Posts Populares

The Voice Of Holland – S09E10 – The Battle Rounds 03

Será mesmo que Anouk vai eliminar dois acts de uma vez só, novamente?!

Bem pessoal, já estamos na terceira semana de Battle Rounds e confesso que diferente das Blind Auditions, já estou começando a enjoar um pouquinho, hahaha, hoje achei que esse episódio ficou bem atrás dos demais, não que tenha sido ruim, só abaixo das minhas expectativas, principalmente levando os demais em consideração. Antes de ver as performances desse episódio, tinha visto no instagram do programa um teaser onde a Anouk anunciava que estava bem descontente com uma dupla e que a vontade era mandar as duas para casa, assim como fez na temporada anterior. Quem acompanhou a temporada passada, conhece bem o gênio forte dela e que ela é capaz de tudo, porém será mesmo que ela tomaria essa decisão novamente?! Mais embaixo eu contarei tudo.

Relembrando o uso as luvinhas na nossa review, as luvinhas representam o vencedor de cada battle na minha opinião e dos comentaristas, onde as luvas azuis, à direita, representam o candidato que venceu na opinião do coach, já as vermelhas, à esquerda, representam os candidatos que perderam, podendo até mesmo ambos ganhando a luvinha ou até mesmo nenhum.  Outro lembrete é sobre o steal, que no TVOH pode ser mudado a qualquer momento, tendo uma vaga em cada time, até o fim do episódio passado os steals eram: Xerxes Naseri, Maya Shanti, Talita Blijd e Iris Noëlle.

Bem, mesmo não sendo um dos meus episódios favoritos, tivemos algumas performances bem interessantes, apesar que poucos dos meus favoritos se apresentaram aqui. Nessa semana, trouxe um reforço totalmente paneleiro e que acompanham o TVOH comigo desde de quando comecei a fazer reviews, meus amigos Lindomar e Lucas.


[Team Waylon] Hard2Get vs. Luminize – “Runaway Baby” bymBruno Mars

Michel: Eu já imaginava esse pareamento, desde o momento em que vi ambas bandas indo para o mesmo time, até porque seria algo bem diferente como foi, principalmente se tratando de um grupo totalmente feminino e outro masculino. Olha, tenho que dizer que na audições não tinha gostado tanto de nenhum dos dois, mas nessa battle eu acabei gostando muito de ambos, fizeram excelente performances, esse duelo de bandas deu muito certo e a sintonia entre eles estava incrível. Enquanto ele apostou numa interpretação com vocais mais contidos e suave, ela apostou numa interpretação mais agressiva, com vocais mais rouco e muita atitude no palco. Gostei tanto dessa battle, que sinceramente não saberia quem escolher.

Lindomar: Waylon pegou dois grupos com vertentes para o pop e deu um pop com abertura para o rock onde ambas as bandas com guitarras e baterias poderiam participar. Baseado na audição de ambos diria que as garotas vinham com mais bagagem e experiência para vencer essa batalha. Mas o que vimos foi um verdadeiro feat das duas bandas onde a voz potente das garotas casou com a voz mais doce dos meninos, o mais interessante foi os outros integrantes da banda participarem nos vocais diferente das audições, simplesmente adorei! Daria a vitória para as garotas mas achei justíssimo o steal do Ali B nos garotos.

Lucas: Amém uma batalha boa!! Adorei demais essa batalha porque vocalmente ambos mandaram bem e no palco eles se comportaram muito bem, não deixando transparecer bagunça, mesmo tendo duas bandas batalhando. Olha, as garotas foram bem, porém me surpreendi muito com a performance de Hard2get. Primeiro que adorei com o primeiro refrão onde o guitarrista cantou colocando um grave que super encaixou, e segundo que essa música super combinou com os vocais do vocalista da banda masculina. Ficaria com eles.

Winner: Luminize

Steal: Hard2Get (Team Ali B/ Xerxes Naseri eliminado)


[Team Anouk] Sanne Veltman vs. Sterre Tuijl – “Can’t Fight The Moonlight” by LeAnn Rimes

Michel: O pareamento entre elas achei muito coerente, porém essa escolha de música foi horrível, combina nada com nenhuma delas. Eu achei que a Sanne foi até muito bem com a música dada, apesar de não ser a música melhor para o seu timbre, entregou o melhor possível dada a música. Em contraponto, achei que a Sterre foi muito mal, nossa ela soou tão desafinada durante a música toda, não gostei nada dela aqui, infelizmente realmente achei sua performance desastrosa. A performance realmente não foi das melhores, porém as meninas foram bastante criticadas pelos outros coaches e Anouk não aliviou, chegando a comentar que sua vontade era eliminar as duas novamente, como fez temporada passada. Depois de muito pensar, decidiu levar a Sanne, amém, porém comentou que achava ela ainda muito inexperiente e que se continuasse assim, seria engolida nas próximas fases. Vamos torcer para ela ajudar a Sanne e provar que é uma boa coach.

Lindomar: Morri de amores pela voz dócil da Sanne nas audições cantando o sucesso do Bastille e nem lembrava da Sterre para ser sincero. Não sei qual foi a da Anouk com essa escolha musical que não favoreceu em nada a voz doce da Sanne, mas no final ela foi muito melhor que sua adversária, trouxe vocais sólidos, alcançando as notas e mandando ver do início ao fim, vitória justíssima da Sanne e espero que Anouk escolha melhor as songs daqui para frente.

Lucas: Gente, por que as escolhas musicais estão tão ruins? Mais uma escolha bem nada a ver que fez as meninas entragarem uma batalha super morna. A voz da Sterre é super mega comum e a da Sanne me soou mais interessante, mesmo que eu ainda ache que a garota precise de mais preparo. Gostei e me surpreendi quando a música subiu no final e a Sanne conseguiu se sair bem.

Winner: Sanne Veltman


[Team Ali B] Debrah Jade vs. Amy Mielatz – “No Tears Left to Cry” by Ariana Grande

Michel: Primeiro, como a Debrah está diferente, não a reconheci até ir pesquisar só audição e lembrei da moça que cantou Alicia. Vocalmente a Debrah me agrada muito mais, ela tem um timbre bem limpo e gostei muito das transições de voz de peito e cabeça, todos muito bem executado. Já a Amy, eu até gosto da atitude dela no palco, porém vocalmente ele me incomoda muito, tem uma voz meio que abafada e por várias vezes faltou folego durante a apresentação. O instrumental eu curti a intro, mas a quebra pro refrão ficou estranha, mas no geral até gostei da performance em si, mas por conta da Debrah que arrasou muito.

Lindomar: Que agonia essa batalha gente! Debrah virou quatro cadeiras em suas audições mas aquela nota inicial onde usa voz saiu completamente analasada me agoniou. Depois veio Amy totalmente desconfortável e insegura com a voz fraquejando um pouco e quando ela fez sua parte no refrão vi que a Debrah não tinha feito o pior ainda até então. Enfim, vitória justíssima da Debrah mas péssima song choice para ambas.

Lucas: Com uma música muito difícil de cantar, as meninas até que seguraram bem a missão. A música exige transições rápidas e com qualidade, além de que vez ou outra passa do grave pro agudo rapidamente. A Amy se manteve bem e correta, mas as execuções vocais não foram tão boas quanto as de Debrah, que pra mim venceu a battle sem dificuldade.

Winner: Debrah Jade


[Team Anouk] Cleo Vlogman vs. Billy Maluw – “Attention” by Charlie Puth

Michel: Eu amo essa música, apesar de achar que ela não seja uma boa opção para realities musicais, principalmente quando se trata de uma batalha, onde os acts precisam mostrar seu melhor para vencer. Mesmo achando que a música limitou ambos, gostei muito da performance no geral, vocalmente foi tudo muito bem correto, as harmonias ficaram boas e ambos interagiram entre si, tornando a apresentação agradável de se assistir. Eu preferi o Billy, acho o timbre dele mais diferenciado e também nas audições gostei muito mais dele.

Lindomar: Cleo simplesmente massacrou do início ao fim nessa batalha. Aliás que song choice mais inusitada minha gente, Charlie Puth chegou ao The Voice of Holland (tá feliz Luiz?). Cleo mostrou vocais mais sólidos, esteve mais dentro do ritmo da song e soube jogar bem dentro da batalha inclusive interagindo com sua dupla.

Lucas: Me incomodou bastante como eles não se arriscaram nada nessa batalha. Ambos tem voz bem básica e comum, cantaram uma música que os deixou bem confortável, mas não fizeram questão de fazer algo de diferente. Sinceramente, não achei que nenhum se destacou aqui e, por escolha pessoal, escolheria o Billy, por achar que a voz da Cleo soou bem estridente e mais limitada.

Winner: Cleo Vlogman


[Team Lil’Kleine] Mariëlle Flens vs. Ginger vs. Quido van de Graaf – “Kleine Jongen” by André Hazes

Michel: Nossa, esse André Hazes deve ser um ícone holandês, porque me lembro de várias músicas dele cantada no TVOH. Comentário à parte, entendo bem a Mariëlle e Guido, porém o Ginger aí não ficou nada legal, quis dá uma inovada, porém para mim não casou nem um pouco ali, ficou totalmente destoado dos demais. Eu achei que o Lil fez essa battle para o Guido ganhar, até porque ele cantou André Hazes em sua audição também, uma pena porque a Mariëlle era uma das audições que mais tinha curtido e que seria uma boa audição nos lives, principalmente representado a língua nativa lá.

Lindomar: Alguém me diz WHY Lil Kleine? Simplesmente não posso compreender. Ele conseguiu unir três improváveis combinações em uma única música, primeiro Quido com sua vertente mais clássica, Marielle com a vertente mais pop e o Ginger <3 com a vertente para o hip hop/rap. A batalha em si foi linda, mas a escolha não. Para mim o grande vencedor aqui foi quem menos tempo teve em tela, Ginger simplesmente entrou com o rap e mostrou todo seu potencial em holandês que eu compreendi zero mas achei um HINO. Segundo se fosse para escolher um dos outros dois seria Marielle, a garota simplesmente destruiu, mostrou doçura, foi nas notas mais altas, agregou dinâmica a performance ao contrário do vencedor Quido, enfim volta no tempo e desfaz essa merda Lil Kleine.

Lucas: Marielle e Quido tem vozes muito bonitas que super combinam com baladas. Os dois mandaram super bem, cantando de forma “limpa” e afinadíssima. Adorei quando Ginger entrou na apresentação, pois deu uma “quebrada” no Winde balada brega. A escolha aqui do vencedor é extremamente de gosto pessoal e depende da projeção que o coach tem para cada um na competição.

Winner: Quido Van De Graaf


[Team Ali B] JoHaLee vs. Evelien van Buren – “Wat Zou Je Doen” by BLØF

Michel: Esse é mais um dos pareamentos que eu não imaginaria, mas que deram muito certo. Gostei muito deles juntos nessa performance, a Evelien trouxe toda uma joavilidade e leveza na performance, enquanto o JoHalee vocais mais fortes e clássicos e quando unidos, soaram lindamente juntos. A Evelien me surpreendeu com aquele agudo dado no meio da performance, sinceramente em sua audição eu achava que ela era mais limitada vocalmente, porém esse agudo me abriu os olhos que ela pode oferecer muito mais do que eu esperava. O JoHalee fez até um bom trabalho, mas para mim ela foi destaque aqui, até porque a música favorecia mais ele do que ela.

Lindomar: A jovem Evelien encarou um participante com o dobro de sua idade e se entregou para fazer algo a altura. Comparando as audições de ambos eu vejo mais potencial nela, mas ele tem mais maturidade e poderia a princípio fazer muito mais. O que vimos aqui foi um dueto, a todo tempo JoHaLee puxou Evelien e eles encantaram a todos presentes, foi lindo demais e eu entendi zero palavras. Evelien venceu para mim e Ali B provou que sabe escolher de vez em quando.

Lucas: O JoHaLee foi bem, não comprometeu, mas a Evelien massacrou. Ela demonstrou ter uma voz muito linda, com bom alcance e pode ser extremamente versátil durante a competição. Fora que a garota se portou super bem no palco e parece ser extremamente simpática.

Winner: Evelien van Buren


[Team Waylon] Bryan B vs. Nate James – “I Knew You Were Waiting (For Me)” by George Michael & Aretha Franklin

Michel: Que batalha mais impecável essa, inegável que ambos entregaram o seu melhor ali no palco, arrasaram muito aqui. Por gosto pessoal, eu gosto muito mais do Nate que tem um tipo de voz que me soa mais contemporânea e vejo ele num estilo musical que me agrada muito mais, mas não posso deixar de citar toda a experiência e maturidade vocal que o Bryan tem, o cara é perfeito em cada nota que emite e tem muita técnica vocal, só me incomoda um pouco que ele soa datado para mim. Apesar disso tudo, entendo totalmente a escolha do Waylon, mas realmente o Nate me agradou mais, apesar de toda a técnica vocal do Bryan.

Lindomar: Duelo de #4chair do Team Waylon e ele já deixou claro o favorito pela song choice. Enquanto Nate focou no emocional e em uma versão própria de “Issues” nas audições, o Bryan B mostrou todo seu vozeirão em “When a Man Loves a Woman“. A música escolhida um clássico do soul que favorecia demais o Bryan B e ele se jogou e mandou ver, Nate se esforçou e conseguiu ser um adversário a altura mesmo fora de sua zona de conforto. Não vejo muito para onde Bryan crescer, mas conseguia ver muito espaço para Nate e sobre a escolha de Waylon mas uma cagada pra quem já cagou demais nessa temporada neh mores.

Lucas: Claramente Bryan tem mais capacidade vocal do que o Nate. Apesar de a música ter sido uma escolha extremamente preguiçosa, Bryan ainda conseguiu criar seus momentos, mandar uns agudos… o Nate se manteve bem durante toda a batalha, porém sem arriscar, e, portanto, sem se destacar. Apesar de eu gostar dessa música, poderia ter escolhido outra melhor para os dois se destacarem, né?!

Winner: Bryan B


CONSIDERAÇÕES FINAIS

Teremos ainda mais um episódio de battles e analisando bem, o próximo episódio promete bastante, porque tem muitos dos meus favoritos que ainda não cantaram. Ainda restam os maravilhosos Bèlla e Niels Hereijgers, que peço muito que o Ali B não façam o pareamento entre eles, além das maravilhosas Norah, Sanne de Winter, Jet, Irene e Jackie Lou. Então vamos para prévia de cada time até o momento atual.

#TeamAliB: Sarah-Jane, Zoë Livay, Owen Playfair, Menno Aben, Debrah Jade, Evelien van Buren e Hard2Get (steal);

#TeamAnouk: Mannus ter Avest, Mikki Van Wijk, Jelle Glasbergen, Sanne Veltman, Cleo Vlogman e Maya Shanti (steal);

#TeamLil’Kleine: Kimberly Fransens, Nika Pantovic, Sophie Van der Stok, Mentissa Aziza, Quido Van De Graaf e Talita Blijd (steal);

#TeamWaylon: Sascha van den Kerckhove, Patricia van Haastrecht, Jade PraiZe, Raigny Jozephia, Luminize, Bryan B e Iris Noëlle (steal).

Então pessoal, finalizo aqui mais uma review e até a próxima. Abraços e até breve!

gostou da matéria? deixe um comentário!

Michel Araujo

Meio baiano, meio sergipano, já passou dos 20 anos e um sofrido estudante de engenharia, com uma personalidade cheia de atitude e uma leve ousadia. Viciado em séries, realites e músicas, vai me encontrar sempre por aí escrevendo reviews, numa diversidade de gêneros de série e programas de TV.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu