Posts Populares

The Voice US – S11E13 – The Knockouts, Part 2

This is my fight song…

Para quem não conferiu nossa cobertura da primeira noite de Knockouts pode clicar AQUI e ver tudo que rolou. Os KOs de ontem foram tombantes para alguns favoritos do público, vimos candidatos como Dave Moisan definhar no palco e ir embora, outras como Lauren Diaz que mandou muito bem e merecia um STEAL sair sem nada, e vimos candidatos firmarem seu favoritismo na competição como Wé e Sundance que fizeram performances espetaculares.

Falando de performances espetaculares resolvi lembrar o melhor pareamento de KOs já feito na história desse programa foi na season 5 (aka melhor season) quando pelo TeamXtina tivemos o embate entre Matthew Schuler e Will Champlin. De início Matthew era um dos front runners da temporada, chegava com todo favoritismo e pegou um dos hinos da Florence & The Machine (Cosmic Love) e transformou em algo espetacular, confesso que gosto até um pouquinho mais que o original, ele colocou explosão, impacto e força em diversos momentos que não existiam antes, arrasou. Sendo assim tudo parecia acabado para o pobre Will Champlin, ele tinha acabado de ser roubado por Xtina, e encarava o piro adversário que poderia encarar, mas ele não se intimidou, pegou uma música difícil (When I Was Your Man by Bruno Mars), caprichou nos vocais, nas notas  e na emoção, comoveu a todos e usou uma certa rouquidão em algumas notas que ninguém nunca tinha percebido, ficou espetacular da mesma forma! Foi tão fodaa esse KO, lembro até hoje, Matthew venceu e Will acabou com justiça sendo roubado por Adam Levine. Você pode conferir esse KOs clicando AQUI.

Mas chega de falar de performances de outras temporadas, vamos falar da segunda noite de KOs que teve mais um dos favoritos das audições entrando no jogo, vamos descobrir o que rolou? Hoje os coments ficam por conta das minhas princesas, uma do Hellcife e que sempre tá aqui fazendo as artes para as reviews do The Voice: Luanaaaa e uma carioca arretada que sempre tá arrasando nas reviews de TVD, TO, SPN, Arrow e OUAT entre outras: Carol.

tumblr_ofjj8ppcq71r5lqijo1_500

Vem gente, Adam tá arrasando com a bolsinha da Miley e tá chamando vcs pra ler nossa review!

#TEAMBLAKE

 Courtney Harell – “River Deep, Mountaing High” by Tina Turner vs Bindi Liebowitz – ” Son Of a Preacher Man” by  Dusty Springfield

Lindomar: Olha eu acho Courtney tão genérica, tão sem sal, tão sem nada. Sua música hoje permitia a ela mostrar um lado mais teatral e explosivo e ela tentou colocar isso de forma a favorecer seu timbre. Ela tentou dominar a música, mas faltou voz para dominar, ficou bem ok, como se sempre faltasse algo, no final a mulher soltou o berreiro, mas achei bem desagradável para ser sincero. Acho que faltou clareza nos vocais, na precisão das notas e até no alcance em diversos momentos.

Princesa do HellCife Luana: Courtney pode até cantar horrores, mas eu detesto os gritos dela. Provavelmente, essa foi a sua melhor apresentação até aqui, mas ainda assim, não há nada que me faça engolir o registro alto dessa mulher, é estridente demais. A songchoice em si não me agradou, mas Courtney fez o suficiente para ser aceitável vencer a Bindi (lágrimas).

Princesa Carioca Carol: Pra falar a verdade, achei a apresentação de Courtney beeeem exagerada, forçando os high note, não me cativou em nenhum momento, mas foi o suficiente para encantar Alicia e ela ser a escolhida. Acho a voz e o timbre de Courtney um pouco “comuns”, digamos assim. Não vejo ela durando muito no programa.

Lindomar: Olhaa jurei que Bindi ia pegar uma song de Rihanna bem babado, mas a bixa resolveu ser conceitual. E sinceramente não funcionou, foi a escolha errada para os KOs, a música era extremamente linear e apesar de destacar seu lindo timbre e permitir a ela colocar um certo gingado na performance, foi bem apagado e fraco.

Princesa do HellCife Luana: Oh Bindi, eu aqui te esperando cantar Rihanna e tu me vem com essa música, mulher? Ow não. Apesar de eu ter curtido a atitude e os “growls” da Bindi, não foi uma boa apresentação. Bindi teve vários problemas de afinação que ficaram bem evidentes, infelizmente!

Princesa Carioca Carol: Eu gostei muito de Bindi na sua blind, mas… foi só. Tanto na battle quanto nos knockouts achei ela bem OK. Achei legal e só. Gosto do timbre de voz dela, mas senti que ela podia ter dado muito mais e nivelou por baixo, não me senti envolvida na música como são naquelas apresentações dignas de vitória. É uma pena perdê-la, mas não posso dizer que foi injusto.

VENCEDOR: COURTNEY HARELL / ELIMINADA: BINDI LIEBOWITZ

Luvas-KO-1x1

Bindi é um diamante bruto que precisava ser trabalhado, tem um timbre maravilhoso, mas fica devendo no aspecto song choice, iria com ela pelo potencial que ela tem na competição. Courtney é extremamente limitada e não deve ir muito longe. Mas não condeno a escolha de Blake, Bindi era Steal e ele já tinha um grande apego a Courtney.

#TEAMADAM

Ponciano Seaone – “I See Fire” by Ed Sheeran vs Billy Gilman – “Fight Song” by Rachel Platten

Lindomar: Ponciano sempre mostrou muito talento, escolheu as canções certas e fez boas performances, nesta noite ele decidiu ir com “I See Fire” e mandou razoavelmente bem, ele teve pequenas falhas em alguns momentos, não mostrou tanto impacto assim e ainda na maioria do tempo ele não me soou conectado com a song, ele acabou deixando tudo ainda mais fácil para Billy.

Princesa do HellCife Luana: Claramente Ponciano ficou chateado de ter cantado Ed Sheeran nas battles e ter sido combado e só pra ser afoito veio de Ed Sheeran de novo e esbravejou “QUERO VER ME COMBAR CONTRA O FAVORITINHO DO ADAM AGORA, SEUS FDP” -nnn (uma história fictícia, mas que daria bom pra TV, daria sim, haha). Ponci – como os paneleiros carinhosamente apelidaram-no – foi ótimo, mostrou conexão com a música, tocou seu violão maroto e teve vocais decentes, mas também não teve aquele momento da explosão.

Princesa Carioca Carol: Que delicinha essa apresentação de Ponciano, eu realmente adorei e lamentei muito não ter rolado um steal para ele. Ponciano sempre foi um dos meus favoritos do Team Adam, mas já sabia que ele não ia durar muito, triste fim. Mas, eu deliciei muito com a voz suave dele, o ambiente gostoso que ele refletiu através da apresentação e se não fosse contra Billy, eu facilmente escolheria ele para ficar.

Lindomar: Amei, Amei e Amei! Billy não me decepcionou, estava conectado e imerso na canção, caprichou nos vocais e na presença de palco. Gostei quando ele subiu o tom e se arriscou um pouco mais, mas ele arrasou! Aquela nota que ele encaixou foi lindoo demais! Billy tem algo dentro de si que é muito especial e sempre me cativa como poucos candidatos conseguiram na história desse programa.

Princesa do HellCife Luana: Minha maior preocupação com essa songchoice era o fato de não conseguir enxergar nela um momento propício para encaixar uma glory note ou algo do tipo, o compasso da música limita um pouco. Mas Billy foi muito inteligente, e pela primeira vez, eu senti cada palavra que ele cantou e essa foi REALMENTE sua música de batalha. Billy luta por sua segunda chance e hoje eu só pude ver de forma ainda mais clara como isso é importantíssimo para ele! Eu amei a apresentação e fiquei surpresa por ele ter encontrado uma forma de encaixar uma glory note, foi a cereja no topo do cupcake! Billy, te amo e tô comprando esse estúdio porque essa música é amor demais!

Princesa Carioca Carol: OH MEU DEUS! Sério, gente… AMEI AMEI AMEI! Desde a blind de Billy, vi muita gente amando ele (principalmente meus migos paneleiros) e eu sempre achei ele muito bom, mas nunca aquilo tudo. Mas, hoje ele mostrou porque é frontrunner do Team Adam. Que apresentação maravilhosa! Foi crescendo ao longo da música, afinação perfeita, sentindo cada verso que cantava. Olha… tô apaixonada e é isso.

VENCEDOR: BILLY GILMAN / ELIMINADO: PONCIANO SEAONE

Luvas-KO-3x0

Decisão de Adam Levine era bem óbvia, levou seu front runner e até agora meu favorito nesta temporada, Ponciano poderia ter sido STEAL de alguém, aquele Steal de Blake em Jason ontem poderia ter sido usado aqui com facilidade, uma pena ver ele indo embora tão cedo.

#TEAMALICIA

Belle Jewel – “Don’t Dream It’s Over” by Crowded House vs Christina Cuevas – “Superstar” by The Carpenters  

Lindomar: Eu AMOOOOOO essa música! Esse ano teve uma versão delicinha de Ronan Keating e Tash Lockhart, mas que foi facilmente superada por essa de Belle Jewel. Abusando da fofura, de vocais controlados e conexão, Belle Jewel fez o que pode para conquistar a América, ela finalmente teve uma performance sendo exibida pela produção do show.

Princesa do HellCife Luana: BEM VINDA AO THE VOICE, BELLE! Finalmente pude ver minha Melanie 2.0, linda! E vamos aos fatos… Então era assim que a performance do save da Madi iria ser se ela não tivesse desmoronado ao vivo? Porque olha, ULTRA Madi Davis vibes nessa voz, haha! E não tô reclamando não, Belle é muito especial e graças a Deus vamos vê-la por pelo menos mais um round!

Princesa Carioca Carol: Uma apresentação simples, sem exagero nenhum e extremamente cativante. É assim que resumo esse knockout de Belle. Como não tínhamos visto nada direito de Belle (por conta dos combos) me surpreendi positivamente com a menina, foi uma apresentação que me colocou num estado de espírito levíssimo, adorei!

Lindomar: Porra fui pisado, eu já tinha vindo preparado pra criticar ele, mas ele pisou em mim, entregou talvez a performance mais emocional e passional desses KOs, abusou dos vocais, da entrega e da emoção, foi brilhante. Eu tinha amado Belle e também amei Christian, to bem indeciso.

Princesa do HellCife Luana: Ai Jesus, Damien 2.0 vs Melanie 2.0. Christian vem provando que vai ser aquele act que canta esses bregão toda semana e vai bem longe (bem longe mesmo, tipo… Final). Embora ele tenha sido ótimo, eu não consigo enxergar nada de especial em seus vocais. Ele é perfeito, não comete erros, tem boa conexão… Mas temos esses vocalistas em toda santa temporada, sem brincadeira. Já espero a fase que ele vai cantar Phill Collins, porque pelo menos vai ser interessante por meu paizinho amar Phill e eu acabar indo na onda, hahaha.

Princesa Carioca Carol: Que voz! Desde o primeiro momento das blinds, eu adorei Christian e o que mais me prendeu nele foi a emoção que ele transmite cantando, a música te toca de uma forma que só um intérprete muito bom para ter essa capacidade. AMEI a apresentação dele e, na minha opinião, ele só vem melhorando.

VENCEDOR: CHRISTIAN CUEVAS / STEAL: BELLE JEWEL (MILEY)

Luvas-KO-2x2

Essa decisão para mim foi a mais difícil, de um lado um excelente vocalista, capaz de emocionar e se entregar e do outro uma artista original, cheia de graciosidade, singularidades e tão suave, a decisão era hard, para vcs terem ideia Luana preferiu Belle, Carol preferiu Christian e eu decidi ficar em cima do muro e dar uma luva para cada! HAHAHA Depois de muito refletir eu iria com Belle Jewel pensando na sequencia da competição, mas não achei nada injusta a decisão de Alicia por levar Christian, ao menos Miley Cyrus fez o melhor STEAL da temporada até aqui, salvando nossa querida Belle que finalmente teve a chance de mostrar seu talento.

COMENTÁRIOS FINAIS

Acho que os pareamentos deixados para hoje fizeram com que o episódio fluísse melhor do que ontem, foi mais dinâmico e leve. Os times por enquanto estão assim…

#TeamADAM: Billy Gilman, Josh Gallagher (S), Riley Elmore e Simone Gundy.

#TeamALICIA: Christian Cuevas, Kylie Rothfield e Wé McDonald.

#TeamBLAKE: Courtney Harell, Jason Warrior (S) e Sundance Head. 

#TeamMILEY: Ali Cadwell e Belle Jewel (S).

Até o momento os times estão bem zzzzZzzz, no #TeamAdam temos Billy, no #TeamAlicia temos Wé e talvez Christian desponte, no #TeamBlake temos Sundance (que é um perigoo ) e no #TeamMiley o que mais gosto até então pensando como um time temos Belle e Ali <3 . Na próxima semana temos o último episódio de Knockouts com os seguintes pareamentos…

#TeamADAM – Nolan Neal vs Brendan Fletcher

#TeamALICIA – Michael Sanchez vs Sa’Rayah

#TeamBLAKE – Austin Allsup vs Gabe Broussard 

#TeamBlake – Dana Harper vs Karlee Metger

#TeamMiley – Darby Walker vs Maye Thomas

#TeamMiley – Aaron Gibson vs Josh Halverson

#TeamMiley – Sophia Urista vs Josette Dias

Sabendo que a NBC exibe 6 KOs, está bem na cara que 1 dos pares de Miley Cyrus deve ir pro maldito combo, e tudo indica que deve ser minha little india favorita Darby Walker! =(

Já ia esquecendo, se vocês quiserem assistir os episódios legendados ou baixar alguma das músicas que tocou no programa, basta acessar a página do nosso parceiro Grupo SubVoice, clicando AQUI.

gostou da matéria? deixe um comentário!

Lindomar Albuquerque

A indie/gótica do @PanelaDeSéries! Paulista, canceriano, 27 anos de dores na coluna, faço Doutorado em Biotecnologia e vivendo pelo mundo. Me chama para beber @ e vamos falar de série, falar de Imagine Dragons e Lana Del Rey, falar de signos, falar de ciência e xingar os fascistas.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries