Posts Populares

The Voice US – S17E13 – The Knockouts, Part 3

UAU!

E aí galera! Cheguei mais uma vez pra comandar uma review do The Voice. Eu já tinha desencanado do programa há algumas temporadas, mas não posso deixar de frisar que essa temporada tá bem divertida! Vão me matar, mas acho que Adam e Blake já são pesos mortos na bancada, e a saída do Adam trouxe a Gwen que é menos preguiçosa e pelo menos nos faz curtir alguns momentos. Pois bem, falado isso, essa temporada tem nos trazido alguns KOs bem legais e é sobre eles que vamos falar hoje!

Seguimos usando as luvinhas, pra ilustrar de qual candidato gostamos mais em cada KO. Usaremos os nomes dos candidatos em cima de cada sticker, pra ficar mais fácil de entender. Os dois comentaristas e este reviewer que vos fala têm o direito a dar uma luva para cada apresentação, como sinal se gostou ou não. Pra ficar mais claro: o candidato que ganhar 3 luvinhas foi super amado por nós; o que ganhar ZERO luvinhas foi odiado.

Hoje o Davi e o Mizael comentam comigo, então sem mais delongas vamos lá!

KO #1: TEAM GWEN
Destiny Rayne vs Rose Short

Destiny Rayne – “Tell Me You Love Me” by Demi Lovato

Avalie a performance:

Gerson: Primeiramente, música horrível! Eu não curto muito as músicas da Demi, e essa interpretação da Destiny ficou pior que a original. Não lembro muito da Destiny no geral, mas achei que ela fez uma apresentação bem okay. Foi legalzinha, foi encaixadinha, mas faltou mais emoção. Foi ruim? Foi não! Na verdade, se ela tivesse ido contra outros, a chance de ela ganhar teria sido bem grande. Mas aqui não deu certo.

Davi: Essa daqui já chegou morta, né? Perdeu no momento que foi colocada contra Rose. E Destiny também nem pareceu tentar muito, né? Ela até que foi bem, mas eu senti que ela se perdeu em algumas partes. Enfim, não tem nem como comparar as duas, Rose ganhou com folga.

Mizael: Destiny já tinha pouca ou nenhuma chance contra Rose e ainda canta boa parte da música fora do tom. É triste, mas nada funcionou aqui, tive a impressão de que ela não conseguiu alcançar quase nenhuma das notas corretamente.

Rose Short – “Big White Room” by Jessie J

Avalie a performance:

Gerson: FADA! Rose é uma das minhas preferidas da temporada, e dá pra ver o porquê né! Precisa nas notas, cheia de emoção, atitude, força, ela não se escora nas notas que consegue alcançar pra tornar uma apresentação memorável. Na apresentação de hoje, eu achei que ela conseguiu conciliar PERFEITAMENTE as notas agudas pra passar toda a emoção necessária. Essas notas foram como um grito de socorro, como a emoção transbordando ao longo da apresentação. EU AMEI!

Davi: TALENTO, SUCESSO E ACLAMAÇÃO. Eu não estava preparado pra essa apresentação, gente. Eu tô no chão, sério. Rose foi simplesmente lendária em tudo. Vocais impecáveis, postura, além de conseguir passar toda emoção que a música pede. Essa mulher é muito rainha. Destruiu!

Mizael: Não tenho palavras para descrever esta apresentação. Rose vem sendo subestimada desde as audições, mas ela é muito cativante e competente. Aqui vimos “Big White Room” ser reinventada. Ela passou toda emoção que a letra pede e entregou algo muito difícil de se fazer, com perfeição técnica, e sem soar exagerada.

Destiny Rayne vs. Rose Short

VENCEDORA: ROSE | ELIMINADA: DESTINY

Gente, não tinha muito o que fazer né. Rose já era franca favorita e depois daquela performance mortinha da Destiny, mesmo se ela ficasse parada no palco sem fazer nada ela ganhava HAHAHAHA Enfim, resultado justíssimo, Rose rainha do Team Gwen. Quem concorda respira!

KO #2: TEAM KELLY
Kiara Brown vs Shane Q

Kiara Brown – “The Bones” by Maren Morris

Avalie a performance:

Gerson: Que delícia de apresentação da Kiara. No geral, eu gostei bastante. É o tipo de música e de apresentação que eu gosto de ouvir. Falando no caso da competição, acho que Kiara ficou no meio do caminho. Não fez uma apresentação grandiosa, com notas potentes, a ponto de todos ficarem de pé, e nem fez uma apresentação intimista, pra todos chorarem. Acredito que isso deixou as pessoas com sentimentos dúbios, e não pescou todo mundo pro que ela fez. Enfim, eu gostei bastante, pois as notas foram boas e a emoção foi legal.

Davi: Nossa, eu já cheguei nessa Knockout arrasado, porque sabia que Kiara sairia. Mas também, né gente? Que KO bagunçada. Kiara fez o básico e ainda conseguiu errar. Ela tentou colocar uns falsetes, dar uma controlada, mas não funcionou pra mim.

Mizael: Kiara só teria chances de avançar se fizesse a apresentação da sua vida e infelizmente não foi o caso. Essa música é chatinha e execução não foi muito boa.

Shane Q – “In Case You Didn’t Know” by Brett Young

Avalie a performance:

Gerson: Shane é bom. Ponto. Não tem como negar que ele tem uma boa voz, bem controlada, consegue fazer boas apresentações. Ele é bom e pronto. Assim como Katie, do Team Legend. Ela também é muito boa. Os dois também se assemelham em outra coisa: tem gente que vai gostar do estilo, e tem gente que não vai gostar. No meu caso, eu vejo Shane como um bom vocalista, um cara com bastante potencial pra vencer o programa. Eu gosto de ver as apresentações dele? Não. E isso também acontece com a Katie. Tem problema nisso? Também não, é só questão de gosto mesmo.

Davi: Ai gente, eu não gosto muito de Shane não. Acho ele muito superestimado. Mas até que ele fez uma apresentação boa, viu? Estava super concentrado e conseguiu fazer um trabalho muito bem feito. Que continue assim.

Mizael: O registro mais agudo de Shane, soa um pouco irritante para mim, mas sei que é algo bem pessoal. Ele se apresentou de uma forma bem competente, mas não conseguiu me prender. No final, achei a apresentação um pouco cafona, mas não tenho nenhum erro técnico para apontar, somente não gostei.

Kiara Brown vs. Shane Q

VENCEDOR: SHANE| ELIMINADA: KIARA

No Team Kelly não dá pra imaginar um vocalista tipo o Shane saindo assim né. Obviamente ele chamou mais atençao e conseguiu passar mais confiança pra sua coach. No geral, foi como eu disse: Kiara ficou no meio termo entre vocais perfeitos e emoção demais, o que não chamou tanto a atenção. Por outro lado, Shane focou nos vocais, e chamou a atenção nisso. Vocalmente, ele é melhor do que ela, então segue o baile.

KO #3: TEAM BLAKE
Kat Hammock vs Lauren Hall

Kat Hammock – “Kiss Me” by Sixpence None The Richer

Avalie a performance:

Gerson: Adoro essa música! E que boa escolha pra Kat né! A música ornou bem com o timbre dela. Primeiramente, adorei o começo no teclado. Achei que a apresentação ia ser ali mesmo. Na verdade, eu preferia que fosse. Depois que ela levantou parecia que ela tava fora do ritmo em vários momentos, e eu não consegui me conectar com ela nem um pouco. No geral, eu achei que a apresentação foi ok. Nada demais, bem básica.

Davi: Aquela típica act do time Blake que tem tudo pra ser arrastada pelo público e possivelmente vencer. Olha, eu não gostei da Blind de Kat, muito menos da battles. Aqui eu achei que ela foi correta. A música caiu como uma luva para a voz dela. Mas sei lá, ainda acho essa menina tão sem sal. O começo da apresentação foi bom, mas depois ficou repetitivo.

Mizael: Que apresentação formidável! Kat apresentou uma dinâmica muito bonita e cativante. Foi de arrepiar do começo ao fim. E esse timbre, em? Tomara que Blake a deixe escolher suas músicas, a batalha dela foi extremamente chata, por conta da song choice, mas aqui a história foi bem diferente!

Lauren Hall – “Breakaway” by Kelly Clarkson

Avalie a performance:

Gerson: Oh meu pai. Que arranjo ridículo foi esse????? Odiei, odiei! Vamos lá então. Eu achei a apresentação muito corrida. Lauren mal teve tempo de respirar. A música é um hino, mas não deu match. Lauren não conseguiu segurar a marimba e pareceu uma apresentação do The Voice Brasil. AUGE! Enfim, eu gostei de algumas notas aqui, outras lá, mas achei que ela terminou toda cagada.

Davi: Lauren já chegou como minha favorita aqui. A batalha dela foi uma das melhores das temporadas e eu estava com altas expectativas. Ela começou muito bem, mas se perdeu um pouco no refrão. Alguns momentos, ela parecia fora do tom. Mas aquele final foi muito bonito. Eu ainda escolheria Lauren como vencedora, por acreditar mais no potencial dela.

Mizael: Lauren deixou o caminho da Kat bem livre. Ela cantou a primeira parte todinha fora do tom. Embora Lauren tenha se encontrado um pouco no refrão, o que parecia que iria melhorar, ficou pior, pois sua voz foi ficando cada vez mais desgovernada. Eu entendo a pressão de cantar essa música, na frente da interprete, mas foi ela quem escolheu a canção e não tinha como não ir para casa, depois desta performance.

Kat Hammock vs. Lauren Hall

VENCEDORA: KAT | ELIMINADA: LAUREN 

De um lado uma menina cantando básico e ok, e do outro uma mulher correndo pra entregar uma performance nível coach. Conhecendo nosso Blake, dá pra ver que Kat tinha ampla vantagem né. Pra mim as duas foram ruins e nenhuma merecia passar, mas duvido que Kat terá vida muito longa.

KO #4: TEAM LEGEND
Will Breman vs Zoe Upkins

Will Breman – “I Don’t Care” by Ed Sheeran & Justin Bieber

Avalie a performance:

Gerson: Gente do céu, se eu colcar o comentário que fiz pra Lauren ali em cima vai encaixar bem aqui hahahaha Que arranjo bizarro, que coisa corrida. O menino mal conseguiu respirar. Enfim, odeio essa música e acho que na Batalha Will só ganhou pela presença de palco. Hoje foi a mesma coisa. Vocalmente tem algumas coisas, mas ele me soa muito melhor performer do que cantor. Ele tem uma ótima presença de palco, mas vocalmente é bem ok e acomodado.

Davi: Will é um act que eu não curto muito a voz, mas que consegue me entreter. Essa foi a apresentação que eu mais gostei dele. Ele fez uns falsetes bem legais e animou muito a plateia. Foi bem divertido de assistir. Maaaas eu não consigo negar que o timbre de Zoe me domina e eu seguiria com ela.

Mizael: Apesar de gostar de Ed Sheeran, não simpatizo com esta música. Will é um pouco limitado, mas sua voz é bonita e ele é muito divertido no palco. Não acho que deveria ir tão longe na competição, mas ele com certeza venceu este embate.

Zoe Upkins – “Like I’m Gonna Lose You” by Meghan Trainor

Avalie a performance:

Gerson: Eu adoro as músicas da Meghan Trainor, mas acho que nenhuma presta pra reality, pois só são boas na voz dela. Zoe foi bem okay, na medida, sem erros, mas pouco fez pra impressionar. Não conseguiu passar toda a emoção, me fazer me apaixonar pela apresentação, e não mostrou um poder vocal distinto, algo de outro mundo. Ficou bem na média.

Davi: Eu sou apaixonado pela voz de Zoe. Pra mim, um dos timbres mais bonitos da competição. E eu gostei da Knockout dela. A voz dela brilhou bastante. Nossa, ela é tão novinha e mesmo assim tem umacpostura muito madura no palco. E os vocais excelentes, como sempre. Eu curti bastante da apresentação de Zoe.

Mizael: Gostei demais da batalha da Zoe, mas não curti muito o resultado aqui não. Não foi ruim, mas tbm não foi bom. Amo essa música, mas não dá para fazer muita coisa com ela. O que Zoe tentou fazer de diferente, soou extremamente estridente!

Will Breman vs. Zoe Upkins

VENCEDOR: WILL | ELIMINADA: ZOE 

Achei que Will e Zoe ficaram bem equivalentes vocalmente. Zoe não mostrou nada demais, enquanto Will ainda conseguiu entreter. Eu, sinceramente, não acho Will muito bom, mas acho que ele tá pegando uns candidatos bem fracos pela frente, e tá conseguindo avançar bem assim.

KO #5: TEAM GWEN
Jake HaldenVang vs Royce Lovett

Jake HaldenVang – “Powerful” by Major Lazer (feat. Ellie Goulding) 

Avalie a performance:

Gerson: Ai meu Deus! Essa música é maravilhosa e a versão do Jake ficou TUDO PRA MIM! Que delicia, eu me arrepiei todo. Jake é um candidato muito ímpar, muito diferente e bom de assistir. Com essa música ele conseguiu mostrar todas as nuances da voz, o poder que tem e ainda entregou a mensagem bem direitinho. É um dos meus favoritos do Team Gwen, com certeza.

Davi: Jake é um dos acts mais promissores de Gwen e acho que ela tem feito um trabalho bem legal com ele. Ele foi muito bem na batalha dele e isso me deixou muito animado. Eu curti a apresentação dele aqui. Eu acho que ele não soube aproveitar muito bem todos os momentos, mas algumas notas que ele executou me deixaram bem surpreso. Uma apresentação boa, mas nada muito memorável.

Mizael: E foi assim que Jake superou um dos favoritos do team Gwen. Eu amo demais essa música e gostei demais disso aqui. Jake me agrada muito, desde as audições, mas não achava que ele iria muito longe, porém merece, viu. Não foi perfeito, mas também não precisava ser e foi facilmente uma das minhas performances favoritas da noite!

Royce Lovett – “Wake Me Up” by Avicii (feat. Aloe Blacc)

Avalie a performance:

Gerson: O timbre do Royce é incrível. Mas que música cagada é essa???? Foi totalmente errado e ficou muito ruim, não combinando nem um pouquinho. Vocalmente eu achei fraco, achei que ele soltou uns agudos bem nada a ver e desnecessários. Não conseguiu passar a mensagem da música e não conseguiu nem chegar perto do que Jake fez.

Davi: Quando eu vi esse pareamento, achei que seria bem complicado escolher, afinal, os dois foram muito bem nas batalhas. Mas Royce facilitou muito a escolhe de Gwen. Eu fiquei muito confuso com essa apresentação, sério. Ele teve problemas com afinação, parecia perdido e ainda tentando tocar o instrumento. Talvez ele devesse ter focado só em cantar e deixado o violão de lado. Quem sabe teria saído algo melhor.

Mizael: Ladeira abaixo que fala, né? Royce foi dos candidatos que mais me chamou atenção nas audições, mas aqui não tem como defender. Foi tudo ruim, desde a escolha da música, até a execução. É triste, mas o saldo ficou bem negativo.

Jake HaldenVang vs. Royce Lovett

VENCEDOR: JAKE | ELIMINADO: ROYCE

Olha, sem chances de ter qualquer dúvida né. Royce foi MUITO ruim. E Jake foi MARAVILHOSO! Gwen seguiu a sensatez de sempre e nem teve o que pensar.

KO #6: TEAM KELLY
Alex Guthrie vs Hello Sunday

Alex Guthrie – “I’m Not The Only One” by Sam Smith

Avalie a performance:

Gerson: Alex é um cantor bom, com vocais legais, encaixados, e foi o que ele mostrou nessa apresentação. Fez um trabalho muito bom vocalmente com essa música do Sam Smith. Eu acho uma música difícil, pois além dos vocais ela requer muita entrega, muita emoção, e aí Alex deixou a desejar. Não achei que foi um desastre, mas achei que ficou abaixo do que a música é capaz.

Davi: Olha, Alex é um act que, pra mim, não deveria nem estar aqui. Mas até que hoje eu gostei da apresentação dele. Não foi grande coisa, mas até que foi legal. A música é bem datada, né? Os vocais estavam bem legais, nada muito surpreendente. Enfim, foi bom, mas como o nível das Knockouts está alto, acho complicado passar.

Mizael: É muito difícil imaginar essa música, sem os falsetes do Sam Smith, mas acho que foi justamente não recorrer aos falsetes, que fez Alex ter conseguido um saldo tão positivo. Eu consegui me desvencilhar da versão original, que gosto demais, e me prender a esta performance cheia de força e emoção. Vê-lo cantar com voz cheia o tempo todo e com tanto sentimento, foi muito tocante.

Hello Sunday – “Almost Is Never Enough” by Ariana Grande & Nathan Sykes

Avalie a performance:


Gerson: A Blind dessas meninas foi HORRIVEL! As Batalhas e agora o KO mostraram que elas tem muito potencial e são muito boas. Veio também pra mostrar pra todos que Kelly é uma coach que faz diferença e o resultado tá aí. As meninas fizeram uma apresentação muito boa, alternando momentos de crescentes pra ambas e fazendo harmonias muito gostosas. A música não é das minhas favoritas, mas a evolução vale o esforço.

Davi: Gente, essas meninas estão em uma crescente muito boa no programa, né? Quando eu vi os spoilers, antes das batalhas, eu fiquei tipo: como Kelly vai arrastar essas meninas tão longe? Mas agora eu entendi. Elas melhoram muito e vem me surpreendendo cada fase. As harmonias, os vocais, as interações, tudo foi feito com precisão. Gostei bastante e eu escolheria a dupla mesmo, sem dúvidas.

Mizael: Fiquei realmente impressionado com isso aqui. Poucas duplas conseguem, durante o programa, justificar o fato de serem uma dupla. Sempre tem alguém que se destaca, mas aqui, isso não é um problema. As duas conseguiram mostrar suas singularidades e fizeram harmonias surpreendentes. Essa performance foi incrível, em termos de emoção, e tecnicamente quase perfeita. Ao ver o spoilers da temporada, eu realmente não conseguia entender a longevidade da dupla, mas está explicado.

Alex Guthrie vs. Hello Sunday

VENCEDORAS: HELLO SUNDAY | STEAL: ALEX (#TeamLegend)

Aqui também não tinha muitas dúvidas né. Hello Sunday é o mimo da Kelly nessa temporada, então devemos ver as meninas ainda dando show no palco. Espero que no ao vivo sejam tão boas quanto nas fases gravadas. Alex conseguiu um steal bem justo do John, mas não vai muito longe não.

.

E assim terminamos nossa review. Tivemos algumas apresentações BEM ruins, mas também tivemos outras muito boas e legais de assistir (Rose, to olhando pra você!). Temos mais um programa de KOs e depois chegamos às fases ao vivo, começando pelos Playoffs. Ansiosos?

Não deixem de votar na enquete e comentar aqui embaixo!

Beijo grande, até a próxima!

gostou da matéria? deixe um comentário!

Gerson Elesbão

Um @gerson incomoda muita gente, um @gersonrealoficial incomoda incomoda incomoda muito mais! É DC, é Marvel, é Netflix, é reality. Se a série for boa, chama no probleminha, bebê!

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries