Posts Populares

The Voice US – Aquecimento Season 10: Últimos #4chair de cada Temporada

Interrompemos sua programação normal para trazer ao ar mais um aquecimento da décima temporada de The Voice US.

27-momentos-da-tv-brasileira-que-pararam-o-seu-coracao-e8cb4682

Eu sei que nem deu tempo pra saudade bater, mas os chefes aqui do Panela colocaram pressão e eu preciso soltar mais um post de aquecimento para a décima temporada de The Voice US. Se você ainda não sabe, o programa volta já já, dia 29 de fevereiro, com Xtina de volta à bancada. Já preparamos um especial de aquecimento quentinho, e basta você clicar AQUI para dar um ibope pra mim (e aproveitar pra curtir enquanto o programa não começa!) HAHAHA

Pois bem, muitas novidades depois que soltei o primeiro aquecimento. Tivemos a liberação de fotos dos coaches com seus ajudantes nas Battles, tivemos a confirmação de Miley Cyrus como Key Advisor nos Knockouts, e tivemos algumas promos bem brochantes liberadas (que você confere clicando AQUI).

12733541_1033990796638269_4051538039468855094_n 12718175_1034481333255882_69637044825423272_n 12717469_1034958516541497_8395601395446374309_n 12705493_1035001709870511_9003419205925036396_n

12631414_10154010980627147_625473406554355808_n

Seguindo nosso post de aquecimento, trouxe mais algumas curiosidades pra vocês. Em 9 temporadas, apenas 3 vencedores não conseguiram o feito de virar as 4 cadeiras em suas audições. São eles: Jermaine Paul, da Season 2, Danielle Bradbery, da Season 4, e Craig Wayne Boyd, da Season 7. Coincidentemente, todos vencedores bem contestados de suas respectivas temporadas. Outra informação interessante, é que 6 dos 9 vencedores do programa se apresentaram nos episódios da primeira semana (episódio 1 ou 2 da temporada), e nem todos foram pimp spot, como exemplo de Jordan Smith, mais recente na Season 9.

2qbf9yf

Sem mais enrolação, hoje vamos falar dos últimos #4chairs de cada temporada. Tem muita gente boa e gente que eu nem lembrava mais. Comparando as duas listas, dos primeiros e dos últimos #4chairs de cada temporada, posso afirmar que o nível de critério vai aumentando ao longo das audições, e o coaches começam a virar só para o que realmente vale a pena. Mais uma vez, Luana vai me ajudar nos comentários. Seguimos!

.

Season 1 – Javier Colon – Team Adam – “Time After Time” by Cyndi Lauper

Javier foi o segundo e último #4chairs da primeira temporada. Além dele, só Jeff Jenkins conseguiu o feito. Javier trouxe uma versão acústica desse sucesso de Cyndi Lauper, e jogou tudo que podia na mesa: apelou pra emoção, transbordou melismas, saiu gritando… Enfim! Javier fez uma apresentação gostosa de se ver e que mereceu sem dúvidas as quatro cadeiras viradas. Porém, no fim de sua apresentação, acho que ele estava tão contente que já nem estava mais tão conectado com a música. Como sabemos, Javier acabou trilhando seu caminho para ser o primeiro campeão do The Voice, sempre no #TeamAdam.

Luana: Literalmente Javier venceu a temporada aqui. Sem sombra de dúvidas foi a melhor audição da primeira edição do The Voice, ficou nítido como Javier estava anos luz à frente de seus concorrentes, e os mentores, logicamente, perceberam isso também! O resultado não poderia ser mais óbvio: todos os 4 apertaram seus botões (e eu também), yay!

.

Season 2 – Whitney Myer – Team Adam – “No One” by Alicia Keys

Whitney foi a última #4chairs da segunda temporada, e trouxe uma versão diferente de “No One”. Eu, particularmente, adorei o arranjo e alguns grunhidos que ela adicionou à música. Por outro lado, as vezes me pareceu que faltou fôlego para ela. De qualquer forma, a apresentação, mesmo com seus altos e baixos, conseguiu as quatro cadeiras viradas. Infelizmente, Whitney não conseguiu trilhar o caminho de sucesso de Javier no #TeamAdam e foi eliminada já nas batalhas.

Luana: E 8 temporadas depois eu ainda não sei como me sinto quanto às 4 cadeiras viradas pela Whitney (que eu nem lembrava mais que tinha sido #4chairs, haha). Ela começou a música muito bem, mas ao invés de continuar crescendo em sua apresentação, quando as cadeiras começaram a virar, senti que a Whitney começou a errar mais. Inegável que foi uma boa apresentação, mas realmente não sei se foi merecedora das 4 cadeiras.

.

Season 3 – Cassadee Pope – Team Blake – “Torn” by Natalie Imbruglia (Ednaswap Cover)

A menina dos meus olhos foi a última #4chairs da terceira temporada, e trouxe uma audição deliciosa para os ouvidos do público. Cassadee desde sua audição já mostrava o star quality, e a habilidade de dominar o palco. Com atitude e segurança, ele seguiu nas notas altas e nos melismas, se sentindo muito à vontade. Não foi por menos que ela conquistou os quatro mentores e conseguiu brilhar numa temporada cheia de ótimos candidatos (Melanie Martinez e Amanda Brown, por exemplo). Constantemente no #TeamBlake, Cassadee conseguiu alcançar o título de A Voz da temporada.

Luana: Não dá pra dizer que foi uma apresentação vocalmente perfeita, mas pra cada minúsculo erro vocal Cassadee compensou com um show de carisma e desenvoltura no palco. Eu tenho muito amor por essa música e a Cass arrasou demais na sua versão.

.

Season 4 – Ryan Innes – Team Usher – “Gravity” by John Mayer

Uma péssima maneira de terminar os #4chairs da quarta temporada. Ryan tem qualidade, mas é só. Eu quase dormi revendo a audição dele aqui. Nada de muito especial, que mereça tanto alarde para virar 4 cadeiras. Sinceramente: prefiro a audição de Chris Jamison, na sétima temporada, com essa música. Felizmente, Ryan foi eliminado nos Knockouts, por Cáthia, um steal de Usher durante as Battles do #TeamShakira.

Luana: Não lembrava dessa pessoa?! Haha. Confesso que tive que rever a apresentação pra poder me pronunciar, porque realmente não recordava desse cara ou dessa apresentação em geral. Enfim, é né… Temporada à temporada parece que os critérios para virar as 4 cadeiras se tornam mais fáceis e acessíveis, os ouvidos dos mentores ficam mais gentis, aparentemente. Achei uma boa apresentação, porém em minha humilde opinião? Foi bem chatinho e linear, vish.

.

Season 5 – Ashley DuBose – Team Adam – “Diamonds” by Rihanna

Lembro da primeira vez que assisti essa audição. Fiquei pasmo de como essa menina era boa e como ela tinha chance de ser campeã. Eu simplesmente amei tudo o que ela fez. Não encontrei exageros e pouquíssimos erros, principalmente na parte da respiração. No geral, achei que os coaches demoraram pra virar, mas ao menos fomos agraciados com Cee Lo e Xtina dançando em suas respectivas cadeiras. Infelizmente, Ashley se cagou inteira nos Knockouts e acabou sendo eliminada pela futura campeã Tessanne Chin.

Luana: Uma das minhas blinds preferidas da Season 5! O timbre vocal da Ashley sempre me lembrou muito o da Rihanna, e embora “Diamonds” seja uma canção que pode vir a limitar bastante quem a canta, Ashley alongou algumas notas e fez pequenas modificações para mostrar a dinâmica de sua voz que foram bastantes efetivas! Os agudos soam bastante “cortantes”, e foi exatamente o que mais me cativou nessa audição maravilhosa que totalmente mereceu as 4 cadeiras viradas!

.

Season 6 – Kaleigh Glanton – Team Blake – “Have You Ever Seen The Rain” by Creedence

Fofíssima! Kaleigh conseguiu me conquistar com sua versão desse clássico do Creedence. Os falsetes e runs estavam nos lugares corretos e foi bem gostoso de ouvir. Aqui eu destaco seu timbre country que vem forte nos grunhidos que ela solta na primeira metade da música. Uma ótima audição da sexta temporada do programa. Kaleigh acabou não encontrando seu espaço no country #TeamBlake e foi eliminada também nos KOs.

Luana: Mas gente, que saudades da Kaleigh! Lembro que quando vi a songchoice dela na época, pensei “vish, já vem coisa chata”, mas o toque que ela deu na canção realmente me cativou e me fez colocá-la entre minhas preferidas daquela temporada. Tenho muito amor por essa apresentação e concordo 100% com o fato de ter virado as 4 cadeirinhas.

.

Season 7 – Beth Spangler – Team Adam – “Best Thing I Never Had” by Beyoncé

Representando a sétima temporada vem a linda da Beth! Uma audição com um pouco de nervosismo no início, que levou a algumas desafinadas, mas nada que não pudesse ser recuperado depois com uma voz super potente. Beth se jogou de corpo e alma no palco e conseguiu passar a mensagem da música. Gosto muito dessa audição. Beth não conseguiu achar seu lugar no #TeamAdam e acabou parando no #TeamGwen, onde foi eliminada nos KOs por Ryan Sill, se cagando inteiro com uma música de Ne-Yo. Resta lamentarmos.

Luana: Geralmente vozes “estridentes” não me agradam, mas apesar disso, a suavidade na voz da Beth me satisfaz tanto. Assim, não sei se realmente valeu as 4 cadeiras, mas eu pessoalmente, gosto muito dessa apresentação.

.

Season 8 – Jeremy Gaynor – Team Xtina – “Superstar” by Delaney & Bonnie

Jeremy tinha um ótimo perfil para ser vencedor da temporada (ok, nada superaria Sawyer, mas enfim…). Ele trouxe uma apresentação ENCHARCADA de emoção, que conseguiu a atenção de Xtina rapidamente. Acredito que Jeremy apostou nas armas certas e conseguiu fazer uma boa audição. No entanto, bem esquecível. Posteriormente, ele foi eliminado nas Battles, num fracasso total de “Animals”, do Maroon 5.

Luana: Até hoje me pergunto como teria sido a jornada do Jeremy se o pobre não tivesse sido sabotado com a songchoice de sua batalha, ou se os outros mentores tivessem tido um pouco mais de compaixão e o tivessem roubado quando tiveram a chance. Mas enfim, a primeira impressão deixada por Jeremy foi bastante promissora. Eu gostei bastante do que ouvi e comparado com o nível de talento da Season 8… Jeremy merecia ter tido mais oportunidades de mostrar do que era capaz, como fez aqui em sua blind audition.

.

Season 9 – Shelby Brown – Team Adam – “Stars” by Grace Potter and the Nocturnals

A menina dos olhos de Adam, que até ganhou girafas. Com os dois pés atolados no country, Shelby foi a aposta de Adam da temporada. Ele tentou ajudar ela e aprender com ela. Sobre a audição, nem tenho comentários. Acho impecável. Shelby estava calmíssima e dona de sua própria voz. Dominou os agudos como ninguém e não falhou na respiração. Ela chegou até as semi-finais da temporada, e acabou eliminada no episódio do massacre, juntamente com Amy Vachal e Madi Davis.

Luana: Aw, minha audição favorita da Season 9 com folga! Embora Shelby nunca tenho revivido o nível de sua audição ao longo do programa, o seu ponta pé inicial parecia bastante promissor e não poderia ter sido melhor! Olha a segurança dessa menina nos agudos alongados do refrão! Cantar Grace Potter não é pra qualquer um não e muitos já se cagaram bastante ao tentar, mas Shelby (aqui em sua melhor forma) mostrou com quantos paus se faz uma jangada e virou as 4 cadeiras mais do que merecidamente.

.

Estamos chegando ao fim de mais um aquecimento pra décima temporada. Agora faltam pouco mais de 2 semanas, que com certeza passarão voando. Dentro desse meio tempo eu volto com mais um aquecimento pra vocês e ainda trago mais novidades sobre a temporada. Agradecimentos à Luana, que sempre prestativa comenta aqui comigo. Até a próxima!

tumblr_mkhjknoeoB1s2ubp8o1_500

gostou da matéria? deixe um comentário!

Autor

Gerson

Um @gerson incomoda muita gente, um @gersonrealoficial incomoda incomoda incomoda muito mais! É DC, é Marvel, é Netflix, é reality. Se a série for boa, chama no probleminha, bebê!

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries