Posts Populares

The Voice US – S15E20 – Live Top 11 Results

Preparados para a primeira (risos) injustiça da temporada?

Tivemos uma noite bacana ontem, performances ruins, médias, boas, muito boas e a Kennedy. Então, pelo o que vimos, já tínhamos uma ideia de quem poderia parar no bottom, como o Dave, a Lynnea e a Sarah, fora quem merecia e que não iria, como a Chevel e o Kirk. Isso é, de acordo com o que nós achávamos. Só que o The Voice não falha em sua capacidade de ser injusto, não é mesmo? Porém, vamos por partes, para descobrir tudo o que nos levou a um bottom bem errado.

Logo no começo do programa Carson nos disse que o act mais ouvido no Apple Music foi Reagan Strange do #TeamAdam, pela segunda semana seguia. Porém, contudo, todavia, a pequena não foi a primeira salva. Quem respirou aliviada primeiro, chocando um total de zero pessoas foi:

[#TeamJHud] Kennedy Holmes

Logo depois, seguindo talvez a ordem das melhores performances da noite, foi a vez de chamar um nome do Team Kelly:

[#TeamKelly] Kymberli Joye

Dando uma pausa nos saves, e quase nos obrigando a apertar o botão do mute (mentira, até porque eu nem vi) [e não peçam minha demissão, falar mal do Blake é minha missão na Terra], Blake trouxe todos os seus cowboys e tivemos uma prévia da Festa do Peão de Barretos no palco.

[Team Blake] – “Dixieland Delight” by Alabama

Voltando aos saves, ainda tínhamos nove acts correndo perigo, então Carson tratou de diminuir esse número para sete, salvando a act que teve a música mais escutada e o único decente do Team Blake.

[#TeamAdam] Reagan Strange

[#TeamBlake] Chris Kroez

Trouxeram a coach responsável por termos Lynnea e não Eli no top 11 para cantar no programa. Só não tenho raiva da Kelsea, porque ela é super carismática e parece ser uma fofa. Não guardarei mágoas, ou guardarei, quem sabe… (ps. a bicha é linda, né? arrasou)

Kelsea Ballerini – “Miss Me More” 

Depois de Kelsea ter apresentado seu novo single e ter feito com que eu ficasse com “I miss me more tchurum” na cabeça, Carson voltou para salvar mais dois dos sete que ainda estavam sofrendo em silêncio. E por falar em sofrer, nem vou comentar sobre o primeiro nome, só sobre a rainha que veio logo depois. Makenzie, te amo.

[#TeamBlake] Kirk Jay

[#TeamJHud] MaKenzie Thomas

 

Com todas as suas meninas salvas, JHud subiu ao palco para se apresentar. Coisa mais linda da vida, chuva de vocais potentes e de mulheres talentosas. Harmonias perfeitas, emoção para dar e vender, controle vocal, química entre as três. Parece que nasceram e que cantam juntas há anos. Poderia ouvi-las cantando por horas e horas, para sempre. É para momentos como esse que eu estou aqui e que acompanhando o The Voice. Obrigada, Kennedy. Obrigada, Makenzie. Obrigada, JHud. Pisem menos em mim. E quanto aos outros times: dá vontade, né?

 Team Jennifer – “The Rose” by Bette Midler

 

Voltando para salvar os três últimos nomes, tínhamos três que tinham ido mal, uma que tinha ido médio e um que tinha ido bem.  Dou uma chance para vocês acertarem quais foram salvos. Isso mesmo, os que foram mal.

[#TeamKelly] Sarah Grace

[#TeamBlake] Dave Fenley

[#TeamKelly] Chevel Shepherd

Mesmo depois de uma noite desastrosa, Dave conseguiu ser salvo. Isso que eu chamo de “privilégios de ser Team Blake”. O que acabou deixando Lynnea no bottom novamente e dessa vez acompanhada de DeAndre. Gente, por favor, nunca que ele merecia estar entre os dois piores da noite de ontem. É incrível como performances ruins e fracas de acts igualmente ruins e fracos são relevadas por causa de seus times e/ou estilo de cantam, sim, estou falando com vocês, Kirk e Chevel. E se fosse para alguém do Adam acabar no bottom, que fosse a Reagan. Mas ter menos de 18 anos nessa competição te transforma em “café com leite” e você não pode ser eliminado.

[#TeamKelly] Lynnea Moorer – “Tattooed Heart ” by Ariana Grande

Thais: Ariana vai ficar (mais) ryca só com os royalties das suas músicas que foram cantadas nessa temporada. Com Tattooed Heart são quatro, sendo que Mulher Perigosa foi performada duas vezes. Enfim, Lynnea foi como sempre: básica. Eu não acho que ela seja ruim, muito pelo contrário, ela é melhor que alguns que foram salvos, mas sempre fica ali pelo meio, não sendo nem ruim e nem muito boa. E meio termo não ganha nada.

[#TeamAdam] DeAndre Nico – “Take Me To The King” by Tamela Mann

Thais: DeAndre veio sem dó, com os dois pés no peito, viu. Além de arrasar nos vocais, como sempre, ele mandou um GOSPEL NO INSTANTE SAVE. É de apelação assim que a gente gosta!!! Primeiramente, ele nem deveria estar ali, mas se acabou acontecendo, tem que voltar por cima e quando eu digo por cima, é sem nenhuma dúvida de que seu lugar é no programa. E foi isso que ele fez, tirou qualquer dúvida ou incerteza de ser talento, mostrou que não merecia apenas uma vaga no top 10, como seu lugar é, no mínimo, no top 4. ACORDA, AMÉRICA!

 

Aparentemente a América estava com a cabeça no lugar, porque o resultado do IS não foi apenas o esperado, como foi expressivo. Nem me sinto mal pela Lynnea porque é aquele ditado: “você não tinha nem que estar aqui, linda”. Com o top 10 completo com o DeAndre, já começamos a especular sobre os possíveis eliminados no bottom 3 da próxima semana. Serão dois eliminados, já preparando para o massacre da outra semana. Se tudo ocorrer como está se desenhando, provavelmente será DeAndre, Sarah e Dave. Injusto, mas quando esse programa não é?

 

gostou da matéria? deixe um comentário!

Thais Pereira

Feminista, leonina com ascendente em gêmeos e lua em virgem, viciada em memes, em Friends e problematizar na internet. Formada em História da Arte, mas consciente que nunca vai trabalhar com isso na vida. Normalmente eu escrevo e falo mais do que deveria. Eu mesma, Thais Mello.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries • Hosted by flaunt.nu