Chegamos ao Top 12, a primeira semana de Live Shows!

É Top 12 minha gente, e cá estou eu de volta depois dessa overdose de Lindomar (nada contra, amigo) HAHAHAHA. Vocês já têm seus favoritos? Seus odiados? Pois eu sigo na Máfia Country e já torço pra 4 countries/ex-countries: Billy e Josh, do Team Adam; Sundance, do Team Blake; e Darby, do Team Miley! AMO!

A novidade dessa temporada é que já temos um Key Advisor nessa etapa, que é Garth Brooks, mito do country! Amo esses country fofo dominando o programa! Foi Tim e Faith, agora Garth. ENFIA MAIS QUE TÁ POUCO! Além disso, todos os métodos de votação já estão abertos no início do programa, então a pessoa que vai no começo do programa não tem mais a desvantagem do iTunes, já que as compras só valiam após o programa terminar.

Aqui no Panela de Séries a novidade é outra: agora vamos fazer as reviews por episódios e não por semana (que acumulávamos o episódio de apresentações e de resultados). Espero que vocês curtam. Na review de hoje o Lucas e a Clarice vão estar babando o ovo de Brendan me ajudando nos comentários. Então vamos lá!

[TEAM BLAKE] Sundance Head – “My Church” by Maren Morris

Gerson: Olha! Sundance abrindo o programa com essa songchoice foi surpresa pura! Primeiro, porque Sundance é frontrunner e ver os favoritos no death spot não é tão comum assim. Segundo, porque essa música é cantada por uma mulher, originalmente, e vê-la sendo cantada por um homem foi uma grata surpresa. Sundance deu um ar de country mais clássico pra música, principalmente com a rispidez da sua voz. Adorei como ele se entregou e arrasou!

Clarice: Fiquei receosa quando vi que a música de Sundance era a mesma que Mary Sarah cantou temporada passada… e não é que foi bom! Adoro os rosnados dele, voz dele é incrível e achei Sundance bem mais solto no palco. Ele com certeza vai longe na competição…

Lucas: Adoreeei o começo. Daí pra frente, Sundance continuou arrasando, muito seguro e muito bem vocalmente. A música não era tediosa e Sundance também a deixou bem dinâmica. Achei o máximo como ele se esforçou para evoluir. Muito bom quando saiu do pedestal e interagiu mais com o público. Esse homem é um arraso.

selo_tvus_140_adam_arrasou SELO_TVUS_084_Adam_MandouBem SELO_TVUS_064_Adam_MTOBOM

[TEAM MILEY] Darby Walker – “Ruby Tuesday” by The Rolling Stones

Gerson: Meu Deus! É uma ninfa! Que coisa mais fofa e maravilhosa! Darby lindíssima! Até gostei da songchoice, achei que Darby se jogou, se conectou e fez o que pôde com a música. Algumas partes me incomodaram um pouco, mas no geral foi lindo e vocalmente bem legal. Espero algo mais mágico pra Darby, nas próximas semanas.

Clarice: Darby parecia ter saído de um jardim de tanta florzinhas e como estava lindo. Mantenho minha reclamação a Miley por não dar a ela músicas mais atuais, tentar entender sua artista. Sobre hoje, sem dúvidas melhor do que semana passada (até porque não dava pra ser pior, né?!), mas não consegui curtir a performance o tempo todo. Tinha algo me incomodando, vibrato dela não esteve bom na música… enfim, ainda to esperando ela repetindo o bom nível de sua blind.

Lucas: Primeiramente quero dizer que adorei a escolha musical da Miley. A Darby estava extremamente linda, o palco estava a seu favor e para a performance ficar maravilhosa faltaram alguns detalhes. A voz da Darby estava bem trêmula em alguns momentos e isso atrapalhou um pouco sua performance vocal. O refrão ficou lindo e ela segurou as pontas. Essa performance foi um pouco diferente, com menos vícios vocais do que a Darby costuma trazer. No geral, mandou bem.

SELO_TVUS_043_Pharrell_SENHORAFOFA SELO_TVUS_007_OwenD_CoisaMaisFofa SELO_TVUS_060_Adam_TAOLINDO

[TEAM ALICIA] Christian Cuevas – “The Scientist” by Coldplay

Gerson: Eita menino, que songchoice linda pra se dedicar pra namorada! Que Christian é capaz de transbordar emoção quando canta, isso é inegável. Hoje foi mais do que sempre vemos dele: apresentação cheia de emoção e poder vocal. Achei OK, nada de surpreendente, e acho que foi por culpa do arranjo e das inflexões que ele tentou fazer. Podia ter sido melhor…

Clarice: Ouvi a preview do Christian hoje mais cedo e gostei bastante, criei expectativas e depois ao vivo foi nem metade do que eu esperava. Teve alguns exageros, algumas derrapadas, algumas partes que a escolha dele não me agradou… e só sei que não sei o que sentir. hahahaha

Lucas: The Scientist é uma das minhas músicas favoritas da minha banda favorita. Christian fugiu de muitas coisas da música original e isso me agradou, porque quando se pega um clássico lindo desse tamanho é necessário que imprima sua identidade na performance. Vocalmente foi ótimo. Ele soube ser suave, colocar seu soul na música e na hora de crescer e atingir as notas que precisava, ele foi muito bem, como sempre. Apesar disso, me incomodou perceber que ele estava super conectado com a música, mas na hora que saiu do pedestal ficou meio perdido. Também houve um errinho no final da performance, mas nada que comprometesse.

SELO_TVUS_031_Xtina_FOFO SELO_AllReality_015_Gloria_NãoSouCapazDeOpinar SELO_TVUS_065_Adam_MELHORDOQEUESPERAVA

[TEAM ALICIA] Sa’Rayah – “Livin’ On A Prayer” by Bon Jovi

Gerson: Que escolha musical inusitada! Quem diria que Sa’Rayah viria de rock né hahaha Bom, apesar da atitude e da empolgação dela (adorei as dancinhas hahahaha), achei que ela ficou buscando momentos da música pra soltar os agudos, e isso tirava ela um pouco do ritmo. Depois do refrão os gritos ficaram exagerados e aí se perdeu total. Não foi um desastre total, mas não foi bom não.

Clarice: Eu sou uma grande fã do Bon Jovi, então já dá pra imaginar quão receosa fiquei ao ver a música que Sa’Rayah iria cantar. Quando ela começou, até que curti… ela estava controlada, dosando as notas. Ao chegar no refrão, tudo desandou. Quando ela se juntou as backing vocals, ela parecia ansiosa pra gritar, e foi aí que a gritadeira surgiu. Mas não satisfeita com isso, na subida da música, que veio com um pulinho patético no palco, ela conseguiu gritar mais ainda. Ai gente, I can’t! kkkkkk

Lucas: Olha, me incomodei bastante com o arranjo da música nessa performance. Sarayah consegue atingir notas altas, mas parece que não sabe lidar com sua voz. Desde o começo tive a impressão que ela queria encaixar um “grito”, e quando ela teve oportunidade, se soltou até demais e acabou pecando pelo exagero. Ela esteve bem no palco e não deslizou vocalmente, apesar dos corriqueiros exageros que nos impede de ter uma conexão com a música.

SELO_TVUS_010_BlakeS_ParaDePassarVergonha SELO_TVUS_024_Xtina_SEJAMENAS SELO_TVUS_030_Xtina_GRITAMAISALTO

[TEAM ADAM] Billy Gilman – “The Show Must Go On” by Queen

Gerson: Olha, vou dizer que odiei a songchoice. Achei que não combinou com a voz de Billy não. Mas vamos lá… Ele fez uma apresentação muito boa. Considerando que estamos falando de Billy, sempre esperamos o ótimo, mas a maneira como Adam está o conduzindo já me preocupa. Semana passada foi um festival de gritos e agudos, e essa semana o mesmo. Queria ver um Billy diferente, que não precise apelar pra isso. E tenho certeza que ele é capaz.

Clarice: Estou seeeeem palavras pro alcance do Billy! Vocalmente perfeito, ele está melhorando a forma com a qual se conecta com as músicas e hoje achei que ele foi muitíssimo bem. Achei a escolha da música algo bem ousado, mas Billy correspondeu e lacrou. Só me orgulho desse lindo aí… <3

Lucas: Música enorme!! Olha, vocalmente Billy foi muito bem, apesar de eu sentir falta do grave em algumas partes da música. Billy alcançou as notas do refrão e arrasou segurando uma nota no final. Realmente impressionante. Porém, tudo ali soou muito ensaiado e nada natural, fazendo parecer que Billy não estava conectado com a música. Ele sabe muito bem como se portar no palco, mas hoje não conseguiu passar toda emoção da música.

SELO_TVUS_030_Xtina_GRITAMAISALTO selo_tvus_138_adam_quesomeesseeumlacre SELO_TVUS_066_Adam_GOODWORK

[TEAM BLAKE] Austin Allsup – “Do Right Woman, Do Right Man” by Aretha Franklin

Gerson: Olha, essa escolha musical foi bem fora do padrão hahahaha Austin surpreendeu com a música, mas não fez uma apresentação excelente não. Começou bem ruim, mas foi evoluindo. O final até que foi legal, mas Austin é um dos poucos countries que não consegui gostar e me apegar. Acho que ele fez um trabalho legal, no geral.

Clarice: E eu que achei que Queen era ousadia pro Billy, mas errei… a ousadia da semana foi Austin de Aretha Franklin. Desculpem os que gostam, mas acho Austin o country mais esquecível da temporada. Canta bem, foi super bem na presença de palco, mas não consigo gostar.

Lucas: Cantando uma música nada a ver, Austin fez um bom trabalho. Deu pra perceber que ele fez muito esforço pra entregar uma performance perfeita e segurou as notas, permaneceu afinado e não delizou. Sua performance foi muito energética e vocalmente muito boa. Austin who foi bem mais uma vez, mas de novo não empolgou. Austin e suas performances continuam esquecíveis.

selo_tvus_124_adam_segurouamarimba SELO_TVUS_045_Pharrell_INDIFERENTE SELO_TVUS_045_Pharrell_INDIFERENTE

[TEAM ALICIA] Wé McDonald – “Take Me To Church” by Hozier

Gerson: Olha aqui, se você não é Hozier ou Matt McAndrew, nem tente cantar essa música. HAHAHAHAHA Assim, Wé foi bem até. A introdução foi arrasadora e depois ela se entregou e dominou o palco. Ela driblou suas limitações vocais e usou seus atributos pra dar sua cara pra música, e pra mim deu certo. Gostei bastante!

Clarice: Wé, assim como Darby, melhorou de semana passada pra essa, mas ainda assim não está em sua melhor performance. É tão estranho essa música em uma voz feminina, estou tão conectada a versão que Matt mozão McAndrew apresentou no programa, lembro que India tentou mas fracassou, e veio Wé que até foi bem, mas em alguns momentos não curti.

Lucas: O começo dela no piano foi tão lindo que me arrepiei todinho. Valorizou bastante o timbre dela e tudo que há de especial na voz dela. Quando saiu do piano, ela se soltou e mandou muito bem. Alicia soube dividir a música pra mostrar o timbre lindo de Wé e a potência vocal da garota. Adorei quando ela se arriscou mais na performance e deu conta lindamente. Foi lindo.

SELO_TVUS_065_Adam_MELHORDOQEUESPERAVA SELO_TVUS_061_Adam_QUASELA SELO_TVUS_018_Xtina_LACROUVIADA

[TEAM MILEY] Aaron Gibson – “Hollywood Forever Cemetery Sings” by Father John Misty

Gerson: Adoro Aaron e a originalidade dele no programa. Amei que ele gosta de trazer músicas nunca cantadas no programa. Sua apresentação hoje foi boa, mas bem esquecível né… Achei tudo bem linear e seu um breakout moment. Achei que ele iria explodir, mas não aconteceu.

Clarice: Aaron tem umas das vozes que mais gosto na temporada, essa rouquidão dele que se acentua em algumas partes da música eu acho sensacional. Enquanto muitos forçam a nota alta, ele opta pelo menos é mais com seu timbre rasgado. Não tinha gostado muito da preview do estúdio de Aaron e o mesmo aconteceu com a performance, que achei bem entediante. Aaron já fez performances bem melhores no programa. Coach Miley, vamos acertar a mão, miga! 😉

Lucas: Amo essa música de todo o meu coração e não imaginaria ela no The Voice nunca. Aaron tem uma voz bem especial, mas foi saturando durante a performance. Reconheço o esforço da Miley de trazer músicas diferentes ao programa, mas essa música fez com que Aaron fosse muito linear, sendo que a performance poderia ter variado mais entre algo mais pesado e algo mais suave. Sabe quando me empolguei de verdade na performance? Quando houve esse contraste no final. Eu particularmente adoro qualquer coisa que o Aaron canta porque essa voz é maravilhosa, mas hoje foi bem qualquer coisa.

selo_allreality_035_foimeiopombo SELO_TVUS_025_Xtina_OKNEXT SELO_TVUS_068_Adam_DAPRAMELHORAR

[TEAM BLAKE] Courtney Harrell – “I Don’t Want To Miss A Thing” by Aerosmith

Gerson: Outra escolha musical bizarra. O problema é que agora não funcionou muito bem. Senti que Courtney até tentou fazer acontecer, mas acho que ela não conseguiu alcançar as notas não. Pra mim, ela semitonou praticamente a música toda, o que fez dessa uma das piores apresentações da noite.

Clarice: Courtney conseguiu fazer a pior apresentação da noite. Claramente é uma música intensa, e Courtney ficou sem ar diversas vezes, desafinou horrores e ouso dizer que até perdeu o ritmo. Na subida da música, achei completamente exagerado e desnecessário. Que saia amanhã porque nem fará falta.

Lucas: Courtney tinha tudo pra começar bem a música e começou bem mais ou menos, já faltando intensidade ali. Porém, com o passar da performance tudo começou a piorar. Foi uma desafinada atrás da outra e por mais que ela tentasse se encontrar, não conseguia. Faltou fôlego, potência e voz. Foi certamente a pior da noite

SELO_ADAMOLHAAMERDA selo_tvus_122_xtina_asaidaelogoali SELO_TVUS_022_Xtina_VERGONHAALHEIA

[TEAM ADAM] Josh Gallagher – “Why” by Jason Aldean

Gerson: Amém, meu preferido da temporada! Achei que a songchoice combinou muito com Josh e que ele conseguiu se conectar na música. Algumas vezes senti ele fora do tom, não vou mentir. Mas os refrãos poderosos e cheios de emoção foram ótimos, coroando com aquela entrega no fim, que foi de marejar os olhos! Amei!

Clarice: Josh novamente com uma ótima música e começou muito bem. Achei super fofo ele sentadinho ali, mas deu a impressão que se perdeu um pouco ao andar no palco. Mas ele fez algo mais solto, trabalhou a presença de palco e no geral eu gostei bastante. Consigo ver essa parceria Adam & Josh dando certo.

Lucas: O começo na cadeira foi muito bom. Quando Josh se levantou, houve alguns problemas. Sua voz não estava segura, e por vezes tremida.  Mais uma vez Josh apresentou uma performance que variou muito entra altos e baixos. Ele se salvou bastante pela música, que foi uma ótima escolha.

SELO_TVUS_038_Shakira_AMOSOU selo_tvus_119_adam_adoravel SELO_TVUS_061_Adam_QUASELA

[TEAM MILEY] Ali Caldwell – “Did I Ever Love You” by Leonard Cohen

Gerson: Gente, como essa música encaixou com a voz de Ali né? Amei a performance, a entrega e os vocais! Às vezes, achei que ela exagerou um pouco nos agudos. Mas no geral, achei a apresentação uma das melhores da noite, e mereceu muito ter todos os quatro mentores de pé aplaudindo! Arrasou!

Clarice: Sabiaaa que tinha motivos pra gostar de Ali. Não gostei de sua blind e battle, mas vi potencial e fiquei de olho. Seu KO foi sensacional que meu amor por ela só cresceu. Música inesperada, senti uma vibe country as vezes, mas foi um laacre!!!

Lucas: Essa mulher é perfeita! Estou chocado com essa escolha maravilhosa de música. Ali começou muito bem, com aquela característica facilidade de cantar. A música foi bem dinâmica, permitindo Ali ser suave, intensa e arrasar nas notas altas. A carga emocional tava perfeita e Ali soube conduzir muito bem a música. Dona!

selo_tvus_127_alicia_totodaarrepiada selo_tvus_133_faith_sambou SELO_TVUS_032_Xtina_DIVA

[TEAM ADAM] Brendan Fletcher – “Whipping Post” by The Allman Brothers Band

Gerson: Não conhecia a música, mas nem fazia questão de conhecer hahahaha. Brendan é um dos participantes que menos gosto no Top 12, e acho que ele foi ok hoje. Sinceramente, achei exagerado, principalmente na segunda metade, que saiu gritando feito um louco e forçando a rouquidão. Em matéria de rouquidão, prefiro Aaron.

Clarice: Mas genteee, que incrível esse Brendan mais roqueiro. Esteve muito bem na guitarra, fez algo muito mais a vontade do que costumava fazer, esteve ótimo no palco, vocais incríveis e vários rosnados que amo. Ao meu ver, Brendan fez sua melhor apresentação na competição e com certeza calou a boca de todos que o chamam de sem sal. 😉

(Gerson: Continuo achando sem sal e overrated KKKKKKKK)

Lucas: Força, intensidade, rispidez e a guitarra. Brendan usou tudo isso de forma maravilhosa para entregar uma performance muito diferente do que ele está acostumado a nos apresentar. A banda, por vezes, parecia um pouco alta, mas Brendan passou por cima disso e usou o melhor da sua voz para arrasar. Gostei bastante desse lado do Brendan que já estava por despertar desde as batalhas.

selo_tvus_122_xtina_asaidaelogoali selo_tvus_128_alicia_pisouviadaaa SELO_TVUS_049_Jordan_QUEORGULHO

CONSIDERAÇÕES FINAIS:

Bom gente, gostei bastante do Top 12! Acho que tivemos apresentações de bom nível, algumas surpresas, algumas decepções e alguns arrastados que serão arrastados de novo (Austin e Brendan, estou olhando pra vocês). Pra mim, as apresentações ficaram assim:

1. Ali Caldwell

2. Wé McDonald

3. Sundance Head

4. Josh Gallagher

5. Billy Gilman

6. Austin Allsup

7. Christian Cuevas

8. Darby Walker

9. Brendan Fletcher

10. Sa’Rayah

11. Aaron Gibson

12. Courtney Harrell

Sobre a participação de Garth Brooks como Advisor do Top 12, eu amei! Adorei os conselhos que ele deu, como ele se surpreendeu com o povo e como ele conseguiu se conectar bem e interagir com os coaches. Já pode voltar na próxima semana, querido.

Bom, no geral, minhas apostas do Bottom 2 ficam pra Courtney e Sa’Rayah, que foram bem esquecíveis nesta noite e que não faço muita questão de ver na próxima semana. Qual a opinião de vocês? Quem foi o melhor e o pior da noite? Não deixem de comentar aqui e de votar na nossa enquete!

Gerson Elesbão
Gerson Elesbão

Nem tão complicado demais, mas nem tão simples assim: quebra-galho, colunista e seriador. Dificilmente atualiza o Banco de Séries, mas adora gongar as séries amadas pelo público. @gersonelesbao
Deixe-nos um comentário!
  • Janine Nogueira

    Vocês viajam demais nos comentários…

    • Gerson Elesbão

      Deve ser o chá de cogumelo que a gente toma durante o programa, Janine 🙂

  • Pingback: Panela de Séries » Arquivo » The Voice US – S11E18 – Top 12 Results()

  • Gabriel Esteves

    Gerson, já pedi pro Lindomar e peço pra você, me manda esses bottoms por e-mail sério, só com esses bottoms vocês já pisam demais.

    Olha, eu gostei desse Top 12, qualquer coisa seria melhor que aqueles Playoffs corridos, mas já passou. Sobre o Key Advisor, só quando Gwen está na bancada que temos grandes artistas Pops como advisor (talvez pra compensar o coach dela), então traz o Bruno Mars e o The Weeknd, Stefani. Falarei por times.

    Team Blake: Gostei de Sundance, é bom alguém abrir a noite com qualidade musical, realmente não tenho o que falar sobre ele, foi bem. Austin foi ok não desonrou a Aretha no palco mas se quiser sair pouco me importo. Acho que o Blake quer fazer da Courtney uma Amanda Brown dando esses Rock mas se quiser sair também, nem ligo.

    Team Alicia: Ironicamente, gostei de Christian hoje. Podia ter ficado no pedestal e não ter tentado fazer notas altas, isso é Coldplay filho, basta emoção não precisa subir. Sa’Rayah tinha tudo pra pisar se não quisesse bancar a Sisaundra sem qualidade que ela é, essa música é um hino, ela podia ter apostado em presença de palco, chamado o público pra si e não tentado gritar, pode sair também não faz falta. Wé estava média no piano mas quando ela falou o primeiro “Amem” começou o terror. Não ficou ruim, mas ela foi desnecessária em alguns momentos, essa música demanda mais que o que ela fez. Aliás, passo a acreditar que Alicia pode melhorar seu coaching sim, ela tinha sido a pior de longe nos KOs e Playoffs, achei que ela melhor hoje, mas pode dar a cadeira pro The Weeknd ou Drake se quiser não me importo.

    Team Miley: Gostei de Darby, apesar desse lugar ser da Belle, Miley acertou na songchoice mas espero que ela cante algo mais atual, “Somewhere Only We Know” na versão da Lily Allen ou até Smile da Lily, outra coisa, tira essa coisa floral dela, tá repetitivo, Darby precisa de mostrar atitude, star quality. Reconheço a vontade de Miley pelo original com Aaron mas não adianta dar música nada popular em pleno live shows pro rapaz, Gibson é competente, mais uma vez arrasou mas ele precisa de destaque, dê The Killers, Arctic Monkeys ou até mesmo algo pop como Maroon 5, ele tem capacidade. O chart dele foi péssimo, espero que Miley se ligue. Ali PISOU sem dó, sério, AMEI. Teve vibe de diva, teve vibe country, teve star quality, pra mim hoje, ela é a merecedora do prêmio, amei o iTunes dela também, apenas atrás dos superestimados da temporada, #GoAli.

    Team Adam: Gente, o Ryan Tedder 2.0 tava bem no início até começar a gritar, aliás cada dia mais começo a entender menos o menino, ele é bem desnecessário, ele tinha tudo pra ser um divo nesse show, tem tanta coisa que ele podia cantar “Apologize” do OneRepublic, “Stay” da Rihanna, alguma música da era country da Taylor Swift sei lá, não gostei em nada, espero que Adam não estrague mais ele. Gostei do Josh, mas quero ver ele fora do country, ele trabalhou bem a presença de palco, acho ele bem humilde inclusive e foi bem hoje, me distrai um pouco, talvez tenha achado as coisas lineares demais, mas foi bem competente. Não me importava com Brendan, mas ele foi bem, ainda precisa de um REAL Breakout Moment mas parece que ele gosta de Adam e o coach também, ele teve atitude de Rockstar, achei a rouquidão exagerada e a presença de palco também, mas houve COMPETÊNCIA, isso que importa. Brendan é um caso de evolução e é bom ver o Adam tentar melhor um artista, coisa que ele fez bem demais com Amber e com Chris Jamison.

    Minha preferida foi Ali. Outros que gostei foram Darby, Brendan, Sundance e Josh.

    Veremos os Results e tomara que essa temporada melhore mais.

    • Gerson Elesbão

      Obrigado pelos elogios Gabriel!
      Adorei tuas análises e vou contatar a direção do site sobre os bottoms. São ótimos pra usar durante aquelas discussões do facebook, sabe? kkkkkkkkkkkkk abraço!

  • Tatiana

    Nessa temporada nenhuma voz feminina me agrada, para mim são todas gritadas demais. Torcendo por Billy, Sundance, Josh e Christian.

    • Gerson Elesbão

      Ai Tati, eu gosto de Darby e Ali, mas amo mesmo Darby. Uma pena que Miley não está sabendo trabalhar com ela… Adorei sua torcida! Gosto de todos também!

  • Dam Souza

    Primeiramente queria dizer que eu amo o ser que escreve essa review <3
    Segundamente queria dizer que o top12 foi infinitamente melhor que o Playoffs.
    Agora sim estou vendo o The Voice ganhar forma e ficar bom, Ali, Wé, Darby, Sundance, billy e Brendan foram os meus favoritos da noite acho que todos entregaram performances maravilhosas. (Destaque para Ali que surpreendeu muito e foi a melhor da noite e Wé com seus curtos circuitos antes de começar a cantar o refrão.) O resto acho que foi bem esquecível e até chato. Beijos e até a próxima, Lea Michele kkkkkkkkk

    Só uma observação: Amei Billy pela nota surpresa que ele deu no meio da performance, porque a Songchoice em si em achei muito arriscada e foi muito maior que ele não passou toda a emoção que a música pede e não teve nenhum um pouco da teatralidade da letra.

    • Gerson Elesbão

      AI, ME DEIXOU ENVERGONHADO rs <3
      No geral, gostei do Top 12 também. Só não achei que Brendan foi bom não, desculpa falar hahaha
      Também achei que a música do Billy era too much, mas faz parte. Vamo esperar pra ver nas próximas semanas…

  • Marjorie

    Só queria dizer duas coisas…
    1: Ressentida com o Blake por ter escolhido Courtney em vez da Dana, que de longe era a melhor aposta soul dele (enquanto muitos estão aí gritando, Dana viria com a suavidade, carisma e desenvoltura no palco).
    2: NÃO ADMITO Billy Gilman arruinar um dos maiores hinos de Freddie Mercury! Não gostei do arranjo, parecia que ele estava sempre correndo atrás pra acompanhar a melodia, aquele high note foi fail e querido… Se vc não é Freddie ou Celine Dion, então nem tente cantar The Show Must Go On. Essa música tem uma carga emotiva sem tamanho… Freddie escreveu e gravou essa música estando nas últimas, quem conhece a história sabe o quão significativa é. Billy e Adam falharam e feio.

    P.S: Não comento os outros pq acompanho pela Sony hahahaha mas quis deixar logo o meu recado pq vi a notificação do vídeo do Billy com a minha música preferida da melhor banda de todos os tempos e estou arrasada com o que aconteceu…

    • Gerson Elesbão

      Marjorie, vou contigo:
      1. Concordo! Dana muito melhor!
      2. Também achei a escolha musical do Billy péssima! Foi ruim pra ele e foi ruim pra música. Espero que Adam acerte a mão, porque essa semana foi cagada.
      .
      Apareça pra comentar mais, pfvr! <3

      • Marjorie

        Gerson, és minha alma gêmea kk. Você pediu e cá estou eu! Hahaha
        Então, agora já posso comentar rapidinho os outros candidatos. Começando pelo team Alicia (minha diva), Wé fez bonito com a música do Hozier, se saiu muito melhor que na semana passada e a presença de palco dela melhorou. Pra mim ela tá garantida na final desde das blinds. Cuevas foi bem tb, sempre entregando performances emotivas e creio que chega até a semifinal. Já Sa’Rayah… uma ótima intérprete mas não sei pq os coaches acham uma maravilha os berros dela. Se fosse mais contida, quem sabe não teria ido mais longe?
        Team Miley… Eli deusa rainha, resto nadinha. Apenas isso haha. Eu não consigo gostar da Darby… pra mim uma versão genérica da Florence. Aaron tem um timbre lindo e gostoso, mas tá me parecendo limitado demais e sem qualquer conexão com as músicas. Desse time, só vejo Ali indo pra final mas acho que os americanos não vão deixar, tendo o mesmo destino de Kim e Sisaundra #todoschoram
        Agora o team Adam… Brendan me surpreendeu no top 12, senti ele mais a vontade cantando rock, mas precisa trabalhar muito ainda em relação a presença de palco e público. Josh é muito comum, mas o timbre dele me agrada mais que Austin. Em relação ao Billy, vejo que Adam quer força-lo a ser Jordan 2.0… Ele tem uma voz perfeita mas com problemas em passar a emoção que as músicas exigem. Mas esse tb já tá na final.
        Por fim, team Blake. Sundance é o cara que veremos na final e com méritos. Comparam muito com Adam W. mas Sun (íntima já kk) tem mais variedade vocal e tem uma pegada mais soul. Courtney é outra que não consigo gostar então passo. E Austin eu não curto a voz dele, mas sabe interagir e se conectar com as músicas.
        Era pra ser rápido mas são 12 candidatos! Hahaha A gente se vê na próxima 😉

%d blogueiros gostam disto: