Posts Populares

The Voice UK Kids – S01E07 – Semifinals

Chegamos às semifinais do The Voice Kids UK, quem serão os seis finalistas?

Temos quatro grandes concorrentes em cada time e eu confesso que ficarei com o coração na mão para as decisões do Team Danny, porque gosto dos quatro. No Team Will eu tenho dois preferidos e no Team Pixie tenho uma e espero que ela avance! O primeiro time é do meu marido, quer dizer, é o Team Danny.

Courtney – I Feel Good: James Brown

Courtney é minha preferida, sem dúvidas, ela é muito autêntica, ela é muito ela. Ela não apenas canta, ela faz uma performance completa, é divertida, é contagiante. Ela chega igual um furacão, com seus gritos, seus pulos, suas danças. Ela me agrada mais, me faz sorrir e me soa muito mais interessante que algumas @ da competição, que praticamente já venceram. É de você mesmo que eu tô falando, Riccardo.

Lindomar: Que lacreeeeeee de performance foi essa? Courtney entrou no 220 e segurou essa energia do início ao fim. Ela conseguiu equilibrar bons vocais, uma boa energia, dança e presença de palco, ela impressionou a todos e fez a sua melhor apresentação no programa! O final dela caindo MORTAAAAAAAAA daria um bom meme! Que pisão Courtney!

Luana: Gente? Que energia, né… LMAO. Courtney é um pequeno dínamo, sem sombra de dúvidas! Sei que meus migos paneleiros amaram essa performance, mas eu achei um pouquinho (sendo modesta por se tratar de kids) exagerada sim. Vocalmente foi correta e muitas palmas por ter feito todas essas estripulias sem perder o fôlego, haha. Enfim, uma boa performance, mas com aquele pezinho no “over the top”, né.

Ricardo: Minha gente, que arraso de performance! Essa menina é um gênio, olha essa atitude, essa dança esses vocais… Courtney nasceu pra brilhar, e essa apresentação é a prova disso. Se ela não ganhar esse programa, eu ficarei de luto por uma semana. Obs: E aquele final com ela se jogando no chão? Pisa menos Courtney!

Erin – Adventure of a Lifetime: Coldplay

Eu não gosto dessa música, acho que o Danny tinha mil outras opções melhores para ela, inclusive do próprio Coldplay, mas as alterações que ele fez no arranjo da música funcionaram na voz da Erin e me lembraram da audição dela, quando ela apresentou aquela versão diferente de All About You do McFly. Mas vindo depois do furacão Courtney, a Erin não consegiu brilhar.

Lindomar: Donaaaaaaaa do #TeamDanny! Se Courntey pisa por ser too much pela sua energia e dança, Erin me impressiona pela pegada darkness que ela coloca em tudo que canta. Hoje ela reinventou essa música do Coldplay com um ritmo mais lento e usando seu timbre maravilhoso para alongar as notas e valorizar seu registro baixo. Erin acaba se destoando no #TeamDanny por ser menos presença de palco e entretenimento e ser mais voz.

Luana: Achei a songchoice tão estranha, mas vendo a Erin trazer a música à vida foi um pouco melhor. Ela deu um ar mais misterioso a música, o que foi bem interessante. Mas ao mesmo tempo, por a canção estar bem mais lenta, ficou mais evidente as limitações dela. Acho que uma “Skinny Love” bem datadinha teria caído melhor aqui, até pela fase da competição e o tempo das apresentações mesmo.

Ricardo: Gostei muuuito de Erin aqui, e confesso que até então ela não tinha me chamado tanta atenção. Mas ela pegou uma música bem bleh do Coldplay e conseguiu deixar maravilhosa. Sua voz estava firme e muito bonita e ela fez uma bela versão. Adorei.

Jack – Just The Way You Are – Bruno Mars

Jack deve ser uns cinco centímetros mais alto que o Bruno Mars, né? Ele é claramente o favorito do coach, porque Danny ficou de pé no meio da performance e cantou junto, aquela coisa de pai babão mesmo. Eu acho que Jack tem muito a evoluir vocalmente, até porque ele é muito novinho ainda, mas ele tem muita presença de palco e acredito que o Danny se enxergue muito nele. Ainda mais quando o rapazinho começa a fazer solos de guitarra, numa música do Bruno Mars.

Lindomar: OMG, essa song e o pequeno fofo Jack tinha tudo pra ser UAUUU e foi! Jack não é o melhor vocalista, sua voz acaba sendo bem fraca e não podemos pedir mais dele, mas ele impressiona pela maturidade que tem no palco, pelos solos de guitarra e pela presença de palco, esse garoto tem tudo para ser um ROCKSTAR no futuro.

Luana: Jack é um fofo, um fofo mesmo, mesmo MESMO… Mas gente, o que foi isso?! Performance bem bagunçada, né. Uma pena. Achei bem interessante a ideia de mudar o arranjo, torna algo mais “roquinho”, mas o tiro saiu pela culatra. Jack não conseguiu segurar a marimba com os vocais, a banda ficou bem alta em várias partes… Enfim, não foi o melhor dele, de fato. Mas mandou bem demais na guitarra, e que coisa mais fofa ele apontando pra Pixie, dedicando a canção pra ela, haha

Ricardo: Gente do céu, chocado estou com Jack. Vocalmente ele não foi muito bem, mas o menino é uma estrela do rock, e pela primeira vez eu consegui curtir de verdade sua apresentação. Pisou muito menino Jack.

Jess R. – Unconditionally: Katy Perry

Creio que tenha sido a escolha de música mais acertada do Danny, porque a música de adequou lindamente na voz da Jess, fiquei apaixonada de verdade. Pode não ter tido o apelo com o público como a Courtney e o Jack tiveram, mas em questão de voz, eu achei a performance mais competente do time todo.

Lindomar: Katy Perry é algo muito difícil de se cantar e ir bem, mas muito difícil mesmo! Jess começou muito bem, me impressionando nas primeiras notas e até ali era a melhor do #TeamDanny, mas no primeiro refrão tudo foi indo por água abaixo, ela deu uns gritos e foi se perdendo de tal forma que o resto da performance foi muito fraco e bem abaixo do início, acabou que no final foi a mais fraca na minha opinião.

Luana: Você quer vocais @? É uma música da Katy Perry, você já pensa “ah, é easy”, mas olha… Não é bem assim não, “Unconditionally” pode não parecer, mas é uma música bem complexa de ser cantada, ela tem notas agudas bem alongadas e alguns melismas bem difícieis de serem executados no compasso correto. Mas Jess segurou belíssimamente a marimba da song e ainda arrebentou tudo com a sua última nota! Amei!

Ricardo: Vocais maravilhosos, e uma postura segura no palco. Jess R para mim é uma das melhores vocalistas da edição, e nessa apresentação, por mais que tenha sido inferior a suas apresentações anteriores, ainda assim foi uma aula de canto. Mandou muito bem.

Depois de todas as performances, quem seriam os finalistas do Team Danny pra você:

Lindomar: Courtney e Erin

Luana: Courtney e Jess R.

Ricardo: Courtney e Jess R.

Thaís: Courtney e Jess R.

Jake – I Can’t Stop This Feeling: Justin Timberlake

“Do you dance?” “No” Jake foi muito sincero no ensaio e disse pro seu coach que não sabia dançar, mas dominou o palco todo mesmo sem saber. Ele é um dos que eu gosto do Team Will e espero muito que ele avance, porque ele é fofo DEMAIS, não sei lidar. Achei que a música prejudicou um pouco, porque ela é rápida e ele não tem muita noção de respiração, mas ainda assim achei que arrasou.

Lindomar: Song choice perfeita para Jack, afinal o garoto é mais limitado e a música não iria exigir muito dele e acabou que foi isso mesmo. Jack começou todo solto e foi se mantendo, soltou os vocais no refrão e se manteve, chamou o público pra cantar, eu gostei bastante viu, mas não foi nada que me deixou impactado.

Luana: Gente, eu não ‘guento o Jake, hahahahaha. Ele é MUITO pequeno, parece ter uns 6 anos, eu sempre fico sorrindo assistindo as performances dele. Ele foi direitinho hoje, alongou umas notas, arriscou uns agudos. No refrão ficou evidente que ele estava sem fôlego, mas nada que comprometesse a apresentação. No geral, bem legal.

Ricardo: Gente, o menino desenvolveu essa voz ainda mais da sua batalha pra cá… Que arraso, e olha que eu odeio essa música, mas ele me fez curtir muito. Vocais muito bons e um carisma super fofo que da vontade de apertar hahaha. Adorei.

Brooke – You’re My World: Cilla Black

Eu amo a Brooke, mas não gostei dela hoje. Achei que a música não favoreceu. Will quis alimentar a “alma velha” dela, mas não senti emoção na performance e a senti um tanto quanto desconfortável. O que é bem triste, porque ela é a minha outra favorita do Team Will.

Lindomar: What Happened, viada? Brooke era uma das grandes vozes do #TeamWill mas a song choice a limitou demais, ela ficou em apenas umas notonas chatas de uma música bem cafona, acabou que soou chatinhooo apesar de eficiente, acabou a apresentação e eu já tinha esquecido tudo.

Luana: Aw, Brooke! Eu era a maior fã do #TeamWill, mas como é de praxe, ele foi desmontando a equipe, haha. Brooke tem uma voz belíssima, mas a songchoice não fez muito por ela, né. Não houve um “moment”, esse tom mais retrô clássico/jazz foi até interessante, mas senti que faltava algo durante toda a apresentação. Mas é minha única crítica, pois foi uma performance bem sólida, vocalmente falando.

Ricardo: Minha Brooke gente <3 Eu particularmente esperava mais dela, mas não quer dizer que foi ruim, ela foi bem. Acho que a música não contribuiu muito para que ela explorasse melhor sua linda voz, porque em alguns momentos senti que ela queria fazer mais, mas não podia, pois poderia soar estranho.

Perry – Imagine: John Lennon

Que música linda que o Will escolheu pro Perry, acho muito pisão. É sempre uma boa escolha, porque, por mais que seja muito clichê, todos se emocionam, ainda mais quando é uma criança cantando. E ficou muito bonita na voz do Perry, que novamente cresceu muito comparado com a blind. Só achei que o final poderia ser um pouco melhor, talvez ele tenha se empolgado a little bit, mas o início foi pisão, fiquei toda arrepiada.

Lindomar: A maior surpresa das batalhas com uma das songs mais emocionantes de todos os tempos, eu entrei nesse vídeo ATENTOOO. Ele realmente estava imerso e conectado com a música, talvez até aqui tenha sido a performance mais introspectiva e emocional de todas. Perry manteve bons vocais a todo tempo, me impressionou com emoção e pra mim facilmente seria o primeiro finalista do #TeamWill visto as duas apresentações anteriores.

Luana: A maior evolução da competição, ele mesmo, Perry Mello! Gente, dá pra acreditar que esse é o mesmo Perry lá das blinds? Incrível, né! Hoje ele foi muito consistente e ainda foi incubido com a missão de cantar nada mais, nada menos, que o próprio hino da paz mundial… “Imagine”! Eu gostei demais da apresentação, especialmente das transições falsete/voz cheia dele, saíram muito bonitinhas e agradáveis aos ouvidos.

Ricardo: Ele melhorou muito da batalha para cá. Nessa performance eu o senti mais solto e tranquilo, já nas outras ele aparentava sempre estar nervoso. Cantou muito bem e para mim fez bastante jus a essa música.

Gina – At Last: Etta James

Que musicão pra uma criança tão pequena! Achei que ficou bem deslocado, na verdade, porque não faltou voz para música, mas faltou pessoa, sabe? Não vejo essa música sendo cantada por uma menina tão jovem, enfim. Gostei da Gina, mas fiquei desconfortável com a songchoice, de verdade.

Lindomar: Que arraso de Gina foi esse? Ela seguiu a linha de Perry de performances mais tocantes e emocionantes e abusou de seu timbre mais rouco e forte. Gina não foi vocalmente perfeita, ocorreram pequenos vacilos em alguns momentos mas ela mandou tão bem, mais tão bem que não tinha como não amar isso aqui.

Luana: Em questão de songchoice, também ficaram com a sensação que rolou um embate direto entre Gina e Brooke? E apesar de Gina ter sido mais inconsistente que Brooke, seus melhores momentos foram bem melhores que os da Brooke, já que a canção deu muito mais espaço para a Gina “brincar” com sua voz. Arrasou!

Ricardo: Essa menina é um arraso só! Ela faz umas inflexões e consegue colocar uns elementos específicos na música que deixa tudo muito maravilhoso. Já imagino essa menina quando mais velha, a voz dela vai ser absurda e os improvisos dela serão ainda melhores. A música combinou perfeitamente com ela e sua personalidade. Arrasou muito.

Depois de todas as performances, quem seriam os finalistas do Team Will pra você:

Lindomar: Gina e Perry

Luana: Gina e Perry

Ricardo: Gina e Jake

Thaís: Gina e Perry

 

Riccardo – Visions of Love: Mariah Carey

Eu estou com uma preguiça enorme do Riccardo, vocês não tem noção. Pra mim ele é aquele act que todo ama, que todo sabe que vai ganhar e só eu não gosto. Essa vibe de male diva dele não colou pra mim, sei que ele é bom, mas, infelizmente eu não gosto.

Lindomar: Não foi um Amanda vs Trevin, mas Riccardo foi muito bem. Vocalmente falando ele é um dos melhores de toda competição, mas ele acaba soando muito overrated pelas songs que costuma cantar. Hoje ele mandou bem como sempre, tomou cuidado para não exagerar e fez um trabalho sólido.

Luana: Mas o garoto é um monstro técnico, não é não? Claramente, Riccardo tem muito conhecimento sob sua voz, provavelmente derivado de treinamento clássico. Ele não apenas alcança notas incríveis, como tem o uso técnico correto da voz, o que é impressionante pra alguém tão novo. Ele não é meu favorito, mas eu sempre sou obrigada a tirar o chapéu para suas apresentações.

Ricardo: Riccardo se tornou um estorvinho para mim viu… Audição hypada e pouco destaque na battle, mas mesmo assim ele vem chegando como favorito aqui. Não gostei muito da performance, mas o menino canta muito bem e isso é inegável né.

Sophia – Stone Cold: Demi Lovato

A Sophia não conhecia a música e cantou de forma MARAVILHOSA. Eu não sou fã dessa música, porque sempre acho muito exagerada, mas a Sophia arrasou, de verdade. Só que estando no time que tá, não vejo espaço pra ela na final, infelizmente. Team Pixie muito competitivo desde o começo.

Lindomar: Que pisão nas @ do TheVoiceUSA! Sophia realmente me tocou com sua interpretação de Stone Cold! Sophia me soou como uma adulta, madura e forte que já sofreu muito e cada verso ali era verdadeiro! Amei forte e o #TeamPixie promete minha gente, SOCORRRO!

Luana: Mas essa música levou Sophia ao limite de sua voz mesmo, né? Em dois momentos a voz da bichinha “quebrou” e ela teve que seguir em frente como se nada tivesse acontecido, embora sua família tenha deixado claro a dor por essas falhas. Entendo que é uma música grandiosa e muito difícil de ser executada, principalmente o refrão, mas numa competição esses errinhos infelizmente fazem diferença.

Ricardo: Awn gente, Sophia estava indo muuuito bem, mas ela deu uma pequena desafinada ali, que pareceu um pigarrinho sabe, e isso desconcertou ela. Ainda assim a menina arrasou em diversas partes, fazendo falsetes e melismas maravilhosos. Sophia é definitivamente uma das melhores vocalistas dessa edição, mas uma pena que esse errinho foi ocorrer logo agora.

Jess F. – Tears: Clean Bandit ft. Louisa Johnson

QUE PISÃO! Não esperava menos da representante da minha girlband das battles. Jess é maravilhosa, tá prontinha, gente, alguém dá uma banda pra ela, um empresário, vamos trabalhar a menina, pra ela fazer sucesso, o mundo vai ser dela. Amém.

Lindomar: A dona da nova misturinhas entrou no palco lacrando! Que voz é essa? Uma mistura de Jessie J com Delta Goodrem e capaz de mandar umas pegadas de Rap e uns fraseados muito bem executados! Jess F fez a performance mais completa da noite e ARRASOU mores!

Luana: QUE LACRE FOI ESSE, BRASIL?! SAMBOU NA CARA DAS INIMIGAS TODAS (e na minha também, porque na battle eu optei pela Zena, haha). Gente, claramente melhor apresentação da noite e não tem nem comparação aqui! Eu já soltei uns “amei”, “arrasou” e afins por hoje, mas essa apresentação aqui merece ser ovacionada aos berros de “QUE LACREEE”, “QUE HINOOOOOO”, “PISA MENOS, JESS”. Fiquem com o meu “amei” mais verdadeiro de toda a temporada: AMEI DEMAIS!

Ricardo: Pode entrar melhor vocalista da temporada. Olha essa menina gente, que arraso!!! Ela consegue dominar o palco fodasticamente e além disso, faz uns rap e mistura isso com sua voz poderosa e encaixa falsetes e melismas. Meninaaaa, pisa menos, por favor, eu te imploro <3 Courtney ou Jess F, alguma de vocês duas tem que ganhar esse programa!

Lewis – Who is Loving You: The Miracles

Menino, eu senti o impacto, viu? Que coisa mais maravilhosa, gente. Estou realmente impactada e vou ficar pessoalmente ofendida se a Pixie não levar esse menino para a final. Sério, numa competição simples entre os dois meninos do time, quem é Riccardo perto do Lewis? Nadinha! Lewis Rei, que ainda canta Cry Me Out. Alguém dá o anjo pra ele.

Lindomar: Que classe, que giro, que voz, que talento! Lewis já entra para a lista dos mais injustiçados na história dos reality’s shows! Que performance foi essa meus amigos? Lewis fez a melhor performance da noite e se entregou em cada verso, eu ainda estou chocado que Pixie não escolheu ele? Why PIXIE? 

Luana: EU. AMO. ESSE. GAROTO. DEMAIS. GENTE, QUE COISA MAIS LINDA DA VIDA! Lewis lacre em todos os quesitos da vida (e da competição, claramente). Além de uma voz impecável, uma songchoice maravilhosa, uma execução invejável… Ele deu uns girinhos de balé muito divonicos, gente! Você quer uma kid talentosa? Então toma aí! Eu sinto é pena da Pixie, por que como que se escolhe apenas 2 kids quando se tem 3 dos 4 melhores vocalistas restantes da competição inteira?!

Ricardo: Você quer @Riccardo? Gente, palmas para ele, foi um pisão com força mesmo. O menino rodopiou no palco e manteve a voz firme e fazendo falsetes o tempo inteiro. E essas high notes? Estou pasmo, muito pasmo!

Depois de todas as performances, quem seriam os finalistas do Team Pixie pra você:

Lindomar: Jess F. e Lewis

Luana: Jess F. e Lewis

Ricardo: Jess F. e Lewis

Thaís: Jess F. e Lewis

Chegou a hora dos resultados, mas, infelizmente, eu e Danny não compartilhamos da mesma opinião. Ele escolheu Erin e Courtney para representar seu time na final. Não sei o critério que ele usou para escolher a Erin, mas vamos fingir que entendemos.

Depois dessas performances, infelizmente, eu não escolheria meus dois favoritos do time, eu iria com Perry e Gina, mas o Will é conhecido por ser um coach de escolhas estranhas e escolheu Jake e Gina. Achei que a Gina foi merecido, mas entre os meninos eu estou dividida, por mais que prefira o Jake, achei o Perry melhor hoje.

Ainda me recuperando do pisão que foi o Team Pixie, preciso dizer que as escolhas não foram surpresa pra mim: Riccardo e Jess F. Mesmo não tendo sido o melhor do time, Riccardo é, de longe, o favorito da coach e por isso foi escolhido. E Jess, merecidamente, também foi pra final, levando o seu talento e grande chances de vitória para o Team Pixie.

Então chegamos a seis finalistas: Erin, Courtney, Jack, Gina, Riccardo e Jess. Na minha opinião, o Team Pixie é o com mais chances de vitória, seguido do Team Danny e com o Team Will por último, porque, por mais que a Gina tenha uma ótima voz e Jake seja uma simpatia de criança, não vejo muito apelo neles. Pixie tinha um winner nas mãos e deixou ir embora: #JusticeForLewis e as reações nas redes sociais mostram que o público concorda comigo. E como a final é logo amanhã, será que vai dar tempo das pessoas esquecerem esse tombo? Por aqui eu sou #TeamDanny com a Courtney ou #TeamPixie com a Jess, e vocês? Digam aí nos comentários.

CLIQUE AQUI PARA ASSISTIR ONLINE OU FAZER O DOWNLOAD DO EPISÓDIO

gostou da matéria? deixe um comentário!

Thais Pereira

Feminista, leonina com ascendente em gêmeos e lua em virgem, viciada em memes, em Friends e problematizar na internet. Formada em História da Arte, mas consciente que nunca vai trabalhar com isso na vida. Normalmente eu escrevo e falo mais do que deveria. Eu mesma, Thais Mello.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu