Posts Populares

The Voice US – S08E15 – The Live Playoffs Part 2

SAMBAAAAAAAAAAAAAAAAAA!

AdamTina

E meu povo, finalmente chegamos nos LIVES PLAYOFFS. Nessa segunda noite tivemos uma aula dos coaches Christina Aguilera e Adam Levine, foi um SAMBAAA no povo da segunda feira que será inesquecível! Com escolhas musicais bem feitas, treinamentos incentivadores e que auxiliaram nas performances dos artistas, vimos um SHOW!  Hoje tenho a companhia de uma diva e um divo comentando as performances: Luana e Nye, com direito a emojis feitos pelo Nye!

A noite foi aberta por uma cantora que admiro e gosto muito Sia.

Porém como percebemos ela vem insistindo nesse visual excêntrico, com uma peruca que cobre o rosto, ela se apresentou no último sábado no The Voice UK dessa mesma forma. Enfim, acho que já deu, mas vamos logo ao que interessa, nossos talentos, a noite foi aberta como Tonya que recebeu o death spot (primeiro candidato a se apresentar).

[TEAM ADAM] Tonya Boyd-Cannon – “Take Me To The Pilot” by Elton John

Tonya é uma vocalista extraordinária, seu poder vocal e incrível, hoje mais uma vez apresentou uma performance sólida, porém pouco marcante, e ainda recebeu o death spot da produção do show, sendo assim, a vida ficou difícil para ela. Além disso, achei ela pouco dinâmica, ela se destaca por ser simpática, ter presença de palco, mas essas características sumiram, ainda acho que sua melhor performance foi sua blind.

Luana: Acho que todos já sabem o destino do death-spot né? Pois bem, não preciso dizer muito… Gostei da apresentação, mas death-spot é fatal.

Nye: canta muito, personalidade e presença de palco incríveis como sempre, mas Tonya entra com muita desvantagem nesses playoffs e tinha que fazer muito mais do que uma performance OK pra se manter. Acho que não veremos ela semana que vem.

11030676_895398350520306_2026548985_o

[TEAM ADAM] Joshua David – “Budapest” by George Ezra

Com uma apresentação extremamente fofa, Joshua ganhou o público que bateu palmas e acompanhou o ritmo do violão, seus vocais estavam brilhando, esse estilo meio folk / meio soul de Joshua vem me conquistando a cada semana, e hoje me apaguei a ele! Não conhecia a música, mas acho que se encaixou perfeitamente em sua voz, e acho que essa parceria entre Adam e Joshua pode gerar ótimos frutos, fiquem de olho em Joshua!

Luana: Me senti nas nuvens durante toda a apresentação. Numa noite de divas, high notes e sambas.. Joshua veio para nos dar um abraço gostoso e um afago no cabelo, foi lindo.

Nye: Que diabos de música é essa do Joshua? Gente como pode subestimar a capacidade desse homem com essa música tão BLEE. Certamente ele poderia ter cantado “atirei o pau no gato” que já tinha uma vaga garantida nos lives e muito provavelmente na final do The Voice, mas por favor, Adam, dê um up ai na songchoice, pois não quero ter que ir ao banheiro tantas vezes.

Joshua

[TEAM XTINA] Sonic – “I’m Going Down” by Mary J. Blige

Era a escolha perfeita para o lindo timbre de Sonic, porém algo deu errado durante toda a performance, no início achei Sonic abaixo do que ela realmente podia fazer, do que vi ela fazer em performances anteriores, achei meio fraco, mas ainda assim muito bom. Com a evolução da performance, outros problemas foram aparecendo, como as vozes de apoio em certos momentos e algumas falhas na transição entre notas mais suaves e notas mais altas no meio da performance. Enfim, Sonic teve problemas, mas ainda assim acho que seu trabalho foi muito bom, muito superior a vários artistas da primeira noite.

Luana: Eu, particularmente adorei a Sonic, mas sinto em dizer que ela não estará no Top 3 da Xtina, too bad.

Nye: a música foi perfeita pra essa rainha só que senti que em alguns momentos ela se perdeu, mas se recuperou rapidamente. Essa mulher é maravilhosa, gente. Espero que tenha uma vaga garantida, pois ainda tem muito a mostrar apesar de ter feito a sua pior performance até o momento.

Sonic

[TEAM ADAM] Brian Johnson – “At This Moment” by Billy Vera

Muitos questionaram o steal de Adam em Brian nos knockouts, mas hoje Brian veio para provar que Adam estava certo. Com vocais seguros, e o objetivo de emocionar, Brian fez a lição de casa, e uma performance correta. O que mais me impressiona é a mudança desse Brian que se apresentou para o Brian que vinha se apresentando, me parecem dois candidatos diferentes e esse desponta para algo muito mais interessante.

Luana: Eu já contava o Brian carta fora de baralho, mas ele veio forte, toda a emoção que pode ter faltado nos nocautes, veio em dobro aqui, pode ser até que leve a terceira vaga no #TeamAdam, negócio é esperar pra ver

Nye: performance perfeita para as tiazonas dos EUA. O Brian tem uma voz encantadora e fez uma apresentação bem consistente e forte, mas acho ele um pouco datado e unidimensional. Vocês conseguem imaginar ele cantando algo mais animado? Aposto que não. Selo fofura pra ele:
Brian

[TEAM XTINA] Kimberly Nichole – “What’s Up?” by 4 Non Blondes

PARAAA TUDOO, QUE FOI PERFEITO! Kimberly o que foi isso MULHER? Selo AMANDA BROWN DE QUALIDADE PARA VOCÊ! Foi perfeito, gente eu amei aquela voz mais estranha que ela fez, os gritos no final, a forma como ela levou a música foi perfeita, enfim Kim RAINHAA! E que parceria será essa entre Kimberly e Christina? Medo do que essas duas ainda vão fazer nessa temporada.

Luana: A melhor apresentação da noite, apenas! Kim veio para derrubar paredes, parar mundos, destruir vidas! No meu Top 3 geral, Kim é o poder!

Nye: Que mulher é essa? Que songchoice perfeita foi essa? Eu estou completamente sem palavras. Simplesmente LACROU e SAMBOU de salto na cara dos haters. Não precisou de exageros e nem de caras e bocas. Uma apresentação fantástica e na medida certa! #BabaPharrell #ChupaLowell.

Kim[TEAM XTINA] Lexi Davila – “All By Myself” by Celine Dion

Com um dos clássicos de reality’s shows, Lexi vinha tentar impressionar em um time de gigantes, a canção escolhida por Christina caiu com uma luva para Lexi, que pode mostrar um lado mais ‘power’ de sua voz, bem diferente de “anything could happen”, eu gostei bastante do resultado final, mas acredito que essa música já está batida demais para reality’s e para me surpreender teria que ter sido algo fantástico, o que não foi.

Luana: Minha princesinha, bebê #AdamTina! Achei a música breguissima, mas adorei a interpretação, mas não acho que irá avançar.

Nye: Lexi fez um milagre com essa música. Sério! A música é bem breguinha e datada, mas ela conseguiu extrair leite de pedra e mostrar que veio pra ficar. Cada performance ela vem melhorando e com a ajuda de Xtina pode chegar muito longe. Será que ela consegue tomar a vaga da Sonic? Não me surpreenderia se isso acontecesse.

Lexi

[TEAM ADAM] Nathan Hérmida – “Chains” by Nick Jonas

Nathan era um dos artistas que eu mais tinha curiosidade de como se sairia ao vivo, quando vi a escolha de música sendo algo de Nick Jonas, imediatamente achei perfeito, mas o que vimos realmente foi uma falta de controle vocal, o apoio de voz as vezes mais alto que Nathan e ele sendo engolido pela música, foi uma performance bem esquecível e a pior dessa segunda noite.

Luana: Segundo Adam uma apresentação vocalmente defeituosa, mas vamos combinar que ele tentou, pena que não foi suficiente.

Nye: quando vi a música escolhida para o Nat já imaginei que isso não daria muito certo. Como é que colocam a música do Nick Dono do Meu Body Jonas pra ser cantada pelo Nathan que não tem o mínimo de presença de palco pra isso? Inclusive prefiro me abster de comentar isso.
Rob

[TEAM XTINA] India Carney – “Hurt” by Christina Aguilera

Uma das performances mais esperadas, India com uma música de Christina Aguilera, séria algo PODEROSO! Nasceu uma DIVÃ! Ela já era na verdade, India apostou em passar a dor que a música trazia e conseguiu, não preciso nem comentar que ela arrasou em vocais, em aspectos técnicos, enfim não vejo defeitos nas performances da India, são tecnicamente muito boas.

Luana: HURT! HURT! HURT! Há 4 anos vejo The Voice, há 4 anos (e 8 temporadas) que penso “ah, alguém deveria cantar Hurt”, até que… Se tornou real! India veio para realizar meu sonho, com uma apresentação pra NINGUÉM botar defeito me deixou bastante orgulhosa! Se essa é a música da minha vida, a interpretação de India me honrará até o fim dos tempos.

Nye: tem como não amar a entrega da India as músicas que canta? A voz dela é maravilhosa e a dor foi bem expressa no palco. Minha única crítica a India é que as apresentações dela estão ficando muito parecidas e sem surpresas. Muito emocionais e essa parte dela a gente já conhece. Quero ver ela fazendo algo mais fighter e menos hurt semana que vem.

India

[TEAM XTINA] Rob Taylor – “Earned It” by The Weekend’s

Em um time de divãs, Rob tenta ser uma arrasadora, em uma música cheia de falsetes que é o que ele mais gosta de fazer, vimos ele se sair bem. Rob nunca foi e nunca estará entre os meus favoritos, por uma questão de estilo musical mesmo, mas ele é bom, e vem crescendo a cada semana, seus vocais cada vez mais claros e controlados, seus falsetes cada mais alongados e afinados, Rob é cantor poderoso e pode surpreender.

Luana:  Bem bom, bem forte, bem potente, ok ok ok… Rob no Top 3 da Xtina e eu nem aí pra ele.

Nye: não adianta, não consigo gostar do Rob. Depois da enorme cagada que ele fez em Animals só consigo enxergar ele uivando feito um cachorrinho quando faz esses gritinhos agudos dele. Chato e brega

Nathan

[TEAM ADAM] Deanna Johnson – “Down to the River to Pray” by Alisson Krauss

E a gospel música apareceu ontem com Koryn, e voltou hoje com Deanna. O que vimos hoje foi bem diferente do seu knockout, com vocais afinados, e segurança no palco, Deanna que estava mais linda do que nunca, soltou a voz com seu timbre singular e conseguiu arrepiar a todos. Foi uma performance linda e tocante, que encerrou com chave de ouro essa noite incrível de playoffs.

Luana: Meu anjo! Nos ensaios Adam disse “You and I, we have a lot to prove”, exatamente o que eu vinha dizendo a semana toda, ela tinha MUITO o que provar. DeAnna vinha lutando contra o nervosismo há tempos, e a técnica de Adam foi divina, palavras dele: “se cantando na igreja você se sente confiante, então vamos trazer a igreja ao The Voice”, e pela primeira vez com VOCAIS PERFEITOS Deanna entregou a apresentação que definiria seu destino, e eu posso dizer com bastante certeza: Se existia alguma dúvida que DeAnna não era digna, ela acabou aqui. Parabéns pro meu amor!

Nye: amo a voz da Deanna. A presença de palco dela melhorou bastante e o nervosismo quase não foi visto. A questão que vou ter que criticar pelo visto em todos do time Adam nesses playoffs é a songchoice. Que diabos de músicas de karaokê são essas???? No caso da Deanna um karaokê gospel. Coloca um country pra essa mulher e compra logo esses americanos!

DeannaAlém das performances SAMBISTAS, tivemos Chris Jamison aparecendo e respondendo algumas perguntas do twitter com seu coach Adam Levine.

Chris Jamison

Amanhã Chris Jamison retorna para cantar ao lado de Wiz Khalifa o hit “See You Again”.

Essa segunda noite foi incrível, o meu ranking pessoal de performances ficaria:

1.Kimberly Nichole

2.India Carney

3.Deanna Johnson

4.Joshua David

5.Brian Johnson

6.Léxi Dávila

7.Sonic

8.Rob Taylor

9.Tonya Boyd-Cannon

10.Nathan Hérmida

Acredito que Deanna e Joshua e India e Kimberly avancem pelos votos do público nos teams Adam e Xtina, respectivamente. Entre os outros três Adam deve optar por Brian, ou talvez Tonya, não vejo ele escolhendo Nathan depois da performance de hoje. Christina tem uma decisão difícil, Rob séria um artista masculino em seu time, Sonic tem um timbre incrível, mas Léxi é sua little divã, enfim algo me diz que ela escolhe Léxi.

Enfim deixem seus palpites nos comentários e opiniões, até a próxima pessoal. E lembrem-se, legendas e todas novidades do The Voice vocês encontram no Grupo Sub Voice, nosso grande parceiro.

gostou da matéria? deixe um comentário!

Lindomar Albuquerque

A indie/gótica do @PanelaDeSéries! Paulista, canceriano, 27 anos de dores na coluna, faço Doutorado em Biotecnologia e vivendo pelo mundo. Me chama para beber @ e vamos falar de série, falar de Imagine Dragons e Lana Del Rey, falar de signos, falar de ciência e xingar os fascistas.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries