Posts Populares

The Voice US – S17E21 – Live Top 10 Performances

A semana dos desafios e das surpresas!

Bom, semana passada não foi lá das melhores, né? Logo, eu já estava meio desanimada para essa semana. No entanto, acho que quase todo mundo conseguiu se recuperar e o nível do programa voltou à algo estável! Não era sem tempo, né? Afinal, essa semana voltamos com o bottom 3 e 2 eliminados!

Hoje eu trago o paneleiro, Gerson e o leitor, Thiago para comentar comigo! Sem mais delongas, vamos ao que interessa!

[#TeamGwen] Rose Short – “God’s Country” by Blake Shelton

Avalie a performance:


Luana: Eu digo LENDA e vocês VIVA! Meu Deus, Rose Short é simplesmente perfeita, incapaz de cometer erros, estou certa disso. Essa mulher tá pronta para qualquer desafio, minha gente! Quando vi a música, pensei “hm, tá bom, né”. Mas a Rose sabe como DAR O NOME e no fim acabou criando o gênero musical country, minha gente! Pra mim isso aqui é performance para fechar a noite, ou seja, todo mundo que vier a seguir tem que dar a vida pra conseguir segurar o nível inicial da noite! Eu sei que a Rose não vai vencer o programa, mas que ela deveria, isso deveria sim! Anjo sem asas que massacrou o Blake ao vivo, porque ter massacrado o Legend nas audições não foi suficiente para ela!

Gerson: “Por que Rose é tão perfeita?” Google pesquisar. Olha, minha gente, eu adorei essa apresentação! De primeira, achei a songchoice bem chatinha, talvez arriscada por ser country, mas de fato não colocava muita fé. Só que Rose tem um negócio de dominar a música e entregar tudo e mais um pouco do que ela pede. E ela não faz isso de forma caricata ou exagerada, mas com muito bom gosto e precisão. Mais uma ótima apresentação dessa fada!

Thiago: Essa mulher é simplesmente LENDÁRIA!!! Desde o começo do programa ela vem com songchoices que deixa a gente “Rose, amada????” Mas no fim ela SEMPRE entrega um trabalho excelente e dessa vez não foi diferente. Pegou uma música do Blake (muito boa por sinal) e transformou em uma performance simplesmente perfeita, envolvente e que ofuscou literalmente todas as performances que vieram a seguir. Extremamente destruidora.

[#TeamLegend] Marybeth Byrd – “Lose You To Love Me” by Selena Gomez

Avalie a performance:


Luana: Gente, eu AMO essa música e até bem pouco tempo atrás Marybeth tava no meu top 3 da temporada, mas a cada semana ela cai um pouco pra mim. A performance foi super fofa, o palco tava belíssimo e o jogo de câmera foi um dos mais bem elaborados dessas últimas temporadas. No entanto, é difícil se conectar com a Marybeth quando a falta de identidade musical dela é tão óbvia. Acredito que o John veja a conexão emocional dela como o seu ponto mais forte – e pode até ser que seja mesmo – mas tem algum elemento faltando nisso tudo para dar “liga” à jornada da última loirinha da temporada. Enfim, foi uma performance fofa e bem decente, mas que não acrescentou muita coisa para mim. Ah, e ela errando a letra da música logo no início já me tirou da vibe antes mesmo de ter a chance de entrar, choices né.

Gerson: Ai, adorei. Eu até tentei odiar, pra poder criticar e ter pano pra manga no meu comentário. Mas fato é que Marybeth é maravilhosa. A voz dela é tudo pra mim, e essa apresentação foi bem legal e gostosa de assistir. O problema aqui ficou pela songchoice, porque é algo muito pessoal da Selena, e passar a mesma emoção que a original é difícil. Mas de forma geral, eu gostei bastante.

Thiago: Uma boa performance vocalmente e bem bonita, o problema aqui está na songchoice que é bem linear e monótona, foi meio que cansativo de assistir, mas ainda sim foi um bom trabalho, nada desastroso.

[#TeamBlake] Kat Hammock – “You’re Still The One” by Shania Twain

Avalie a performance:


Luana: Ai gente, eu acho a timbre da Kat bem polarizante, mas curti a escolha da música de hoje. Eu tinha minhas dúvidas sobre a capacidade dela de segurar a canção, e de certa forma, alguns errinhos aqui e ali (inclusive foi errado DUAS VEZES na mesma nota no final) provaram que a Kat não está tão pronta assim. Ainda assim, acho que ela é uma das melhores artistas na competição no momento, pois já conseguiu criar uma identidade vocal bem distinta do resto, o que é sempre ótimo. Enfim, não foi a melhor performance da Kat na competição, mas acho que foi bem suficiente para garanti-la na próxima semana sem problemas ou grandes sustos.

Gerson: Putz, to muito sem critério, porque to adorando tudo até então hahahaha Kat foi bem legal também. Não foi uma apresentação perfeita, mas passou longe de ser ruim ou desastrosa. Eu não curti muito as notas alongadas no final, achei que ficaram bem bizarras. Mas no geral foi bom. A songchoice não combinou muito com ela e o que ela tem que oferecer, mas é Blake, então ele enfia country pra todo mundo mesmo.

Thiago: A impressão que dá é que essa menina canta a mesma música toda santa semana… Sla ela é sempre muito linear e nunca inova, acho que por ela ser bem limitada vocalmente ela não tenta arriscar muito e acaba entregando performances lineares toda semana. Nem ela e nem o Blake tentaram algo realmente inovador e eu continuo achando ela bem xuxu.

[#TeamKelly] Shane Q – “Caribbean Quenn (No More Love On The Run)” by Billy Ocean

Avalie a performance:


Luana: Habbib? Gente, pra que uma sabotagem desse nível pro Shane? Nossa. O cara já vem de um bottom, simplesmente não havia a menor necessidade de jogar uma bomba atômica desse nível nele, puts. Não é de hoje que eu não sou fã do moço, mas essa performance foi muito triste. Ele estava sem fôlego, sendo engolido pela banda, nenhuma precisão nas notas e sem o mínimo de conexão com o que cantava. Acho que isso será o pior da noite, mas eu nem quero me esticar muito aqui, porque achei de extremo mal gosto essa songchoice pro cara que já teria dificuldades nessa semana, por estar voltando de um bottom bem sofrido.

Gerson: Shane não é de longe um vocalista ruim. Muito pelo contrário, ele tem um ótimo poder e controle vocal. Mas ele não empolga. Nunca empolgou. A songchoice de hoje foi fraca, a apresentação foi morna, cheia de firulas onde não precisava, e no fim das contas ficou com gostinho de que podia mais. Acho que ele não está sendo bem orientado por Kelly, e aí quem sai perdendo é ele.

Thiago: Eu fico chocado vendo que esse homem conseguiu se sair pior que semana passada… Bixo, a música era super agitada e eu consegui sentir tédio nessa performance ‘-‘ fora as tentativas falhas de tentar subir o tom da música, ele ainda desafinava e demonstrava falta de fôlego. Songchoice extremamente errada pra ele, não sei onde diabos a Kelly tava com a cabeça.

[#TeamKelly] Jake Hoot – “That Ain’t My Truck” by Rhett Atkins

Avalie a performance:


Luana: Bom, é aquela coisa né… Sinto que toda semana estou assistindo a mesma performance do Jake. Ele é consistente, mas acho que é basicamente isso. Ele não passa nem perto dos melhores countries que a gente já viu na competição e após 17 temporadas é bem difícil se animar com esse tipo de act. Uma pena que a Kelly tenha pegado o caderninho do Blake, porque aguentar 1 já era difícil. No entanto, é isso aí, né? Parabéns pro Jake que foi ok mais uma vez, porém é apenas o necessário para o público garanti-lo na final sem grandes esforços.

Gerson: Se Jake fosse um pouco mais baixo, narigudo e estivesse de boné, eu diria que é o Caleb, de uma temporada passada. A voz é quase a mesma hahahaha Assim, nem vou me alongar, mas Jake é o básico do básico e nem se esforça pra sair disso. Não merece ganhar e nem merece todo esse hype que está tendo. Fim.

Tiago: Mais uma semana, e mais uma performance meh do Jake. Outro que não inova nada e parece que toda semana tá cantando a mesma coisa. É triste saber que esse cara é um dos favoritos e a Rose pode nem mesmo conseguir ir pra final… Lamentável, The Voice, péssima performance.

[#TeamGwen] Joana Martinez – “Impossible” by Christina Aguilera

Avalie a performance:


Luana: Finalmente esta OBRA PRIMA musical foi contemplada no The Voice, já havia passado da hora! A Joana é uma das vocalistas mais consistentes da competição, então eu sabia que, ao menos, um desastre isso não seria. Óbvio, não chegou aos pés da Christina, mas foi tudo bem sólido e dentro das minhas expectativas. É difícil saber se vai ser suficiente para conseguir se safar pelo público, mas se isso fosse determinado apenas por qualidade, Joana, com certeza, figuraria entre uma das melhores da semana!

Gerson: Acho que o comentário do Shane cabe pra Joana também. Vocalmente, ela é muito boa. Chega a ser impressionante. Mas ela também não empolga. Não sei se é o estilo das apresentações, ou as songchoices, mas de fato não deslancha. A apresentação de hoje foi bem legal. Eu curti, mas no fim fica a impressão de que ela poderia ter oferecido mais. Não sei explicar…

Tiago: Ai Joana eu te amo tanto… A princípio eu gostei da songchoice, mas ela definitivamente não é pra um top 10, ela é mais pra Blind, KO e tals, mas pra uma performance grande ela pode parecer monótona e linear e foi exatamente isso que aconteceu. A performance deu uma boa melhorada do meio pro fim, mas eu fico tenso e com medo de jogarem ela no bottom quando ela definitivamente não merece isso. Espero ver a lenda mirim na semifinal belíssima e apelando horrores na songchoice.

Como é? 16 anos?

[#TeamLegend] Katie Kadan – “Rolling In The Deep” by Adele

Avalie a performance:


Luana: Ih, performance mais genérica da Katie nos lives, infelizmente. No começo da competição eu não suportava o timbre e escolhas da Katie, porém, desde que os live shows começaram, ela não me deixava escolha que não fosse tirar meu chapéu para TODA performance dela. Mas hoje acho que erraram demais com ela. Katie é uma das vocalistas mais distintas desse Top 10, mas nessa música ela ficou encaixotada demais, ficou faltando aquele charme que vinha rebuscando suas apresentações. Mas não me entendam mal, ela não foi ruim, LONGE DEMAIS disso. Mas, de fato, foi sua performance mais fraca dos lives, até porque ela já nos havia deixado mal acostumados com performances 10/10 toda semana, haha. Mas acho que ela tem margem pra entregar um 8/10 sem sofrer grandes surpresas, né? Tem crédito.

Gerson: Se tem alguém que ganhou destaque nessa temporada foi Katie. Ela é uma cantora e tanto né. A voz é legal, o timbre é forte, mas talvez o fato de a gente não ver evolução e superação nela toda semana seja o motivo de ela não ser unanimidade. A songchoice de hoje pareceu bem lugar comum pra ela, o que não é ruim, até porque ela arrasou. Mas não é aquela música que surpreende e te faz ficar de queixo caído. Enfim, eu gostei, achei a coreografia (básica, diga-se de passagem) bem divertida, mas não vejo em Katie o que John vê. Ainda falta alguma coisa pra ela.

Tiago: Olha, não gostei não… Não combinou muito bem a voz com a música e esses rosnados que ela solta em momentos aleatório definitivamente estragam a performance. Foi bem no top 13, mas dessa vez eu realmente não acho que ela acertou na performance.

[#TeamKelly] Hello Sunday – “Stone Cold” by Demi Lovato

Avalie a performance:


Luana: Essas meninas ascenderam muito na competição desde o wildcard, né? No entanto, acho que hoje foi o “limite” delas para estarem salvas sem o IS. Myla é a melhor da dupla e isso é bem visível, no entanto, hoje ela não foi tão bem e acho que exatamente por isso, elas terão que pagar o preço amanhã. Eu curti a performance, para ser sincera. Mas acho que houveram maus momentos que não serão perdoados pelo público. Lógico, posso estar errada, mas acho que é isto mesmo.

Gerson: Os live shows não fizeram bem pras meninas. Elas não parecem as mesmas meninas que vinham mostrando uma evolução tamanha. As harmonias tão meio chatas e irritantes, apesar de individualmente estarem muito bem. E foi o que aconteceu nessa música. Eu não curto a Demi, acho essa música chata, mas individualmente as meninas conseguiram se destacar. Mais uma vez, as harmonias ficaram estranhas, e por isso fiquei em cima do muro.

Tiago: Eu AMO esse hino e foi triste ver essas tentativas de harmonia na performance + as meninas desafinando horrores. Elas nasceram nas batalhas e morreram no KO pq desde esse KO elas estão uó e com péssimas tentativas de harmonização sla parece que nada cada direito e elas acabam estragando o arranjo, foi triste.

[#TeamBlake] Ricky Duran – “Born Under A Bad Sign” by Albert King

Avalie a performance:


Luana: Meu Deus, o breakout moment como veio, meu pai! Eu já estava bem de saco cheio do Ricky, acho que essa performance veio no momento certo para virar o jogo para ele. Não foi apenas uma das melhores apresentações da noite, como foi, sem dúvidas, o melhor momento de Ricky na competição desde sua audição! Eu amei os solos de guitarra e pela primeira vez ele conseguiu me manter entretida do começo ao final! Se ele conseguir manter o bom momento até semana que vem, o lock para finale é certo (e justo)!

Gerson: icky é um fofinho, com um timbre bem legal e gostoso. Essa apresentação é tudo que Adam Levine pediu a Deus. Ricky mandou bem nos vocais, na guitarra (e o solinho hihihi), deu um show. O estilo musical dele não é dos meus favoritos, mas ele consegue me entreter, e por isso eu quero vida longa pra ele no programa hahaha.

Tiago: Boa performance. Depois da Rose foi o único que realmente conseguiu me agradar. Tava meio linear, mas depois do solo de guitarra eu comecei a amar a performance e no meio de tanta performance horrorosa hoje essa aqui foi ótima. Acho que já temos o finalista do Blake.

[#TeamLegend] Will Breman – “My Body” by Young The Giant

Avalie a performance:


Luana: Ah, me julguem, mas eu amei essa performance! O Will tem uma energia e uma presença sem igual no palco e acho que essa apresentação de hoje serviu perfeitamente para demonstrar os seus pontos mais altos quanto artista! Posso não estar gostando do trabalho do Legend com a Marybeth, mas ele está numa sintonia muito legal com o Will e isso é inquestionável! Não sei como os americanos vão receber isso, mas eu não ficaria surpresa de ver o Will escapar ileso do bottom essa semana! Eu curti!

Gerson: Uma merda. É isto. Eu não entendo o que esse macho ainda está fazendo aqui, ainda mais de cabelo azul. Eu não sei o que John viu nele, mas tirando as battles, ele só fez merda. Essa apresentação foi um desastre, foi muito chata. Eu odeio os cacoetes dele, só quero que ele saia logo do programa.

Tiago: Eu definitivamente não aceito o fato da América salvar esse tipo de act só pq são carismáticos enquanto eliminam cantores bem mais promissores… Olha, nem foi tão ruim, mas bixo que vexame, a performance foi simplesmente ele pulando por aí e cantando a mesma coisa a performance toda, pra mim jogavam no bottom e eliminavam amanhã mesmo

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Como disse no início da review, até que essa semana foi legal, né? Quase todo mundo conseguiu se recuperar e entregar boas performances (com exceção do Shane que foi desasroso), então tudo ótimo! Lógico, essa “igualdade” deixa tudo meio nebuloso para prever o bottom 3 de amanhã, mas se eu tivesse que apostar iria de Shane, Hello Sunday e Joana (com o Will correndo nas beiradas), viu. Já os pontos altos, ao meu ver, ficaram com Rose, Ricky – que teve seu breakout moment – e Katie (Marybeth foi bem também)!

Ah, e vale mencionar que hoje tivemos performance do convidado Kane Brown com seu single “Homesick”.

No mais, voltamos amanhã para colher os frutos dessas performances! Até lá, beijos!

gostou da matéria? deixe um comentário!

Luana Medeiros

Sinceramente, não sei mais há quanto tempo estou nesse site? Mas olha, faz um bom tempo! HAHA. Atualmente cuido mais de reviews de realities musicais, mas também faço meus corres nos seriados, porque a vida é isso aí! Tenho 24 anos, sou formada em rádio/tv/internet, e nas horas vagas vocês me encontram por aqui! ;)

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries