Posts Populares

The Voice US – S10E25 – Live Semi Finals Performances

MASSACRE! MASSACRE! ENTRA 8 E SAÍ 4!

Senhoras e Senhores, Reis e Rainhas desse Brasil, hoje temos nossa edição especial da temporada, onde colocamos nossa super produção para trazer uma review histórica e é claro que isso só séria possível graças a Mark Burnett que ama uma emoção e colocou pela segunda vez na história do programa o Massacre, também conhecido como BloodBath Week! Aquela semana onde o filho chora e mãe não entende, seu favorito corre sério risco de ser eliminado, podemos ter eliminações chocantes ou não… tudo dependerá de uma única performance e da paixão de seu público votante.

Bloodbath Week - Horror Movie Cover (Pink as Special Guest) [Capa de Segunda]

Na primeira parte dessa obra dirigida por Mark Burnett com edição de arte e roteiro do Panela de Séries contamos com a presença de uma ilustre convidada, conhecida pelos lacres e por seus clipes performáticos: P!NK!

tumblr_o77hwy4Cdu1r5lqijo1_500

Então sem mais delongas e com comentários do nosso querido e sumido amigo Fernando, da minha advisor Luana e do lacrador do panelas Dam, vamos conhecer um pouco mais dos nossos elenco candidatos do The Voice X. Desejamos uma boa sorte à todos, menos a Paxton porque não somos obrigados e ele nem deveria estar aqui..! #VoltaOwen #VoltaEmily

tumblr_o5tm3iw1mO1r5lqijo4_r1_500

Para serem bem justos e coerentes, Mark Burnett e companhia colocaram a princesinha no Death Spot, pra acabar com qualquer chance de ela ir pra final! =(, vamos ver o que ela aprontou! E confiram nosso card maravilhoso obra da nossa editora de arte visuais Luana Medeiros!

bloodbath - 08 Shalyah Fearing

Shalyah Fearing – “And I’m Telling You I’m Not Going” by Dreamgirls

Lindomar: NBC querida como essa performance não foi no mínimo semi pimp da noite? Deveria ser uma das que fecha a noite! Shalyah sendo subestimada pela produção desse programa e dando na cara dela! Com um lacreeeeeee sem tamanho! Seus vocais brutos e poderosos combinados com uma conexão espetacular fazem dessa seu melhor momento depois de Listen. Eu amei simplesmente tudo, todos os momentos que ela usa a rouquidão, a força e a forma que ela finaliza e domina a música, batendo palmas aqui do outro lado da tela até agora.

Luana: Ok, agora vamos aos fatos… Depois dessa apresentação tivemos PELO menos mais 3 que claramente poderiam ter vindo antes e evitado essa sabotagem. Mas sem choros, vamos ao que interessa. Eu realmente AMEI a entrega da Shalyah, eu acho incrível essa capacidade que ela tem em se conectar com absolutamente tudo que canta, ela sente puro e cru o sentimento das músicas e é sempre muito lindo de se ver. Shay passou por altos e baixos na competição, e creio eu que pra ela acaba amanhã, mas uma coisa é certa: não existiria melhor maneira de fechar sua passagem no programa do que essa. Shalyah foi maravilhosa e eu amei cada segundo dessa apresentação!

Dam: Deixa eu contar uma coisa para vocês, toda bixa que se preze já fez o lençol de vestido e o machucador de alho de microfone só para fazer a sofrida da Jeniffer Hudson e cantar para um boy que nem existia (Pelo menos no meu caso). Eu não ia aceitar nada além de perfeito dessa performance, Shalyah nasceu para essa música e embora ela tenha tido algumas falhas, os falsetes que ela acrescentou na música ficaram bafo, amei.

Fernando: Shala-la-la-la ganhou A MÚSICA que poderia definir sua permanência no programa e a chance de fazer bonito. Mas não fez. Soou bem fora das notas que deveria atingir e usou vibrato a torto e direito, provelmente por nao estar a altura da música. Se ela ahazou um dia em “Broken Wings” e “Listen” (que eu acho superestimado), agora ela deve flopar de vez e sair da competição nesse massacre.

SELO_XTINALACROUVIADA SELO_ADAMZEROUAVIDA SELO_XTINADIVASELO_AdamAfundouMaisQueoTitanic

Na sequência tivemos um dueto que será colocado no final dessa review apenas por uma questão de sequência, sendo assim vamos ao candidato que nem deveria tá aqui! Quase não fizemos o card dele, mas como somos pessoas corretas e imparciais kkkkkkk ! Foquem nas habilidades desta pessoa!

bloodbath - 07 Paxton Ingram

Paxton Ingram – ” I’d Do Anything for Love But I Won’t Do That” by Meatloaf

Lindomar: Quando começou o toque imaginei que fosse algo tipo Glee, mas quando coemcou parecia algo da igreja, enfim, achei essa performance tão bagunçada, tão sem identidade, tão sem graça. Seus vocais não estavam péssimos não, ele usou da melhor maneira que podia, mas Paxton já fez hora extra demais nesse show, sua saída nos playoffs era uma necessidade pra vida. GO HOME PAXTON!

Luana: Primeiramente, ele nem deveria estar aqui. Mas é aquele ditado: vamo fazer o quê? Eu não sei o que comentar aqui… Nem foi tão ruim, mas Paxton simplesmente destoa dos outros artistas, ele não pertence à esse grupo, ele não faz mais parte disso há séculos. Não tem nem como julgar nada do que ele faz, porque ele NÃO ESTÁ MAIS AQUI, meu povo.

Dam: Com essa performance Pepê e Neném (Paxton) conseguiu me fazer sentir como se eu fosse a Whoppi Goldberg em mudança de Hábito, me imaginei até regendo um coral, mas sem a tartaruga ninja cantando é claro, porque Paxton me lembra aquele irmão mais novo bem pentelhudo que você não suporta e sua mãe te obriga a levar ele para rua atrapalhando o Sarra Roça Roça com o boy, assim é ele no The Voice, ninguém suporta mas tem que aguentar porque nao pode fazer nada.

Fernando: Veio de uma boa recuperação depois de um início ‘não devia nem estar aqui querido’. Mas não conseguiu manter o momentum essa vez, e apesar de ter uma ótima música pra voz e estilo dele, não consigo torcer pra que passe adiante nesse matadouro. O arranjo me deixou bem dividido, horas que gostei, horas que não, mas em geral achei que mandar ele embora é o mais sensato.

SELO_AdamAfundouMaisQueoTitanic SELO_MELANIESAIDOTHEVOICE SELO_XTINAJESUSMESALVASELO_PHNAO

Como os produtores tão amando o #TeamAdam nessa temporada, decidiram terminar a sabotagem e colocar todo Team Adam com 2 pessoas para cantar no início, sendo que tem time com 3 candidatos por ai né… super justo.. Enfim, vamos ver o que os paneleiros tem a dizer dessa combinação improvável de Laith + Adele + Guitarra.

bloodbath - 05 Laith Al-Saadi

Laith Al-Saadi – “One and Only” by Adele

Lindomar: Em primeiro lugar P!nk maravilhosa no ensaio, Laith falou que não ia conseguir atingir a nota, ela simplesmente me virá e fala: trava o quadril para segurar a nota, ou seja, se aperta e segura a marimba homem! Sobre a performance acho que Laith quebrou a sequência de crescimento que ele vinha tendo até aqui, era tiro atrás de tiro, e hoje ele decidiu sair de sua zona de conforto pegar algo grandioso e mandar bem, e ele no inicio não estava 100%, para mim ele não estava dando o seu máximo, mas depois do pequeno solo de guitarra, ele voltou a ser o Laith que foi nesses lives, que sem dúvidas foi o candidato mais estável e que entregou grandes performances, hoje foi uma das boas, não foi uauuuu, mas foi bom.

Luana: Laith é, sem dúvidas, um dos artistas mais consistentes da competição (se não O mais). Toda semana ele entrega algo pelo menos acima da média. Hoje, ele quis mostrar que pode SIM sair do Blues e ainda assim conquistar grandes coisas. Foi ousado e escolheu uma música da Adele e absolutamente a tornou sua! Até um jeitinho de encaixar um solo de guitarra ele deu, brilhante. Ele já teve performances mais marcantes, mas hoje ele veio pra mostrar versatilidade e concluiu o objetivo muito bem.

Dam: Aff!  Que decepção senhor Laith, eu estava esperando algo realmente bom quando soube que ele cantaria Adele, mas não foi isso o que aconteceu e Laith não fez nada de diferente do que ele vinha fazendo nos outros lives.

Fernando: Adam recebeu a minha música preferida da Adele, e eu tinha expectativas muito altas com isso. Mas fiquei um pouco frustrado com Laith hoje, achei a performance inferior ao que ele já entregou, principalmente após seu ótimo momento na semana passada. Agora, é torcer pra ele passar por voto do publico, o que deve acontecer pelo save.

SELO_ADAMQUASELASELO_Arrasou_Blake SELO_SHAKASSIMNAODASELO_SOLINEUZAARRUINOUMINHAMUSICA

E depois do susto da semana passada, Alisan tinha que se recuperar e foi buscar forças em um clássico mais calmo, uma performance segura se assim podemos dizer. Será que ela usará seu agudo supersônico? Vamos conferir o que a Queen of Slayage trouxe para o massacre!

bloodbath - 02 Alisan Porter

Alisan Porter – “Desperado” by Eagles

Lindomar: OMG! Que performance linda e tocante que Alisan entregou, bem diferente da semana passada ela focou em construir uma conexão com o público, não foi minha performance favorita dela, mas não tenho nada a criticar, só acho que ela poderia ter buscado algo mais calmo como essa canção, porém mais atual para conseguir mais votos ainda, mas no geral foi uma ótima performance.

Luana: Não preciso nem dizer a diferença que faz quando a Alisan se entrega à canção ser  “over do” cada nota, né? “Desperado” é possivelmente minha apresentação preferida da Alisan depois de “River” e “Let Him Fly”. Quando ela foca na entrega do sentimento o resultado é sempre lindo! Eu amei e tenho certeza que ela acaba se selar sua ida para a finale da melhor forma possível!

Dam: Odeteeeeeeeeee pega a bacia que eu chorei o rio Jordão todinho. Que coisa mais linda de se ver mulher? Porque a senhora fez isso em? To ficando velha já e “Desperada” por um boy não aguento essas músicas mexendo no meu emocional, amei a performance e Alisan é sempre perfeita vocalmente falando então não tem muito o que dizer.

Fernando: Primeiramente, amei as flores, as cores, o palco em geral. Deu uma delicadeza e uma sutileza a essa canção, junto com a voz de Alisan que combinou muito bem. Alisan canta como uma profissional (que de fato ela é), e arrasa toda vez. Sem sair do palco ou fazer piruetas, ela entrega emoção em tudo que faz e fiquei muito feliz com ela nessa performance. Enaltecer Alisan é chover no molhado, por isso vou me resumir a dizer que amei sua performance e torço do fundo do meu coração que ela vença. Nota 10.

SELO_ADAMTAOLINDO SELO_AdamEmocionado SELO_Kimberly_DESTRUIUSELO_OwenCoisaMaisFofa

Se a favorita a vencer cantou, logo na sequência foi a vez do favorito e principal adversário a tirar o primeiro título de Christina Aguilera, o nosso querido PIANISTA.

bloodbath - 01 Adam Wakefield

Adam Wakefield – “I’m Sorry” by Blake Shelton

Lindomar: Essa criatura já bomba nas votações e Blake resolveu apelar em nível master, deu uma canção country dele pro seu pianista e qual era dúvida que não séria bom? Com os vocais bem trabalhados do início ao fim, Adam arrasou na interpretação e mandou melhor que o cantor ORIGINAL DE LONGE! Kkkkk.. Sobre Adam no piano e Blake criticando Laith na guitarra.. bem coerente neh? E olha que Adam queria sair do piano, mas foi proibido pelo seu coach, o pianista do The Voice não deve ser lá grande coisa pelo jeito.

Luana: Eu interpreto o título da canção do Adam como ele se desculpando por não saber mais andar. Meu povo, isso já tá ficando ridículo! O Blake teve a ousadia de dizer que o Laith “se escondia” na guitarra às vezes, numa música do B.B. King, depois ele chega e quando o Adam FINALMENTE decide sair do piano, ele manda o cara voltar?! Olhe, tô bem sem paciência pra tanta merda. A apresentação em si foi linda, Adam arrasou em cada verso e fez uma versão 100x melhor que a original (que é do Blake). Mas não consigo superar o fato desta pessoa não sair do piano, por mais que eu o ame, não dá mais.

Dam: Gente foi frustrante esse programa hoje, como é que com 8 performances não houve uma memorável ainda? Adam fez o mais do mesmo, nada que o tirasse da sua zona de conforto o que me incomoda  um pouco.

Fernando: Vamos tirar o grande elefante branco da sala e assumir: Adam vai ganhar essa porra toda. O cara canta muito bem, toda vez faz uma performance arrasadora e tem muito apoio do clube. Alem disso tem um coach estrategista e apelão que sabe o que faz, joga na zona de segurança e ganha votos como nenhum. Vai ser season 7 de novo, Alisan merece vencer mas Team Blake vai passar na frente e levar e nem podemos questionar porque Adam é muito bom. Sobre hoje, melhor da noite.

SELO_GLORIANSOUCAPAZ SELO_ShakChatiada SELO_XTINAOKNEXTSELO_Arrasou_Blake

Agora a mistura de Alexandre Pires e Drake vinha lutar por uma vaga na final, e Bryan apelou mais que qualquer outro candidato nesse massacre, ele escolheu uma música poderosa, um hino e teria que ser muito melhor do que ele é pra dar conta do recado e dessa vez o lado caliente ficaria de lado… vamos ver qual foi o tamanho dessa cagada.

03 Bryan Bautista

Bryan Bautista – “Hurt” by Christina Aguilera

Lindomar: Olha eu tava pronto pra criticar, ai vi muita gente elogiando, e juro pra vocês que revi, revi e revi e que a cada vez que revi gostei menos. Achei a conexão com a música porca, é uma música sobre dor, e a pessoa em pequenos momentos tava sorrindo, queria morrer vendo isso. Confesso que no inicio da música não tava tão ruim, mas quando chegou no refrão… o grande destaque ficou por conta dele fingir tocar o piano no início, amigoo se tem o melhor pianista do programa ai do seu lado, chama o Adam Wakefield pra te ensinar a tocar piano! Hahahaa! Fiquei imaginando o tempo todo uma versão babada de Shalyah com Hurt.

Luana: O QUE FOI ISSO?! Não, não, não, não, não. Essa música é preciosa demais pra ser tratada desse jeito. Sabem aquela expressão “querer calçar sapatos maiores que os pés”? Eis aqui a versão concreta dela. “Hurt” é minha música preferida da Christina, e depois da India ter cantado, eu percebi que não adianta, só vai funcionar com a Christina. E a versão do Bryan beirou o vergonhoso. E MINHA GENTE, O QUE FOI ELE FINGINDO TOCAR PIANO NO COMEÇO? LMAO, que vergonha alheia, meu pai. Não deu gente, não deu. Bryan é lindo, mas forçou a barra forte demais, bixa seja menas.

Dam: Vou pedir a maçã envenenada da Branca de Neve emprestada porque Depois disso a única coisa que vem em minha cabeça é morte. Foi terrível, péssimo, será que ele não sabe que querer cantar música da Xtina é a mesma coisa de querer recussitar depois do terceiro dia? Ou seja, isso é impossível.

Fernando: Xtina achou uma ótima saida para Bryan, dando músicas de diva e fazendo nosso Alexandre Pires chorar no palco. Chegou perto de fazer um “1+1” de novo e acho que ele deveria seguir na competição pela sua incrível trajetória no programa, devido a sua consistência e evolução, e principalmente por sua diversidade. Me incomoda Xtina NOVAMENTE dar essa música pra um act seu, mas né… Dentre as opções, gosto de sonhar que Xtina com um unico artista na final tem mais chancer de vencer Adam, então egoistamente serei obrigado a torcer contra Bryan dessa vez, mesmo que ele tenha provado que não merece sair essa noite

SELO_ADAMOLHAAMERDA SELO_AdamNaoAcordeiPraIsso SELO_RangerRosaToAgoniadaSELO_RIRILacrou

Chegando quase no final, chegou o momento da Barrett Baber 2.0 se apresentar. SIM, é aquela candidata country que vai passar pra final diretamente sem merecer de fato passar!

bloodbath - 06 Mary Sarah

Mary Sarah – “I Told You So” by Randi Travis feat. Carrie Underwood

Lindomar: Que agonia dessa mulher respirando no microfone, ela precisa aprender a diminuir o efeito disso em suas performances pra ontem. Achei a música bem chatinha e tudo muito cafona, o que era aqueles pedaços de lençol voando? A garota ficou escondida a performance inteira. Mas não posso negar que os countries devem ter amadoooo, porque eu odiei, é um termômetro que tenho! Kkkk  Pra não falar que não elogiei ela, ela pareceu conectada com o que cantava. Saudades Johnny and June, única performance que gostei da Maria até hoje.

Luana: Não há dúvidas que Mary acaba de garantir sua passagem direta para à finale. Mas eu continuo achando que ela não teve uma trajetória merecedora. Não acho que seja extremamente injusta, mas tanto Hannah, quanto Laith foram mais consistentes e bem menos lineares (apesar das songchoices zZzZz da Hannah). Mary veio toda debutante barbiezinha, esvoaçante nos lençóis lilás, bem novela das 6, bem countryzinha de Jesus, bem do jeitinho que a América ama. Vocalmente, extremamente consistente, mas sem grandes desafios.

Dam: Ai gente, não sei se é a Mary que é cafona ou se eu que sou um moraguinho do nordeste, mas eu amei essa performance, achei tão sertaneja e Mary fez um trabalho excelente, tirando aquelas cortinas feitas de Carmen o resto Ta tudo certo.

Fernando: Mary teve uma trajetória em forma de U no programa: começou lá em cima, foi caindo e caindo e agora está se recuperando e entregando ótimos momentos semana após semana. Achei que cantando essa música ela entregou uma performance ao nível de “Johnny and June” (sua melhor interpretação), e que ela tem chances reais de chegar na final. Go Mary!

SELO_XTINAXOCOUNTRY SELO_XTINAFOFO SELO_XTINAISSOAISELO_GwenAMEI

Finalizando a noite, nossa amada rainha dona do melhor playoff da temporada, Hannah Huston, que vem lançando moda com seus macacões, mas que hoje decidiu abandonar eles.

bloodbath - 04 Hannah Huston

Hannah Huston – “When a Man Loves a Woman” by Percy Sledge

Lindomar: Com um clássico romântico poderoso, Hannah apostou todas as suas armas em um ingresso para a final. E ela brilhou, eu diria que durante toda a performance ela ficou na nota 9, faltando pouco pro 10, e foi assim a performance inteira, mantendo em alto nível, usando a aspereza de sua voz, a presença de palco, adoreiii, queria Hannah com algo atual e que não tivesse sido marcado por algum outro participante do programa, mas ela arrasou então tá valendo.

Luana: Eu não aguento mais as velharias? Não. Posso reclamar de hoje? Não. Apesar da songchoice DATADÍSSIMA, Hannah encontrou uma forma de arrasar! Um detalhe que me deixou intrigada foi que pela primeira vez eu vi Hannah ter que gritar pra “alcançar” uma nota, e tenho certeza que não será punida por isso, mas… Se fosse a Alisan, não passaria despercebido jamais, não é mesmo?! Enfim… O fato é que eu devo estar procurando cabelo em ovo, porque não tem COMO dizer que essa apresentação de Hannah foi digníssima e ela escolheu o momento certo para ter “seu momento”!

Dam: Para ser sincero eu achei que não iria curtir a performance de Hannah, mas foi totalmente ao contrario, eu amei, achei a performance bem executada e sem contar que aqueles rasgados que ela tem na voz corta o meu coração e me da uma impressão de desespero que só ela consegue transmitir.

Fernando: O começo foi pra deixar todo mundo com o coração na mão. Mas a voz de Hannah me soou um pouco estridente em alguns momentos, apesar dos growlings dela (que eu senti falta nas performances anteriores) voltaram para nossa satisfação. E depois de 3 semanas impecáveis, tenho a satisfação de dizer que Hannah merece e deve estar na final. A performance dela teve entrega, energia, envolvimento, conexão. Um pacote completo. (E ela estava linda ajoelhada naquele palco que era literalmente um tesão).

SELO_choque_de_destruicaoSELO_ItsHappeningGwen SELO_AdamAMEISELO_SHAKAMOSOU

DUETOS

Para preencher o horário, a produção resolveu voltar com uma prática antiga do show, os famosos duetos! ♥ Tivemos grandes duetos nesse programa, quem acompanha desde as season mais antigas, jamais deve ter esquecido de Caroline Pennel e Tessanne Chin lacrando com “Royals”…

 Tessanne Chin & Caroline Pennel – “Royals” by Lorde
Coloquei o vídeo pra trazer cultura de ótima qualidade pra todos vocês! Agora falando dos duetos de hoje acabou-se que não tivemos nenhum dueto tão espetacular assim. A primeira dupla a se apresentar curiosamente foram os dois favoritos da temporada, Alisan e Adam se uniram para cantar um clássico country.
Adam Wakefield & Alisan Porter – “Angel From Montgomery” by Bonnie Raitt and John Prine

Que dupla mais chatinha neh? Os dois lacradores cantando essa música country toda calminha, até que ficou bom, a divisão dos vocais ficou legal, mas sei lá, senti falta de uma química entre ambos, não foi a melhor dupla entre os duetos, mas foi uma boa performance.

Bryan Bautista & Mary Sarah – “Break Free” by Ariana Grande

Os opostos juntos, Bryan do R&B, Mary Sarah do country unidos pra cantar uma música pop super acelerada, a combinação e a música eram super improváveis e aconteceu, no geral foi entre os quatro duetos o mais fraco, Bryan ficou super apagado, Mary Sarah até deu conta da música e mandou bem no geral.

Laith Al Saadi & Hannah Huston – “Knock On Wood” by Motown

Melhor dueto da noite, foi o lacree, Laith e Hannah arrasaram do início ao fim. Em termos de interação os dois lacraram e mandaram super bem, foi uma bela performance! Os vocais ásperos de Hannah com os vocais roucos e poderosos de Laith, só sei que AMEI!

Paxton Ingram & Shalyah Fearing – “Masterpiece” by Jessie J

Coitada de Shalyah… alguém tinha que cantar com Paxton não é mesmo? Colocaram Shalyah e foi um arraso dado o limite vocal de Paxton e os seus problemas com respiração, Shalyah segurou toda marimba, lacrou do início ao fim, segurou as notas e arrasou!

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Primeira noite das semifinais, e os destaques ficam por conta das performances individuais de Shalyah, Hannah, Alisan e Adam. Laith acabou desapontando um pouco em plena semifinal, apesar não ter sido uauuu, Mary Sarah deve ser bem votada e pode ficar com uma vaga direta que seria bem injusto. Paxton graças a deus não foi de gospel card e suas chances são mínimas.

P!nk arrasou como advisor, deu dicas valiosas para a maioria dos candidatos e ainda gerou aquela torta de climão ao dividir a mesma sala que Christina Aguilera após anos e muitas tretas envolvidas. Amanhã voltamos com a segunda parte da nossa review e com as lágrimas do público acompanhadas de resultados que esperam que sejam positivos!

A pergunta que fica é: quem serão os nomes riscados da nossa lista?

The List

 

Agradecimento em especial a Luana Medeiros por todos os cards e artes contidas nessa review, essa mulher é demais! Consegue por qualquer coisa que você pensar em algo sensacional! Deixo esse gif pra você em forma de agradecimento, Lu!

adam_levine_the_voice_gif

Por hoje é isso pessoal! Sobre quem avança? Vamos esperar a review de amanhã com resultados e itunes e tudo mais, mas acho que eu pelo menos não irei ficar feliz com os resultados!

E não se esqueçam do nosso parceiro Grupo Sub Voice que disponibiliza legendas e músicas dos episódios para todos.

Venha ser um Paneleiro! Clique AQUI pra saber participar da nossa seleção. Vocês terão até o dia 12/06. Aguardamos vocês!

gostou da matéria? deixe um comentário!

Lindomar Albuquerque

Amado por 30 milhões de Brasileiros! Paulista, Canceriano, 25 anos, Químico e atualmente faço Doutorado em Biotecnologia e Polímeros. Me achou nerd neh? Sou mesmo! Amo uma boa banda alternativa/indie, fã número 1 de Imagine Dragons e adoro perder um bom final de semana maratonando séries! P.S. Sou bêbado também gente, me chama para uma cerveja e para falar de série!

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries