Voltamos Bitches!!

mama

Na sua segunda noite de audições o The Voice se mostrou muito melhor do que em sua estréia. Tivemos ótimas audições e já da para começar a escolher seus favoritos. E para comentar essa segunda noite de audições, eu trouxe minha paquita Luana e a emo gótica das trevas seapunk, Lindomar. Juntas nós somos… As meninas super poderosas! Vem comigo.

#TeamMiley – Sa’Rayah: “Drown in My Own Tears” By: Aretha Franklin

Dam Lindinha: VIAAAAADO que lacre foi esse? Amei, mexeu com meu lado diva, foi na minha flora mais gay, bem lá no caule da minha viadagem. Houve alguns exageros? houve sim. Mas não apagou o brilho desta linda performance. Sa’Rayah é daquelas que sabe o que faz, a sua segurança no palco é de dar inveja. Já posso contemplar a visão divina a grande Battle dela com a Ali Caldwell.

Lu Docinho: Não tinha dado muita bola pro preview do iTunes dessa moça, então estávamos direcionados ao tudo ou nada, haha. Mas só que Sa’Rayah foi tudo… TUDO até DEMAIS. Achei bem exagerado, algumas vezes cheguei a me encolher na cadeira de agonia. Tudo bem que é necessário mostrar ao que veio no palco do The Voice, mas é preciso saber dosar isso também, não é mesmo! Sinto que Adam e Blake foram educados e não quiseram pontuar essa crítica, mas teria sido muito válida. Enfim, a melhor parte da audição ficou por conta da escolha de coach… Sa’Rayah tinha a Queen do R&B atual para escolher, mas decidiu ir totalmente outside the box e foi de MILEY CYRUS! Hahaha. Amo minha Miley demais!

Lindo Florzinha: BERROOOSSSS CONTROLADOS, podemos resumir Sa’Rayah assim, gostei dela, tem muito potencial, mas quantas cantoras gritadoras não vimos nessa mesma competição? Senti falta dela procurar se conectar com a música ou mostrar lados diferentes de sua voz, mas ela mostrou muito potencial e foi bem. P.S: Que grosseria dela com Adam falando que ele não virou a cadeira dele, fazendo ele parar de falar, achei bem desnecessário. Em primeiro lugar vamos ser humildes amiga, ninguém sabe da necessidade do STEAL amanhã!

Chairs-Super SimChairs-NaoChair-Talvez

#TeamBlake – Ethan Tucker: “Roxanne” By: The Police

Dam Lindinha: The Voice veio para mexer mesmo comigo em? Primeiro Sa’Rayah veio para ir fundo nas minhas raizes gay e agora Ethan vem mexer com meu lado maconheirinha jamaicana. Achei TUDO!! AMEI!! confesso que a Preview dele foi um pouco melhor que a blind em si, mas mesmo assim ele foi maravilhoso eu amo como a voz dele e ríspida e traz uma vibe tão boa, deu vontade de ascender um cigarrinho de artista e dançar um reggae bem gostoso. Tava tudo muito lindo, eu tava aqui bem chapadinha do amor com Ethan, até ouvir seu “Coach Choice”  (Eu mesma que inventei) e é ninguém mais ninguém menos que Blake, BLAKE!! Agora me diz, como isso pode dar certo? O homi pediu para ser eliminado e eu espero que isso realmente aconteça para deixar de ser burro.

 Lu Docinho: Ouvindo o preview do iTunes achei SENSACIONAL, que sacada maravilhosa trazer “Roxanne” pro reggae, até porque o The Police já tem naturalmente essa vibe meio reggae! Mas aí fomos pro ao vivo, e bem, fiquei discutindo internamente “gosto ou não gosto” durante boa parte da audição. No fim, ainda não sei dizer como me sinto. Mas respeito a criatividade e a ousadia de pegar um hino como é “Roxanne” e colocar sua marquinha diferencial. E né, como eu disse… Essa é a season das escolhas de coach mais ????? da história, logo, Ethan decidiu ir de Blake, num embate old school entre Adam e Blake, lmao.

Lindo Florzinha: Roxanne Reggae Version, confesso que quando ouvi o preview fiquei esperando um Troy Ritchie 2.0, mas não foi o que vi, Ethan teve pequenos problemas vocais que estiverem presentes em vários momentos da performance, mas no geral conseguiu destacar a força de seu timbre e seu jeito artista de ser, gostei da ousadia de pegar esse hino do The Police e transformar em reggae, mas creio que não deve ir muito longe. E gente que combinação louca Blake Shelton e um artista do Reggae hahaha

Chairs-SimChair-TalvezChairs-Nao

Katie Colossimo: Stone Cold By: Demi Lovato

Katie caiu na vala de um erro bem comum: escolheu uma música bem maior do que o que ela podia aguentar. Sendo assim, Katie acabou sendo engolida pela potência da canção e o resultado final não foi nada legal, infelizmente. ELIMINADA

#TeamAlicia – Wé McDonald: “Feeling Good” By: Nina Simone

Dam Lindinha: Wé me lembra blé, e blé foi essa blind dela. No inicio eu fiquei bem surpreso, pois identifiquei muitas similaridades com a Nina Simone, de verdade, porém, depois que ela foi para as notas altas eu não senti mais a magia e pra mim ela perdeu toda conexão com a song. Porém, isso não tira o brilho do talento da Wé, certeza que bem trabalhada ela irá longe e pode ser um grande destaque da temporada. Nem vou comentar a voizinha dela que só de pensar eu dou risada. kkkkkkkkkkkkkkk”

Lu Docinho: Gente, eu nunca vou superar a voz da Wé cantando e a voz falando, hahahahahaha. Eu sei que é feio rir das pessoas, mas minha gente, que voz de Minnie Mouse (como disse Alicia Keys) é essa dessa menina falando? HAHAHAHAHA. Já no episódio preview eu não tinha sentido meu coração bater mais forte pela menina, e hoje não foi diferente. Mas ainda assim, reconheço que é um talento singular para a competição e tem grande oportunidade de evoluir cada vez mais!

Lindo Florzinha: Confesso que me vi imerso no início dessa performance, Wé conseguiu me pegar mesmo com essa música super batida em realities, a forma como ela abordou foi bem diferente, começou mais suave e com pouca firula e isso que me encantou. Após o início eu fiquei meio crítico quanto a ela, acho que ela perdeu o controle da performance, pecou nos vocais, mas no geral mandou super bem em sua audição, não foi um stand ovation como os coaches fizeram parecer, mas foi uma boa audição, vamos ficar de olho em Wé.

Chairs-SimChairs-SimChairs-Sim

#TeamAdam – Andrew DeMuro: “Vienna” By: Blly Joel

Dam Lindinha: Não sei se vocês sabem mas eu sou bem vadiazinha do amor e toda season eu procuro o Crush master que vai me fazer sonhar e molhar minha calcinha como se não houvesse amanhã. Seria Andrew o meu crush da temporada? Talvez, isso ainda está em análise, sobre a sua blind, eu simplesmente amei achei o tom da voz dele bem agradável e finalmente alguém aqui fez uma escolha sensata e foi para o coach que realmente saberá o que fazer. 

Lu Docinho: Eu esperei minha vida inteira para cantarem esta bendita música neste bendito programa! Andrew passou longe de entregar algo memorável, mas deu conta do recado de forma decente e a songchoice isoladamente já foi a coisa mais cativante ever. Sinto cheiro de cordeirinho, mas foi a partir daqui que o episódio começou a mudar para coach Adam Levine, então me sinto na obrigação de enaltecer esse whozinho aqui, bjs de nada.

Lindo Florzinha: OMG, eu gostei de algumas coisas que vi, Andrew tem boa dicção, boa voz, uma boa postura no palco, me lembra alguns artistas como Owen Danoff, mas na maioria do tempo ele soou meio genérico, fez uma boa audição e mostrou que tem potencial, mas pelo que ele fez hoje não sei se viraria, to bem indeciso.

Chairs-SimChair-TalvezChair-Talvez

#TeamAdam – Billy Gilman: “When We Were Young” By: Adele

Dam Lindinha: Melhor Audição da noite até agora. Billy é com certeza um nome fortíssimo dessa temporada, tem um plot maravilhoso e canta como ninguém. Não vou mentir, sou muito criterioso com quem canta Adele e Billy foi muito bem, eu realmente curti e consegui sentir toda a sua conexão com a música. Por favor não tire ele dos lives Adam <3

Lu Docinho: E porque a edição está PIRADÍSSIMA, não existem mais ordem pra gente tentar decifrar o time do povo. Billy foi o sneak peek do dia, e de uma forma brilhantemente inesperada, eu ganhei meu favorito da temporada (até aqui)! Cantar Adele não é nada mole, e eu geralmente tendo a detestar. Mas pelo visto, “When We Were Young” quebra essa coisa de “Adele intocável”, porque anda rendendo ÓTIMAS apresentações em realities! Billy começou no country quando ainda era criança, se assumiu gay, perdeu contratos em Nashville (é assim que o preconceito funciona, e dói demais saber disso) e agora decidiu dar uma nova guinada em sua vida! Abandonou o country e busca um caminho mais pop. Ele ainda tentou dar uma assustada na gente com um papinho com o Blake ali antes de escolher, mas no fim, Deus é pai e ele foi de Adam!

Lindo Florzinha: Minha gente confesso que quando vi Sundance ontem indo pro Team Blake tive vontade de cortar os pulsos e largar a temporada, ali já tinha um finalista, mas a vida nós abençoa de vez em quando e pega a estrela country, indicada ao grammy, sucesso de vendas no Itunes (antes de se apresentar ele já tava em 116 no Itunes) e me coloca no Team Adam, senti o gostinho que a temporada ainda não acabou e que tem tudo pra ser boa. Falando da audição, eu AMEIIIII, Billy tem todas características de uma voz country, ele consegue contar uma história, tem uma certa rouquidão leve em seu timbre, boa aparência (lembra o Ryan Tedder do OneRepublic) e tem tudo pra arrasar! Vem pro Team Adam Babyyyy! Rumo ao Tetraa!

Chairs-Super SimChairs-Super SimChairs-Super Sim

Nathalie Vincent: Hol Back The River By: James Bay

No começo eu até gostei e achei que ela poderia de fato virar uma cadeira, mas do meio para o fim, Nathalie se perdeu demais e acabou não agradando não só a mim, mas aos coachs que não viraram para bixinha. Porém, Nathalie ficou responsavel por um dos momentos mais fofos da season que foi o abraço em grupo entre ela, Adam e Miley <3 ELIMINADA

#TAeamMiley – Sophia Urista: “Come Together” By: The Beatles

Dam Lindinha: Te falar? Não foi lá uma blind maravilhosa, porém eu gostei bastante. Para quem não sabe, Sophia faz parte do esquadrão da Amanda, Kim e Sasha, logo, a bixa tem o peso de enaltecer e manter a tradição de lacre que as deusas deixaram. Uma coisa eu sei que não falta em Sophia é atitude, amei a forma segura que ela canta e sua aspereza é maravilhosa, me senti uma dançarina do Flashdance com um collant bem coladinho no meu corpo sensual, com uma salto bem babado e eu dançando toda gata ao som dessa versão da Sophia. 

Lu Docinho: Gente, Sophia é a 4ª integrante do que eu gosto de chamar de “Bonde da Brown” (composto por Amanda Brown, Sasha Allen, Kimberly Nichole e agora, Sophia Urista). Essas 4 mocinhas se conhecem muito bem dos bares de NYC e são até famosinhas por lá, além de claro, serem amigas! <3 Só por isso, eu já me senti na obrigação de adorar Sophia. Mas foi só a sensação mesmo, porque me decepcionei horrores lives, beirei o “detestei”. Mas gosto de pensar pelo lado positivo… Agora, Sophia tem a chance de me impressionar! Haha. E a melhor parte: THERE GOES MILEY CYRUS FOR THE KILL AGAIN! Sim, Miley vence um embate direto com Alicia Keys MAIS UMA VEZ! #GOMILEYGO

Lindo Florzinha: Amiga de Amanda Brown, Sasha Allen e Kimberly Nichole apenas, a jovem Sophia mostrou uma certa estranheza em seu timbre que curti de certa forma, mas achei um pouco irritante em alguns momentos. No geral ela foi bem, mostrou um vibrato louco e muita presença de palco, me lembrou de certa forma a Kimberly interpretando suas songs, enfim, acho que Sophia tem muito futuro se bem trabalhada.

P.S. MILEY CYRUS PISOUUUU! PISOU TRAZENDO DOLLY NO TELÃO!

Chairs-SimChairs-NaoChairs-Sim

#TeamAdam – Brendan Fletcher: “Jolene” By: Ray LaMontagne

Dam Lindinha: Me abraça quem foi trolado pensando que era Jolene da Dolly hahahah’ Mesmo sendo trolado, eu amei Brendan, a song e a forma como ele cantou, amo artistas que nos transportam para o seu mundo e nos faz sentir cada nunce de sua vulnerabilidade como artista. Ta vendo? Amei tanto o Brendan que chega fui mais culta no meu comentário kkkkk’

Lu Docinho: Que timbre LINDO! Achei que Brendan precisa muito trabalhar essa presença de palco, mas a sua voz compensa um pouco a falta de movimento. Ele tem um timbre bastante distinto e muito gostoso de se ouvir! Foi um dos meus preferidos da noite, mas ainda há coisas que precisam ser trabalhadas, não posso negar.

Lindo Florzinha: Que rouquidãoo maravilhosaaa, deliciosa, saborosa, que saudades eu tava de uma audição assim, sinto que torcerei muito por esse homem, que coisa mais linda que ele fez, adorei a song, a forma como ele cantou, sinto que essa temporada terá um time Adam maravilhoso cheio de machos com violão e rouquidão, já to AMANDOO!

Chairs-Super SimChairs-SimChairs-Super Sim

#TeamBlake – Dan Shafer: “Marry Me” By: Train

Dam Lindinha:  Ta, me explica porque não combaram o tio? Ele nem foi ruim, mas pensem comigo, será que não tinha ninguém melhor para exibir no lugar do tio? Deixo essa reflexão no ar.

Lu Docinho: Que tipo de merda desnecessária é essa? Gente, vou mandar o papo reto. Semana que vem, o episódio de segunda só terá 1 hora de duração, porque vai ter debate político. Isso significa que TEREMOS VÁRIOS COMBOS NESTA BOSTA. E assim, se TEM QUE TER combo de todo jeito, que pelo menos fossem as pessoas desnecessárias que claramente são cordeirinhos, né?! PRA QUE DESPERDIÇAR 15MIN DE EPISÓDIO COM ISSO AQUI QUANDO ELE PODIA TER SIDO FACILMENTE COMBADO PELO BEM DA POPULAÇÃO THE VOICEANA?! Não tô exaltada, só um pouco revoltada. Enfim, esse desnecessário aí virou a cadeira desnecessária do Blake e garantiu uma vaga desnecessária no desnecessário Team Blake (sorry Sundance, tu é picas mas não podia perder a chance).

Lindo Florzinha: Vocais claros e muita experiência, o mais legal foi ver Dan tentando participar do show, não sei se já perceberam mas a franquia americana tem poucos idosos que geralmente fazem audições, bem menos que outras franquias do reality. Apesar da interpretação linda, da conexão, achei no geral uma blind bem morna, bem pombo.

Chairs-NaoChairs-NaoChairs-Nao

#TeamAlicia – Lauren Diaz: “If I Ain’t Got You” By: Alicia Keys

Dam Lindinha: Sabe quando você começa um relacionamento problema com o boy e sabe que vocês vão acabar terminando? A mesma coisa é Lauren, canta bem, porém, não tem cara de quem vai para os lives não acho que ela vá muito longe e ainda estou tentando entender o porque dela fechar o programa com tanta gente claramente superior a ela. 

Lu Docinho: E fechamos a noite, mais uma vez, com uma 3 chairs! Lauren veio para o ultimate bait: cantando música de coach, haha. Inegável que é uma boa vocalista, mas não consegui enxergar nada além disso na Lauren. Na verdade, ele me soou várias vezes bem parecido com a Alicia, e isso me incomodou. E essa songchoice datadíssima não colaborou. Maaaaaaaaas, estou mantendo meu radar na mocinha, até aqui não amei várias garotas e ela tem potencial!

Lindo Florzinha: STOP IF I AIN’T GOT YOU EM REALITIES MUSICAIS! Não aguento mais e sinceramente Lauren foi uma boa voz apenas cantando esse hino, ela falhou em alguns momentos, não teve força em outras, não senti uma conexão forte dela com a song e achei um pouco gritado em alguns momentos, sorry Lauren mas pra mim é não!

Chairs-NaoChairs-SimChairs-Nao

E os times ficaram assim:

#TeamAdam: Riley Elmore, Brendan Fletcher, Andrew DeMuro, Billy Gilman

#TeamMiley: Ali Caldwell, Courtnie Ramirez, Sophia Urista, Sa’Rayah

#TeamAlicia: Jason Warrior, Dave Moisan, Christian Cuevas, Wé McDonald, Lauren Diaz

#TeamBlake:  Sundance Head, Dana Harper, Gabe Broussard,  Dan Shafer, Ethan Tucker

Que diferença em? Sem duvidas a segunda noite das blinds elevou e muito o nível da temporada, destaque Para Billy, Wé, Sophia, e Brendan, que podem nos render gratas surpresas e se tornarem o destaque da temporada. Vamo enaltecer e divulgar aqui também como Miley tem surpreendido de uma forma positiva, a bixa tem se mantido calma e assim tem levado artistas de certa relevância e destaque para a competição. Alicia virou freguesa da Miley e não ganha uma no combate mano a mano Hahahaha’ Por enquanto o #TeamMiley e o #TeamAlicia são os melhores na minha opinião, porém, o #TeamAdam mostrou que está VIVO!! e vem logo em seguida, #TeamBlake vai galopando um pouco atrás mas quem sabe o jogo não melhora para ele né nom?

Por hoje é só minhas flores, não deixem de comentar e dizer o que acharam do episódio. Ah! Tá afim de baixar alguma song do episódio de hoje ou quer saber tudo sobre The Voice? Da uma passadinha lá  Grupo SubVoice. e fique sabendo de tudo, tudinho mesmo. Beijos meus amores e até a próxima.

 

Dam Souza
Dam Souza

Baiano que tem caruru e vatapá no sangue, aquele que é o canto da cidade e só discute com quem entende de Inês Brasil.
Deixe-nos um comentário!
  • Caroline Azevedo

    Só precisava deixar registrado aqui o meu amor pelas reviews de Dam. GENTE! AMAAAAY! As Meninas Superpoderosas foi demais AHHAAHHAHAHA

  • Lindomar Albuquerque

    Dam a senhora destrói demais! Já venho preparado para sair um pouco mais feliz quando leio seus textos!

    Sobre a rodada é isso monamour, #TeamBilly #TeamBrendan #TeamAdam Rumo a vitória!

  • Eu juro que não tô conseguindo achar a season promissora. Dois episódios e não há alguém que eu ame e defenda. Eu tô torcendo pro “carinha dos falsetes” e pro “menino que cantou Vienna”, pra 6 verem o nível. E outra: todo mundo parece ter amado esse tal de Billy e eu estou aqui ainda procurando o artista avassalador que a maioria parece ver nele. Se bem que, né? Para um público que abraçou candidatos que não conseguiam expressar 0,5 micrômetros de emoção, talvez seja um avanço. Vamos ver o que vem pela frente. Espero que melhore.

%d blogueiros gostam disto: