Posts Populares

The Voice UK – S05E01 – Blinds Auditions 01 [SEASON PREMIERE]

The Voice UK Is Back…

Feliz Ano Novo Pessoal, minha primeira review de 2016 e começando com esse reality maravilhoso que está de volta para sua última temporada na BBC One, a partir de 2017 o The Voice UK será um programa do canal ITV, mesmo canal que produz o The X Factor UK.

Primeiro tivemos nossos coaches arrasando com uma mistura de grandes hits.

Ricky Wilson, Paloma Faith, Will I Am and Boy George – “Get On Up, You’ve Got The Love and A Whole Lotta Love”

Amei tudo sobre isso, com Will e Ricky no início, como se fosse os recepcionistas da noite, depois Paloma chega arrasando com seu timbre maravilhoso e no meio tivemos a introdução de Boy, como uma lenda, fazendo o papel que antigamente era de Tom Jones, adorei todos na performance, os gritos, berros, firulas, o mash up permitiu isso.

Alias essa estreia não foi marcada por performances brilhantes, mas sim pelo clima contagiante da bancada, nunca vi uma bancada que se deu tão bem, que disputou os acts de forma leal e com argumentos, que simpatizava, com energia, aquela história de virar nos últimos segundos em toda audição bem comum no The Voice UK ficou pra trás. Depois comento mais sobre isso no final da review, vamos as performances com a companhia de Luana e Lucas nos comentários!! Ou seja o trio da Letra L essa semana na review!

Beth Morris – “Nutbush City Limits” by Ike & Tina Turner

Lindomar: Uma mulher de atitude é assim que podemos definir Beth, sapatos de cor diferente, uma voz rouca e áspera, uma cantora de Blues/Rock, uma voz impactante e uma performance cheia de atitude, ela só tem um leve probleminha, achei que ela veio se achando a última bolacha do pacote e isso pode dificultar as coisas para ela no futuro, mas ela fez uma bela audição e mostrou muito potencial. Nota: 8,5 #TeamPaloma

Luana: Apesar da roupa, os sapatos de cores diferentes e a maquiagem “too much”, eu AMEI a Beth! Adorei o estilo e principalmente adorei a voz! Logo quando ela começou a cantar notei diversas semelhanças com a Paloma. O registro alto afiadíssimo é a cara da Paloma, gente! Nota: 9,0

Lucas: Um timbre único, ótima escolha musical e uma confiança incrível. Beth tem todos os requisitos para lacrar semana após semana. E não é que escolheu a pessoa certa? Sem dúvidas ela tem tudo a ver com Paloma e já tô pensando até um dueto das duas. Nota: 9,0

 Tom Rickels – “Want To Want Me / Love Me Like You Do” by Jason Derulo / Ellie Goulding

Lindomar: Tom foi um dos candidatos que eu descobri antes e logo me interessei, ele tinha um dos timbres mais diferentes, porém sua audição me decepcionou um pouco, achei que a escolha para o mash up não se encaixou, tudo ficou estranho, sua voz é bonita, ele tem um timbre a ser explorado, porém não achei tão rico assim nessa performance, acredito que com a música correta Tom possa ir longe. Nota: 7,0 #TeamWill

Luana: Nossa, tinha visto alguns vídeos do Tom antes do programa e tinha achado-o muito bom, um timbre bem gostoso de se ouvir. Mas sinceramente? Nessa audição não gostei nem um pouco. A voz dele me irritou em diversos momentos, não curti a escolha da música, o mashup não ficou legal. Enfim… Não foi trágico, mas foi bem abaixo do que eu esperava. Nota: 6,0

Lucas: Eu que já tinha visto os covers de Tom no YouTube, confesso que fiquei muito frustado. Ele tem uma voz muito interessante, por ser bem suave. Além disso, ele tem uma personalidade interessante também. O que acabou com Tom nessa audição foi a escolha musical, que foi terrível. Mas que tem potencial, tem! Nota: 6,0

Brooklynne Richards – “Cry To Me” by Solomon Burke

Lindomar: Brook é uma cantora comum com um timbre comum, porém muito segura do que está fazendo, ela teve problemas com a respiração no início mas conseguiu evoluir e se recuperar durante a música, tendo assim um desempenho sólido, acredito que ela seja uma pedra a ser lapidada e escolheu um coach que sabe fazer isso muito bem, além disso ela é simpática e bem humorada e isso pode colocar o público ao seu lado. Nota: 7,5 #TeamRicky

Luana: Saber escolher suas músicas é algo muito importante, e acho que a Brook arrasou nesse quesito. Não teve nada extraordinário, mas foi muito consistente, me agradou bastante. Nota: 8,0

Lucas: Achei o começo muito entranho, fraco, com a voz não conseguindo se encaixar bem na música. Depois foi melhorando e talvez ganhando mais confiança, que acabou fazendo com que Boy e Rcky viarassem para ela. É uma candidata mediana, que merece oportunidade de tentar brilhar, mas realmente não deve ir muito longe. Nota: 7,0

 Rev John Barrow – “This Is The Moment” by Jekyll & Hyde (Musical)

Lindomar: Amei os coaches dando as mãos pra ninguém virar para o reverendo! Hahaha, foi o melhor momento dessa audição! Ele é um senhor com uma voz comum, perfeita para cantar na igreja dele, mas não para o The Voice, não tinha nada demais, e hoje definitivamente não foi o momento dele! #Eliminado

Luana: Padre Marcelo! Ai gente, me perdoem, eu vou pro inferno (já iria de qualquer jeito, por diversos motivos,lol). No geral, foi até bem construído vocalmente, né? Mas não teve aquele momento que me fizesse pensar “nossa, quero no meu time (a.k.a Team Paloma).

Lucas: Faltou força, faltou potência vocal e foi tudo bem fraco. Estava torcendo para ninguém virar e graças a Deus ninguém virou.

Dwaine Hayden – “Don’t Know Why” by Norah Jones

Lindomar: Outra decepção, a exceção de falsetes mal executados acabou com a performance, ele não apresentou nada decente, e destruiu esse hino. Ele teve a sorte de Paloma e Boy virarem e so conseguiu isso, porque ambos acreditaram no falsete dele, em algum potencial, que ele pode ter, seus vídeos no youtube mostram mais potencial do que o que foi apresentado hoje. Nota: 5,5 #TeamPaloma

Luana: Odiei tantas coisas que nem sei por onde começar! Bem, vi vídeos do Dwaine antes do programa também, ele tinha um cover numa igreja, já me arremeteu a cantores souls com influências gospel (o que eu NÃO AGUENTO mais). Daí ele veio pra blind audition, decidiu cantar DON’T KNOW WHY DA NORAH JONES QUE EU AMO, começou a colocar um monte de falsete desnecessário, e ainda por cima, executados bem qualquer coisa. Ah não, não curti mesmo. Nota: 5,0

Lucas: Começou bem estranho, sua voz de peito não conseguia sustentar a música. Quando entrou no falsete, tudo melhorou e ficou parecendo que seria uma ótima performance vocal. Ledo engano, depois ele errou em tudo, inclusive nos falsetes, que ficaram mal encaixados na música. Mas eu ainda tenho expectativas com ele. Nota: 5,5

Ryan Wyllinghan – “Stars” by Claude-Michel Schonberg & Les Miserables

Lindomar: Chocado que essa criatura tem 23 anos e uma filha linda e que canta lírico, quando ele abriu a boca fiquei no chão, porém não foi essa maravilha toda, sua voz era bem comum, ele apresentou dificuldade na execução de várias notas, chegou nem aos pés da maravilhosa Lucy que foi segunda colocada na season passada. #Eliminado

Luana: Mas gente, vários plots! Primeiro: essa cara criança tem 23 anos. Segundo: essa criança de 23 anos tem um filho. E como se já não tivessem plots suficientes, terceiro: cantor lírico! Só tiros. Mas o fato é que, embora Ryan seja uma figura bem inusitada, seus vocais não foram tão expressivos, logo, acabou não virando nenhuma cadeira.

Lucas: Gente, como assim 23? Ok, todos ficamos chocados. Vocalmente, é um cantor lírico bem mais ou menos. Pra quem viu a maravilhosa Lucy temporada passada destruindo, seria uma afronta ver Ryan indo longe na competição. Se não há expectativas de sucesso para o candidato, não há motivo para virar.

Lyrickal – “Virtual Insanity” by Jamiroquai

Lindomar: Achei tudo muito bagunçado, ele até começou bem, com aqueles miados, se assim posso chamar e mostrando sua voz que é bonita, mas quando foi inserir firulas com aqueles assopradas de leves e uma parte que parecia um rap, não curti muito, acredito que a linha que ele vinha seguindo na canção fosse melhor, não é que ficou ruim, é que pro meu gosto musical eu realmente não gostei, mas Will é Will, se alguém pode fazer Lyrickal crescer na competição é ele. Nota: 6,0 #TeamWill

Luana: Sempre tem essas figurinhas por aí, né? Haha. A primeira olhada, eu diria que coisa boa não poderia sair dai (só mostrando como pré conceitos são estúpidos). Daí ele começou a cantar e sua voz me cativou, um timbre legal e características bem peculiares, vamos dizer assim. Eu sou total a favor da diversidade musical e amo times ecléticos, então… Obrigada ao Will por permitir que o programa possa trazer essas figurinhas legais e diferentes. Nota: 7,5

Lucas: Adoro essa música!! Lyrickal é um candidato muito interessante. Talvez ele não se encaixe em nenhum The Voice do mundo, mas quem sabe no Team Will? Até porque, uma coisa que Will sabe fazer, é trabalhar com pessoas desacreditadas e criativas. Uma voz boa e um artista com a voz, que consegue encaixar sons estranhos muito bem haha. Nota: 7,5

Aine Carrol – “Brokenhearted” by Karmin

 Lindomar: Gente, alguém ajuda essa garota, ela é linda, mas a execução vocal ficou devendo muito, vários momentos de desafinação, mas percebe-se que o nervosismo a consumiu, sua expressão demonstrava isso, ela além de desafinar esteve fora do tom durente quase toda a performance, mas apesar disso ela mostrou um belo timbre e certo potencial, porém a execução das notas precisa ser trabalhada urgentemente. Nota: 6,5 #TeamRicky

Luana: Timbre interessante, porém o nervosismo tomou conta da menina durante quase toda a apresentação. Por experiência, eu sei que nervosismo destrói um artista, e são raras as vezes que esse problema pode ser contornado em tão pouco tempo, insegurança não se resolve em 2 meses, sejamos sinceros. Àine apresentou muitos problemas, mas sei lá… Dizem que Ricky é bom em lapidar diamantes brutos, né? Vamos ver. Nota: 6,0

Lucas:  Áine estava bem nervosa, coitada. O nervosismo atrapalhou do começo ao fim, fazendo sua voz não firmar na música e cometer algumas desafinadas. Não gostei dessa blind, mas se tem alguém pode ajudá-la, é o Ricky. Nota: 5,5

 Bernie Clifon – “The Impossible Dream (The Quest)” by Andy Williams

Lindomar: Só posso dizer que para a idade que ele tem, ele está muito bem, fez uma boa performance, tirou todo o ar que tinha em seu pulmão para soltar o vozeirão, porém não tinha nada de diferente ou nada demais. #Eliminado

Luana: A coisa mais interessante nessa audição inteira foi o Ricky dando uma de fangirl, haha. Bernie veio a ser o terceiro cantor lírico que não virou cadeiras, só nesse episódio. Mas não posso nem reclamar, realmente não teve nada realmente marcante em sua apresentação, uma pena.

Lucas: Realmente tem 79? Está em ótima forma esse Bernie. Cantando, infelizmente, ele não teria espaço na competição. Seria mais um daqueles esquecidos nas batalhas. Performance fraca, candidato fraco.

Cody Frost – “Lay All You Love On Me” by ABBA

Lindomar: AMEIII Cody, desde o momento que ela falou que era de Capricornio e que seus melhores amigos eram de câncer, e eu sou de câncer. Definitivamente ela foi o timbre mais interessante dessa primeira noite, soou intenso, verdadeiro e original, e Cody foi a artista que mais amei dos vídeos que vi antes do programa, ela é do estilo de artistas que gosto, indie-rocks, enfim ela tem tudo para ir longe no show, ainda mais indo com Boy, ela parece filha dela. Sua voz é suave, e profunda, ela tem algo darkness, gótico, amooo, já é minha front runner. Nota: 10,0. #TeamGeorge

Luana: Acho que a espera e vários “não’s” que o Boy levou hoje valeram a pena, né? Cody foi pra mim, a melhor da noite! Adorei tudo em sua apresentação. Amei o estilo, a voz, a música, a atitude, tudo! Nota: 9,5

Lucas: MARAVILHOSA!!!!! Tem uma estilo rock/gótico/alternativo só no jeito de se vestir, é uma personalidade super autêntica e divertida. Em sua performance, ela mostrou seu lado suave e seu lado agressivo, mostrando que pode trazer performances incríveis para nós. Já espero ela e Boy a parceria mais linda! Nota: 9,0

CONSIDERAÇÔES FINAIS

Foi uma estreia decepcionante em relação ao nível dos candidatos apenas a primeira e a última apresentação foram boas e nos deram artistas para quem torcer, e a temporada deve seguir esse nível, com dois ou três bons artistas por episódio como foram as duas últimas temporadas, as Blinds, para mim não é definitivamente a etapa mais sensacional do The Voice UK, os artistas chegam nervosos, com medo e depois se soltam das battles em diante.

Além das apresentações com comentários tivemos outras duas mostradas rapidamente a primeira de Keri-Ellah cantando “Before He Cheats” da Carrie Underwood e John Bohnman cantando “Can I Play With Madness”, a primeira foi uma artista se aventurando no country e o segundo um rockeiro que gritava muito e tinha uma voz potente porém sem nenhum tipo de técnica.

A grande aposta da BBC e que para mim funcionou foi a substituição de Tom Jones por Boy George, Boy é simpático, apesar de ser uma lenda, é alguém que funciona ali naquela bancada, não fica plantado igual uma samambaia, realmente adorei sua entrada na bancada e ele já começa com a melhor artista em sua equipe, mas a grande estrela desta estreia foi ela: PALOMA FAITH!

Amada pelos britânicos, agora ela passa a ter meu amor também, fez até eu me questionar se serei Team Ricky nessa temporada, ela é engraçada, tem sacadas geniais, até quando não vira sua cadeira que ajudar o artista a escolher o time ideal para ele.

EQUIPES

TeamGeorge: Cody Frost (28,5)

TeamPaloma: Beth Morris (26,5) e Dwaine Hayden (16,0)

TeamRicky: Brooklynne Richards (22,5) e Aine Carrol (18,0)

TeamWill: Lyrickal (21,0) e Tom Rickels (19,0)

Por hoje é isso, na próxima semana vocês terão a companhia do Michel na review e eu retorno na semana seguinte, vamos revezar essa temporada! Espero vocês nos comentários com as opiniões sobre essa estreia!

 

gostou da matéria? deixe um comentário!

Lindomar Albuquerque

Amado por 30 milhões de Brasileiros! Paulista, Canceriano, 25 anos, Químico e atualmente faço Doutorado em Biotecnologia e Polímeros. Me achou nerd neh? Sou mesmo! Amo uma boa banda alternativa/indie, fã número 1 de Imagine Dragons e adoro perder um bom final de semana maratonando séries! P.S. Sou bêbado também gente, me chama para uma cerveja e para falar de série!

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu