Posts Populares

The Voice US – S16E05 – The Blind Auditions, Part 5

Será que encontramos o primeiro candidato a winner da temporada?

Semana passada tivemos um episódio muito ruim e outro muito bom de audições. Hoje, infelizmente, o programa ficou mais próximo do primeiro caso do que do segundo hahaha. Mesmo assim, tivemos boas apresentações e ótimas surpresas.

Para comentar comigo hoje eu trouxe os queridos leitores João e Matheus ( bem dupla sertaneja, né amigos). Sem mais delongas, vem comigo aqui!

[#TeamKelly] Beth Griffith-Manley – “Until You Come Back to Me (That’s What I’m Gonna Do)” by Aretha Franklin

Avalie a performance:

Erik: Gostei muito dela já na apresentação e continuei gostando após a apresentação. Adorei a songchoice, pra mim ela conseguiu mostrar muita coisa sem exagero e sem se perder. Em alguns momentos eu senti sua voz meio ”falha” não sei explicar isso tecnicamente haha mas não deve ser desafinação ou algo do tipo, ta mais pra algo do timbre dela mesmo. Enfim, no geral eu gostei, não foi marcante mas foi bem legal de assistir.

João: Ela tem um vozeirão grave bem distinto, mas não achei algo muito excepcional. Não vejo ela indo longe, a não ser que faça algo mais “atual”, ou pop talvez. Mas no geral foi bem, fez a lição de casa.

Mateus: Ela tem uma voz boa,  mas nao vi algo que mostrasse algo original dela. Gostei que a escolha não foi algo batido nos realitys. Vamos ver como se sairá nas Batalhas.

[#TeamBlake] Selkii – “I Try” by Macy Gray

Avalie a performance:

Erik: Posso falar que amei apesar de odiar a maioria das pessoas que escolhem o Blake? Por favor, não me julguem. Adorei a originalidade dela, amo essa música mas ela trouxe consigo uma versão diferente e bem única. Sua voz é incrível e acho que ela pode ir bem longe, Espero que Blake não faça a dela uma country chata pelo amor de Jesus, porque ela tem potencial DEMAIS e pode surpreender muito. Arrasou amiga.

João: Achei que ela fez um trabalho decente, bem dentro do esperado. Conduziu a musica bem, trouxe uma certa dinâmica ali, com o violão e tal. Curti bastante o estilo dela também, mas nao sei se a América vai abraçar ne? Se o Blake souber trabalhar ela pode ir longe

Mateus: Ela já veio mostrando mais originalidade que a anterior. Colocando seu estilo na sua apresentação e se controlando e mostrando sua voz a cada momento que fosse o melhor. Pode se destacar bastante no Team Blake.

[#Eliminado] Jae Jin – “Hallelujah I Love Her So” by Ray Charles

Avalie a performance:

Erik: Gente eu tenho um ranço muito grande de gente que tem uma voz bonita e escolhe umas músicas horríveis. A voz dele é bonita, afinada, o timbre é bom. Com uma música mais lenta, sei lá, ele se sairia muito melhor. Claro, ele não possui nada de especial e que o dê destaque, mas ele não virar nenhuma cadeira foi claramente graças a uma péssima songchoice. Uma pena, né? Volta na próxima, querido.

João: Mais um oriental que não foi combado, que milagre essa temporada. Mas achei ele bem qualquer coisa, voz beeeeem genérica, sem diferencial nenhum. Eu não viraria também, já que igual ele já passaram vários no The Voice, e nenhum vingou.

Mateus: Ele nao mostrou nada que pudesse diferenciar de qualquer cantor. Tem uma voz comum e não escolheu uma música que pudesse mostrar um diferencial.

[#TeamLegend] Denton Arnell – “Hold On, We’re Going Home” by Drake

Avalie a performance:

Erik: Ai que coisa chata kkkk, gostei não. Às vezes eu acho que esses técnicos viram a cadeira só por virar mesmo, viu, porque olha. Em pouquíssimo tempo John virou a cadeira pra esse cara e eu fiquei só o meme do pikachu. Não tem nada de especial, voz e música bem lineares, não fez muita coisa, apresentação chata, música chata, a coisa mais legal foi ele pedir a mão da namorada dele e isso nem conta pra performance. Como cantor é um ótimo namorado, next.

João: Esse tocou em território proibido ein? Grimmie consagrou essa música, e apesar da versão dele ser beeem diferente, não consigo evitar a comparação, e bem… ficou bem longe né? Enfim, boa sorte pra ele nas próximas fases.

Mateus: Essa música já me lembra minha amada Grimmie. Ele mostrou que acompanhou bem o ritmo da música com sua voz, mas as vezes parecia que o ritmo tava mas rápido que ele,  cantou bem mas com uma songchoice melhor, poderia ter mandando bem mais

[#TeamAdam] Ciera Dumas – “Tell Me You Love Me” by Demi Lovato

Avalie a performance:

Erik: Rasga tudo amore, grita mais que ta poucooooooo. Adorei ela! Até então a melhor performance de hoje, gostei muito da songchoice, ela conseguiu fazer tudo e mais um pouco. Seu timbre é lindo e esse rasgado é maravilhoso. Não espero muito dela não na competição porque olha quem a menina escolhe como coach kkk saturadíssimo. Mas, espero que ela cale minha boca e vá longe, de verdade, ela promete muito.

João: Que rasgado maravilhoso!!! Gente, que menina maravilhosa, eu amei demais a voz dela, as leves nuances da voz, sem contar que ela é linda! Fazia tempo que eu não me empolgava tanto com alguém no Team Adam como to com essa garota aaaaaaaaaaaa

Mateus: Ela veio com uma música bem difícil.  Mas seu timbre de voz combinou bem com a musica. Fez escolhas boas para onde ir com a voz para ficar uma apresentação bem dinâmica e muita boa, apesar de ter algumas derrapadas devido ao nervosismo. Gostei bastante e foi uma favoritas do dia.

[#TeamBlake] Andrew Sevener – “Honky Tonk Women” by Rolling Stones

Avalie a performance:

Erik: Só assisti isso porque eu vi o programa ao vivo e não podia parar. Não suporto country  e seus derivados, country-pop/rock e etc. Muito chato isso gente, como pode? Música super chata, apresentação cliché e a voz é bem razoável. Não entendo como eles gostam disso, não mesmo, eu não viraria 1 cadeira.

João: La vem os countrys. Bem padrão de novo, aqueles que o Blake arrasta até os Live shows, e depois o publico coloca na final mesmo fazendo a mesma merda o programa todo. Saturado. Next.

Mateus: Ele com aquele country rock. Mandou bem na guitarra mas a voz ficou a desejar para mim. Ele cantou bem nao vou negar, só que ele poderia ter ido melhor com uma songchoice diferente.

[#TeamAdam] Mari Jones – “Boo’d Up” by Ella Mai

Avalie a performance:

Erik: Primeiramente eu acho essa música um porre kk. Segundo, alguém além de mim achou ela a cara da Velma do Scooby Doo? se não, podem me julgar porque eu só lembrei dela. Enfim, achei ela bem segura na apresentação, confiante, sabia do que tava fazendo. Vocalmente falando ela foi bem, não curti muito a performance por gosto pessoal, mas também não odiei. Não acho que ela seja um act que vá longe na competição, mas com boas songchoices ela pode entregar ótimas performances.

João: Ela é bem estilosa, aquela coisa meio anos 70 ou 80, mas em relação a voz, achei que ela poderia fazer, mostrar mais extensão, ficou muito linear, tirando os runs que ela fez, o falsete.

Mateus: Adorei a escolha da musica. Bem gostoso de escutar e que combinou com o estilo dela bastante. E foi ganhando confiança com as cadeiras viradas e foi crescendo a apresentação. Mandou bem demais,  pode ir longe com as escolhas certas.

[Comeback Stage] Crystal Rose – “Wicked Game” by Chris Isaak

Avalie a performance:

Erik: Meu deus que anjo. Amei ela já na intro e que pena ela não ter virado. Amei seu timbre e ela tem muito potencial, mas acho que devido ao nervosismo e também por causa da escolha da música ela não conseguiu mostrar tudo o que podia fazer e senti que ela teve problemas nas notas mais altas. Uma pena, torcendo muito pra que ela volte futuramente.

João: Que voz angelical, gente. Amei muito? Que que esses coaches tem na cabeça de não virarem logo na primeira nota? Ai olha, tem hora que eu sinto uma vergonha alheia por eles. Notas bem executadas, timbre distinto. Tomara que volte no comeback.

Mateus: Ela pegou uma música linda. Tem uma voz bonita mas o nervosismo tava bastante. Foi crescendo com a apresentação mas já estava tarde quando foi boa.

[#TeamKelly] Abby Kasch – “Here For the Party” by Gretchen Wilson

Avalie a performance:

Erik: Continuo odiando e levantando a bandeira do #MorteAoCountry, mas se for pra ter, que seja nesse estilo que essa moça trouxe. Bem animado e empolgante. Ela não tem uma voz diferente tampouco poderosa, não se destaca, mas apresentou super bem, tem atitude. No geral gostei da performance, vamos ver se ela vai surpreender a gente.

João: Se for pra mandar countrys que sejam uns animados assim. Ela me lembrou muito a Shelbie Z, que fez a blind com essa mesma musica também, mas a diferença é que a Shelbie cantava muito mais né mores? Porém bem melhor que o macho country de mais cedo, eu daria uma chance. Kelly conseguiu sua country tão procurada.

Mateus: Ela mostrou que tem energia de sobra e me lembrou até um pouco a Kata Hay da S10 rs. Ela tem potencial de melhorar e a Kelly é perfeita para ela

[#TeamKelly] Mikaela Astel – “Electric Love” by BORNS

Avalie a performance:

Erik: Anotem o que eu estou falando: Kelly vai ganhar de novo. Chocado em como os teens tem tanto controle vocal, tanta ténica em comparação com os mais velhos, e o povo ainda reclama de não haver restrição de idade. Olha isso, gente, a menina arrasou e foi a melhor até agora, no meio de um monte de gente experiente. Inclusive, fiquei chocado por ela ter 14 anos e REALMENTE parecer uma menina de 14 anos. Adorei ela, pra mim a melhor de hoje e uma das melhores da temporada até agora, sua voz é linda, muito gostosa de ouvir, além dela ter muita técnica como disse antes. Ela tá longe de ser uma Kennedy da vida, mas se vencer já vai dar um pisão tanto na Brynn quanto na Chevel.

João: Que voz gostosinha, e adorei a escolha da musica também. Vem indiezinha ser pisada por esse programa, mas ganhar meu core. E gente, era a cara do Adam trabalhar com essa menina, que que deu nele pra não virar? Adorei a voz dela, o estilo, a carinha de neném. Kelly winner novamente?

Mateus: Que coisa fofa atrás desse violão. Ela foi cantando com uma sutileza e uma lindeza que eu poderia fechar os olhos e aproveitar o momento, pena que foi bem rapido. Mas acredito que Kelly vai fazer desenvolver mas ela e crescer.

[#TeamAdam] Anthony Ortiz – “What Makes You Beautiful” by One Direction

(Vídeo bloqueado no Brasil)

Avalie a performance:

Erik: Amém que ele não mostraram muito dele, haja paciência pra ouvir essa música em pleno ano de 2019. Pelo pouco que mostraram ele é o tipico boy com voz básica que é sacrificado nas battles, nada novo.

João: Pelo pouco que mostrou, achei a voz dele crua e imatura, mas nao quero julgar por poucos segundos. Mas achei o Adam a pessoa mais certa pra ele mesmo.

Mateus: No pouco que se mostrou pareceu bem aquele cantor de boyband bem sem sal que será cordeirinho nas Batalhas.

 

[#TeamLegend] Oliv Blu – “On & On” by Erykah Badu

Avalie a performance:

Erik: Outra coitada que foi tombada. Mas, em comparação com o outro menino, gostaria de ver a blind completa dela, parece que ela se saiu bem. Vamos ver como ela se sairá nas batalhas.

João: Do pouco que mostrou, a voz dela é bem genérica, não achei grande coisa, mas é injusto julgar por coisas de 20 segundos né? Vamo aguardar.

Mateus: Foi bem rapido mas deu para ver que ela teve se divertindo.

[Comeback Stage] Kayla Seeber – “…Baby One More Time” by Britney Spears

Avalie a performance:

Erik: Esses coaches são bem doidos às vezes, viu. Já viraram pra gente pior, inclusive no programa de hoje. Eu gostei dela, curti a voz, talvez a música não favoreceu e ela tenha ficado muito nervosa. Uma pena, porque ela tem bastante potencial.

João: Adoro quando pegam as musicas da Britney e dão uma nova roupagem (Addison e Melanie, to olhando pra vocês). Mas aqui eu já não curti tanto, ela tentou colocar um rock que não encaixou, e apesar da voz dela aparentar ser boa, a musica não ajudou. Veremos o que sairá do comeback.

Mateus: Colocou seu estilo nesse hit pop, mas o nervosismo tirou o melhor dela, tem uma voz interessante que é difícil de ter músicas que combinam com ela.

[#TeamLegend] Shawn Sounds – “All My Life” by K-Ci and JoJo

Avalie a performance:

Erik: AAAA AMOOOOO UM R&B ICÔNICO, MANDA MAIS QUE TA POUCO! Ele é cliché? É. Existem trocentas pessoas iguais a ele que já passaram pelo programa? Sim. Mas to nem ai, amo todos e aqui não foi diferente. Voz linda, ele também é uma pessoa incrível, amo a música, amo o estilo, pra mim ele arrasou. Não teve nada na apresentação que tenha me incomodado, pisa em mim mesmo amigo.

João: Mais R&B gente? Ai chega viu, to cansado. CADE MEUS POPS THE VOICE? VOCE PROMETEU? Mas tirando isso, a voz dele é boa sim, e fez coisas bem legais. Mas não me atraiu muito não, talvez pelo estilo, ou por ja ter visto vários que nem ele no programa.

Mateus: Ele pra mim veio com muitos cantores R&B no começo,  mas conforme a apresentação estava rolando ele estava dando o seu melhor para chamar atenção dos técnicos. Ele fez umas escolhas boas com a voz para conseguir que eles virassem e deu certo. Mas nao vi um diferencial nele ali de muitos que ja passaram pelo programa.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

 

Em comparação com semana passada hoje foi bem áquem, né? Pelo visto os programas de terça-feira estão sendo os melhores, e ainda foram tirados kk, auge. Apesar de ter sido um dia bem morno, tivemos algumas apresentações muito boas. Confiram como estão os times até aqui:

#TeamAdam: Anthony Ortiz*, Ciera Dumas*, Domenic Haynes, Jimmy Mowery, Karly Moreno, LB Crew, Mari Jones*, Patrick McAloon, Trey Rose.

Chocando um total de zero pessoas o saturadíssimo Adam Levine possui o time mais fraco até então. Hoje ele não subiu em nada seu time. Seus destaques ainda são de programas passados, e seu maior nome é claramente Domenic. Caso ele tenha um frontrunner, com certeza é esse rapaz e estou torcendo muito por ele. Também gosto muito do LB, mas não o vejo muito na frente da competição.

#TeamBlake: Andrew Sevener*, Carter Llyod, Dalton Dover, Dexter Roberts, Gyth Rigdon, Hannah Kay, Kendra Checketts, Kim Cherry, Lili Joy, Selkii*.

Ai, enquanto o Adam costuma ter os times mais fracos, Blake se sustenta nos mais insuportáveis. Apesar dos countrys no time, Blake nessa season tem vários nomes diferentes e interessantes no seu time, como Kim, Kendra e Lili. Mas hoje ele conseguiu um nome de peso e que pode ser um grande destaque em sua equipe, que é a Selki. Adorei ela e espero que ele saiba a trabalhar bem. Fora ela só gente chata que ele pegou, nenhuma novidade.

#TeamKelly: Abby Kasch*, Alena D’Amico, Beth Griffith-Manley*, Jej Vinson, Karen Galera, Mikaela Astel*, Rebecca Howell, Rizzi Myers, The Bundys.

Olha, a Kelly até o programa de hoje estava com um time bem fraquinho. Mas o nível subiu horrores depois da Mikaela, sem dúvidas é o destaque daqui e, se Kelly a trabalhar bem, já tem sua finalista. Claro, Rizzi também é maravilhosa, mas sinto que ela é o tipo de act que se perde na competição, exagera na gritaria e sai rapidinho. Veremos o que a rainha invicta Kelly vai fazer.

#TeamLegend: Betsy Ade, Denton Arnell*, Jacob Maxwell, Julian King, Lisa Ramey, Maelyn Jarmon, Matthew Johnson, Oliv Blu*, Savannah Brister, Shawn Sounds*, Talon Cardon.

E por fim, nosso coach novato tem um dos times mais forte e mais cheio também né? HAHA. Tem vários nomes de peso aqui. Amei o Shawn, particularmente ele me agrada muito, mas o destaque aqui continua sendo a Maelyn, a voz dela é linda demais e espero que John consiga explorar muito ela.  Os outros dois que John conseguiu hoje são bem mais ou menos, Denton inclusive é bem ruinzinho. Mas no geral seu time ta bem bom e promete muito, veremos o que o Legend vai fazer.

*artistas adquiridos hoje

– – –

No mais, é isso pessoal. Não esqueçam de votar na enquete aqui embaixo na sua performance favorita e, claro, comentar o que vocês acharam do programa de hoje. Lembrando que a partir dessa semana o programa só irá ao ar nas segundas-feiras e só volta com os programas de terça nos lives. Logo, nos vemos semana que vem, até a próxima!

gostou da matéria? deixe um comentário!

Erik Lacerda

Paulista, 17 anos, não bebo mas rola um cantinho do vale de vez em quando (ou é cantina? não sei). Amo comentar sobre tudo o que assisto porém nenhum amigo meu tem paciência pra me ouvir falando besteira sobre GOT, Grey's e How I met Your mother, por isso estou aqui.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries