Posts Populares

The Voice of Holland – S10E12 – The Knockouts 01

Pode entrar, fase favorita!

Fala, meu povo! Minha fase favorita da vida em The Voice começou na semana passada e, como esperado, não me decepcionou. Embora alguns artistas tenham deixado a desejar, outros foram muito bem e tivemos ótimas performances! Nesse ano, tivemos um formato um pouco diferente.: embora tenham mantido o formato de knouckouts com três cadeiras rotativas, ao melhor estilo chair challenge, dessa vez, apenas dois coaches ficaram nas cadeiras, os outros dois lugares foram ocupados pelos adivisors Marco Borsato e Sanne Hans.

Nessa semana, tivemos os artista do Team Waylon e Lil duelando, ou seja, logo mais teremos Team Anouk e Ali! Mas vamos comentar sobre a primeria fase de Knockouts? Ao meu lado hoje, tenho Lindomar e Michel! Bora lá!

Team Waylon

Chendo Smit – “Hold Back The River” by James Bay

Tati: Eu curto muito Chendo, mas eu não sei se essa música combinou com ele, por mais que eu adore a música também. Ele começou bem, mas acho que ele falhou em algumas notas e talvez isso tenho sido pelo nervosismo. Além disso, acho que ele abusou um pouco da rouquidão em algumas notas, deixando a performance unilateral. Triste, porque eu adoro ele!

Lindo: AMOOOOO tanto essa música, uma das minhas favs do James e quase sempre é bem executada nos realities por aí mas por algum motivo o arranjo ou as escolhas vocais que Chendo fez não destacaram tanto sua rouquidão e seu nervossísimo o atrapalhou em geral, foi bem longe do Chendo que vimos nas audições e batalhas e aqui é 8 ou 80 neh? Não acho que ele vai seguir até o final.

Michel: Eu adoro a voz do Chendo e apesar da escolha um pouco batida, acredito que essa pegada mais pop/índie alternativo é o que o melhor se encaixa em seu timbre mais rouco e ao mesmo tempo apresentando uma certa suavidade e controle. Foi muito inteligente a escolha, uma vez que ele veio de duas performances mais lentas, gostei bastante, porém acho que uma música mais emocional e com notas mais desafiadoras poderiam destacá-lo mais nessa fase crucial.

Chendo sentou na cadeira um

Robin Buijs – “Need Your Love So Bad” by Fletwood Mac

Tati: Robin arrasou demais, minha gente! Super segura e interpretou a música de um jeito bem bonito. Eu também senti que ela cresceu muito bem na performance, tanto na voz quanto na conexão. Minha única ressalva é que ela precisa melhorar um pouco da conexão dela com o público e performance na platéia. Mas isso pode ser trabalhado até mesmo durante a competição, pois ela tem talento.

Lindo: MATOU a pau, Robin chegou na vibe oposta do Chendo, cheia de confiança em si, os vocais no ponto e uma song choice fora do óbvio combinando tudo isso com entrega e uma técnica absurda, Robin brilhou e mostrou que merece muito está entre os 3 finalistas, me surpreendeu.

Michel: Gente, como assim ela só tem 19 anos? Ela tem uma voz e postura tão madura no palco, que às vezes até esqueço que esse cristal é fruto do TVKids. A escolha da música foi ousada, amo Fleetwood Mac, mas não conhecia essa música especificamente, foi interessante de ver que mostrou uma vertende mais roqueira dela, que até ficou legal. Vocalmente foi incrível, porém acho que faltou um momento parece ele soltar todo o vozeirão que mostrou em sua audição.

Robin sentou na cadeira dois

PYRO – ” When the Party’s Over” by Billie Eilish

Tati: Tenho rancinho de banda, mas eles me consquistaram nessa competição e essa performance só comprova isso, viu? Quem diria que uma música tão intimista quanto WTPO iria ficar tão boa com uma banda! E ficou muito, viu? Mesmo com a vibe mais rock! Enfim, eu amei demais!

Lindo: MATOU a pau, Robin chegou na vibe oposta do Chendo, cheia de confiança em si, os vocais no ponto e uma song choice fora do óbvio combinando tudo isso com entrega e uma técnica absurda, Robin brilhou e mostrou que merece muito está entre os 3 finalistas, me surpreendeu.

Michel: OMG, eu amei isso daqui demais. Eu sou apaixonado por essa música e quando amo tanto uma música, costumo detestar qualquer mudança de arranjo muito evidente, mas aqui achei que foi perfeita para eles. A performance foi linda, pelo fato de pegaram uma música ótima, super atual e dar a cara deles tanto nos vocais, quanto no arranjo, o início mais lento e depois a explosão no refrão, foi tudo para mim.

Pyro sentou na cadeira três

Céline Dib – “Liar” by Camila Cabello

Tati: Assim, ela não fez nada de errado. Não se comprometeu vocalmente e ainda conseguiu preencher bem o palco, deixando a performance bastante divertida. Mas sabe quando você sente falta de algo? Então, fiquei com essa sensação, infelizmente. Acho que não daria um lugar pra ela, não!

Lindo: Céline tinha que encarar o desafio de ser o #Steal em uma das equipes mais fortes na competição e a necessidade de ousar e impressionar era necessária se ela quisesse preencher uma das cadeiras e vamos dizer que sua escolha por um pop com vibe latina foi uma ótima ideia. Celine incorporou e mandou bem, decepcionou um pouco porque teve leve problemas com a respiração no meio e no final ficou um pouco mais complicado, mas achei justo ela entrar no lugar do Chendo.

Michel: Eu amo essa voz meio anasalada e mais fechada da Céline e acredito que nessa temporada ela é uma das poucas representante do pop. Ela foi muito coerente com a linha de música que ela vem seguindo no programa, só tenho a opinião que essa fase é o tipo perfeito para uma escolha mais emocional e menos animada, porque tem que ganhar o coração do coache ali e nada melhor de impressionar alguém através da emoção. Bem, foi uma boa performance, porém faltou deixar sua marca ali.

Céline sentou na cadeira um e eliminou Chendo

Stef Classens “Love Someone” by Lukas Graham

Tati: Eu amo essa música e ela poderia ser perfeita pra Stef se fosse em uma versão mais acústica, pois ele poderia explorar um lado mais emotivo. De qualquer forma, por mais que tenha sido uma apresentação um pouco linear, eu curti bastante, pois ele mandou bem mesmo dentro das limitações da música.

Lindo: O colírio boy da competição chegou e escolheu uma música com uma vibe romântica e fez um bom trabalho vocal, destacou o seu timbre e mostrou uma certa conexão, eu diria que ele fez a sua melhor performance da competição apesar da música não ter lá um grande nível de dificuldade, eu compreendi ele ocupar a cadeira de Celine.

Michel: Finalmente o Stef me agradou e convenceu tanto o favoritismo que ele vem tendo desde sua audição. Foi muito inteligente escolha uma baladinha romântica, ficando perfeita para o seu tom e finalmente valorizando mais do seu belo timbre, uma vez que diferencia bastante do Lukas Graham. Em resumo, foi uma performance mais simples, porém bem eficaz no sentido de afinação e songchoice, mostrando-se um tipo de candidato bem comercial no mercado musical atualmente.

Stef sentou na cadeira um e eliminou Céline

Maaike De Groot – “Mercy” by Duffy

Tati: Estou saturada dessa música em The Voice, que acabo ficando mais exigente com ela. Maaike começou muito bem, mas depois achei a performance um pouco linear do ponto de vista de interpretação, pois na parte vocal a achei bastante segura e cantou muito bem!

Lindo: Nos primeiros segundos ficou claro para mim que Maaike tinha como adversária Robin e precisaria superar ela para ficar com a cadeira, ela começou confiante e exalando seus vocais maravilhosos, chegou ao refrão tirando onda e mandando bem no falsete, mas ela pecou em muito na falta de presença de palco e na conexão com a música e essa foi a grande diferença dela para Robin e os outros.

Michel: O que deu na cabeça desses candidatos? Galera acorda, cuidado com essas escolhas de música inusitadas, essa fase é de apelar e não de arriscar. Maaike começou o programa cantando na língua nativa, passando por country e vem arriscar com um pop animado? Assim, foi uma boa performance, não tem o que reclamar dos vocais, mas a música não valorizou sem timbre pelo e frágil, um tiro no pé essa escolha.

Maaike foi eliminada

Emma Boertien – “The Voice Within” by Christina Aguillera

Tati: Minha princesinha veio totalmente vulnerável cantando esse hino e eu fiquei arrepiada nas primeiras notas! Não sei se essa “falha” na voz foi intencional, mas, se foi, acabou funcionando pra proposta da performance haha! Achei que ela arrasou na conexão e precisa falar da voz? Perfeita apenas! Ainda não superou a blind, ao meu ver, mas foi muito bem!

Lindo: Em apenas 10 segundos de performance a Emma já tinha colocado todos os adversários da sua equipe no bolso. Ela escolheu uma música grande e cheia de momentos, se entregou, fez das tripas coração e fez a melhor performance do #TeamWaylon. Eu só achei que ele errou ao tirar os meninos do PYRO, a escolha correta seria remover o Stef na minha opinião.

Michel: Eu estou muito apaixonado por Emma, aff. Essa voz dela é linda, tem uma suavidade e passa uma vulnerabilidade que nos convence em tudo que canta. Hoje eu a senti mais nervosa que o normal, porém a escolha da música e seus vocais tornam isso um mero detalhe, uma vez que quando se tem uma bela voz e está conectado com o que se canta, esses pequenos detalhes não fazem diferença. Eu amei a performance, como tenho amado tudo que ela canta e sinceramente essa vulnerabilidade que mostrou aqui encaixou muito bem com a canção escolhida. <3

Emma sentou na cadeira três e eliminou Pyro

Kirsten Fennis – “Stronger (What Doesn’t Kill You)” by Kelly Clarkson

 

Tati: Outra performance vocal boa, mas totalmente sem graça meu pai. Eu gosto da Kirsten, mas não consegui me conectar a ela dessa vez, pois achei que ficou um pouco sem graça. Talvez o peso de tirar três bons nomes tenha pesado, mas também não deixaria ela tirar a vaga de um dos três.

Lindo: Bichinha entrou derrotada neh? Porque Stef tinha a vaga de macho e ela tinha que competir com Robin e Emma ou seja, as chances eram iguais a zero. Kirsten parece ter sentido o baque porque passou longe de fazer uma performance memorável, fez o básico e foi para casa sem passar vergonha.

Michel: Poxa, Kirsten por que você não veio massacrando com uma versão acústica dessa música? Seria perfeito, mas essa escolha não a favoreceu muito não, uma vez que alguns momentos a banda acabou soando mais alta que sua vez e faltou fôlego em algumas terminações de frase, infelizmente não tem muito como defender.

Kisten foi eliminada

Team Lil

Lady Shaynah – “NASA” by Ariana Grande

Tati: Que performance deliciosa de se assistir, sério, amei demais! Pra mim, Lady se superou demais em relação à batalha. Além de mandar bem na interpretação, teve vocais maravilhosos! O toque mais “sensual” foi importante para termos um ótimo número, já que a letra combina com isso!

Lindo: Essa é a Lady Shanyah que queríamos ver e não aquela que cantou Domino no round anterior, ela chegou esbanjando presença de palco, me lembrou até a forma como a Riri se porta no palco e ela fez uma versão da música que descolou total da Ariana, surpreendeu demais FADA.

Michel: Nossa, que performance mais gostosinha de ouvir, essa voz dela R&B ficou linda nessa música da Ariana, uma escolha bem inusitada, mas que encaixou lindamente em sua voz. Ela soube muito bem conduzir a música de forma que soou bem dinâmica, tudo muito bem executado, a afinação, o fôlego perfeito para uma música mais rapidinha em alguns momentos e ainda falsetes e melismas muito bem encaixados, perfeita. Amei, me surpreendeu muito <3.

Lady sentou na cadeira um

Danilo Kuiters – “‘K Heb Je Lief” by Paul de Leeuw

Tati: Quem é esse, Brasil? Não me lembrava e obviamente não lembrava pois ele é o tipo de artista que não me chama atenção. Achei a apresentação dele muito linear. Fez o feijãozinho com arroz e foi só isso!

Lindo: Exausto desse Danilo estamos neh gente? O moço ta cantando a mesma coisa desde as audições e o Lil Kleine continua sorrindo e dando selo de aprovação para esse brega chato, o pior de tudo é que pelo que me lembre não existe outro candidato tão brega quando esse e muito dificilmente o Lil Kleine virá a eliminar ele, então se preparem pro tombo.

Michel: Estou tentando lembrar dele e não consigo, juro que de todos de hoje, ele era justamente a única pessoa que eu não lembrava. Olha, julgando por essa performance chata e sem destaque daqui é o motivo de não lembrar. Achei a voz super comum, a música chatíssima e sem nenhum destaque. Enfim, performance esquecível de um act esquecível.

Danilo sentou na cadeira dois

Evelyn van den Elsen “Underneath Your Clothes” by Shakira

Tati: Evelyn é maravilhosa e me agradou demais nas outras duas performances dela, mas fiquei decepcionada aqui, viu? Esperava bem mais e acho que ela entregou uma performance bagunçada e vários problemas vocais. Infelizmente, não daria uma cadeira pra ela também não.

Lindo: Que performance EXÓTICA foi essa? EU jamais imaginei Evelyn cantando Shakira e ainda mais assim numa vibe anos 80 e cheia de grito desafinado, achei bem caótico e complicado defender isso aqui kkk, acho que ela irá sentar por segundos nessa cadeira.

Michel: Que decepção, por qual motivo ela não veio com outro clássico latino? O seu estilo mais latino, cantando espanhol é o que fazia dela um diferencial na competição e mesmo que escolhendo Shakira, acredito que a música em nada a ajudou. Sinceramente, esperava bem mais e das performances até o momento, tirando a do Danilo que foi péssima, foi a que menos curti.

Evelyn foi eliminada

Pilar Oreel “I Say A Little Prayer” by Aretha Franklyn

Tati: Gente, a própria definição de basico. Eu não tenho nem muito o que falar dessa apresentação, pois ela não errou, mas também jogou muito na zona de conforto!

Lindo: Pilar está longe de ser um destaque nessa temporada no meio de tantas cantoras fantásticas e diferentes e aqui ela deixou isso claro com essa versão morna e básica do hino da Aretha, só conseguiu ser melhor que Evelyn neh gente?

Michel: Um clássico, porém ficou bem karaokê essa interpretação da Pilar. Se ela seguisse a linda da Lianne Las Havas com uma versão mais acústica, talvez tornasse sua performance mais interessante. Foi uma boa performance, mas boa mesmo para um karaokê, para essa fase achei bem abaixo do esperado.

Pilar sentou na cadeira três

Mitch Lodewick “There’s Nothing Holding Me Back” by Shawn Mendes

Tati: O póbi arrasou tanto nas batalhas e veio com essa performance básica, meu pai. A song choice atrapalhou demais. Já disse que essa música não escolha pra The Voice, geralmente quem canta só se ferra. Bom, com Mitch não foi diferente., ele também deixou a desejar.

Lindo: Vergonha alheia dessa sensualidade forçada neh gente… mas em alguns momentos ele segurou bem a marimba e o seu timbre até lembrou um tico do Shawn, mas foi bem okay e básico, mas melhor que Evelyn e Pilar então aceitável ele pegar essa cadeira.

Michel: O erro começa com o tiro no pé do Mitch escolhendo algo do Shawn que tem um timbre que muito lembra o dele e numa música mais agitada, que não causa tanto impacto. Como no caso da maioria aqui, achei que foi uma interpretação mais preguiçosa, sem mudanças no arranjo, sem arriscar nas notas ou melodia. Assim, boa performance, mas igual a maioria.

Mitch sentou na cadeira três e eliminou Pilar

Charine Eyny “Writing’s On The Wall” by Sam Smith

Tati: Fadaaaaaaa! E já adianto que é injustiçada. Minha, gente, Charine é maravilhosa e nessa performance ela matou a pau. Começou assim, como quem não quer nada e só foi melhorando! Foi tudo tão bem feito nessa apresentação que eu nem sei o que elogiar. Mas o ponto auto foi a hight note alongada que mostrou que essa menina manjda MUITO! Melhor performance da noite pra mim!

Lindo: DEUSA que pisou com essa song maravilhosa do Sam, ela chegou tão cheia de poder e domínio e sinceramente me encantou demais. Eu vou adiantar a minha revolta aqui porque o Lil Kleine pareceu encantado com ela mas no futuro vai eliminar essa garota e eu to sem entender o porque, ela foi simplesmente a melhor do time.

Michel: Charine você é perfeita, entenda isso! É disso que eu estava falando, pegar uma música é trazer para um arranjo que melhor te represente e fazer algo que deixa sua marca ali. Confesso que quando ouvi a primeira vez estranhei, muito fã de Sam fiquei receosso, mas reouvindo novamente eu pude perceber que o arranjo foi o mais perfeito possível para ela, levando a música para um lado mais R&B e onde ela mostrou bem o poder dos seus vocais. Amei, amei e amei <3

Charine sentou na cadeira três e eliminou Mitch

April Darby “Run To You” by Whitney Houston

Tati: Eu adoro April, e pra mim ela é a pessoa que melhor sabe cantar na competição. Embora essa tenha sido a performance que menos gostei dela, ela arrasou. Perfeita vocalmente e com uma conexão emocional notável! Essa mulher precisa ir longe na competição!

Lindo: Xtina? Aretha? Chegou a vez de Whitney ser homenageada e de ao mesmo tempo vermos uma April mais divã soul e mostrar todo seu controle vocal lapidado e perfeito, a bixa simplesmente matou a pau e eu só não entendi o Lil Kleine eliminando a deusa da Lady Shanyah quando ele ainda tinha o bosta do Danilo para mandar para casa.

Michel: Essa mulher é uma força da natureza, fico admirado na técnica vocal dela, simplesmente precisa e perfeita em cada nota emitida. April é uma grande vocalista, consegue muito bem cantar qualquer música, tenho amado que ela tem feito uma trajetória bem versátil até aqui, provando que pode cantar de tudo. Outra escolha de música perfeita, apelando pro emocional e para os agudos, isso sim é uma performance digna dessa fase. Preciso dessa mulher nos lives, sem orr <3

April sentou na cadeira um e eliminou Lady

Anne Wilson “Ik Voel Me Zo Verdomd Alleen” by Danny de Munk

Tati: Que voz agradável de se ouvir, viu? Grave, mas muito afinada e bonita! Eu não me lembrava de Anne, mas ela mandou super bem e foi super segura, muito melhor que Danilo, por sinal!

Lindo: Alguém me explica como essa mulher arrasando em holandes não foi melhor que o Danilo? Ela cantou um certo brega dutch cheia de emoção, extensão vocal, vida e deu o seu melhor ali para o Lil Kleine seguir com Danilo? Como assim minha gente? Eu to sem entender.

Michel: Foi muito esperta matendo-se cantando na língua nativa, até porque nesse estilo a concorrência é bem menor, mas disputar com essas meninas não é nada fácil não. Uma performance boa, bem melhor que a do Danilo, porém bem inferior ao que as maioria das meninas apresentaram.

Anne foi eliminada

Kes “Hij Is Van Mij” by Bizzey

Tati: Acho Kes básica, mas ela mandou super bem nessa performance e tem melhorado na competição. O K.o dela foi um degrau além e isso conta muito, principalmetne pra uma cantora da idade dela. Achei a aprsentação super segura e divertida!

Lindo: Kes fez uma escolha ousada e arriscada onde trouxe um pop dançante que exigia bons vocais e presença de palco e ela deu conta, ela estava longe de ser uma das minhas favoritas nesse time e ela me surpreendeu tanto que queria ela avançando. Eu só não entendo pra que eliminar Charine? PRA QUE? Danilo tá ali fazendo hora extra senhor Lil Kleine.

Michel: Cara, estou surpreso do quando que a Kes tem evoluído desde sua audição, porque achei sua primeira performance desastrosa e depois ela foi muito bem nas battles e arrasou aqui nos Knockouts. Eu amo essa música por conta da participação especial da Maan, foi muito boa essa sua escolha. Primeiro que escolheu uma música na língua nativa, algo mais pop comercial e valorizando uma Winner do programa. Foi uma excelente performance, estou bem de olho nela nas próximas performances.

Kes sentou na cadeira três e eliminou Charine

*** CONSIDERAÇÕES FINAIS ***

Então, é isso, minha gente! Chegamos ao fim da primeira noite de nocautes! Não foi o melhor programa dessa fase que já vi, mas fiquei satisfeita com o nível e algumas performances me agradaram muito. Charine, April, Emma e Robin foram os destaques pra mim e lamentei muito pela ausência de Charine! Ela poderia muito bem continuar e Kes substituir Danilo, mas The Voice sem injustiça não é The Voice, né?

Os times ficarma assim:

Bom, vou ficando por aqui e até a próxima!

gostou da matéria? deixe um comentário!

Tatiane Silva

Sou uma Social Media e Community Manager que ama tanto o que faz, que acaba fazendo isso quase que o tempo todo. Eu moro na internet, por isso acrescento doses diárias de cultura inútil e memes que é pra eu não me entendiar. Amo realities musicais, gasto horas em grupos de discussão e sou viciada em coisas que me fazem dar boas risadas e esquecer da minha conta bancária negativada.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries