Posts Populares

The Voice US – S15E07 – The Blind Auditions, Part 7/The Battles, Part 1

Hoje estamos em double duty sim!

Enfim chegamos ao último dia de blinds, e também, já vamos iniciar as batalhas! Dia corrido sim, senhoras e senhores. Mas olha, estou animada, viu! A temporada está bem legal, e tenho altas expectativas para as battles!

Mas chega de delongas, né non? Vamos de uma vez ao que interessa, porque a review hoje vai ser looooooooonga! Pra me ajudar, hoje trago os comentaristas e leitores assíduos do Panelas, Douglas e Victor.

Vamo que vamo!

[#TeamAdam] Emily Hough – “Big Yellow Taxi” by Joni Mitchell

Avalie a performance:


Luana: Que fofa, e cheia de bom gosto! Eu achei a voz da Emily extremamente angelical e fácil de entrar aos ouvidos. A música, em si, não me encheu os olhos. Apesar de adorar Joni Mitchell, acho que “Big Yellow Taxi” é uma das que menos curto dela. Mas ainda assim, achei uma ótima audição! E entre as inúmeras adolescentes que temos nessa temporada, Emily parece ser uma das mais centradas no que quer fazer. Vamos ver como ela desenvolve daqui pra frente!

Douglas: Achei uma performance simples e bem linear, não senti ela se arriscar e fez algo bem simplório mão meu ver. Vamos ver oq ela vai apresentar daqui pra frente.

Victor: Uau, não conheço a original, mas eu até gostei sim, um timbre doce, mas agradável. Achei que a songchoice poderia ter sido algo mais atual ou que combinasse melhor com a voz dela, mas gostei da proposta. Aliás, achei ela bem country, e perfeita pro Team Blake. Porém, já vejo ela rodando em algum ponto pela escolha de coach, espero estar errado.

 

[#TeamKelly] Josh Davis – “Too Good At Goodbyes” by Sam Smith

Avalie a performance:

Luana: Misericórdia, odeio essa música. Apensar disso, eu curti bastante o Josh! Ele teve algumas falhas, como o falsete cheio de ar e um pouquinho de falta de fôlego pra terminar algumas notas mais alongadas, mas relevamos devido ao estresse que deve ser uma audição na frente desses mentores e com os times já quase cheios. E ele teve momentos muito bons também, como no momento em que a Jennifer virou, aquela nota foi super bonita!

Douglas: Eu amo demais essa música. No início achei que o timbre lembrou vagamente o Sam, mas a partir do refrão ele colocou sua cara da música e arrasou. Gostei bastante e quero ver muito dele mais pra frente.

Victor: Ele tava visivelmente nervoso, e isso o atrapalhou um pouco. Adoro essa música, sou fã absoluto de Sam Smith e sempre gosto quando cantam especialmente essa música. Porém, realmente o nervosismo atrapalhou. Porém, nota-se que ele tem potencial, conseguiu entregar bons vocais na metade final da performance e isso o fez ganhar a cadeira da J-HUD. Torço pra que ele melhore e apresente o melhor dele daqui pra frente.

 

[#TeamBlake] Katrina Cain – “Rhiannon” by Fletwood Mac

Avalie a performance:

Luana: Que fofa! Eu amo Fletwood Mac, uma das minhas bandas preferidas de todos os tempos, e “Rhiannon” em especial é uma das minhas favoritas! Achei que ela tem uma troca bem suave e bonita de head e chest voice! Tem um twang meio country na voz dela também, então pode ser que o Blake coloque a menina pra cantar uns contryzinhos bem agradáveis para as tias e ela vá bem longe. Quem sabe, né.

Douglas: Que moça linda, que blind linda. Adorei o timbre dela, gostei da conexão com a música e aquele falsete lindo que ela deu no final me conquistou de vez. Já torcendo muito por ela chegar bem longe.

Victor: Primeiramente, sou obcecado pela Stevie Nicks, e amo Fleetwood Mac, e as vibes de “American Horror Story – Coven” bateram forte aqui. A garota não é a Stevie, mas tem um belo timbre, foi um bom cover. Amei o falsete dela, apesar de a apresentação não ter sido perfeita, o falsete foi o ponto mais alto da performance dela. Escolha sábia de coach, e realmente a cara do Blake, espero q ela evolua ainda mais e que o Blake leve ela bem longe essa season. <3

 

[#TeamJHud] Matt Johnson – “Never Too Much” by Luther Vandross

Avalie a performance:

Luana: É isto, o Team JHud tem várias versões do mesmo artista, do primeiro ao último. Por mais que Matt seja bom, ele simplesmente não acrescenta em nada ao time, o que é uma pena. Enfim, espero estar errada quanto a ele, mas não acho que irá durar muito, pois tem bastante competição na equipe.

Douglas: Ele escolheu uma música animada, mas que não deixou explorar muito da sua voz. Ainda sim gostei do seu vibrato, e suas High notes. Quero ver oq a Jhud vai fazer com ele.

VictorPrimeiramente, eu amo essa música, sabe aquela música que te faz chacoalhar todo nas festas de família?? Essa é uma delas. Só tinha uma vaga, no melhor time (n é mesmo?), e ele conseguiu. Adorei o timbre dele, vejo uma vibe super R&B, anos 60\80 na voz e na figura dele, e por incrível que pareça isso não é ruim. Torço e por estar no #TeamJHUD vejo ele com chances de ir longe.

  

• RECAP DE COMO TERMINARAM OS TIMES •

#TeamAdam: Anthony Arya, DeAndre Nico, Emily Hough*, Fousheé, Funsho, Jake Wells, Jarred Matthew, Natalie Brady, Radha, Reagan Strange, Steve Memmolo, Tyke James.

Emily foi a última aquisição do Adam, encerrando o time em grande estilo. Eu gostei bastante da blind, apesar da clara inexperiência da artista. E em geral, eu considero uma boa equipe, com o grande destaque ficando com DeAndre, um dos pouquíssimos 4 chairs da temporada (foram apenas 4, pra ser mais exata). Vamos ver pra onde esse time vai nas batalhas!

#TeamKelly: Abby Cates, Chevel Shepherd, Claire DeJean, Cody Ray Raymond, Delaney Sivernell, Erika Zade, Josh Davis*, Kymberli Joye, Mikele Buck, OneUp, Sandy Redd, Sarah Grace.

Que delicinha de última aquisição a Kelly conseguiu, gente! Não sei se ele tem grandes futuros na equipe, mas gostei bastante de como o time finalizou. O #TeamKelly é formado majoritariamente por meninas adolescentes, mas o destaque fica com as duas powerhouses da equipe: Kymberli e Sandy!

#TeamBlake: Caeland Garner, Chris Kroeze, Dave Fenley, Joey Green, Kameron Marlowe, Katrina Cain*, Kayley Hill, Keith Paluso, Kirk Jay, Mercedes Ferreira-Dias, Micheal Lee, Rachel Messer.

Assim como Kelly e Adam, Blake conseguiu fechar a equipe com uma artista bem sólida! Katrina é uma das minhas preferidas do Team Blake e espero que tenha espaço no meio desse mar de homens country! E assim, por mais que eu ache que seja uma boa equipe, o Blake acabou deixando tudo bem unidimensional com uma superlotação de artistas parecidos. Mas diversidade não é tudo, e talvez, o talento venha se sobressair por aqui. Destaque vai para o Kirk, já que o próprio Blake alega que ele é o “winner” da edição… Gostos, né.

#TeamJHud: Audri Bartholomew, Colton Smith, Franc West, Kennedy Holmes, Lela, Makenzie Thomas, Matt Johnson*, Mike Parker, Natasia Greycloud, Patrique Fortson, TyShawn Colquitt, Zaxai.

O último membro que menos me agradou foi o da JHud, mesmo assim achei bem satisfatório! Assim como Blake, a Jennifer acabou ficando com um time bem pouco diverso, mas não por culpa dela, pois justiça seja feita, ela virou para bastante gente diferente e interessante, apenas não foi escolhida. Entretanto, ela conseguiu o MAIOR destaque da temporada até aqui: Kennedy Holmes! Não vai ser fácil disputar com o exército de homens country do Blake, mas Kennedy irá brigar pelo título sim!

* aquisições de hoje

 LET THE BATTLES BEGIN!

[#TeamKelly] Cody Ray Raymond vs SandyRedd – “Cry to Me” by Solomon Burke

Avalie a performance:

Luana: Que hino! Sandy é uma força da natureza, né gente?! Eu confesso que não lembrava do Cody, mas ele mandou bem também! Essa batalha me lembrou um pouco “I’ll Take Care of You” da Sarayah com o Aaron, um arraso! Assim, acho fora de questão a vitória da Sandy e confesso que estou um pouco exausta dessas jogadas “caridosas” da Kelly, porque acaba sendo um pouquinho de falta de respeito com os verdadeiros vencedores, né? A batalha não foi tão equilibrada assim (DR vs Foster até houve um equilíbrio), em nenhum momento Cody conseguiu se equiparar a Sandy, então pra que isso? Mas enfim… Ótima batalha, decisão erradíssima. O lado bom é que finalmente Sandy está onde deveria ter estado desde o começo. Claramente, SandyRedd vencedora moral.

Douglas: Não curti muito a música e ao meu ver favoreceu um pouco o Cody. A Sandy é um furacão e isso a gente viu bem na Blind, onde todos ficaram boquiabertos com seu desempenho. Acho que ela foi abaixo do esperado e isso me desanimou nessa Battle. Por todo conjunto e desenvoltura, eu curti mais ela [SandyRedd] e acho que deveria ter vencido a batalha.

Victor: Ótimo início pras Battles e mais uma songchoice que eu parabenizo. Eu nunca ouvi a original, porém, essa versão ficou ótima. Não vi a blind do Cody ainda, mas o cara é muito bom, me parece ter o pacote completo. Boa voz, presença e ele é uma figura autêntica no palco. Agora, Sandy não é desse mundo, um vozeirão desses bicho… Pq n colocam ela pra cantar Tina Turner, gente?? Se os graves já causam, os agudos então… Ela tem aura de estrela e merecia ter levado essa battle. N condeno a Kelly, pq o Cody é bom, mas a Sandy… Nem preciso falar né. Agora, caiu na mão da J-HUD que sempre me pareceu ser a melhor opção pra ela. Espero q as duas cheguem á final pelo menos. Vitória da SandyRedd.

Cody                                                                   Sandy

WINNER: CODY RAYMOND / STEAL: SANDY (#TEAMJHUD)

 

[#TeamBlake] Joey Green vs Michael Lee – “Thing Called Love” by Bonnie Raitt

Avalie a performance:


Luana: Érrr… Tá, né? Não se se ter visto isso depois da Sandy influenciou a deixar tudo mais morno, mas que coisinha sem graça, hein? Vão combar umas 4 a 5 batalhas do Adam (provavelmente meu Jake no meio) pra mostrar esse tipo de coisa? Difícil, hein. Michael é o próprio Pryor, espero que consiga ser mais carismático que o antecessor daqui pra frente. E o outro menino… Timbre irritante que fala, né? E é isto. No mais, vamos de Michael mesmo.

Douglas: Uma batalha bem estilo Blake haha. Acho que os dois mandaram bem, mas acho que o Michael se destacou muito mais. Seu vocais foram ótimos, ele se envolveu mais com a música, mostrou bastante controle e boa presença de palco.

VictorMEU… DEUS, COMO EU AMO ESSA MÚSICA. Adorei a battle, o Joey tem ótimos agudos e soube mostrar todos os recursos apesar de um certo problema nos graves, pode ter sido o nervosismo. Michael é tipo o Pryor Baird na última season, mas melhor, o cara faz o dele e tem star quality. Não é necessário nada além da guitarra e do pedestal, porque isso já é o necessário. Ás vezes menos é mais. Eu achei Joey melhor na batalha mas iria com o Michael por estratégia e por ver um caminho mais longo e original pra ele. No fim das contas, o Blake jogou um front-runner. Eu espero q o Michael seja um Terry McDermott essa season e chegue super longe , pois adoro artistas como ele. Vitória do Michael.

Joey                                                                  Michael 

WINNER: MICHAEL LEE

 

[#TeamJHud] Colton Smith vs Patrique Fortson – “God Gave Me You” by Blake Shelton

Avalie a performance:


Luana: Jhud, a rainha das songchoices inventivas pras batalhas e que funcionam, HAHAHAHAHA! Quem poderia ter pensando que dois artistas soul/r&b cantando uma música do Blake Shelton – e melhor que ele, na frente dele – poderia render algo tão legal?! Eu adoro a poc Colton, sei que é uma opinião bem impopular, mas o timbre dele entra super fácil nos meus ouvidos! E por mais que eu veja que Patrique foi BEM melhor nessa batalha, tem algo no timbre dele que é bem estridente, e às vezes, eu me sinto um pouco incomodada, não posso mentir. Apesar da total falta de conexão de ambos com a letra da música, foi uma senhora batalha vocal e os dois fizeram por onde merecer permanecerem na competição! Aplausos! Eu iria com o Colton, por gosto pessoal.

Douglas: Que Battle linda, acho que foi uma boa escolha da Jhud parear esses dois. A voz mais aguda do Patrique combinou com a voz do Colton. Acho que o Patrique se sobressaiu mais, ele mostrou um controle vocal maior, com aquele bastante técnica e aqueles lindos falsetes. O Colton não ficou muito atrás, mas dou mesmo minha vitória ao Patrique.

VictorMEU DEUS. Isso NÃO FOI uma battle, parecia uma performance no Grammy gente, começando pelo Colton, pude observar uma melhora dele da blind pra battle, ele apresentou ótimos vocais, soube incorporar a música e não se intimidou perto do adversário. Agora, Patrique, esse cara é real? Ele existe mesmo?? Nas blinds, eu já havia perdido o chão com a performance dele de “Get Here”. Agora ele sai da zona de conforto, cantando um country do Blake, e me apresenta essa pedrada?!?! Não é mole não… O cara que em outras seasons seria “comum” ou “datado” pode chegar longe, ainda mais com a J-HUD, no mais, eu só espero que ele melhore ainda mais e principalmente, não fique datado e surpreenda todo mundo. Quero uma vibe Kyla Jade nele, e ao menos ele na semi-final, pq do jeito q essa season tá… Aliás, steal merecidíssimo justamente do Blake, no Colton, espero que ele tbm vá longe, embora esteja incerto sobre o futuro dele no The Voice. Vitória do Patrique.

Colton                                                                  Patrique

WINNER: PATRIQUE STEAL: COLTON (#TEAMBLAKE)

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Bom, episódio bem carregado de informações, né? Finalizamos uma fase, e já inciamos outra! Já tivemos eliminados, e DOIS steals, ufa! Devido ao prolongamento das audições, e a extinção dos combos, as batalhas acabarão tendo 1hr a menos de televisão. Ou seja, teremos mais combos de battles… Aqui se ganha, aqui se perde, né. E por falar nisso, já temos todos os pareamentos, confiram aí:

#TeamAdam

Jake Wells vs Natalie Brady

DeAndre Nico vs Funsho

Fousheé vs Radha

Emily Hough vs Regan Strange

Anthony Arya vs Steve Memmolo

Jarred Matthew vs Tyke James

#TeamBlake

Joey Green vs Michael Lee*

Katrina Cain vs Rachel Messer

Chris Kroeze vs Mercedes Ferreira-Dias

Caeland Garner vs Kirk Jay

Kameron Marlow vs Kayley Hill

Dave Fenley vs Keith Paluso

#TeamJHud

Colton Smith vs Patrique Fortson*

Audri Barthlomew vs Makenzie Thomas

TyShawn Colquitt vs Zaxai

Kennedy Holmes vs Lela

Mike Parker vs Natasia Greycloud

Franc West vs Matt Johnson

#TeamKelly

Cody Ray Raymond* vs SandyRedd

Claire DeJean vs Josh Davis

Chevel Shepherd vs Mikele Buck

Abby Cates vs Delaney Silvernell

Kymberli Joye vs OneUp

Erika Zade vs Sarah Grace

* vencedores das batalhas deste episódio

É isso, gente! E não esqueçam de votar nas nossas enquetes! Até a próxima! 😉

 

 

 

 

 

 

 

gostou da matéria? deixe um comentário!

Luana Medeiros

Sinceramente, não sei mais há quanto tempo estou nesse site? Mas olha, faz um bom tempo! HAHA. Atualmente cuido mais de reviews de realities musicais, mas também faço meus corres nos seriados, porque a vida é isso aí! Tenho 24 anos, sou formada em rádio/tv/internet, e nas horas vagas vocês me encontram por aqui! ;)

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries