Posts Populares

The Voice UK – S08E11 – The Knockouts, Part 1

Melhor fase de todas as franquias? Tá tendo!

E cá estamos nós com a primeira parte da fase onde as melhores apresentações de todas as franquias surgem: Knouckouts Rounds! É aqui que toda a magia acontece. Nesta fase, os coaches trouxeram advisors de peso… Ao lado do Will I Am, ela, que já foi jurada de várias temporadas do TXFUK, Nicole Scherzinger, auxiliando a nossa queen JHud, Olly Alexander, dando dicas importantes para o Olly, uma das musas da nova geração, Anne-Marie, por último e não menos importante, James Arthur com o Sir Tom Jones. 

 

 

Assim como os técnicos do UK, eu também estou acompanhado de dois comentaristas de peso, nossos leitores Ives e Lucas Santana. Vumbora pro que interessa? 

[TEAM TOM] Deana – “Dusk Till Dawn” by ZAYN ft Sia

Lucas Salles: O timbre da Deana é bonitão, né? Ela tem uma voz clara, limpa, deliciosa de se ouvir e fez uma boa performance. ‘Dusk Til Dawn’ caiu como uma luva para ela. Eu só senti falta de uma conexão maior da mesma com a canção. Confesso que não a enxergava como uma forte candidata, no entanto, depois dessa apresentação, ela elevou seu nível e vem forte para os lives. 

Ives: Eu adoro essa música, mas não acho ela boa pra quem não tem presença, o que é o caso da Deana. A música tem uma letra e batida tão fortes e aquele começo a violão já matou a vibe, melhora depois que a banda entra, mas, ainda assim, ela não entregou o que a música pede.

Lucas Santana: Deana e seu timbre lindo, afinado, aveludado, uma voz “clássica” que se contrapõe com seu estilo visual “casual e moderno” elaborando a sua autenticidade artística! Curti mais o início da canção no violão onde a voz dela ficou em evidência…

[TEAM TOM] Roger Samuels – “Grace” by Lewis Capaldi

Lucas Salles: Roger tem vocais monstruosos. Ele sabe do seu gigante potencial e embora tenha ficado bastante nervoso e ter esquecido a letra no início da música, sua performance foi grandiosa. Ele de fato deu a volta por cima e foi muito bastante safo nos vocais. Arrisco a dizer que uma outra escolha musical teria sido ainda melhor, mas o proposto foi lindo de ver.

Ives: Eu gosto tanto do Roger, mas errar a letra no inicio realmente é complicado, tudo bem que ele arrasou depois, cantou ainda com mais vontade, mas eu não levaria para os lives depois dessa.

Lucas Santana: #Superação! Eis a prática da frase “Vou dar a volta por cima…” Após esquecer o início da canção, o Roger simplesmente LACROU! Vozeirão de respeito, afinadissimo, notões maravilhosos, pacote R&B/Soul de 1° qualidade! Uma voz é uma voz né mores…

[TEAM TOM] Equip to Overcome – “When Love Takes Over” by Kelly Rowland

Lucas Salles: Adoro essas meninas, as acho o melhor trio da season e esperava um desempenho muito maior delas, ainda mais depois do que nos foi apresentado nas battles, onde Marina e elas deram um grande show. A música escolhida foi uma boa, mas não me senti conectado com elas, o trio não conseguiu me entreter e quando terminou me veio na mente a seguinte frase ‘é só isso?’. Depois de analisar a performance, devo admitir que Marina poderia render um número muito melhor do que o feito por elas.

Ives: Eu gosto delas, são um grupo bem diferente, mas pra mim essa foi a pior performance delas, não vejo muito elas no pop, deviam focar mais na emoção e harmonias, achei um pouco anti climático, mas ainda são as melhores do time Tom.

Lucas Santana: Aí você é transportado para uma “Discoteca” e quando percebe, já está dançando junto com esse trio super pop, show! Música alto astral, domínio do palco, belas vozes, excelente divisões, melismas, notões, pacote completo, Bom trabalho garotas!!!

RESULTADOS

VENCEDORA: Deana
ELIMINADOS: Equip to Overcome e Roger Samuels

[TEAM JHUD] Connie Lamb – “2002” by Anne-Marie

Lucas Salles:Essa menina é uma verdadeira artista. Sua proposta se encaixa perfeitamente com a nova geração musical e eu consigo enxerga-la claramente nas paradas de sucesso. Adorei ‘2002’ e queria demais que tivemos a possibilidade de ter Connie nos lives.

Ives: Essa menina grita star quality, escolheu uma música atual, tem presença e canta muito, só a sua postura cantando já tava me fazendo ama-la. Mas quando ela começou a soltar aquelas notas, tudo ficou perfeito.

Lucas Santana: Diva Pop nós temos por aqui, pode entrar de botas rosa chiclete, lançando tendência e arrasando nessa performance divertida, leve, gostosa de assistir e dançar! Afinada, carismática, desenvolta, bem POPizinha a senhora!

[TEAM JHUD] Moya – “Woman” by Neneh Cherry

Lucas Salles: Melhor apresentação da noite sim! Que mulher espetacular, meu povo! Moya esteve poderosíssima no palco. Seus vocais estiveram impecáveis, sua interpretação esteve impecável e a performance não poderia ter sido melhor. Já ansioso e animado para sua próxima apresentação, espero que ela corresponda as expectativas.

Ives: Que mulher maravilhosa, tudo ornou nessa performance, a postura, a roupa, o cabelo, a mudança de arranjo, tudo gritava atitude, melhor da noite disparada.

Lucas Santana: Sensual e Clássica como as Divas do Jazz/Soul, que timbre grave lindo é esse minha gente? Cantora maravilhosa, segura, afinada, emotiva, ótima intérprete.

[TEAM JHUD] Sarah Tucker – “The Edge of Glory” by Lady Gaga

Lucas Salles:  Antes da performance da Moya, Sarah tinha toda a minha torcida, e de fato até seria aceitável vê-la na fase seguinte. Só que sejamos sinceros, foi tudo muito ok em sua apresentação e não consegui me con. A música já tá bem batida, a apresentação não foi tão impactante quanto eu esperava, mas admito que sua voz esteve impecável, seus recursos vocais foram bastante utilizados e que ela é extremamente competente no que faz.

Ives: Eu amei a parte com ela lá em cima e o piano, pra mim deveria ter continuado nessa vibe, quando ela desceu e a banda entrou, eu achei que ficou um pouco ruim, mas nada comparado as outras performances de hoje.

Lucas Santana: Gritadeira top, você quer? Assim que se faz bbs, linda voz, belos graves e excelentes notões, afinadissima, poderosa, ousada e lacradora! Performance emotiva e expressiva, irretocável!

RESULTADOS

VENCEDORA: Moya
ELIMINADOS: Connie Lamb e Sarah Tucker

 

[TEAM WILL] NXTGEN – “Runnin’ (Lose It All)” by Naughty Boy ft Beyoncé & Arrow Benjamin

Lucas Salles: Isso é o melhor do Team Will, né? Quanto sofrimento… para um time que já teve nomes como ‘Leah Mcfall’, ‘Cleo Higgins’ isso é tão sofrível… Mesmo com toda a criatividade e experiência do Will, os meninos entregaram algo bem fraco e esquecível. Mas sigamos crendo que na próxima performance eles irão bem…

Ives: Que grupo ruim é esse, Brasil? Um bando de playboy achando que pode cantar Beyonce e ainda bota um “rap” ridículo no meio, muito ruins mesmo, harmonia 0, carisma 0, beleza 0, nada funcionou.

Lucas Santana: Eu realmente não estava preparado para essa apresentação tão interessante do trio teen, eles se superaram nessa belíssima versão da canção, afinados, dinâmicos, um show de entretenimento!

[TEAM WILL] Callum Butterworth – “Mirrors” by Justin Timberlake

Lucas Salles: Callum é bem novinho mas tem um ótimo controle vocal. Ele executou muito bem a música, porém não foi nada especial isso aqui. Não teve diferencial algum para aquilo que vemos sempre, enton… 

Ives: Ai gente coitado do Will com esse time, só gente ruim. Isso foi muito karaoke, ele não se destaca em nada e aquele falsete saiu muito errado, uma pena, pois adoro essa música.

Lucas Santana: Sou fã dos teens com potencial e Callum é um cantor com potencial, porém uma jóia a ser lapidada, ele deu o seu melhor, fez tudo certinho, sem defeitos, mas essa versão da canção ficou “maior” do que ele, talvez se fosse na pegada acústica ele iria se destacar muito mais…

[TEAM WILL] Gabriel Dryss – “Just Got Paid” by Sigala ft Ella Eyre & Meghan Trainor

Lucas Salles: Vi bastante esforço e crescimento no Gabriel. Ele foi bem dinâmico, esteve solto, desenvolto em cena e conseguiu fazer um trabalho bastante aceitável. Mesmo achando o boy cheio de potencial, o deadline final dele era para ter sido nesta fase mesmo.

Ives: Achei ele bem fraquinho, tem um timbre comum, mas a música atual e sua presença, fez ser uma boa apresentação.

Lucas Santana: Adolescentes tem que cantar como a sua idade pede e ponto. Kennedy Holmes teve suas melhores performances justamente quando foi super teen e pop, dançou, se divertiu no palco e me parece que o Will assistiu ao TVUS, pois aqui o trabalho com o Gabriel foi perfeito…kkkkkkkk Gabriel arrasou nessa performance pop dance, sem defeitos! 

RESULTADOS

VENCEDOR: NXTGEN
ELIMINADOS: Callum Butterworth e Gabriel Dryss

 

[TEAM OLLY] Eva Campbell – “Unstoppable” by Sia

Lucas Salles: Eva é bem competente em suas performances, ela executa tudo muito bem, além de ter mantido uma boa energia o tempo todo. É sempre massa vê-la em cena. Gostei disso aqui, hein?

Ives: Mano, conseguiram estragar até o meu hino, que temporada horrorosa. Essa música é perfeita, dá pra fazer tanta coisa e essa picolé de chuchu, faz essa cagada, foi tudo ruim, não teve energia, ela desafinou horrores, caraca, que coisa ruim.

Lucas Santana: Ótima música para chegar e arrasar, se tiver voz e fôlego suficiente para isso. Eva é ótima, timbre bonito, tem domínio de palco e se conhece como artista, mas a extensão vocal que essa música exige é enorme… Mesmo assim, Eva nos entregou uma boa performance, parabéns!

[TEAM OLLY] Harrisen Larner-Main – “You Get What You Give” by New Radicals

Lucas Salles: Nunca curti o Harrisen, no entanto, tenho que reconhecer que ele apresentou algo bom dentro da sua proposta musical. Nada marcante, porém algo digno de alguém que chega nesta fase da competição.

Ives: Essa música é muito linda, mas eu não acho uma boa escolha, pois ela é mais para curtir a vibe com uma cerveja na mão, ela não tem um momento de destaque e Harrisen tentou, andou pelo palco, deu uma alongada nas notas, mas ainda sim ficou karaoke.

Lucas Santana: Apresentação bacana, estilosa, ele tem uma ótima presença de palco, artista carismático com uma boa voz, mas não curti alguns falsetes e gritos dessa versão dele.

[TEAM OLLY] Jimmy Balito – “High and Dry” by Radiohead

Lucas Salles: Jimmy acaba de se tornar o front-runner do Team Olly. Que coisa mais linda essa apresentação. Tô completamente apaixonado por essa performance. O ápice final dele largando o microfone e indo em direção a sua família me deixou arrepiado dos pés à cabeça. Espero e torço para ele manter esse nível até a finale, certamente após essa apresentação ele estará lá.

Ives: Ainda não sei exatamente o que achei, uma parte de mim gostou muito, mas a outra parte odiou. Essa música tem uma letra linda e o Jimmy conseguiu passar a emoção, mas seus vocais falharam tanto que acabou não sendo uma boa performance, aquele primeiro falsete não ficou nada aceitável, mas sua conexão com a música criou toda uma atmosfera emocional.

Lucas Santana: #Emocionado! O que foi isso aqui Brasil? Estamos ainda nos KO, mas essa apresentação é para os shows ao vivo, impecável!!!!

RESULTADOS

VENCEDOR: Jimmy Balito
ELIMINADOS: Eva Campbell e Harrisen Larner-Main

.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Coisa linda essa semifinal, hein? Já tô mega animado para as performances da semana que vem. Agora eu quero saber de vocês, o que acharam das primeiras apresentações dos Knouckouts? E sobre os aprovados, acharam justos os resultados? Conte nos comentários! Até mais!

 

gostou da matéria? deixe um comentário!

Lucas Salles

Um baiano que é capricórniano, aspirante a jornalista, que ama festas, viagens assistir a sériados, ver uma boa treta e realitys shows! Ah, eu sou tirado a figura pública também, viu? Vão no instagram, busquem por @eulucassalles e vem seguir o paneleiro mais sã que já existiu, sqn!

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu