa temporada, Tati, e o Thiago que já é presença cativa aqui. Let’s go!


[Team Anouk] Lyall Silié vs. Mikki van Wijk – “One” by U2

Michel: Tudo aqui me surpreendeu, tanto pareamento quanto a escolha da música, mas no geral, foi uma surpresa bem positiva. Eles dois são artistas bem opostos, sendo que o Lyall tem um estilo mais puxado para o R&B, já a Mikki tem um estilo mais índie, porém nessa performance eles tiveram uma conexão incrível entre si, souberam muito bem aproveitar seus momentos de solo e de quebra ainda arrasaram juntos também. Eu já tinha amado muito a Mikki ainda em sua audição, porém na battle ela subiu ainda mais no meu conceito, amei ela ter soltado mais a sua voz, gostei até da agressividade nos seus vocais, assim como também gostei do Lyall batendo de frente e arriscando-se mais vocalmente. A battle foi bem equilibrada, porém iria com Mikki, porque me encantei demais com ela aqui.

Tati: Eu amo uma música e não é pouco, viu? Quando vi que iam cantar até arrepiei. Sério, que escolha ótima! Não apenas pela música em si, mas porque casou perfeitamente com ambos e, principalmente, com a divisão da música. Eu achei ambos foram ótimos, não exageram, não enfeitaram demais e, acima de tudo, SE RESPEITARAM. Eu gostei dele, mas ela me cativou muito mais, pela segurança e também pelas notas mais aulas. Ficaria com ela, mas os dois foram ótimos, inclusive quando estavam juntos.

Thiago: Eu adorei essa batalha, os dois estavam ótimos. Eu acho que escolheria aqui mais por preferência mesmo.

Winner: Mikki van Wijk


[Team Waylon] Jade PraiZe vs. Yentl Pool – “Blank Space” by Taylor Swift

Michel: Eu simplesmente achei esse a battle mais errada dessa temporada, elas não tem nada em comum, a música escolhida para elas foi horrível, nada casou aqui, logo com a minha Yentl que o Waylon iria errar? Falando rapidamente dessa battle, a Yentl, mesmo que a música não tenha a valorizado tanto, simplesmente massacrou a Jade, além de que era claro que ela queria se conectar com a Jade, mas a outra estava lá perdida no seu mundo obscuro e louco. Falando da confusão atrás dos bastidores, a Jade brigou com Waylon nos ensaios porque ela não ensaiou junta com Yentl por conta que estava ocupada com seu trabalho no estúdio, o que o irritou a ponto de ambos brigarem e ela pensar em desistir, mas acabou desistindo da decisão. Amei o puxão de orelha dele, mas odiei a atitude dele dar a vitória para a Jade só porque “não foge de um desafio”, uma puta falta de respeito com Yentl, algo que o Ali B se manifestou e discordou totalmente.

Tati: Eu AMEI a Blind da Yentl. Acho que foi minha audição preferida e eu estava SEDENTA pela batalha dela e elas me vem com essa música da Taylor que ninguém aguenta mais, aff! Fora que esse não é o estilo dela, né? Quanto a outra moça, que forçada, Brasil! Sério, aquele óculos estava me irritando hahahaha. Fora que o timbre dela é bem chatinho. Enfim, ficaria com Yentl e espero que ela venha com songchoices melhores na próxima.

Thiago: Mds que coisa chata, essa música não é muito boa pra se cantar em um reality e pra mim nenhuma das duas se destacou. Se fossem team Anouk acho que as duas rodavam.

Winner: Jade PraiZe

Steal: Yentl Pool (Team Ali B/ Natascha Bessez eliminada)


[Team Lil’Kleine] Luigiano Paals vs. Sophie van der Stok – “When I Was Your Man” by Bruno Mars

Michel: Eu amei as blinds de ambos e esperava muito deles aqui, porém tenho que dizer que o Luigiano acabou estragando tudo. Ele tem uma voz linda, talvez um dos timbres mais interessantes dessa temporada, porém a personalidade dele no palco dessa vez me irritou totalmente, não tinha necessidade de toda aquela correria e corridinha no palco, cara você está cantando uma música romântica, com muito sofrimento no palco, daí ao invés de emocionar quem vê, os coaches estão rindo, com exceção da Anouk que fez bem minha cara para todos esses movimentos desnecessários. Vocalmente, acho o Luigiano mais interessante que a Sophie, porém escolheria ela sem dúvidas, porque foi impecável vocalmente, respeitou a mensagem da música, conseguindo transmitir realmente o que a música pedia, o oposto do Luigiano.

Tati: Gente, como a voz do Luigiano me soou irritante nessa apresentação, credo! Fora que achei a interpretação dele um mico hahahaha. O que foi aquela corridinha dele no meio do palco? Ela também deu uma forçada, mas ele se superou. Eu odiei essa batalha com todas as minhas forças. Dinâmicas horríveis e muuuito chata. Escolheria ela, mas porque sou obrigada.

Thiago: Mds esse cara fazendo palhaçada a performance toda pqp, odiei. A Sophie foi bem melhor e esse cara foi ridículo. Sou a Anouk no final todinho.

Winner: Sophie van der Stok


[Team Ali B] Owen Playfair vs. Olorun – “Am I Wrong” by Nico & Vinz

Michel: Olha, tinha zero expectativas aqui nessa battle, pensei que seriam aquela que só veria mesmo para comentar para vocês, porém eu tenho que dizer muito que gostei do que eles entregaram. Ali B foi bem sensato colocando os três juntos, porque eles soaram muito bem juntos, as harmonias foram sensacionais, a música super se encaixou bem para ambos, também gostei muito que eles não pareciam duelar entre si, não foi uma dupla vs solo, mas sim um trio que cantaram entrosados e fizeram um excelente trabalho. A dupla nunca gostei, continuo achando bem brega e mesmo mandando bem aqui, não me desceu não, em contraponto, não gostei da audição do Owen, porém depois daqui comecei a apreciar muito seu timbre e é um dos acts que estarei de olho na próxima etapa.

Tati: Essa batalha começou e eu falei: lá vem coisa chata. Mas não é que fui surpreendida? Eu achei que foi melhorando demais, gente. O Owen tem algo na voz que me encanta muito. Em certos momentos o estilo dele me lembra o Mario. Eu curti ele nessa batalha e gostei da dupla também, principalmente as harmonias. Enfim, achei que a batalha funcionou e, no final de tudo, achei uma vibe bem gostosinha. Ficaria com Owen. 💜

Thiago: Essas batalhas de hoje só por Deus viu… As harmonias estavam legais e a performance foi bem boa vocalmente com Owen se destacando mais pra mim.

Winner: Owen Playfair


[Team Anouk] Iris Noëlle vs. Jelle Glasbergen – “Eenzaam Zonder Jou” by André Hazes

Michel: Velho, você pode não gostar de Anouk, mas essa mulher quando acerta, ela massacra e nesse episódio ela entregou duas battles que PQP. Eu amei esse pareamento, ambos fizeram excelentes audições, apostando em músicas de apelo emocional, sendo assim, juntá-los foi a decisão mais acertada possível. Eu simplesmente amei tudo nessa battle, ambos estavam tão entregues no palco, ao mesmo tiveram muita conexão entre si, foi uma apresentação que mesmo sem conhecer e não saber do que a música falava, eu consegui me conectar com eles e sentir toda um sentimento de nostalgia e dor, o que quando vi a tradução da música, a letra fala justamente sobre agradecimento e saudade, o que eles deram um show, amei. Sobre quem ganhou, eu amei tanto ambos aqui, que sinceramente não saberia o que fazer, entendo totalmente a Anouk levar o Jelle que tem mais o estilo de artista que ela gosta de trabalhar, gostei também que Iris ganhou um steal, só me doeu porque foi no lugar do maravilhosa Kevin, uma pena.

Tati: MEU DEUS QUE MÚSICA LINDA. Vou até depois procurar a tradução, para me certificar que eles estão falando de algo lícito hahaha. Aliás, fiquei com a impressão de que conheço essa canção. Enfim, amei e amei! Eles combinaram perfeitamente e me pareceram muito entregues. A voz dele é linda, mas ela me cativou mais, parecia mais dedica. Escolheria ela.

Thiago: QUE HINOOO AAA mds amei muito 💕 quando o Jelle começou eu já tinha ele como winner, mas quando a Iris entrou eu já não sabia mais o que fazer, SOS, os dois são perfeitos, tem timbres maravilhosos e casaram super bem nessa batalha. Batalha perfeita e sem defeitos ❤

Winner: Jelle Glasbergen

Steal: Iris Noëlle (Team Waylon/ Kevin Storm eliminado)


[Team Lil’Kleine] Chevelly Cooman vs. Mentissa Aziza – “Stuck” by Stacie Orrico

Michel: Cara, que battle mais gostosinha, outro exemplo que foi tudo muito acertado, o Lil’ colocou as duas novinhas juntas e escolheu uma música que valorizou ambas, com uma batidinha mais animada e que combinou muito com toda a jovialidade de ambas, amei. Eu gostei de ambas em suas audições, apesar que a Mentissa que me cativou mais, porém preciso dizer que aqui a briga delas foi muito equilibrada, ambas deram o seu melhor e arrasaram muito, tanto nos vocais, quanto na presença de palco. Particularmente, vejo a Mentissa com mais potencial para o programa, sendo assim amei que o Lil’ optou por continuar com ela, mas reconheço que a Chevelly fez um excelente trabalho, uma pena que acabou sendo eliminada, mas precisamos reconhecer que a temporada está tão boa, que precisaremos dar adeus a bons candidatos mais cedo.

Tati: Gente, que episódio HINO de songchoices, viu? Estou muito feliz. Outra batalha que gostei demais. As meninas arrasaram na atitude e se mostraram muito dedicadas à música. Eu achei a voz da Mentissa muito melhor colocada e ela foi muito bem vocalmente falando. A Chevelly ficou um pouco atrás em termos de projeção, mas ela arrasou nas partes mais baixas da música e nos falsetes também. Eu não sei quem escolher, viu? Acho que daria para duas hahaha.

Thiago: Amo que as melhores batalhas ficaram pro final AAAA amei tudo aqui, as harmonias estavam ótimas e os vocais impecáveis. Apaixonado.

Winner: Mentissa Aziza


[Team Waylon] Xerxes Naseri vs. Raigny Jozephia – “Never Nooit Meer” by Gordon & Re-Play

Michel: Caramba, o Waylon hoje veio para me decepcionar mesmo, né? Que battle mais chata, foi uma tortura aguentar quase 3 minutos de apresentação, achei totalmente desnecessário ele parear ambos, até porque acho ambos bem fraquinhos e que nada acrescentará no seu time. Vocalmente ambos até foram bem, apesar do Xerxes ter sido mais consistente e ter mostrado mais controle e técnica vocal. Novamente o Waylon fez merda na sua escolha, o pior é que isso custou a vaga da Yentl no team Ali B, que mudou seu steal, poxa perdi dois favoritos num episódio só e tudo por culpa do meu coach favorito, não está sendo nada fácil.

Tati: Ai, gente, que batalha chata. Os banquinhos já dão o clima de barzinho e ainda colocam essa música sonolenta, para dois artistas que também me deram a impressão de serem. Eu não gostei de nada aqui, de verdade. Eles não foram mal, em termos vocais, mas foram muito sem sal. Escolheria Raigny, pois o timbre dele me agrada mais.

Thiago: Achei a batalha linear, mas ainda sim agradável. Os dois casaram super bem e o timbre deles são maravilhosos e ficaram ótimos juntos com o Raigny se destacando um pouquinho mais.

Winner: Raigny Jozephia

Steal: Xerxes Naseri (Team Ali B/ Yentl Pool eliminada)


[Team Ali B] Menno Aben vs. Earl Scott – “What About Us” by P!nk

Michel: Outra battle que não dava nada, na verdade eu achava que o Menno iria arrebentar aqui e o Earl ia cagar tudo, porém o cara me surpreendeu e conseguiu batalhar de igual com o maravilhoso Menno. A escolha da música, apesar de inusitada para mim, achei que casou muito bem para eles, a divisão da música foi muito justa para ambos, as harmonias ficaram muito boas e gostei muito da parceria que eles tiveram no palco, como sempre falo, eu gosto quando a gente vê no palco mais um dueto do que uma batalha, porque torna a performance mais verdadeira. Outra coisa que ressalto é o efeito que sempre comento aqui, quando um act disputa com outro “melhor’, na maioria das vezes conseguimos ver uma evolução nele, como se o act entregasse seu melhor vendo o desafio que tem em frente. Gostei muito da battle, iria com Menno porque esse cara é simplesmente sensacional, porém o Earl fez bonito aqui também.

Tati: Não dava nada por essa batalha, pois não suporto a música, mas, no fim de tudo, fui surpreendida. O Menno já sabia que ia arrasar, ele fez uma das minhas blinds favoritas, mas o outro mocinho equilibrou as coisas e deixou tudo bem legal. Achei uma batalha ótima vocalmente e bem sensível. Eu escolheria Menno. Gosto mais da voz dele. 💛

Thiago: Olha eu não acho essa música muito legal pra The Voice por não ter muito apelo, mas eles mandaram super bem e pra mim foram ótimos quase por igual, escolheria também por pura preferência, mas qualquer um dos dois seria uma boa escolha.

Winner: Menno Aben


CONSIDERAÇÕES FINAIS

Felizmente o meu TVOH continua mantendo seu ótimo nível nesse segundo episódio de battle, a única decepção mesmo foi com o Waylon, que se não fosse a Patricia em seu time, diria que era o time mais fraco, mais tirando ela, não tem um act que eu goste tanto. Avaliando os times no geral, a Anouk e o Lil’Kleine tem formado times até o momento que eu simplesmente gosto de todos, já o Ali B acho o steal dele totalmente desnecessário e torço meu nariz para Sarah-Jane por ter eliminado o Kevin. Ainda restam dois episódios de battles, ainda restam para apresentar muita gente boa, então fico no aguardo ansiosamente e espero que os coaches não façam mais cagadas, tô de olho em você Waylon.

#TeamAliB: Sarah-Jane, Zoë Livay, Owen Playfair, Menno Aben e Xerxes Naseri (steal);

#TeamAnouk: Mannus ter Avest, Mikki Van Wijk, Jelle Glasbergen e Maya Shanti (steal);

#TeamLil’Kleine: Kimberly Fransens, Nika Pantovic, Sophie Van der Stok, Mentissa Aziza e Talita Blijd (steal);

#TeamWaylon: Sascha van den Kerckhove, Patricia van Haastrecht, Jade PraiZe, Raigny Jozephia e Iris Noëlle (steal).

Até a próxima review. Um abraço para todos e desejo um feliz Ano Novo para todos vocês, que 2019 seja um ano espetacular e cheio de conquistas. Até breve!

gostou da matéria? deixe um comentário!

Michel Araujo

Meio baiano, meio sergipano, já passou dos 20 anos e um sofrido estudante de engenharia, com uma personalidade cheia de atitude e uma leve ousadia. Viciado em séries, realites e músicas, vai me encontrar sempre por aí escrevendo reviews, numa diversidade de gêneros de série e programas de TV.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu