Posts Populares

The Voice US – S17E19 – Live Top 11 Performances

Foi a gente que pediu?

Chegamos na querida fan week, a qual recebe esse nome porque as músicas cantadas são escolhidas pelo público! A gente finge que acredita e finge que vai dar certo também. Aliás, nessa etapa dos lives sempre tem alguém que é tombado, um ou outro que se sai mal por causa da música. Mas, hoje meus amigos, foi um fiasco total e eu me encontro abismado escrevendo esse texto.

Trouxe pra comentar comigo hoje os queridos leitores Paulo e Mateus. Sem mais delongas, vem comigo aqui!

[#TeamLegend] Katie Kaden – “Without You” by Harry Nilsson

Avalie a performance:


Erik: Amada do céu, o hino atemporal jesus amado! Me segura que eu tô indo pra igreja agora! Essa música é simplesmente icônica e apesar de suuper datada é um prato cheio pra se cantar em reality. Tem berro, tem emoção, tem ótimos momentos pro act se destacar e se fizer bem feito, arrasa! Katie, novamente, entregou uma performance muito dentro do que ela de propõe a fazer no programa e eu, particularmente, achei muito bom! Achei um pouco exagerado, mas nada que tenha feito a apresentação se tornar ruim ou chata. Ela mandou bem!

Mateus: Ela veio com um classicão, o começo foi muito bonito, mas depois deu pra sentir um nervosismo nas partes mais baixas, elas explodiu nos momentos certos e foi muito bom, mas eu senti falta da emoção que a música originalmente traz.

Paulo: Katie no death spot? Não esperava essa… Foi uma surpresa ela com uma música mais calma, porque ela sempre vem ligada nos 220v. Mas, apesar dos gritos que não podiam faltar, eu achei que ela fez um bom trabalho com a música, com o tom bem adequado pra voz dela (o que muitos acts não conseguem aprender), até chegar naqueles rosnados que ficaram bem desnecessários. Em tempo: ela tava linda com esse look que valorizou o rosto e os olhos dela.

[#TeamBlake] Kat Hammock – “I’ll Fly Away” by Alison Krauss

Avalie a performance:


Erik: Aí fofa, o que fizeram com você? Eu achando que tu era a própria frontrunner do programa todinho, a Chevel 2.0 só que menos chata, e aí tu vai só ladeira abaixo nos lives. Não gostei da apresentação passada, essa muito menos. Parafraseando o reality vizinho, faltou tompero. Aliás, faltou tudo porque foi muito chato. Beijos, amiga.

Mateus: A Kat tem uma voz muito doce, mas as songchoices delas estão sendo bem sonolentas, acredito que ela consegue bem mais do que está mostrando, foi uma apresentação bonitinha, mas bem linear.

Paulo: Olha, eu achei ótima a prévia da Kat e queria muito ver o ao vivo, pois esse tom angelical dela é um doce. Essa música normalmente é cantada com um pouco mais de agito, mas esse arranjo ficou super legal pra voz dela e os improvisos dela ficaram muito bem colocados. Apesar de tudo, ficou meio linear, viu? Acho que uma música mais emocional seria mais interessante.

[#TeamKelly] Shane Q – “Mercy” by Shawn Mendes

Avalie a performance:


Erik: Meu pai do céu, senhor amado, jesus Cristo, deus de por e de glória, que coisa horrível. O moço não tinha ar, o arranjo tava ruim demais e conseguiu tornar a música mil vezes pior. Quem deve dizer Please have mercy on me sou eu meu filho porque haja saco pra aguentar isso aqui, te vejo no bottom, mo.

Mateus: Ele pode ter uma voz boa, mas não consigo ver personalidade dele, ele não traz algo de diferencial para ele, e vai sempre cantar bem, mas falta algo que mostre ele como artista.

Paulo: Olha, quem escolheu essa música pro Shane, heim? Mas, nem vou reclamar porque achei que casou bem com a voz dele, viu? Só que a Kelly tentou fazer o cara se soltar mais, mas não achei que funcionou muito, mesmo porque conexão zero. E esse arranjo lentinho deixou a música sem graça. A voz dele me lembra a do Jordan (S9) em vários momentos, mas sem aquela mesma qualidade. E o que danado foi aquele final que ninguém viu quando acabou?

[#TeamGwen] Joana Martinez – “Dreaming of You” by Selena

Avalie a performance:


Erik: A redenção chegou, né flor? Antes tarde do que nunca, porque sua performance passada foi o auge da vergonha alheia. Eu adoreeei a música escolhida, apesar de não ser uma canção que possui um momento pra pessoa brilhar, Joana não fez vergonha nenhuma a Selena e mandou bem demais. Eu adoro a voz dela e estava sentindo falta de uma boa apresentação sua, mas essa aqui foi bem legal de ver. Gostei muito.

Mateus: Ela entrou nessa vibe latina que não parece combinar muito ela, a apresentação contida foi bonita, ela soube escolher os momentos certos na música para mostrar sua voz, e gostei da apresentação dela, apesar de em outras ela já foi bem melhor.

Paulo: A prévia da Joana foi uma das que mais gostei também. Diferente, mas achei ótima pra voz dela. E super curti o VT dela no estúdio onda a Gwen ensaiava e falando com a Gloria Stefan. Agora, a produção do US tá bem econômica, né? Bem, a performance dela foi linda, mas a música foi bem sem gracinha, né? Mas a bichinha fez o possível. Só que a voz dela é um amor e precisamos dela no top 10.

Como é? 16 anos?

[#TeamLegend] Will Breman – “Light My Fire” by The Doors

*obs: vídeo não liberado no YouTube para o Brasil

Avalie a performance:


Erik: Eu não vou me passar e dizer que achei horrível, porque não achei. Foi ruim? Claro, estaria mentindo se dissesse que não, mas olha… Achei um pouco… Rústico. To passando pano porque gosto dele e admiro ele querer fazer essas performances mais diferentes e de seu estilo, mas fazer o que se fica ruim né? Risos. Foi chato, próximo.

Mateus: Achei bem morna a apresentação, ele não tá sabendo muito o que fazer, ou está se limitando demais nas apresentações, ele foi bem básico hoje, mas a songchoice não deu muito espaço para que ele fizesse algo que chamasse atenção, mas no final ele conseguiu se recuperar e terminar bem.

Paulo: Will nas partes graves e tranquilas faz um bom trabalho, mas ele não pode ficar só nisso, né? A música tem uma vibe super gostosinha, mas aqueles falsetes ficaram sem graça e quando subiu de tom a desgraça foi feita. Ele ensaiou mesmo pra isso? Não acredito que perdemos o Max pra isso…

[#TeamGwen] Rose Short – “Maybe I’m Amazed” by Paul McCartney

*obs: vídeo não liberado no YouTube para o Brasil

Avalie a performance:


Erik: ROSE DO CÉU, AMADAAA VOCÊ PRA MIM É TUDOOOOOOOO! A melhor participante da temporada e se alguém discordar tá assistindo errado. Eu amei a apresentação, não achei sua melhor performance mas gostei muuuuito de tudo, de verdade. Eu amo como Rose BERRA MUITOOO mas ao mesmo tempo não berra, a rainha do equilíbrio e do gogó. Eu amo essa mulher demais e ela deveria ter muito mais reconhecimento. Mas, no meu coração tu já é #1 bebê, perfeita demais!

Mateus: Ainda não entendi essa música para a Rose, e que roupa foi essa. Rose como sempre arrasa na interpretação e vocalmente nem se fala. Ela transborda energia e mostra isso para todos, foi uma das melhores apresentações da noite.

Paulo: Pra começar, que diabo de figurino foi esse? KKKK. Continuando, eu acho super curti a prévia da Rose mas, ao vivo eu gostei não. Ficou parecendo a Katie. Sem contar que a música repete demais. Enfim, minhas expectativas foram por água abaixo. Ainda assim, espero a Rose na final, por favor, América.

[#TeamKelly] Hello Sunday – “The Middle” by Zedd, Maren Morris & Grey

*obs: vídeo não liberado no YouTube para o Brasil

Avalie a performance:


Erik: Aí, fofas… Semana passada eu gostei tanto de vocês, tanto! Tava muito empolgado pra dupla mais fofa do programa, mas hoje não deu viu? A música já não é essas coisas todas e mudaram o arranjo pra pior, dessa vez nem as harmonias das duas eu gostei, achei super estranho tudo num geral. Fico bem triste de verdade porque adoro elas, mas a gente vai fazer o que né? Só nos resta passar pano pras lendas e esperar que sobrevivam pro próximo live.

Mateus: Desculpa mas esse arranjo mais lento tirou todo o poder que a música tem, elas vieram de uma apresentação boa na semana passada, para fazer algo que poderia ser bem melhor do que foi, no que elas se propuseram fazer foi bom, mas fiquei sentindo falta de algo, pois esse arranjo deu pra notar como são jovens e tem muito o que aprender ainda.

Paulo: As meninas tem ido longe e isso se deve muito ao trabalho da Kelly com elas. E apesar de alguns acharem a prévia delas não tão boa, ao vivo, elas fizeram funcionar e ficou super legal. Inclusive, acho que foi a melhor música até agora. E mesmo não sendo fã delas, acho que merecem passar pro top 10, sim.

[#TeamGwen] Myracle Holloway – “Everybody Hurts” by R.E.M.

*obs: vídeo não liberado no YouTube para o Brasil

Avalie a performance:


Erik: Olha, eu gosto muito de Myracle, mas ela tem uma voz super fraquinha, meio limitada. E, apesar da música não requerer tanto dela, ela perdeu a oportunidade de fazer dessa apresentação seu momento, porque poderia ter sido o auge da noite. Porém acho que foi por causa do arranjo também, tava super estranho e nem deu pra sentir a conexão dela com a música. Enfim, ela está longe de ter sido a pior da noite, mas poderia ter se saído bem melhor!

Mateus: Ela veio mostrar aquilo que faz de melhor, cantar com emoção, ela levou a apresentação como uma valsa, com delicadeza, e cantando lindamente, não exagerou e fez tudo da melhor maneira que conseguiria sem exageros.

Paulo: Eu acho a Myracle limitada, mas ela tem tido sido feliz nas songchoices, tanto as que escolheu quanto as que recebeu. Essa foi uma das músicas que não precisou de muita coisa. Repetitiva, sem precisar de muito alcance, mas… zero emoção nesse negócio, né? Eu achei super chato e Gwen tinha gente melhor no time pra levar pros lives.

[#TeamLegend] Marybeth Byrd – “Stars” by Grace Potter & the Nocturnals

*obs: vídeo não liberado no YouTube para o Brasil

Avalie a performance:


Erik: AAAAAAA eu estava esperando muito pra performance do anjo. Apesar da voz de Marybeth ser uma das mais lindas faz muito tempo que eu não gosto de uma apresentação sua, seja pela escolha da música ou por outros fatores. Mas, dessa vez ela mandou muito bem e consegui gostar da performance num geral, a música foi super bem escolhida pra sua voz e diferente da semana passada lá vocais estavam bem bons. Arrasou toda amada, lacrastes!

Mateus: Adorei essa songchoice pra Marybeth, deu pra mostrar um lado mais forte dela e não foi aquelas baladas que ela canta, e voz estava belissima e bem colocada na canção desde o começo o que uma apresentação linda. A parte final foi belissimo.

Paulo: A prévia da Mary é aquela que eu adoraria amar, mas achei igualzinha à voz da Shelby (S9), então não gostei muito, mas ao vivo deu pra perceber a voz realmente da Marybeth, sem contar que os improvisos deram uma característica própria e eu achei ótimo. Melhor da noite e já quero com o troféu.

[#TeamKelly] Jake Hoot – “Every Light in the House” by Trace Adkins

*obs: vídeo não liberado no YouTube para o Brasil

Avalie a performance:


Erik: A definição de apresentação básica e chata foram atualizadas com sucesso! Desculpa, gente, mas hoje a noite tá bem ruim e eu não vou poupar ninguém não. Achei chato, muito chato, parece a mesma coisa e sinto como se estivesse tendo um deja vu, porque trocentos country já cantaram da mesma forma. Até gosto do Jake, mas não dá migos, realmente esse estilo não é pra mim.

Mateus: O Jake como único country que sobrou, tá fazendo o mesmo que o country faz, não trazendo muita novidade em sua apresentações, ficou tocando o violão e me pareceu bem básico, a música bonita mas foi bem safe para ele.

Paulo: Como esse camarada é alto! Jake achou pouco o horário e veio colocar a gente pra dormir. Fez aquele feijão com arroz do country básico que vai lhe garantir uma vaga na final. Soltou uns rosnados (bem encaixados) nos lugares certos e pronto. Porque a música não exige muito e é quase tudo numa linha só. Enfim, os “fãs” vieram com umas músicas super cansativas hoje.

[#TeamBlake] Ricky Duran – “Downtown Train” by Rod Stewart

Avalie a performance:


Erik: Por incrível que pareça, a performance do moço foi bem legal. Parece que ele estava doente e isso dificultou algumas coisas, mas mesmo assim senti que ele estava super seguro e não percebi nenhum grande erro. A música foi ótima pra ele e conseguiu entregar uma apresentação bastante sólida e carismática. Não foi nenhum espetáculo, mas uma apresentação super bacana, eu gostei!

Mateus: Ele fez uma boa apresentação, fez ser bem dinâmica, mas não fez nada de diferentes de outras apresentações que já fez antes, tem uma voz muito bem colocada e usou sempre nos momentos certos, fez um boa apresentação.

Paulo: Ricky é aquele cara que eu quero gostar, mas não sei por que não consigo muito. Acho as performances dele meio sem graça, embora ele seja muito bom. Ele recebeu a única música animada e tinha a responsabilidade de fechar a noite e ele fez uma ótima apresentação. É algo que vamos lembrar semana que vem? Não. Mas o restante também não, então… Vale registrar que pelo menos nessa noite a banda não estava mais alta que os acts.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

A temporada conseguiu chegar na etapa principal da competição, que são os lives, entregando performances EXTREMAMENTE ruins. Mas, é isso né? Não vamos pedir muito nem chorar pelo leite derramado, resta a gente fazer o barro acontecer.

Pois é, foi ruim? Foi. Pro bottom de amanhã a concorrência está acirradissima e eu não duvido nada que alguém que não mereça saia. Mas, se eu fosse eliminar alguém ficaria na dúvida cruel entre Shane e Will. Mentira, tchau Shane.

Enfim, nem tem muito o que comentar, resta aguardarmos os resultados e ver como vai ser a bomba. Lembrando que essa semana teremos bottom 2, e apenas 1 act será eliminado! Por fim, #TeamBlake e #TeamLegend performam amanhã, e não esqueçam de comentar o que acharam do programa e de votar na nossa enquete, até mais!

gostou da matéria? deixe um comentário!

Erik Lacerda

Paulista, 17 anos, não bebo mas rola um cantinho do vale de vez em quando (ou é cantina? não sei). Amo comentar sobre tudo o que assisto porém nenhum amigo meu tem paciência pra me ouvir falando besteira sobre GOT, Grey's e How I met Your mother, por isso estou aqui.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries