Posts Populares

The Voice US – S16E18 – Live Top 13 Performances

Top13 na área!

Nessa semana tivemos o nosso Top13 e a pedidos de um total de 0 pessoas também tivemos a Fan Week, que antes era no top11. Vale lembrar que na fan week os acts cantam músicas escolhidas pelos fãs, ou seja, pela produção kkkkkk. Além disso, o massacre vai vim mais cedo e amanhã saem CINCO pessoas, isso mesmo, cinco. Essa temporada ta toda errada, né gente? Eu nem vou me prolongar muito porque não é hora mais de reclamar da season, o que é um peido pra quem já ta cagado, não é mesmo?

Hoje eu trouxe pra comentar comigo a paneleira Thais e o leitor Thiago. Sem mais delongas, bora ver o que rolou!

[#TeamBlake] Gyth Rigdon – “Nobody but Me” by Blake Shelton

Avalie a performance:

Erik: Puts que merda, que ódio de mim mesmo. Estou nesse exato momento jogando facas no meu próprio corpo porque me tornei a pessoa que eu mais criticava: a que gosta de um act country. Gyth é o frontrunner da competição, resta a gente aceitar, mas fico com menos ranço pois a voz dele é bem bonita. Não tem muito o que falar da apresentação, né? A gente já viu várias parecidas como essa em outros momentos da competição, mas o Gyth tem um estilo de country que me faz meu ranço diminuir. Inclusive, essa apresentação me lembrou bastante a sua audição e eu gosto bastante dela. (escrevi esse comentário ignorando o fato de que a música é do Blake, senão eu só iria xingar)

Thais: Então, a gente já pode encerrar o programa hoje, porque Gyth favoritíssimo cantando Blake é demais até para as tias do sofá. Acho que a maioria teve ataques do coração e/ou morreu mais ainda de amores por essa carinha bonitinha do Gyth. Olha, game over total, nem rola mais brincar. KKKK

Thiago: Achei a performance bem divertida e interessante. Não é muito o meu tipo de artista, mas amei a voz mais rasgada e a movimentação dele. Uma boa performance

[#TeamBlake] Kim Cherry – “Whatta Man” by Salt-N-Pepa

Avalie a performance:

Erik: Não podemos negar que Kim tem atitude e possui uma das melhores presenças de palco da competição. Mas bicha… que coisa chata, viu? A música é bem básica, a Kim inclusive é bem básica e não faz muito com a voz. É divertido assistir suas apresentações, mas nada além disso, e aqui não foi diferente. Aliás, foi uma de suas piores performances na minha opinião, Kim está ficando bastante monótona e quero que ela se reinvente na competição e entregar uma performance tão legal quanto ”Waterfalls”. Não curti hoje não.

Thais: Gente, eu acho a Kim tão hypada sem motivo. Ela em outro time já teria sido eliminada há muito tempo. Não vejo nenhum diferencial, só uma branca conseguindo chamar atenção cantando rap, coisa que um negra nunca conseguiria no programa. #Militei Anyway, mais uma performance que não me enche os olhos, mas que vai fazer ela passar de qualquer forma.

Thiago: Chata, linear e nem lembrava da existência. A América além de injustiçar artistas maravilhosos (Kendra estou olhando pra vc) ele ainda leva esses aleatórios. A performance foi muito linear e meh, não gostei.

[#TeamKelly] Jej Vinson – “Close” by Nick Jonas and Tove Lo

Avalie a performance:

Erik: Olha vou segurar meu ranço aqui por um minuto porque com o hype desse cara é capaz de eu ser xingado se eu reclamar muito HAHAHA. Mas eu nunca peguei o hype do Jej e acho ele bem básico. Na verdade, eu não diria básico, até porque eu não nego que ele é um vocalista e tanto. Ele simplesmente… não é tudo isso. Acho normal o seu timbre e o seu diferencial são os melismas e o falsete que ele faz muito bem, mas nessa música não senti nada de diferente vindo dele. Aliás, suas músicas não estão servindo pra valoriza-lo não, acho que ele se afundou na competição. Bem, não podemos culpar ele por isso e sinceramente há bem piores que ele na competição, então espero que ele consiga avançar.

Thais: Um dia eu cheguei a pensar que o Jej tinha alguma chance, mas esse dia já passou. É uma sucessão de escolhas erradas, de songchoices equivocadas, que eu não sei o que se passa na cabeça das pessoas quando pensam: “hmm, acho que vou da Close pra ele cantar.” Gente, não. kkkk Música super limitada, mas dentro do que dava, ele tentou fazer alguma coisa. Foi bom? Não. Mas fazer o que?

Thiago: Performance melhor do que a rodada passada até. Não curti a escolha dos fãs, acho a música nada apelativa e isso é basicamente culpa dele já que escolheu músicas extremamente sem graça no início e agora escolheram essa pra ele.

[#TeamBlake] Andrew Sevener – “She Got the Best of Me” by Luke Combs

Avalie a performance:

Erik: Ai sinceramente eu pago o preço por ter  que ver uma coisa chata dessas, viu. Me perdoe quem gosta disso mas é chato demais, bicho, além do mais todo country me da uma sensação de deja vu nesse programa porque simplesmente é TUDO IGUAL. Se pegar todos os country que já passaram pelo programa vai achar  um monte de gente com performances idênticas. Enfim, não gostei, não me atrai, e não achei que o Andrew teve seus melhores vocais hoje.

Thais: Deus, pra que me tirastes do útero de minha mãezinha para me fazer comentar tanta performance country? Andrew é a cota cowboy, com chapéu, fivela grandona e bota com franjas. Aquele team Blake raíz que a gente conhece e sofre desde de sempre. Quem aguenta, bicho? Parece o Red. Parece que trouxeram o Red, vestiram uma máscara e colocaram no volta no palco. E ELES SEMPRE AVANÇAM!

Thiago: Que coisa chata bixo. Esse homem nem devia estar aqui. Completamente genérico e sem graça, não tem nem o que comentar. Descreveria essa performance como linear.

[#TeamBlake] Oliv Blue – “Smooth Operator” by Sade

Avalie a performance:

Erik: Eu queria demais gostar da Oliv, porque ela é um mulherão (INCLUSIVE ELA TAVA MARAVILHOSA HOJE) mas ela simplesmente não tem voz, bicho. Ela é básica e não tem muito o que mostrar, não achei a performance ruim, mas também não foi boa, sei lá, foi legal haha.

Thais: Uma das pessoas mais aleatórias que já vi nesse programa, sem dúvidas, é a Oliv. A bicha cantou Garota de Ipanema. Essa vibe jazz, soul, com uma bossa que lembra música brasileira, não funciona muito no programa. Mas sendo team Blake a gente espera qualquer coisa, certo? Achei basic, mas a songchoice é um hino atemporal. Parabéns pra quem escolheu.

Thiago: Performance muito gostosinha de se ouvir. Vibe perfeita e eu amei o vocal dela. Minha fave até agora, gostei bastante e seria bem legal ver ela avançando

[#TeamBlake] Dexter Roberts – “Something Like That” by Tim McGraw

Avalie a performance:

Erik: Puts, podem pegar meu comentário do Andrew aqui que serve e vai ser o suficiente HAHAHA. Ele tem carisma? tem e é até bem divertido isso. Mas vocalmente é básico e a performance é chata, não vou falar mais que já tá ficando repetitivo, mas é isso ai, selo brega country de qualidade.

Thais: E não acabam os cowboys. América, por que fez isso comigo! Dexter não me desce. O Gyth eu até vejo de boas, mas o Dexter é o sinônimo de básico e isso me entristece demais. Vai continuar performando sempre a mesma coisa e avançando, porque as coisas funcionam assim.

Thiago: Outra performance animada. Achei essa mais linear e sem graça, mas nenhuma surpresa já que sempre achei ele chatissimo. Linear vocalmente e xuxu.

[#TeamLegend] Shawn Sounds – “A House Is Not a Home” by Luther Vandross

Avalie a performance:

Erik: Primeiro a gente bate palma pra quem escolheu essa música pra ele (obrigado produção fãs) e depois grita: QUE HINO PORRA! Ai gente, eu amo um R&B brega e o Shawn é incrível. Eu adorei tudo aqui, a melhor performance até então. Os vocais estavam perfeitos, sua apresentação foi emotiva do jeito que precisava ser e ele fez jus a essa música tão linda. Eu amei de verdade.

Thais: Olha, me arrisco a dizer que essa foi a songchoice mais acertada da rodada. Shawn vem surpreendendo, de verdade. Eu jurava que ele não passava nem da cross battle e aqui está ele arrasando no top 13. Emoção, voz, entrega, tudo o que a gente quer. Se não passar pro top 8 a gente já grita que foi roubado.

Thiago: Eu tô impactado caralho. Que performance perfeita AAAAA extremamente maravilhoso e honrou lindamente esse hino de música. Passo a ver o Shawn completamente diferente depois de hoje, subestimava legal ele, mas depois de hoje já tô achando perfeito. Torcendo por ele.

[#TeamLegend] Celia Babini – “Shallow” by Lady Gaga and Bradley Cooper

Avalie a performance:

Erik: O que fizeram com meu anjo, hein? Até agora a Celia não teve UMA performance sequer que fizesse jus a sua Blind e infelizmente não terá mais porque ela sai amanhã kkk, risos. Não achei horrível, pelo contrário, eu juro que gostei, mas passou longe de ser uma personagem boa, né? Shallow é muito grande pra ela e infelizmente não deu muito certo. Mas, adorei o close com o moço e ela se jogando kkkkkk forçado porém foi legal. Uma pena, ícone injustiçado.

Thais: A minha bichinha ganhou uma das melhores músicas da rodada, mas olha, é difícil, viu. E piora quando seu nível de comparação é com Lady Gaga. Aí seu trabalho se torna quase impossível. Mas não podemos dizer que ela não tentou. Se formos colocar num ranking, tá abaixo da blind e do top 24, mas acima da cross battle, então vamos dizer que estamos no lucro.

Thiago: Ela claramente não tem voz pra essa música. Gostei de umas coisas e odiei outras. Uma coisa que eu definitivamente amo é a presença dela que eu acho maravilhosa e o final dela deitada no público foi legal kkkkkk

 

[#TeamAdam] L.B. Crew – “I’ll Make Love To You” by Boyz II Men

Avalie a performance:

Erik: Porra, o pisão AAAAAAA EU AMO O LB DEMAIS!! Fiquei muito feliz quando ele voltou. Eu adorei sua apresentação. Desde a Blind ele vem surpreendendo a gente mostrando um lado que nunca imaginamos que ele teria e a cada apresentação ele surpreende mais ainda. Eu adorei a música, amei a performance no geral. Ele desafinou em um momento prestes a chegar no final e ficou bem visível, mas nada que comprometa sua performance, arrasou!

Thais: Ai, amo a vibe do LB. Queria que a música tivesse sido um pouco mais animada e mais atual, mas não vou reclamar, pois tive esse prazer de ter pelo menos mais uma performance desse ícone. Os vocais estavam maravilhosos e só não podemos dizer que foram perfeitos porque teve uma desafinada no final, mas nada que me fala não amar esse ser maravilhoso. Beijo, ícone.

Thiago: Começou chato, melhorou um pouco e se matou no final kkkkkkk o surto. No meio de tanta performance ruim essa foi só mais uma então nem me importaria tanto :v não curti muito não hihi

[#TeamAdam] Mari Jones – “Foolish” by Ashanti

Avalie a performance:

Erik: Eu AMO Mari demais! Ela tem um estilo único e na minha opinião, deveria ter mais acts como ela no programa, mas  infelizmente a máfia country que domina o programa não abraça. Eu não esperava muita coisa quando vi a música que ela iria cantar, mas me surpreendeu e eu gostei muito. Seus vocais foram ótimos e como sempre arrasou na presença de palco. INCLUSIVE, ela tava maravilhosa, né? Lindissima, arrasou bicha.

Thais: Ai, a Mari é apenas maravilhosa. Tem uma vibe incrível e tudo o que fez no programa, foi dentro de uma mesma proposta, mostrando que acredita no que faz e no quer fazer. Ela em lembra as músicas que eu ouvia no rádio na minha adolescência, na época do top mix lotado de hip hop, com Ja Rule cheio de hits. Isso entrega um pouco a minha idade, mas mostra que vivi uma época excelente da música. KKKKK

Thiago: Ótima vocalmente, mas essa música é extremamente linear e chata. O Team Adam recebeu duas songs extremamente chatas e eu acho que isso prejudica bastante na hora da votação sei lá.

 

[#TeamBlake] Carter Lloyd Horne – “Let It Go” by James Bay

Avalie a performance:

Erik: Eu AMO James Bay e por mais que muitos achem essa música um saco eu adoro ela. Mas, já deu né? Apesar da song ser datada eu acho que Carter entregou um bom trabalho porque a música casou muito bem com sua voz, e um act do Blake que começou no country e canta outros estilos sempre é bem vindo. Eu gostei, não achei tudo isso mas foi uma performance super legal.

Thais: Carter me dá Noah vibes, com as devidas proporções, claro. Mas a voz rouba, cantando música indie, não tem como não comparar ou lembrar, migos (sorry, Gerson). Eu gosto do Carter, acho que é um dos que eu gosto do team Blake, mas se ele continuar fugindo do country, não terá vida longa na competição, não. Porque não é isso que as tias querem ouvir.

Thiago: Meu pai amado que performance horrorosa de entediante. Nada de interessante, literalmente nada. Linear do início ao fim, música chata, timbre chato e performance chata ao quadrado. Foda ter que aturar esses cantorzinhos sem graça só porque são “””bonitos””” ou Team Blake.

 

[#TeamKelly] Rod Stokes – “When a Man Loves a Woman” by Percy Sledge

Avalie a performance:

Erik: Vocês podem me julgar mas eu adoro o Rod. Mesmo ele tendo todo o estilo de um act do Blake, e por sinal ele veio de seu time, ele nem cantar country, canta, e Isso já o faz subir horrores no meu ranking haha. Gostei da performance de hoje, não foi minha preferida dele mas achei que ele fez um ótimo trabalho aqui.

Thais: Será que a maldição dessa música cairá sobre o Rod ou ele será agraciado com a mesma benção que caiu sobre Chris Blue? Acredito que ele ficará mais perto do Chris Blue, do que dos eliminados. Rod é um “cowboy fake”, porque ele diz que é country, mas country que é bom, eu não vejo ele cantando. Mas, mesmo assim, ele segue na competição, sem muitas dificuldades. E não vejo isso mudando amanhã.

Thiago: Não acho que a música combinou muito… Teve um problema no final da primeira frase e depois eu achei super estranho ele parecia estar completamente desconectado da música e a voz dele é meio pra dentro então achei super esquecido.

 

[#TeamLegend] Maelyn Jarmon – “The Scientist” by Coldplay

Avalie a performance:

Erik: A vencedora moral do programa e nada mais importa a não ser minha opinião. Eu to emocionado desde quando vi a apresentação dela ao vivo, eu chorei de verdade, e só dela ter me feito chorar já diz muito da artista que ela é. Eu nem sei julgar se isso foi bom ou não, se fez jus ao original ou não, pra mim foi maravilhoso e pronto. Já podem dar o prêmio, um álbum, o mundo, sei lá, tudo.

Thais: A vencedora moral na season veio com uma songchoice que eu não achei a mais acertada pra ela. Também não gostei do arranjo, mas uma voz é uma voz, né? Maelyn encanta todo mundo com a sua voz e com a forma que ela se porta no palco, igual uma fada. Incrível, maravilhosa e acessível. Alguém dá o anjo e o troféu pra ela.

Thiago: Extremamente perfeita puts. Ela e Shawn foram claramente os melhores de hoje e eu falo isso com a maior tranquilidade do mundo. A performance dela foi extremamente coerente e agradável de se ouvir, voz perfeita, notas perfeitas AAA muito boa mesmo.

 

Então é isso, gente. Depois dessa performance da Maelyn eu não tenho mais chão, tenho mais nada. E além dela, Shawn arrasou também. O Winner é do Team John, amigos, vamos ter fé que ele irá tombar o Blake! Não esqueçam de votar na melhor performance da noite( Maelyn) aqui embaixo e também de deixar o feedback da review. Espero que tenham curtido e amanhã nos encontramos para o massacre. Até mais!

 

gostou da matéria? deixe um comentário!

Erik Lacerda

Paulista, 17 anos, não bebo mas rola um cantinho do vale de vez em quando (ou é cantina? não sei). Amo comentar sobre tudo o que assisto porém nenhum amigo meu tem paciência pra me ouvir falando besteira sobre GOT, Grey's e How I met Your mother, por isso estou aqui.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries