Posts Populares

The Voice US – S19E02 – The Blind Auditions, Part 2

Segunda noite de audições no ar!

E aí, gente? Curtiram a estreia da 19ª edição do TVUS ontem, ou acharam meio sem graça? Eu vou dizer para vocês que achei promissor, mas num nível bem morno, viu. Espero que hoje eles consigam agitar as coisas um pouco mais, né! Queremos tempero! Uma outra dúvida minha, vocês também acharam a Gwen meio sem energia, meio “tanto faz” nesse primeiro dia? A gente que cuida das reviews aqui do Panelas comentamos no grupo que achamos ela meio apática, sei lá. Mas enfim, opiniões pessoais a parte, hoje teremos mais 2hrs de audições pela frente, preparados?

Para comentar essa segunda noite de premiere, hoje teremos o Vitor e o Paulo. Tudo certo, podemos ir?

[#TeamBlake] Taryn Papa – “Anyway” by Martina McBride

Avalie a performance:


Luana: Ih, os country tudo já vindo com as músicas apelativas nas audições, meu pai. A Taryn me lembrou um pouco a Lauren Duski no início da performance dela, sabia. Acho que ela escolheu uma música super potente e segurou a marimba super bem. Só não entendi porque a banda tá travando esse duelo de berros com a maioria dos artistas, tem algo de muito errado nessa mixagem de som aí, viu. Acho que o estúdio oco, sem plateia, tá deixando a galera da edição de som meio desesperada. Taryn tem um super perfil de quem pode ir bem longe, ainda mais estando na equipe do Blake. E por sinal, block desperdiçado, né. Ela se apresenta no bar do Blake em Nashville, e até soltou um “spring Blake” – em referência à “spring break” – ali no meio da conversa. Claramente, já entrou na competição bastante certa de qual time escolheria.

Vitor: EU AMEI, meu deus, que arraso. Taryn mostrou tanta técnica, tanta paixão, ela conseguiu ser melhor que todos os outros do episódio de ontem. A godess conseguiu ser uma daquelas cantoras country introspectivas, com vozes fortes, cheia de sentimentos e muito persuasivos.

Paulo: Olha, não achei essas coisas todas não, mas acho que valeu as 3 cadeiras, embora que ontem teve mais gente que merecia usar o block, né? Mas a Taryn tem aquele jeito que pode render algumas boas apresentações e tanto Blake quanto Kelly teriam como ajudá-la, mas eu preferia que ela fosse pra fashion queen.

[#TeamGwen] Liam St. John – “Sex & Candy” by Marcy Playground

Avalie a performance:


Luana: Imagine o desapontamento da Gwen ao virar e ver um cover do ex marido dela? LOL. Ele tem um estilo bem bandinha alternativa de soft rock, sabe. Eu não gostei muito de como ele repartiu a música no início, ele meio que saiu juntando uma frase de cada estrofe, mas eu preferia se ele tivesse cantando só a última estrofe e partido pro refrão, já que tinha que cortar. Enfim, eu gostei do Liam, mas não consigo vê-lo como alguém que tem grande futuro na competição. Espero estar errada, mas acho que deve ser mais um cordeirinho de batalha, do que qualquer outra coisa.

Vitor: Que diferente, né? Eu amei kkkkkkkk muito gostoso de ouvir. Eu ainda estou chocado que ele só virou duas cadeiras, curto muito esses acts que a gente nem imagina como eles vão cantar, fiquei aqui maravilhado por Liam. Assim que o vi, já assimilei logo à Gwen, os dois são um match made in heaven. Realmente espero que não joguem songchoices podres pra ele.

Paulo: Eu super curti a vibe desse cara no VT, pode crer e adorei o arranjo que ele fez da música. Muito legal, velho. E a voz dele é bem gostosinha, apesar daquele gritinho desnecessário ali pelo meio. Pena que John, que ele queria, não virou. Mas como a Gwen virou pra ele e ela é bem essa vibe aí, então pode ser que ele se dê bem.

[ELIMINADA] Faye Moffett – “Anyone” by Demi Lovato

Avalie a performance:

Luana: Meu Deus? O que a pessoa tem que fazer pra virar uma cadeira nesse programa, qual é exatamente o critério? Eu tô passada. Faye demonstrou tanta capacidade vocal, apresentou diferentes técnicas também, parecia bem conectada com a música. Eu realmente não entendi. Enfim, a hipocrisia.

Vitor: Nossa, amo “Anyone” e amo Demi. Produção,você é ridícula, quem mostra uma audição pela metade? odiei só ter visto pela metade, e sinceramente, considerando o nível de ontem, acredito que Faye merecia muito sua vaguinha num #TeamKelly da vida. É muito difícil cantar Demi, mas acho que foi sim, suficiente. Vacilaram, amados!

Paulo: *comentário será adicionado posteriormente*

[#TeamBlake] Aaron Scott – “Hemorrhage (In My Hands) ” by Fuel

Avalie a performance:

Luana: Ai que fofo as crianças comemorando quando o John, e depois, quando o Blake virou! Eu achei essa audição com uma vibe bem TVAU, porque, por lá, sempre rola essas coisas mais alt rock, etc. Eu gostei do Aaron, acho que ele trás uma diversidade necessária ao TVUS, sinceramente. Não foi a melhor audição da temporada, nem me deixou de queixo caído, mas deu pra curtir bem e ele se saiu bem demais, dominou o palco e tudo mais. Enfim, merecido estar no programa.

Vitor: Aaron é aquele country básico, não é ruim, mas tá longe de ser um daqueles que eu teria na minha playlist. Pra mim, foi simplesmente nada demais, a voz dele é comum e padrão de bom artista country. Vou definir bem como ele entrou, o homem foi arrastado pelo country! Preferia que dessem a vaguinha pra Faye fada injustiçada.

Paulo: Gostei da vibe rock do Aaron e a voz dele é bem parecida com alguns cantores que eu ouço. Mas a apresentação perdeu um pouco de energia do meio pro final e acabei achando um tanto genérico, embora que o notão no final foi legal. Eu preferia que ele tivesse ido com John, mas, fazer what, né?

[#TeamKelly] Madeline Consoer – “Girl” by Maren Morris

Avalie a performance:


Luana: Ih, sei lá. Foi legal, mas sem graça? Eu fiquei mais interessada na Kelly gesticulando com o Blake, do que na performance em si, pra ser honesta. A Maren Morris é o fenômeno country mais atual lá dos EUA, mas eu nem conhecia essa música. Madeline, principalmente no final, até fez algumas coisas interessantes. Talvez, ela possa surpreender na competição com esse misto de country e pop, bem a cara da Kelly. Vamos esperar pra ver.

Vitor: Eu amo “Girl”, acho que Madeline não foi mal, mas ela podia ter brilhado mais na execução. Não me entendam errado, foi legal. Se o Blake tivesse apertado o botão, eu acharia um completo desperdício de block, pois, não acho que ela valia o block da Kelly.

Paulo: Olha uma country girl pra Kelly aí, gente! Mas a gente sabe que não ganha, né? Kelly só ganha com gente ruim e essa aí é melhor que os três dela. Hahaha. Olha, eu gostei da Mad, ela soltou as notas com muita confiança e afinação e fez uma blind muito bonita. Não vai ser minha favorita, mas vou torcer pra ela ir longe, sim. E o plot do block não realizado foi tudo. Hahaha.

[#TeamLegend] Cami Clune – “Skinny Love” by Bon Iver

Avalie a performance:


Luana: Tantos surtos aqui pra comentar, vamos por partes. Primeiro, que fadinha linda, eu amei! Segundo, a Kelly dando block no Blake? Minha filha, tenho notícias para você… Ela não iria com o Blake de jeito nenhum. Terceiro, o Blake demorou tanto tempo contemplando se virava ou não, pra no final, não poder competir, lol. Quarto, a Kelly gastando o block, e nem sendo escolhida, AHAHHA. E agora vamos comentar a apresentação, linda demais, né? Eu esperava um pouquinho mais da Cami, pelo que tinha visto dela na pré-temporada. Acho que “Skinny Love” (ainda mais nessa versão mais “cheia de ar” da Birdy) já tá bem batida e cansada, né? Mas enfim, a performance em si foi belíssima, e a voz da Cami é muito aveludada, doce e suave. Eu amei!

Vitor: Cami é o tipo de act que eu olho e já me apaixono. A mulher tem um timbre lindo, forte, faz seus enfeites durante a apresentação com poucos exageros e tudo isso com muita emoção e brilhando na interpretação. Coitada da Kelly que perdeu o block e ela ainda foi pro John!

Paulo: Olha essa entrada, minha gente… Belíssima. Eu também viraria nos primeiros segundos. Amo essa música no programa e adorei essa blind. E não sei se valeu a pena bloquear Blake, porque a menina ia pra John de todo jeito. Enfim, que John tome conta do cristal (o que não acho possível, vide Marybeth) ou que a libere pra Kelly ou Gwen, mas que essa voz linda chegue nos lives, please!

[ELIMINADO] Parede Valente-Johnson – “Crossroads” by Cream

Avalie a performance:

Luana: Que voz cansativa, nossa eu fiquei exausta com 1:15min de performance. Enfim, Parede (que nome é esse?) nem foi ruim, só falhou em conseguir brilhar e cativar tanto os mentores, quanto o público (eu, no caso, rs). Nem tem muito o que comentar, foi água de salsicha, sem tempero e é isso.

Vitor: Chatice, tenho até preguiça de comentar uma blind assim. Talvez, ele encontraria um lugarzinho num #TeamAdam fraquinho, mas pra mim foi 0 carisma, completamente linear e esquecível. Nexxxt!!

Paulo: *comentário será adicionado posteriormente*

[#TeamKelly] Ryan Gallagher – “The Prayer” by Celine Dion & Andrea Bocelli

Avalie a performance:


Luana: Chocada, ópera no TVUS. Gente, Ryan foi super bem, né? E sabe o que é mais engraçado? Pesquisando por aqui, eu fiquei sabendo que ele nem é treinado classicamente, inclusive, quando não tá cantando ópera, canta country. Que doido, né? Vai ver por isso ele soltou aquele – sua única frase em toda a discussão – “Blake, você era minha 1ª escolha”. Enfim, eu me surpreendi e gostei bastante do Ryan. Minha única crítica é que ele me pareceu muito picolé de chuchu depois da audição, vamos adicionar um sabor aí, né querido.

Vitor: Não curto cantores líricos, mas Ryan foi bem. Curti o controle e o domínio da voz dele. Quando eu vejo cantores líricos, logo me lembro do TVUK, eles até tem sido mais presentes aqui no TVUS, tivemos Mandi na season passada e agora Ryan nessa. Fiquei feliz que ele escolheu a Kelly, porque ela lutou muito por ele. Uma pena que esse é um estilo que não vinga nas terras americanas.

Paulo: *comentário será adicionado posteriormente*

[#TeamGwen] Chloe Hogan – “What The World Needs Now Is Love” by Jackie DeShannon

Avalie a performance:


Luana: Uma fofa, sério. Essa música me lembra tanto a Alicia Keys, deu até uma saudade. Chloe foi bem suave e bem contida durante toda sua performance, mas eu gostei, gostei da vibe, gostei da energia. Ainda bem que a Gwen virou, pois eu teriaficado triste se a Chloe não tivesse conseguido uma cadeira. Enfim, não foi uma audição grandiosa, mas foi bem gostosinha e leve.

Vitor: Amo a música, a mensagem da música sempre me toca toda vez que eu ouço. O timbre da Chloe é muito confortável, ela tem um domínio da voz que é bom demais, mas ela exagerou onde não devia. Achei que ela seria perfeita para o John, acho que ele trabalharia bem com ela, e também, a preguiça da Gwen nessa season me assusta um pouco.

Paulo: *comentário será adicionado posteriormente*

[ELIMINADO] Kiari Mhoon – “Wanted” by Hunter Hayes

Avalie a performance:

Luana: Que negócio mais Glee falsificado, uma música nada a ver, com uma pessoa criando uma versão teatral nada a ver. Ai, eu não gostei, não. O pessoal que não virou cadeiras até aqui tinha sido até bem injustiçado, mas esse menino não foi não. Enfim, não foi digno de virar cadeiras mesmo e é isso.

Vitor: Mais uma blind exibida pela metade, a fã base odeia isso ok, nbc? Concordo com os mentores que com apenas uma aprimorada nas técnicas vocais e um pouco menos de nervosismo, ele garantiria uma vaga! Sempre tenho pena da maioria dos eliminados e Kiera não foi exceção por aqui.

Paulo: *comentário será adicionado posteriormente*

[#TeamLegend] Sid Kingsley – “Don’t Think Twice, It’s Alright” by Bob Dylan

Avalie a performance:

Luana: O Carson falando sozinho, comemorando sozinho, meu coração fica tão pequeno, protejam a lenda! O Sid foi incrível, eu teria virado pra ele bem no começo, ali onde a Gwen soltou um “nossa, que voz”. Eu geralmente nem gosto dessa gente no piano, mas dessa vez, o piano foi basntante complementar à escolha musical dele. Ele fez uma coisa mais Elton John com a música, e eu amei! Acho que foi uma das melhores audições da temporada até agora, né? E o #TeamLegend segue com tudo!

Vitor: Meu Deeeeus, eu amo os acts que tem rispidez na voz. Tô de cara que ele escolheu o John, jurava que ele era #TeamBlake desde que abriu a boca. Amei o piano, acho que ele vai se dar bem no programa e vai longe.

Paulo: *comentário será adicionado posteriormente*

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Mais uma noite legalzinha, é? Tenho a sensação que poderia ter sido melhor, mas tá bom assim. Temos 3 quipes bem equilibradas, e então, o #TeeamLegend, cheio de favoritos e com as melhores audições da temporada! O Blake tem a segunda melhor equipe, ao meu ver, contando com seus 2 grandes trunfos country + 1 country básico com cara de finalista aleatório do Blake (que sempre tem). E depois temos Kelly e Gwen, respectivamente. Concordam?

Eu espero que semana que vem traga mais gente boa, porque temos poucos. Temos vários promissores, mas acho que só 1 ou 2 nomes realmente se destacaram para mim. Mas é isso, foi uma semana sólida.

Ao fim da primeira semana de audições, eis como se encontram as equipes:

#TeamBlake: Aaron Scott*,Ian Flanigan, Jim Ranger, Taryn Papa*.

Pra mim, numa análise mista de qualidade + apelo do público, o Blake tem a segunda melhor equipe, até então. Como disse, vejo muito potencial no combo Jim + Taryn, e nisso sem falar do Ian, que corre pelas beiradas. Aaron é o elo mais fraco, e acho que roda em breve.

#TeamGwen: Chloe Hogan*, Lauren Frihauf, Liam St. John*, Payge Turner.

Dia meio ruim/sem graça pra Gwen, né? Vai ver pra combinar com a energia apática dela. A Payge segue sendo o destaque da equipe. Liam e Chloe não me parecem grandes apostas, mas quem sabe com um bom trabalho, eles não evoluem e fazem barulho na competição. E a Lauren, como já disse, tem até bastante potencial.

#TeamKelly: Eli Zamora, Joseph Soul, Madeline Consoer*, Marisa Corvo, Ryan Gallagher*.

Kelly conseguiu uma ótima aquisição hoje com o Ryan, que ao meu ver, é o destaque da equipe nessa semana. Madeline já foi uma coisa mais dispensável, mas vocês sabem, não dá para definir nenhum country como carta fora do baralho no TVUS. Marisa e Eli foram super bem ontem, e Joseph segue sendo o artista mais fraco/menos interessante da Kelly.

#TeamLegend: Cami Clune*, John Holiday, Sid Kingsley*, Tamara Jade.

Eu olho pra esse line-up do Legend e penso: “socorro, já é o time pros KOs”. Eu só não cravo isso, porque eu não confio nas decisões do John, e a gente não sabe se eles serão capazes de manter o bom desempenho nas batalhas, né? Mas é, sem dúvidas, o melhor time de todos e não tem elo mais fraco por aqui, todos foram incríveis.

*artistas adquiridos no episódio de hoje

No mais, voltamos semana com vem com mais audições, fiquem ligados! Não esqueçam de votar na nossa enquete, se cuidem bastante e tenham uma ótima semana, meu povo! 😉

gostou da matéria? deixe um comentário!

Autor

Luana

Sinceramente, não sei mais há quanto tempo estou nesse site? Mas olha, faz um bom tempo! HAHA. Atualmente cuido mais de reviews de realities musicais, mas também faço meus corres nos seriados, porque a vida é isso aí! Tenho 24 anos, sou formada em rádio/tv/internet, e nas horas vagas vocês me encontram por aqui! ;)

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries