Posts Populares

The Voice UK Kids – S04E01 – Blind Auditions 01 [SEASON PREMIERE]

Finalmente novos refrescos para a quarentena…

A versão kids da franquia maravilhosa do The Voice UK está de volta, e com elas temos que anunciar algumas mudanças. A principal é que nossa amada, musa, maravilhosa e perfeita Jessie J não está mais na bancada dos mentores, sendo substituída por Paloma Faith, que já foi mentora lá do The Voice UK, em sua 5ª temporada. Paloma não é uma Jessie, mas seguimos com ela. Como de costume, desde a 1ª temporada, Pixie, Will e Danny também estão ocupando seus lugares nas cadeiras vermelhas. Devemos dar os parabéns para o The Voice UK Kids por gravar o programa antes mesmo da pandemia e nos presentear com esse entretenimento maravilhoso durante o isolamento. Sobre o formato, durante as audições, os mentores irão buscar 9 vozes para completar seus times. Por fim, o The Voice UK segue em hiato e sem previsão para o retorno dos seus shows ao vivo. Mas vamos lá aclamar o talento dessas crianças maravilhosas.

The Coaches Perfomance – “Sweet Child Of Mine” by Guns ‘N Roses

Pai amado, amei essas “mini” versões dos mentores, tão fofos. Os mentores pisaram e deram um show de arraso. Aleluia, arrepiei!

[#TeamPaloma] Dara McNicholl – “I Have Nothing” by Whitney Houston

Que nível elevado é esse, Brasil – ou Reino Unido rs -? O programa começou com pé direito, porque gente do céu, que menino é esse?! Dara arrasou nos melismas, conseguiu colocar bem as notas agudas, senti um pouco de nervosismo no comecinho, mas é normal, ele lacrou! Quando ele cantou os versos “Don’t make me close one more door, I don’t wanna hurt anymore”, fiquei todo arrepiado. Four-chair-turn merecidíssimo. Espero que Paloma o conduza corretamente e não o deixe ir nas batalhas, sinto que ele irá longe, talento não falta, não é mesmo?

stickerpaloma

[#TeamDanny] Jimmy Aska Winch – “Parklife” by Blur

Se eu tinha um limite de quanta fofura eu conseguia aguentar, esse limite foi explodido por Jimmy, ele é tão pequenino e fofinho rsrs. Mas, vamos falar da apresentação, eu não gostei da apresentação do Jimmy, eu não conhecia a música que ele cantou, mas pela agitação dos mentores, ela parece ser bem presente na vida dos britânicos. Achei que Jimmy conversou durante toda a sua apresentação, e não senti firmeza nele como um cantor. Jimmy é bem novo para o programa, tendo apenas 7 aninhos, vimos sua imaturidade na escolha de seu time, quando ele propôs a disputa de pedra, papel ou tesoura. Torço que nas batalhas, Jimmy mostre o porquê de sua vaga no The Voice Kids UK.

dannyncurti

[#TeamPixie] Lydia Beech – “Your Song” by Elton John

A sutileza que Lydia entrega em suas notas é mágica, me comovi bastante com a história dela e também por ser uma música do Elton John, então posso estar comprometendo meu comentário, mas Lydia mandou muito bem, gostei que a produção foi bem inclusiva ao escolher os participantes. Estava nervoso por ela, no início, eu vi ela tremer um pouco quando sentiu o microfone, mas ela conseguiu controlar as emoções e entregou uma performance cheia de boas execuções e bem harmônica, senti falta de uma high note, mas a apresentação de Lydia mesmo sendo linear foi ótima.

[#Eliminado] Mark Morrison – “Wake Me Up” by Avicii

Em sua apresentação, Mark trouxe muita personalidade e representatividade, me senti na Escócia mesmo, entretanto, o arranjo foi desastroso e infelizmente matou o hino do Avicii que todos amamos. Seu timbre é bem comum, e eu entendo o porquê dos mentores não terem virado para Mark. Vimos seu talento como musicista, Will mostrou o quanto é difícil tocar um instrumento como a gaita de fole, e se cantar realmente for o sonho dele, que ele não desista, e mesmo se ele não seguir adiante, que ele saiba todo o seu talento como musicista.

[#TeamWill] Victoria Alsina – “How Far I’ll Go” by Auli’i Cravalho

Amo essa música. Victoria é um oceano de fofura, achei ela bem princesinha. Muito obrigado ao Will por ter virado, porque não sei se eu aguentaria ver esse coraçãozinho ser despedaçado. Durante sua performance, Victoria demonstrou um pouco de dificuldade de respiração ao longo dos versos e acredito que tenha sido isso que levou os outros mentores a não apertarem seus botões. Espero que Will e os outros vocal coaches trabalhem bastante isso nela, porque isso aliado ao seu carisma pode ser crucial para ganhar votos nos shows ao vivo.

[#TeamDanny] George Elliott – “Plug In Baby” by Muse

George chegou cheio de estilo e fez uma apresentação bem morna, mas é aquela coisa, comentar The Voice Kids é um desafio, pois, por mais que eu deteste a blind, eu nunca vou ter coragem de falar o que falaria para um adulto. Não curti, mas também não detestei.

[#TeamPaloma] Hayley Karinge – “Stand By Me” by Ben E King

Com apenas 12 anos, Hayley conseguiu brilhar mais que muito artista adulto. Desde o momento que ela apareceu, eu sabia que ela ia mandar um hino e iria arrasar, dito e feito haha, Hayley trouxe o clássico “Stand by me” de Ben E King, e conseguiu me ganhar fácil fácil. Sobre sua execução, senti muita confiança e muita seguridade, achei o início impecável e que o nível foi decaindo um pouco ao longo da música, mas nada muito aparente. Hayley arrasou e mereceu esse four-chair-turn. Que nas próximas fases, ela libere aquela gritadeira com classe que todos amamos e vá muito longe na competição.

[#TeamWill] Ray-Tee Turner – “That’s Not Me” by Skepta

Ray introduziu o Hip Hop em nossa 4ª temporada e fez isso de uma maneira muito divertida, não é uma das song choices que mais me agrada, mas não posso dizer que o garoto não mandou bem. Acho que o four-chair-turn foi motivado pela animação da música, não sei se valeu todo esse hype. De qualquer maneira, sabemos que se ele não der certo na música, ele já tem sua personal brand “Ray Tee” de roupas e acessórios hahaha. Os argumentos foram maravilhosos e bem engraçados, mas no fim ele fez a escolha óbvia, Will é um baita produtor e fará um trabalho incrível com ele.

[#Eliminado] Betsy & Nancy Burgess – “Bring Me Sunshine” by The Mills Brothers

E vamos de chuva de carisma e muita presença de palco, as meninas mandaram muito bem, não entendo como não conseguiram pelo menos uma cadeira, se deram vaga para o horror que foi a apresentação do Jimmy, acho que as meninas deveriam sim ter conquistado sua vaga também. Não gosto dessa ideia estética de gêmeos com a mesma roupa, tentando sempre fazê-los iguais, é fofo? é, mas eles perdem de mostrar suas diferenças, e no fim, as diferenças são o que nos tornam únicos. Acredito que as meninas não estavam encaixadas no que os mentores estavam procurando.

[#TeamDanny] Connie Burgess – “Somewhere” by Phil Collins

Connie, diferente de suas irmãs, mostrou muita maturidade para o palco, surpreendendo-nos com aquelas high notes clamando por uma cadeira virada. Ao final da apresentação de Connie, vimos um desespero em forma de chuva de berradeira e foi isso que conquistou Pixie e Danny. Connie mostrou que não se prende à linearidade e que vai soltar o gogó bastante nessa temporada.

…… TIMES……

Team Will: Victoria, Ray Tee

Team Pixie: Lydia

Team Danny: Jimmie, George, Connie

Team Paloma: Dara, Hayley

Considerações finais

É inegável que Paloma não foi foi divertida, ela trouxe sim, muito carisma e ficou bem claro que ela tem muita química com os outros mentores. É algo que eu sinto falta no The Voice UK, essa química e amizade entre os mentores, sinto que os mentores (Olly, Will, Meghan e Tom) têm muito respeito, uns com os outros, e acaba deixando a desejar na interação divertida, sinto até que o Will é mais legal no The Voice Kids UK. Na hora do selinho, o grito que eu dei, só vocês vendo haha. Eu gostei bastante da Season Premiere, torço que o nível dos artistas se mantenha assim. Por fim, vim destacar o #TeamPaloma que está bem forte, com dois four-chair-turn muito bons que me surpreenderam muito. Também, vale mencionar que o #TeamDanny não está muito “bem das pontas”, já que lá tem duas crianças com timbres bem inconsistentes.

E não esqueçam de votar na enquete, hein!

gostou da matéria? deixe um comentário!

Vitor Neves

Nordestino, do melhor estado: Alagoas. Técnico em Informática. Gosta de maratonar séries e realities nas horas vagas. Onde tiver Lana del Rey, pode chamá-lo que ele vai. Ama ver audições aleatórias no YouTube. Gosta de cozinhar. The Crown e The Handmaid's Tale contem com ele pra tudo.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries