Posts Populares

The Voice UK – S09E03 – The Blind Auditions 03

Nível melhorando!

Fala, meu povo! Não que o programa esteja em um nível similar aos seus tempos áureos (saudades, primeiras seasons!), mas eu estou sentindo que tem aparecido candidatos interessantes no decorrer das semanas. Ainda continuo achando que a season está fraca, mas se na primeria semana não gostei de ninguém, na segunda gostei de uma e hoje gostei de duas, significa que estamos melhorando, não é? Ou estaria eu sendo muito otimista? hahaha! Enfim, tive essa sensação e vamos aos vídeos para ver se vocês concordam comigo. Hoje tenho Paulo comentando comigo hoje. Bora lá!

 

[Team Olly] Alan Chan – “You Know My Name” by Chris Cornell

Tati: Alan é divertidíssimo! Mas só isso que achei mesmo. Achei a voz dele um pouco incômoda e até limitada, isso acabou deixando a apresentação linear demais. Acredito que com a música certa ele possa até fazer performances melhores, mas não é o tipo de candidato que eu amo.

Paulo: Eu gostei do timbre do Alan e até gostei do início da performance, mas quando ele começou a subir, a coisa desandou, né? Achei forçadíssimo e aquele final desastroso, mas se Ollie resolveu virar, o que posso fazer, né? Eu não viraria.

[Team Meghan] Oli Ross – “Sail” by Awolnation

Tati: Ai, eu amo essa música demais e amei a versão da Oli! O registro baixo dela é maravilhoso, mas ela arrasa quando vai nos tons mais fortes. Enfim, uma interpretação muito digna e deveria virar todas as cadeiras, pois foi a melhor blind da temporada até aqui, ao meu ver! Arrasou!

Paulo: Essa eu teria virado nas primeiras notas independente do que visse depois. Rs. Mas eu super curti a Oli e as escolhas dela pra música, a atitude e não entendi porque os outros dois viraram só no final e Tom nem virou… Já quero ela passando!

[Eliminado] AK – “Eye of the Tiger” Original Song

Tati: A proposta é muito boa e eu dou muita moral pra quem vem com original em uma blind. Ele manda bem no rap, mas falhou e infelizmente os jurados levaram isso consideração. Compreensível, né? Uma pena, pois eu gostei dele.

Paulo: Olha, eu achei um tiro no pé vir com uma música original e ainda por cima com rap. Pra mim, ele perdeu o fôlego em algumas partes e praticamente não cantou, então, eu super entendo os coaches não terem virado, porque eu também não viraria.

[Team Will] Doug Sure – “Feels Like Summer” by Childish Gambino

Tati: Gente???? O que está acontecendo com esse programa? Duas pessoas maravilhosas num mesmo dia? Isso não tem sido tão comum nas últimas edições do The Voice UK (exceto na última temporada hahaha). Eu amei demais Doug! Voz linda e audição nada usual! Quero vê-lo arrasando com músicas deste estilo, pois combina muito com ele.

Paulo: Pode entrar, campeão. Cara, eu gostei demais dessa blind. A voz do cara é linda, o arranjo ficou perfeito, uma apresentação de classe mesmo e ainda que a música seja um tanto linear, ele conseguiu deixa-la interessante. Espero que Will faça um bom trabalho com ele.

[Team Olly] Belle Noir -“Feel It Still” by Portugal. The Man

Tati: Que preguiça que tenho de trio em reality, gente! Eu amo essa música e não gostei da versão delas, mas é inegável que a harmonia delas é muito boa e elas mandam muito bem em tons mais agudos. Mesmo assim não consegui cumpra-las. Vamos ver daqui pra frente.

Paulo: O UK tem uns acts e umas músicas bem diferentes, né? Olha, eu gostei do trio, as harmonias bem gostosinhas e os solos bem legais e pensei que elas iriam com Tom, mas Ollie gosta dessas coisas inusitadas e acho que pode fazer alguma coisa com elas, embora eu pense que devem sair nas batalhas.

[Eliminada] Jennifer Jamieson – “Wish You Well” by Becky Hill

Tati: Eu adorei Jennifer, cheia de atitude! E, sinceramente, não entendo o critério desses jurados do UK! Pois, assim: ela não foi nenhum primor, mas é melhor que metade dos artistas aprovados nessa season, né? Coragem desses jurados, viu!

Paulo: Como assim ninguém virou? Ela foi bem melhor que o Alan, por exemplo, e ele ganha cadeira e ela não? Houve problemas? Houve sim. Mas ela tinha potencial pra ser explorado nas próximas fases. E com essa coisa de não darem atenção aos acts que não viram cadeira, a pessoa nem pode saber o que pode melhorar. Eu teria dado uma chance a ela.

[Team Tom] Sean Connolly – “Suddenly” by Billy Ocean

Tati: Voz super afinada, né? Mas só isso que posso dizer sobre a blind. Achei a audição super linear. Não sei se foi pela song choice, mas ficou faltando algo ali e me surpreendi dele ter conseguido virar uma cadeira. Vejamos como será daqui pra frente.

Paulo: Tom, me ajuda, né? Não virou pra Oli nem Doug, mas virou pro Sean que não fez nada demais. Um timbre que eu achei bem comum e que não empolgou em momento algum. Eu não viraria.

[Team Will] Gevanni Hutton – “Everybody’s Free” by Rozalla

Tati: Olha, eu vi talento nele, de verdade. Mas também vi alguns problemas de afinação, o que é normal, né? O menino é novinho e ainda está descobrindo a sua voz. Mas a performance teve bons momentos e eu também daria uma chance pra criança!

Paulo: Ah, gente o Gevanni é novinho demais, com uma voz que ainda precisa amadurecer e aprender um pouco mais de controle. Alguns momentos ficaram bons, mas outros nem tanto, especialmente as subidas. Apesar de tudo, eu viraria, porque a voz dele no registro mais grave fica bem legal.

*** CONSIDERAÇÕES FINAIS ***

Então é isso, minha gente! Chegamos ao fim do terceiro dia de blinds. Amei Doug e Oli e achei que os outros até mandaram bem! Espero que o nível continue melhorando. Obrigada pela companhia e até a próxima!

gostou da matéria? deixe um comentário!

Tatiane Silva

Sou uma Social Media e Community Manager que ama tanto o que faz, que acaba fazendo isso quase que o tempo todo. Eu moro na internet, por isso acrescento doses diárias de cultura inútil e memes que é pra eu não me entendiar. Amo realities musicais, gasto horas em grupos de discussão e sou viciada em coisas que me fazem dar boas risadas e esquecer da minha conta bancária negativada.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries