Posts Populares

The Voice of Holland – S10E02 – The Blind Auditions 02

Mais um episódio muito bom!

Fala, pessoal! Depois de uma estreia muito promissora, tivemos um segundo dia de audições às cegas muito bom! Espero que continue assim, pois, depois de muito tempo, volto a acompanhar o programa com mais afinco. Nas últimas edições, apenas assisti a alguns vídeos aleatórios, mas neste ano acompanharei de perto, para poder escrever reviews para vocês. <3

Meu único problema com o The Voice Of Holland é que as fases gravadas são extensas demais, meu pai! Está certo que ainda estamos no segundo episódio, mas reparem se até o hiatus do programa, que acontece em dezembro, não vai parecer que tivemos 155865 episódios. Enfim, menos mal se o nível se manter, pois está uma delícia até agora. Para falar dos candidatos de hoje, tenho o a ajuda dos meus amigos Douglas e Lindomar. Vamos nessa?

 

[Team Anouk] Meike Ubbink – “Alone” by Heart

Tati: Eu amo timbres limpos como o da Meike, super afinada. Eu achei que ela começou um pouco linear, mas as coisas melhoraram muito depois que o refrão começou. Apesar de não ser minha audição preferida da noite, eu acho que ela super deu conta do recado, foi bem vocalmente e entregou uma performance bastante sólida! Saldo bastante positivo e começamos o segundo dia de audições muito bem!

Douglas: Que menina mais fofaaaa!! Tô apaixonado por ela. Apesar de não ter feito algo muito diferente do original, ainda sim, eu acho que ela foi bem. Seus vocais limpíssimos e precisos. Ela foi bem afinada e eu curti muito quando ela cantou o refrão e deu umas pequenas inflexões no final das frases. Acho que sendo bem trabalhada, ela pode ir longe.

Lindo: Uma voz firme, poderosa combinando com uma jovem cantora que transborda emoção, e que mesmo com você não compreendendo nada que ela canta, você sente que ela se entregou, que uma emoção e um sentimento estão ali. O final onde ela solta o vozeirão, atinge as notas mais altas, estende algumas notas e termina com uma lágrima de realização e orgulho foi simplesmente maravilhoso.

[Team Lil] Evelyn van den Elsen – “The Power of Love (Si Tu Eres Mi Hombre)” by Jennifer Rush

Tati: Eu estou chocada que essa é a versão original dessa música haha! Nunca tinha ouvido, mas no primeiro verso já comecei a cantar a versão brasileira, pois, né? HINOOOOOOOOOOO! Eu curti Evelyn e a performance e amei muito mais ainda a parte mais agitadinha da música haha!

Douglas: Uma escolha de música bem inusitada. Nunca que eu ia imaginar alguém cantando em Espanhol na Holanda assim ahahha. Ela fez bem seu papel, mas pra mim, foi a segunda menos empolgante. O coach sabendo trabalhar bem com ela, pode mostrar muito mais seu potencial. Seus vocais foram na medida. Espero pra ver o que vai ser ela na competição.

Lindo: A música na sombra, o ritmo no ar, um animal que ronda, no véu do luar, eu saio dos seus olhos, eu rolo pelo chão, feito um amor que queima, MAGIA NEGRA, SEDUÇÃO… COMO UMA DEUSAAAAA, VOCÊ ME MANTÉM…….. me desculpa gente, mas não me segurei. Evelyn DEUSA que se apresentou com esse hino e ainda num mashup entre inglês e espanhol, eu simplesmente ADOREI a energia dela, os vocais dela apesar de não terem um super diferencial, tem uma dinâmica que super sem encaixa com essas baladas bregas e algo mais acelerado, acho que Evelyn pode vir a surpreender.

[Team Ali B] Brugklasbeatz – “Too Lost in You” by Sugababes

Tati: Eu tenho um bloqueio grande demais com bandas/trios e até duplas no The Voice. Acho que não deveriam participar, então quando vejo uma, já fico meio com o pé atrás, sabe? Já abri esse vídeo com cara feia, mas as vozes individuais das vocalistas são perfeitas e elas juntas, então? Nossa, harmonias incríveis! Super combinam. Espero de verdade que isso seja mais explorado durante a competição, pois pode render boas performances.

Douglas: Olha, elas me surpreenderam e foi de uma forma bem positiva. Não sou muito fã de grupos no The Voice, mas assim como a Ohgene (Não lembro o nome) essas 3 meninas mandaram muito bem. Suas harmonias foram incríveis, mas as partes individuais tbm não ficaram pra trás. Elas tem vocais lindos, uma entrega linda e acho que com as músicas certas elas vão hyper se dar bem na competição

Lindo: MARAVILHOSAS, eu to no chão com a harmonia dessas meninas e em como as 3 são diferentes e conseguem se somar, vozes maravilhosas, song choice perfeita, a combinação foi perfeita e eu fiquei preocupado delas irem com o pior coach ali da bancada (Ali B), mas ao mesmo tempo aliviado porque Waylon e Anouk vão montar verdadeiras seleções como sempre, então o caminho pra esses cristais pode ser mais fácil no #TeamAliB.

[Eliminada] Stan van Hoof – “Brabant” by Gus Meeuwis

Tati: Eu não conhecia essa música e achei lindíssima, viu? Bom, eu suponho, já que não entendi a letra hahaha. Enfim, melodia belísima, mas a interpretação de Stan não foi suficiente para os jurados e pra mim também não. Achei a voz do Stan comum e a interpretação bem linear. Também não viraria pra ele.

Douglas: Que Coisa mais chata, monótona, sem graça. Ele menino foi linear do início ao fim. Não apresentou nada demais, apenas vocais afinados. Não teve diferencial. Não é a toa que não viraram pra ele.

Lindo: A poc tava toda nervosa e isso afetou ele demais, faltou confiança em alguns momentos e só fiquei com a extrema impressão que ele alongou a audição na esperança de alguém virar e isso foi bem triste. Eu sinto que a música não o ajudou aqui, ele parece ter uma voz que poderia explodir e alcançar grandes notas e a música escolhida não permitiu isso.

[Team Waylon] Kirsten Fennis – “This Is Me” by The Greatest Showman

Tati: Saturada estou dessa música e é isso, não aguento mais. Mas eu acho que Kristen fez uma boa performance, ela foi muito segura e fez as notas da maneira correta. Só achei que ela acabou exagerando um pouco no final e voz ficou um pouco irritante, mas nada que atrapalhasse o rendimento dela. Não amei de paixão, mas ela fez o feijão com o arroz.

Douglas: Achei o começo um tanto simples, parecia ser mais do mesmo, mas depois ela se empolgou e entregou uma ótima performance. Gostei bastante da sua entrega, da sua interpretação. Ela tem um ótimo controle vocal e quando soltou aquela High Note foi lindo demais. Acho que ela tem um grande futuro na competição.

Lindo: Uma das songs mais batidas em realities em 2019 e obviamente não poderia faltar. Kristen passou longe de deixar a desejar e entregou uma boa versão apesar de bem básica, a Kristen mostrou uma boa dinâmica dos vocais, mas faltou um sal aqui, um tempero, e algo além das notas, eu viraria para ela mas vendo os outros acts que estão no #TeamWaylon eu não colocaria muita esperança em ver ela indo longe.

[Team Ali B] Jeremy Garcia – “When I Was Your Man”by Bruno Mars

Tati: Ai, gente, pelo amor de Deus. Eu amo essa música do Bruno, mas não aguento mais ouvi-la em reality shows. Quando vi, já pensei que Jeremy seria assim, mais do mesmo. Aliás, achei isso até boa parte da música, mas o menino simplesmente cresceu durante a performance e envolveu todo mundo em sua interpretação. Isso não é fácil com uma das músicas mais cantadas nesse tipo de programa. Enfim, uma performance muito linda! Senti o impacto.

Douglas: Uma música datada, que todo mundo já cantou e que vem na cabeça o seguinte pensamento: Ah, mais do mesmo! De certa forma até foi, no início, mas depois o Jeremy foi dando a sua forma na música, moldando ela do seu jeito, e num é que ficou ótima? Aquele falsete no final foi lindo. A forma que ele passou toda a emoção que a letra pedia e sua voz que foi maravilhosa do começo ao fim, tudo contribuiu ela pra eu amar ele.

Lindo: Ali B você cuida dos meus favoritos, SOS, eu odeio ver quem eu gosto indo com ele. Jeremy espancou tudo com essa emoção, apenas sua voz e um piano e ele fez bonito, ele tem um falsete lindoooo, um registro baixo marcante e nas partes altas ele fez bonito também, simplesmente AMEI e aquele final foi matador, PISOU!

[Team Anouk] Sophia Kruithof – “Vincent” by Don MClean

Tati: Pode entrar, minha favorita da temporada. Meu Deus, que timbre angelical é esse? Eu sempre me apaixono por vozes assim e aqui não seria diferente. Além do mais, amei a escolha da música que super combinou com ela, foi tudo de uma delicadeza imensa. Com as escolhas certas, a Sophia pode render muito, pois é um cristal a ser lapidado. <3

Douglas: QUE TIMBRE LINDO!! Cara, não tem como não amar essa menina. Eu fiquei arrepiado, abobado com a beleza que foi essa apresentação. Ela mostrou de uma forma bem simples que se pode cantar e encantar toda uma platéia. Eu só pude olhar e sorrir. Fiquei gritando uau junto com os coachs. Essa menina tem um futuro lindo na competição e acho que ela vai muito longe se souberem trabalhar com ela.

Lindo: Anouk acaba de vencer a temporada. Sophia foi simplesmente perfeita, uma joia quase pronta precisando de apenas de alguém para mentorar bem suas song choices e Anouk é o par perfeito, só lembramos do excelente trabalho que ela fez com Jim (que cantou essa música também) duas temporadas atrás. Sophie tem uma voz angelical e tem tudo para ser uma daquelas artistas que vai arrasar com violão e músicas mais intimistas até o final.

[Eliminada] Laurie Akkerman – “Without You” by Avicii

Tati: Nossa, minha filha, começou tão desanimada que eu quase dormi, mas ao menos ela melhorou do refrão pra frente, mas, mesmo assim, não foi suficiente. Achei uma performance confusa e chatinha. Também não viraria.

Douglas: Acho que o que ocorreu aqui, foi a escolha de uma música errada. Não deu pra mostrar muito do que ela podia, porque a música não permitia isso. Ela tem um timbre bonito, alcançou notas bem altas, mas faltou aquele tcham, aquele diferencial.

Lindo: Ocorreu uma pequena bagunça vocal nessa audição da Laurie, inclusive foi complicado compreender em alguns trechos o que ela estava dizendo, misturou nervossisimo, timbre carregado e falta de dicção e foi uma bomba.

[Team Waylon] Lars Koehoorn – “Love Runs Out” by OneRepublic

Tati: Que voz estranha, hein? Parece voz de fumante hahahaha! Sabe quando você acha que a pessoa faz certinho, mas mesmo assim não te empolga? Então, esse foi meu sentimento aqui. Ele não errou, mas achei tudo bem morninho e sem graça. A única coisa que amei foi uma das notas finais e é isto.

Douglas: Gente que aflição, o coach só foi virar no finalzinho, aaaaa. Eu adorei o timbre mais grave dele e a forma que ele deu a música. Essa é uma das músicas do One Republic que mais amo e eu curti muito o jeito que ele cantou. Seus vocais estavam ótimos, sua animação, presença de palco, tudo ali foi impecável. Acho que tinha que virar mais de uma cadeira. Esse é um cara que tô super ansioso pra ver mais pra frente.

Lindo: Uma voz extremamente grave e bizarra de certa forma, Lars começou me causando um certo estranhamento e isso se manteve até o final, parecia um cantor country bem #TeamBlake querendo se meter a fazer POP e para ser sincero eu passei longe de curtir isso aqui, apesar de soar alternativo, de soar diferentão e fora da caixinha, eu apenas achei ok.

 

[Team Lil] Charine Eyny – “Never Enough” by The Greatest Showman

Tati: Pelo amor de Deus, This is Me e Never Enough na mesma edição é o AUGE da saturação das músicas de 2019, eu simplesmente não aguento mais, Brasil. Mas não vamos ser injustos com a Charine, né? Pois a menina simplesmente arrasou! Não enfeitou demais e cresceu na hora que deveria crescer. Além disso, mostrou uma ótima potência vocal. Outro diamante que pode render boas performances pra gente!

Douglas: Quem me conhece sabe como eu amo essa música. A Charine fez um belo trabalho. No começo eu fiquei: ah, mais uma cantando uma música que todo mundo canta, mas ela soube muito bem conduzir a performance. Teve vocais lindos com aquela linda High Note no final foi a cereja do bolo dessa performance. Espero que os coachs saibam trabalhar com ela.

Lindo: Lil Kleine acaba de ganhar sua finalista, aliás é notável o talento dessas garotas de 16, 17 anos, primeiro Sophia e agora Charine, que vocalmente falando fez uma performance mais complexa que sua colega. A nota alta foi espetacular e chocou até a família dela e virou todas as cadeiras, simplesmente perfeita e espetacular, essa garota vai longe, LIL KLEINE não joga sua finalista fora meu filho.

[Team Anouk] Ziggy Krassenberg – “Too Much Love Will Kill You” by Queen

Tati: Gente, eu achei a voz dele uma chatice sem tamanho hahaha! Mas eu gostei dele e adorei a forma como levou a performance. Ele super entrou no clima da canção e interpretou muito bem! Enfim, é aquele tipo de apresentação que você desgosta gostando e acaba curtindo de certa forma. Apesar de não ser uma voz que eu curto, ele mandou bem!

Douglas: Eu não dava na pra esse menino, e num é que ele me surpreendeu? Senti entrega, senti vontade no que ele estava cantando. Ela mandou bem nos vocais, com aquela notas altas, sem contar aquela melisma que ele lançou no meio da apresentação e algumas apogiaturas, que ao decorrer deram toda forma a apresentação.

Lindo: Sentimentos mútuos nessa audição, Ziggy se entregou, teve emoção, teve nota alta, teve uma certa fofura na forma que ele se portou no palco, mas para ser sincero quando ele cantava as notas num registro mais baixo passava longe de ser algo que eu apreciasse e apesar de reconhecer seu talento, sua qualidade técnica e tudo mais, foi um dos timbres que mais me causou estranhamento aqui.

 

*** Considerações finais ***

E assim chegamos ao fim do segundo dia de audições e posso dizer que o saldo foi bastante positivo. Curti boa parte das audições e amei Sophia! Acho que todos os times têm nomes interessantes e espero, de verdade, que o nível continue assim. Veja como estão os times:

#TeamAliB

Dasilvian Bruce, Stan van Hoof e Jeremy Garcia.

#TeamAnouk

Hiske Bongaarts, Ziggy Krassenberg, Sophia Kruithof, Meike Ubbink

#TeamLil

Anne Wilson, Aymar Torres, Evelyn van den Elsen e Charine Eyny.

#TeamWaylon

Emma Boertien, Daredevils, Maaike de Groot, Robin Buijs, Kirsten Fennis e Lars Koehoorn.

É isso, pessoal, fico por aqui e até a próxima!

gostou da matéria? deixe um comentário!

Tatiane Silva

Sou uma Social Media e Community Manager que ama tanto o que faz, que acaba fazendo isso quase que o tempo todo. Eu moro na internet, por isso acrescento doses diárias de cultura inútil e memes que é pra eu não me entendiar. Amo realities musicais, gasto horas em grupos de discussão e sou viciada em coisas que me fazem dar boas risadas e esquecer da minha conta bancária negativada.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries