Posts Populares

The Voice US – S17E01 – The Blind Auditions, Part 1 [SEASON PREMIERE]

The Voice is back!

Boa noite, minha gente linda! Depois de muitas temporadas, seguimos cobrindo o reality preferido dos Paneleiros, o nosso amado The Voice. E entre idas e vindas, essa temporada contará com duas perdas muito grandes. Primeiramente, Adam Levine anunciou sua saída na última temporada e agora ficamos órfãos do nosso Shevine. A outra grande perda é a do SubVoice. Nosso grande parceiro em anos, liderado pela incrível e insubstituível Clarice, pendurou as chuteiras. Por muitos motivos (que você pode conferir na pagina deles no Facebook), infelizmente eles tiveram que pagar e isso vai deixar muita gente órfã. Também fiz parte do SubVoice e foi realmente uma ótima experiência.

Pois bem, a temporada vai contar com 2 lindas loiras nas cadeiras: Gwen e Kelly. Olha, sinceramente, deixa as duas e elimina os machos hahahahaha John super sem sal e Blake já deu o que tinha que dar né. Gwen e Kelly perfeitas, ícones! Nesta temporada tivemos uma performance dos coaches liberada antes, e é sempre bom vê-los juntos né! Confere aí!

Enfim, sem mais delongas, é hora de falarmos da estreia! As regras das Blinds seguem as mesmas, com aquele block maldito. De resto, estaremos usando nossos stickers e seguindo nosso estilo descontraído. Hoje Erik e Luana comentam comigo. Uma dupla e tanto, mãe e filho!

Ah, antes que eu me esqueça… BEM-VINDA DE VOLTA LUANA!!!! <3

[#TeamLegend] Katie Kaden – “Baby I Love You” by Aretha Franklin

Avalie a performance:

Gerson: Eita gente! Começamos com o pé direito! Katie arrasou e surpreendeu todos os coaches. Primeiramente, eu odeio o block, mas ele rende momentos muito engraçados como esse. Claro, depois que a gente vê que o candidato não pode escolher quem quer é triste. Mas enfim, falando de Katie, eu achei a música meio chatinha, pois não é meu estilo, mas ela foi muito bem! Ela conseguiu botar seu estilo, mostrou todo seu alto astral e fez uma apresentação grandiosa. Foi muito bom!

Luana: Ai gente, sei lá? Eu não sou muito fã dessas big voices cheia de grunhidos e arranhados não. Claramente, Katie é uma força da natureza e eu nem vou tentar contradizer isso, porque é um fato. Porém, nessa audição eu só consegui entender os “I love you”s e isso me incomodou um pouco. Mas assim, Katie abriu a temporada, então eu imagino que ainda vamos ver muito mais dela. Atenta para as próximas performances, porque o potencial dessa mulher entregar espetáculos é imenso! 

Erik: O The Voice precisa urgentemente parar de ser emocionado, viu. Porque essa mulher é boa mas tá longe de ser esse picolé todo, forçaram toda. Não gostei tanto da apresentação mas achei ela bem boa, provavelmente vai longe que nem a Kim da temporada passada. Achei ok.

[#TeamGwen] Jake HaldenVang – “Wish I Knew You” by The Revivalists

Avalie a performance:

Gerson: Olha, Jake é bom, tem bastante potencial, na verdade. Não vou dizer que gostei ou que odiei, até porque esse não é um estilo que me agrada muito. Mas no geral eu achei que ele fez uma apresentação boa, bem certinha, nada muito pra destacar. Ele parece ter um timbre bacana, consegue dominar o nervosismo, e isso já é bastante coisa né. Vamos ver se até o fim dos KOs a Gwen corta os cachinhos dourados hahahahahaha

Luana: Meu Deus, eu amei?? Deus, pq me mandastes essa pessoa? Ai gente, totalmente meu número! Eu adoro esses artistas alt rock que surgem no The Voice e se ainda tiverem com um violão/guitarra em mãos é game over pra mim! Claramente, eu já estou vendida! Eu acho a Gwen fraquinha como mentora, mas a escolha mais do que correta para o Jake! Vamos torcer para essa parceria dar certo, porque o Jake é muito bom e pode ir longe se bem trabalhado!

Erik: Não tô acreditando que eu já amei alguém logo no primeiro dia, gente. Pelo amor de deus, alguém faz eu largar esse programa POR FAVOR. Eu amei o Jake demais, putz. Voz perfeita, adorei a songchoice e a audição foi super divertida, ele fez de tudo um pouco e ele parece ter bastante carisma. Gostei muuito e ele é a cara do adam (sdds). Espero que ele não flope ou caia na mesmice, gostei muito.

[#Eliminado] Jay Miah – “Never Enough” by Loren Allred

Avalie a performance:

Gerson: Ai gente, to muito triste! Tivemos aqui um candidato muito diferente, alguém que realmente podia trazer algo diferente e agregar ao programa. Não foi a melhor performance vocal, mas foi melhor que o branquelo anterior né. Enfim, eu gostei dele e fiquei muito triste quando ninguém virou. Pelo menos uma cadeirinha né! GWEN VOCÊ PROMETEU!!!!

Luana: Meu Deus????? Gente, não tinha NUNCA como você pensar que isso era um homem cantando! Jay performou lindamente e eu fiquei torcendo para alguém virar apenas pela justaposição de tudo acontecendo no palco. Reconheço, no entanto, que houveram problemas e isso impediu os mentores de virarem. É realmente uma pena, pois Jay tem um talento incrível e eu amaria vê-lo performance em Drag no programa!

Erik: Garoto, com essa voz bonita tu me vem com uma song difícil e ainda por cima datada dessas? Poxa, assim não tem como defender. Realmente achei a voz lindíssima e ele tem muito potencial, mas se perdeu em vários momentos, quis fazer muito e deu em nada. Só pra fazer o crossover com o outro reality: “menos é mais”.

[#TeamKelly] Brennan Lassiter – “You Are My Sunshine” by Jimmie Davis

Avalie a performance:

Gerson: É surreal como depois de 16 temporadas a gente ainda consegue se divertir com esse programa. A luta de Kelly e Gwen por Brennan contra Blake foi demais! Super divertida. Enfim, sobre a menina, mais uma vez eu achei a música beeeeeeem chata! Mas Brennan tem uma voz potente, tem um timbre bem country e algo nela que irradia. Se com Chevel a Kelly já fez milagre, imagino que com Brennan a tendência é de uma combinação explosiva. E assim espero!

Luana: Eu ouvi isso aqui no fone bem alto, né… E olha, potência foi o que não faltou! Brennan tem uma voz belíssima e uma potência admirável! A música eu achei bem chatinha, mas a garota arrasou! Eu não sou fã de gritos, mas acho que Brennan é capaz de muito mais do que só isso, né. Além do mais, amei ela sendo bem desbravada e optando por seguir com a Kelly ao invés da opção óbvia que seria o Blake. Fã da Miranda, será? HAHAHA.

Erik: Eu amo gritadeiras ( na medida do possível ) e odeio country. Ai me botam uma country gritadeira, jesus amado eu tô só a Nazaré. No geral eu gostei muuuuito, achei a audição muito boa MESMO, mas não curti muito o timbre??? Não sei explicar minha loucura, mas é mais ou menos isso aí. Achei a apresentação bem boa e acho que ela pode render bastante coisa se não cair no clichê e escolher músicas que valorizem sua voz.

[#TeamGwen] Rose Short – “Preach” by John Legend

Avalie a performance:

Gerson: A perfeição meu pai! Rose, eu já te amo, entenda! Não foi a melhor blind do mundo, mas que energia, que mulher incrível! Adorei a música que ela escolheu, pois pareceu mesmo que ela teve uma conexão e conseguiu passar tudo o que queria. Como Gwen falou, ela teve uma crescente durante a música que foi muito legal, e quando chegou no fim ela entregou tudo o que podia, com vocais seguros e certeiros. ADOREI! E a mãe dela, meu pai! PERFEITAS!

Luana: Eu amei, meu Deus! Eu geralmente não morro de amores pelas divas, mas essa moça me conquistou real! Primeiramente, eu gostaria de começar falando como eu fico com um certo “nojinho” do John não virar pras pessoas cantando músicas dele. Tudo bem, é sua música, seus critérios, mas a Rose foi simplesmente perfeita? Sei lá, valia a pena o reconhecimento, sabe. Enfim, mas fico até grata por ele não ter virado, já que isso levou a Rose a ir com a Gwen! Eu tô bem feliz que ela está de volta e acho que agora tem grandes chances de fazer um bom trabalho como mentora, afinal, tem bem mais experiência! Ansiosa pros próximos capítulos dessas duas!

Erik: AMOOOOOO ICÔNICA PRA CARALHO, EU AMO UMA GRITADEIRA DE RESPEITO BICHO BERRA MAIS QUE TA POUCOOOOO. Simplesmente icônica, adorei a música (sim eu gosto dela me julguem) e ela faz de tudo um pouco, inclusive pisou no John. Pq choras, Legend?? Pra mim ela pisou demais e já tem uma vaga no meu coração.

[#TeamLegend] Will Breman – “Say You’ll Be There” by Spice Girls

Avalie a performance:

Gerson: Parabéns, Will, você foi o primeiro e único que eu consegui odiar 100% até então. Que grande feito, minha gente. Primeiro, cagou com a música das Spices. Teve umas horas que ele cantava e eu entendia ZERO! Fez um monte de firula chata, que não acrescentou em nada. Enfim, achei uma bagunça, não curti não.

Luana: Vixe, nossos santos não bateram, LOL. Eu não curto esse pessoal que canta meio afetado, sabe? Então essas “vozes” que o Will fez durante a performance me deixaram um pouco irada, kkkkkkkkk. No mais, achei bem legal o dueto com o John. É sempre revigorante assistir esses aspirantes encontrarem com seus ídolos e terem momentos assim, né? Deve ser bem impagável para eles! Enfim, adorei a songchoice bem fora da caixinha também! Não gostei tanto do Will, porém talento ele tem! 

Erik: Gente, amei? Achei tudo. Não sei se tô meio surtado mas gostei bastante. Will tem um estilo bem único de cantar, e eu gostei muito. Adorei a música e a performance num geral, inclusive quando no final quando ele cantou com John me deu muito Kennedy vibes e já fiquei emocionado kkkk Aí Gabi só quem se iludiu sabe. Enfim, achei a voz dele bem bonita e já quero ver no que ele vai dar.

[#TeamKelly] Alex Guthrie – “Love and Happiness” by Al Green

Avalie a performance:

Gerson: APRENDE WILL! Adorei Alex! E olha que é bem do estilo que não gosto muito. Mas vejam, ele escolheu uma música bem própria pro que queria fazer, conseguiu rodar com as notas, encaixou o que pretendia e fez uma apresentação pra cima, gostosa. Algumas coisas me incomodaram, como a nota alta que saiu forçando até a última. Mas enfim, eu adorei a apresentação e quero ver mais dele já!

Luana: Ai gente, achei bem gostosinho de acompanhar, viu. Só não entendi a edição de câmera no começo não mostrando o cara, é o novo conceito? HAAHAHA. Assim, foi bem basiquinho, mas foi um basiquinho cheio de ritmo, bem legal. Parece aquele tipo de act que já se despede da competição nas batalhas, mas mereceu ter 1 ou 2 cadeirinhas viradas sim, porque foi bem competente e fácil de acompanhar. Legal, né.

Erik: Amada?? Outro boy com violão que tem voz bonita, aí é pra ferrar de vez mesmo né The Voice. Adorei também porque Alex é uma daquelas pessoas que a gente assiste e ve que tem um “tesão” em cantar, sabe kk canta com vontade, acho lindo isso. Ele aproveitou bastante o momento, sua voz é bem bonita e achei a performance bem boa, curti.

[#TeamBlake] Kat Hammock – “Vienna” by Billy Joel

Avalie a performance:

Gerson: Fofa, mas é isto né. Extremamente sonolento e sem graça. Kat fez uma apresentação simples, correta, zero conexão, só sendo fofinha mesmo. No geral, achei chata e espero que tenha vida curta com Blake, até porque ela é bem inexperiente. Não gostei não, próximo.

Luana: Que fofa, minha gente! Quando ela começou a cantar, tudo que eu consegui pensar foi “meu deus, que voz de veludo, amei, vou virar”. Mas assim, ao longo da performance ficou bem claro que a Kat tá bem verdinha ainda e tem muito o que trabalhar. Mas é pra isso que serve um bom mentor, né? Ajudar os artistas em seus pontos mais fracos, torná-los um pouco melhores na medida do que for possível. Eu acho que ela ganharia mais – em questão de aprendizado mesmo – indo com a Gwen, mas obviamente, pensando na competição e o quão longe você pode ir, escolher o Blake é sempre a opção mais correta! Enfim, Kat é uma fofa, mas tem muita estrada pra percorrer ainda. Vamos torcer para ela ter um lindo arco de evolução, pois tem potencial.

Erik: Putz que voz linda meu deus do céu, amada? Achei tudo muito bem perfeitinho, a música bem escolhida, timbre lindo, tudo muito bom. Só achei bem okzinho o conjunto da obra, sei lá, meio linear talvez. Mas não que isso tenha tornado ruim, adorei a voz dela e fiquei bastante vidrado na apresentação, ela mandou bem.

[#Eliminado] CJ Washington – “Tired of Being Alone” by Al Green

Avalie a performance:

Gerson: Olha, não foi bom não. Sendo rápido e breve, o timbre de CJ me lembrou muito o de John e por várias vezes eu achei que o miserável fosse virar. Foi uma apresentação CHEIA de defeitos, apesar da animação e do domínio do palco. Não achei que os coaches erraram aqui não, porque eu também não viraria.

Luana: Morta, Al Green de novo no episódio, a saturação, meu pai KKKKKKKKKK. Eu achei legal, mas nada demais. Sei lá, acho que até posso ter gostado mais do que o outro moço que cantou Al Green, mas não fiquei super triste por ele não ter passado não. Enfim, é isto né. Um dia a gente perde, no outro também. Siga firme, irmão.

Erik: Ai gente pra que, viu… Coitado. Achei bem ruim, música chata, voz chatinha, zero empolgante. Se eu posso destacar aqui um momento especial e único que eu gostei muito foi quando acabou, next.

[#Eliminado] Timmy Hood – “Make It Rain” by Ed Sheeran

Avalie a performance:

Gerson: Agora vou ser obrigado a discordar dos coaches. Poxa, o menino foi bem! Não foi um primor, não foi perfeito, mas merecia pelo menos uma cadeirinha da Gwen ou do John viradas né. Ele conseguiu imprimir o estilo que queria na música, fez suas inflexões bem certinhas… Uma pena!

Luana: Que performance curtinha. Olha, eu amo esses boyzinhos cantando pop (apesar de “Make It Rain” puxar bem mais pro soul), mas achei Timmy bem verdinho. Acho que seria o tipo de act que o Adam viraria, porque ele gostava desses desafios, mas não me apeteceu em nada, infelizmente. Espero que Timmy adquira mais experiência performance e volte para tentar mais uma vez, seria legal. Mas por hoje, não deu.

Erik: Música boa, voz bonita, mas muito nervosismo. Senti bastante isso na voz dele, tava meio trêmula sei lá, acabou ficando um pouco bagunçado e fora do ritmo. Coitado, tem bastante potencial, que volte outras vezes.

[#TeamBlake] Marina Chello – “Walk Me Home” by P!nk

Avalie a performance:

Gerson: Eu estou me perguntando uma coisa aqui. Bom, tá na cara que Marina tem uma boa postura de palco, tem experiência. Mas será que ela é capaz de entregar mais do que fez ou esse é o limite dela? Eu ficaria com essa pulga atrás da orelha e provavelmente não viraria. Mas enfim, eu achei uma apresentação abaixo da média, meio sem sal, sem graça, mas fiquei reparando nessas coisas dela. A voz é boa, o timbre é bacana, e quem sabe ela não surpreenda!

Luana: Puts minha filha, que songchoice péssima. Pink tem tanta música boa e a mulher me escolhe uma bem podre, triste. Mas enfim, Marina parece ter uma ótima voz e bastante experiência. Eu achei a performance bem morna, mas realmente não tinha muita coisa a ser feita com “Walk Me Home”. Fiquei surpresa por ela não ter ido com a Kelly, afinal, eu presumi que por ela ser uma cantora pop, optaria por alguém que a compreendesse melhor, né. Mas é isto, como disse com a Kat, às vezes o candidato está pensando mais na sua jornada no programa do que propriamente no que pode aprender com os mentores.

Erik: Pink é um hino, né gente? E só dela não ter cantado What about Us já tem ponto comigo. Gostei muito dela, ela soube construir muito muito bem um momento pra ela na música, fazendo com que a gente esperasse mais dela em certos momentos e ela não decepcionou. Achei bem legal a apresentação.

[#TeamGwen] Kyndal Inskeep – “Never Been To Spain” by Three Dog Night

Avalie a performance:

Gerson: Meio básica né. Kyndal não é ruim, tem uma voz legal, tem uma presença de palco meio estranha, mas conseguiu imprimir bem o que queria. Eu achei que os coaches ficaram muito vidrados no block, principalmente Gwen e Blake, e pouco ligaram pra menina. Mas no fim, acho que Gwen vai forçar ela ao máximo pra mostrar que pode trabalhar com country sim.

Luana: Gente, que voz estranha? Sei lá, quando Kyndal começou a cantar eu não tava ouvindo muito bem, mas já conseguia perceber o timbre bem distinto! Não achei uma performance boa suficiente para encerrar a premiere, mas entendo os motivos de ter sido a escolhida. Kyndal tem muito potencial e esse timbre tão diferente pode render ótimos frutos com a Gwen que, inclusive, é uma cantora que também tem um timbre bem diferente e sabe trabalhar super bem com isso!

Erik: O que é que tá acontecendo que as country de hoje estão aceitáveis? Achei muito legal a apresentação dela, a voz é bonita e tudo mais. Gostei do timbre também, acho que Gwen vai conseguir levar ela longe. Foi uma das audições mais legais de hoje, gostei bastante.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Bom, e assim terminamos a primeira noite dessa nova temporada. Confira como ficaram os times depois de hoje:

 

#TeamBlake: Kat Hammock, Marina Chello.

#TeamGwen: Jake HaldenVang, Kyndal Inskeep, Rose Short.

#TeamKelly: Alex Guthrie, Brennan Lassiter. 

#TeamLegend: Katie Kaden, Will Breman.

– – –

Fazendo uma breve análise da noite, eu achei a estreia meio fraca em questão de talentos. Falando de entretenimento, a bancada está ótima! Kelly é maravilhosa, Gwen e Blake vão na mesma vibe. John é chatinho, mas a gente releva né. Ou era ele ou era Alicia Keys kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Enfim, to brincando!

Abaixo temos nossa tradicional enquete e nesta temporada vamos sempre repostar o vídeo mais votado na enquete na review seguinte. Então votem pelo seu favorito! Até a próxima, galera!

gostou da matéria? deixe um comentário!

Gerson Elesbão

Um @gerson incomoda muita gente, um @gersonrealoficial incomoda incomoda incomoda muito mais! É DC, é Marvel, é Netflix, é reality. Se a série for boa, chama no probleminha, bebê!

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries