Posts Populares

The Voice UK – S05E03 – Blinds Auditions 03

A capa desta review reflete esta temporada até o momento.

Chegamos ao terceiro episódio de audições, depois de duas noites com um nível abaixo do normal quando nos lembramos das temporadas 3 e 4 que de certa forma já foram fracas, e hoje foi mais um episódio com o nível baixo, sem ninguém sensacional, e já é o terceiro seguido, vamos aos motivos dessa temporada está sendo tão fracassada em relação aos candidatos:

  • Saída de Tom Jones da forma que foi realizada, trazendo tanta polêmica e uma imagem ruim para o show.
  • Mudança do programa para o ITV, acredito que boa parte dos candidatos talvez tenham optado por esperar o ano que vem, e participar de uma edição que realmente investisse no artista pós show.
  • Sucesso do rival X Factor.
  • BBC One de recalque!!

Enfim, vamos comentar esse episódio sonolento de certa forma, que foi marcado por um dialogo entre Will e Ricky, que indica uma provável treta entre ambos? Não sei, no final da review comento sobre isso! Os comentários ficam por conta da minha amada, querida, ilustríssima, rainha das reviews, parceira e advisor: LUANA!

Colet Selwyn – “This Ole House” by Shakin Stevens

Lindomar: Que voz grossa e diferente, o timbre de Colet é extremamente rouco, sobre a performance em si, achei bem boring, bem country sem graça que é comum no The Voice USA, fiquei feliz que ninguém virou, porque não ia rolar ver esse projeto de Raj do The Big Bang Theory na próxima fase, ele séria um bom locutor de rádio! #Eliminado

Luana: WHAT THE FUCK?! Glória ao pai que isso não passou, obrigada, glória glória aleluia?! Gente, um dos motivos que me fizeram “migrar” do The Voice US pro UK foi exatamente o fato de estar FARTA de artistas country-ish, daí eu chego aqui pra me deparar com isso? Não mesmo né, por favor.

Charley – “Rescue Me” by Fontella Bass

Lindomar: Charley é uma senhora já, tem uma história de vida bem triste, ela falando do seu pai foi bem triste. Quanto a performance, ela foi com uma música bem antiga e bem chatinha, não vi nada demais em sua performance, além de sua energia, não vi motivos para o Boy virar, mas já que virou, acredito que Charley seja cordeirinho para as batalhas. Nota: 6,0  #TeamGeorge

Luana: Mas gente, George o rei dos 1chair? Haha. Bem, Charley tem um timbre interessante e prazeroso de escutar, porém falta potência para acertar as notas em cheio. Mesmo assim, foi uma apresentação muito legal e bem a cara das cantoras inglesas, né? Por sinal, amei a songchoice, essa vibe meio Duffy/Paloma, amo demais! Nota: 6,5

Tom Milner – “Wait On Me” by Rixton

Lindomar: Não que Tom seja espetacular, mas entre tanta gente sem talento, ele se destaca, tem um timbre que em certos momentos soa fino, e em certos momentos mais forte, mas o mais interessante foi ver sua dança, sua presença de palco, a forma como ele abordou a canção, acredito que ele pode se destacar nesta temporada. Nota: 7,5 #TeamRicky

Luana: Ok, vamos aos fatos… Eu amo vozes masculinas agudas? Sim. Eu gostei desta pessoa? Não. Não gostei e não sei explicar porquê. Tom tem caracteristicas que normalmente me atrairiam e me fariam gostar dele, no entanto, não sei o que me impediu de curtir sua apresentação. Enfim, uma boa voz mas que não me cativou, estranhamente. Nota: 7,5

Stacylee Richards – “Say Something” by Karen Harding

Lindomar: Dado o nível da temporada, Stacylee poderia ter avançado, fez uma performance vocalmente agradável, com alguns efeitos e potência, se perdeu um pouco do meio pro fim, mas nada que justifique o resultado dessa audição, ela realmente merecia um lugar para a próxima fase. #Eliminada

Luana: É né, uma voz com modulações sólidas, não entendi porque não viraram. Embora sua apresentação tenha sido um pouco “seca”, achei que a música foi muito bem trabalhada.

Cody Lee – “Ruby” by Kaiser Chiefs

Lindomar: Se eu tinha esperança nesse episódio foi com esse garoto, procurei alguns covers dele e achei que fosse um japonês, já estava encantando, mas quebrei minha cara, levei mais um 7×1 na vida, era outra pessoa, que não tinha lá um timbre bonito, não tinha nada de especial, a não ser seu lado performer, mas tudo bem amigo, te entendo, quem não gostaria de conhecer seu ídolo, não é mesmo? #Eliminado

Luana: Jesus amado, o que foi isso? “Como cagar a música do Kaiser Chiefs em menos de 1min?”, que merda! Enfim, bem ruim, só nascendo de novo.

Billy Black – “Bad Case of Loving You” by Robert Palmer

<iframe width=”570″ height=”320″ src=”https://www.youtube.com/embed/XdOSabvjOGU” frameborder=”0″ allowfullscreen>

Lindomar: SOCORROOO, o Wesley Safadão do UK! Hahaha Sobre Billy, se encaixaria no mesmo caso de Stacylee, não foi algo brilhante, ele não tem lá muita coisa que o defina com um bom artista, mas considerando o atual nível, e alguns candidatos que foram aprovados, ele definitivamente deveria ter sido aprovado, ele tem um timbre mais rouco e forte e acredito que Ricky séria um bom coach para ele. #Eliminado

Luana:  Que compilação de gente esquisita nesse episódio, eu hein. Parece aquele cara do cabelão da banda Calcinha Preta, sabe? Mas enfim, quanto à voz… Gostei bastante, e comparado com a grande quantidade de bostas que vimos hoje, até que merecia uma chance, né?

Lauren Lapsley-Browne –“Ain’t Nobody” by Felix Jaehn ft. Jasmine Thompson

Lindomar: Lauren tem um timbre muito bonito, porém precisa trabalhar urgentemente nas songs choices, que música mais chatinha, depois de uma nota alta, ela conseguiu virar a cadeira de Paloma. Lauren é definitivamente um diamante bruto, tem um timbre singular, mas que preciso ser trabalhado urgentemente, e algumas vezes tive a impressão de ela falar usando o nariz, soando analasado. Nota: 7,0 #TeamWill

Luana: Finalmente alguém que eu gostei, ufa! Gente, já tava ficando nervosa sem gostar de absolutamente ninguém. Lauren me pareceu bem promissora, posso afimar com certeza que o nervosismo a impediu de mostrar seu potencial completo, o que pode ser até bom, dá espaço para surpreender nas próximas fases… Veremos, né. Nota: 8,0

Olivia Kate Davies – “Don’t Be So Hard On Yourself” by Jess Glynne

<iframe width=”570″ height=”320″ src=”https://www.youtube.com/embed/_HDojrOanTc” frameborder=”0″ allowfullscreen>

Lindomar: Quando vi Olivia surgindo, pensei que ela poderia ser uma artista promissora e que realmente tivesse a capacidade de surpreender, porém o que vimos foi o contrário, com problemas de controle vocal, vários problemas, ela realmente ainda não estava pronta, mas visto alguns aprovados, talvez merecesse uma chance #Eliminada

Luana: ????????????????Como assim???????????????? Essa galera tá bebada?! Gente, o nível desse programa já não tá lá mil maravilhas, pelo menos até aqui, e eles ainda se dão ao luxo de jogar boas vozes promissoras como a da Olivia no limbo? Ai me poupe, né.

Efe Udugba – Jealous (by Nick Jonas)

Lindomar: Just Ok! Tá sendo triste ver a cara de Ricky sofrendo ouvindo essas audições, não tá fácil meu coach favorito. Efe pelo menos tentou fazer um falsete, algo diferente, tem uma afinação razoável, por enquanto é o melhorzinho do TeamRicky. Nota: 7,5 #TeamRicky

Luana: É Ricky, não está sendo nada fácil montar uma equipe competitiva nessa temporada, hein? Haha. Efe tem uma boa voz, afinação no ponto também, e o mais interessante… A música não fez nenhum favor à sua voz, o que me faz acreditar que com a música certa ele possa arrasar, agora é só esperar pra ver. Nota: 8,0

 Brooke Waddle – “I’ve Got The Music In Me” by The Kiki Dee Band

Lindomar: Apenas não tá dando minha gente, vou ali cortar meus pulsos, mas um audição ruim, tirando o jeito todo animado de Brooke, não vimos nada demais, parece que aquele povo que canta no karaokê no churrasco da família decidiu se inscrever. Vou nem comentar mais nada sobre a Brooke. #Eliminada

Luana:  Mas gente, cadê a atitude pra cantar essa música? Ai colega, assim você força a amizade, né. Foi até consistente, vocalmente, mas a falta de atitude… Sem or, doeu.

 Deano – “You Do Something For Me” by Paul Weller

Lindomar: Finalmente um timbre interessante e rouco, Deano pode surpreender no meio de tanta gente descartável que foi aprovada, gostei de várias coisas que vi em sua audição, como algo mais emocional, mais dramático, mas melhorar a projeção de sua voz é algo necessário para continuar no programa Quem sabe ele não poderia vir a ser um novo Stevie para o #TeamRicky, mas ele preferiu ir com Paloma. Nota: 8,5 #TeamPaloma

Luana:  Ai meu Deus que timbre lindo, amei a forma que ele foi capaz de passar a mensagem da música também! Ai gente, gostei demais, é sério! Nota: 8,5

 Irene Alano-Rhodes – “(Hero) Wind Beneath My Wings” by Gladys Knight

Lindomar: Última participante da noite, e o nível decaiu novamente, Irene teve problemas de afinação em diversos momentos, acabou virando duas cadeiras graças ao seu alcance, e a aquela nota alta que foi bem executada, ela terminou a performance crescendo, enfim, mas uma candidata aprovada que não deve ir longe na competição. Nota: 7,5. #TeamWill

Luana: EU JA TAVA DESESPERADA AQUI, CRIATURA! A mulher cantou mais notas do que eu achava ser possível nessa música e ninguém virava q bendita cadeira, eu já tava me preparando pra saltar da janela do 1º andar aqui de casa, eu hein. Nota: 9,0

  CONSIDERAÇÕES FINAIS

Ta triste gente, nesse momento na temporada passada já tínhamos nos encantado com Stevie McCrorie, Emmanuel Nwamandi, Hannah Symmons, Classical Reflection, Liss Jones, Clark Carmody, Joe Woolford, Lucy O’Byrne, Howard Rose todos eles fazendo boas audições ao menos, os times estão mais fortes, decentes!!

12321226_795834423854991_514475814203031814_n

A treta maligna entre Will e Ricky, foi na audição do Wesley Safadão, o Will começou a encher o saco do Ricky para ele virar, Ricky ficou quieto, depois que ninguém virou, quando estavam conversando com o participante, Will falou, Ricky respondeu, Will falou, George interferiu e colocou panos quentes por cima da discussão, mas senti algo no ar!!

Até o momento só amei mesmo Cody Frost lá da primeira noite, teve outros três participantes que gostei, mas nada demais!! Espero que os próximos episódios guardem alguns bons candidatos, porque esta sendo terrível ver esse episódio inteiro. Venham nos comentários e me digam se gostaram de alguém, se tão odiando a temporada (SIM OU COM CERTEZA), falem que estão amando os coaches (PROVÁVEL QUE SIM)! hahaha

EQUIPES

Team George: Cody Frost (28,5) Chase Morton (22,5), Harry Fisher (22), Charley (18,8) e Melissa Cavannagh (18,5)

Team Paloma: Beth Morris (26,5), Deano (25,5), Megan Reece (24,5) e Dwaine Hayden (16,0)

TeamRicky: Janine Dyer (24,5), Efe Edugba (23,3). Brooklynne Richards (22,5), Tom Milner (22,5) e Aine Carrol (18,0)

TeamWill: Charley Blue (26,0), Lydia Lucy (26,0), Ireno Alano-Rhodes (24,8), Lauren Lapsley Browne (22,5), Lyrickal (21,0) e Tom Rickels (19,0)

 Team George tem Cody, Team Paloma tem Beth e Deano, Team Will tem Charlie Blue e Ricky não tem ninguém muito sensacional e que chame atenção nesse momento do jogo;

gostou da matéria? deixe um comentário!

Lindomar Albuquerque

A indie/gótica do @PanelaDeSéries! Paulista, canceriano, 27 anos de dores na coluna, faço Doutorado em Biotecnologia e vivendo pelo mundo. Me chama para beber @ e vamos falar de série, falar de Imagine Dragons e Lana Del Rey, falar de signos, falar de ciência e xingar os fascistas.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries