Posts Populares

The Voice US – S19E10 – The Knockouts, Part 2

Será que nossos técnicos estão acertando nas escolhas?

E vamos de segunda noite de Knockouts! Olha, essa fase é minha preferida e geralmente gera apresentações muito marcantes. Confesso que achei a primeira noite um pouco morna, mas destaque para Payge do #TeamGwen que fez uma apresentação maravilhosa! Enfim, aguardo ansiosamente pelas próximas apresentações e espero muito que os nossos acts arrasem!

Mais uma vez usaremos as luvinhas, pra ilustrar de qual candidato gostamos mais em cada KO. Usaremos os nomes dos candidatos em cima de cada sticker, pra ficar mais fácil de entender. Os dois comentaristas e este reviewer que vos fala têm o direito a dar uma luva para cada apresentação, como sinal se gostou ou não. Pra ficar mais claro: o candidato que ganhar 3 luvinhas foi super amado por nós; o que ganhar ZERO luvinhas foi odiado. É simples e fica mais claro ao longo da review, então vamos lá.

Para comentar comigo hoje, temos duas pessoas maravilhosas e muito especiais que vocês já conhecem bastante, Luana e Erik. Uma dupla incrível que vai me ajudar a comentar as apresentações de hoje. Então bora lá conferir as perfomances da segunda noite de Knockouts!

KO #1: Team Kelly
DESZ VS SID KINGSLEY

Desz – “Can We Talk” by Tevin Campbell

Avalie a performance:

Davi: Confesso que quando olhei a música escolhida fiquei um pouco preocupado. Desz é uma das minha favoritas, então me preocupei com o que podia rolar aqui. Mas felizmente a lenda não decepciona. Ela entregou uma perfomance extremamente poderosa e cheia de muita gritaria (que eu amo). Essa mulher consegue passar do grave para o agudo com uma facilidade tremenda, fico até assustado. A música podia ser melhor, mas a apresentação foi maravilhosa. Lenda!

Erik: Meu deus, essa mulher é icônica! Acho que até agora Desz é uma das participantes mais consistentes da competição. Todas suas performances foram MUITO boas e essa então foi a melhor dela até agora. Os vocais estavam excelentes e a presença de palco sem comentários, foi o momento dela! Já deixou o embate no nível la em cima.

Luana: MINHA FILHA? Eu estou absolutamente chocada. Essa foi a melhor performance da Desz na competição e eu tô passada. Quando vi a songchoice, não imaginei muita coisa, achei que seria uma performance de R&B básica, mas puts… Ela deu o nome! Adorei a confiança que ela se jogou nas notas mais altas, senti que estava faltando isso para Desz. Ela me lembrou tento a Rose Short, morri de amores! Desz, você quer o mundo? Eu te dou!

Sid Kingsley – “Make It Rain” by Ed Sheeran

Avalie a performance:

Davi: Olha, vamos lá… Sid tem uma voz muito marcante. Eu particularmente gosto dele. Mas assim, essa música já foi cantada várias vezes no programa. E versões muito marcantes dela foram feitas. Eu fiquei com a impressão que essa versão não foi tão marcante. Ele cantou muito bem, principalmente chegando ao fim da música, mas pra mim não me marcou tanto quanto a apresentação anterior. Ele é um ótimo cantor, mas eu levaria Desz nessa.

Erik: Eu achando que não tinha como superar Desz… Sid calou minha boca. E digo mais: esse homem no Blake vai ser um perigo ENORME. Pode anotar que ele muito provavelmente será finalista pelo Blake. E infelizmente não será injusto, o cara é muito bom e a apresentação foi no geral maravilhosa, eu gostei muito. Eu não sei quem escolheria, de verdade, estão como não sou técnico ficarei em cima do muro e darei empate, hihi.

Luana: Vocês já viram uma performance ruim de “Make It Rain” no TVUS? Porque eu não! Sid foi incrível, como esperado. Mas eu confesso que gostaria de ter visto ele se levantar do piano e fazer alguma coisinha ali no palco. Acho que acabei preferindo a batalha e blind dele à esse KO. Mas não tem como negar que ele é uma força da natureza, inclusive, está no meu Top 3 da temporada! Kelly (e John) foi muito boba de deixá-lo ir ao colocá-lo contra a Desz. Vai ser uma ameaça e tanto no Team Blake! Porém, por hoje, eu daria a vitória a Desz.

DESZ vs SID

VENCEDORA: Desz | STEAL: Sid Kingsley #TeamBlake

Apesar de ter achado que os dois foram muito bem hoje, eu concordo com Kelly e Desz também seria minha escolha, em vista que achei a apresentação dela mais interessante.

KO #2: Team Blake
JIM RANGER vs JUS JON

Jim Ranger – “Humble and Kind” by Tim McGraw

Avalie a performance:

Davi: Ai gente, eu tentei não gostar dessa apresentação. Tentei mesmo, mas não consegui. Ele escolheu uma música ótima para voz dele, ficou bem bonito. E olha, confesso que também gostei de ver ele mais contido, focando em passar a emoção e a mensagem da música. Jim provavelmente vai ser um dos favoritos e, como está no time Blake, tem altas chances de levar, então espero que ele siga nesse nível de qualidade.

Erik: Que raivaaaaaaaa!!!!! Eu ODEIO quando um cowboy do Blake faz uma apresentação boa e eu sou obrigado a gostar. Eu amo essa música desde que meu cristal Addison cantou na final la da S13, claro que eu prefiro a versão dela, mas foi muito bonito ver Jim cantando essa música, viu? Ficou muito claro a importância que ela tem pra ele e fez transparecer isso cantando. Foi bem emocionante!

Luana: Legal, né? Essa música tem uma letra muito bonita, e vai muito além de vocais. Inclusive, eu diria que vocais são o de menos aqui, se você conseguir passar a história da música e senti-la ao cantar. Jim fez isso muito bem, e não errou em nada na hora de convencer as tias do sofá, ne? Ele teve uma blind muito boa, e uma batalha meio aquém, mas acho que esse KO vai ser suficiente para colocá-lo entre os favoritos ao título da temporada sim.

Jus Jon – “Finesse” by Bruno Mars

Avalie a performance:

Davi: Já achei a songchoice triste, parece que cantam essa música toda temporada e nunca me impressiona. Olha, Jus Jon já chegou aqui como cordeiro, então pra avançar tinha que chocar. E, pelo menos pra mim, isso não aconteceu. Eu achei o começo um pouco bagunçado, parecia que ele estava perdido. Ele cresceu muito com a apresentação e trouxe muita energia, mas não achei que foi o suficiente para vencer. Eu levaria Jim nessa.

Erik: Tadinho, chegou morto né? Nunca que ele ganharia um KO desses ainda mais com Blake. Escolheu uma música bem chata e nada apelativa pra um embate, ainda mais em comparação com seu adversário. Achei ele bem desenvolto e tal, mas foi bem chatinha no geral. Jim venceu!

Luana: Meu Deus? Vamos tentar focar nas coisas boas. JusJon tem energia de sobra, né? Ele focou mais em cuidar do palco e etc. Assim, a música em si não tem muita coisa por ele, e ele teve um adversário difícil. Vamos dizer que ele não entregou seu melhor… Vamos deixar assim. Jim venceu o Nocaute facilmente.

JIM vs. JUS JON

VENCEDOR: Jim Ranger| ELIMINADO: Jus Jon

Achei o resultado bem justo e coerente. Jim é um dos favoritos e hoje eu curti bastante a apresentação dele, espero que continue assim.

KO #3: Team Legend
BAILEY RAY VS LAUREN FRIHAUF

Bailey Ray – “Let Me Down Easy” by Bill Currington

Avalie a performance:

Davi: Olha, eu nem acho a Bailey ruim, pra falar a verdade. Mas não consegui gostar dessa apresentação, viu?! Ela tem uma voz bonita, mas se limitou muito nessa apresentação. Eu pensei que a apresentação teria um momento explosivo, mas acabou não acontecendo. Enfim, achei uma perfomance bem mediana para uma fase tão difícil, esperava mais.

Erik: Olha, eu tento não ser chato mas esse povo não colabora, viu? Primeiro que John vai arrastar essa menina até onde conseguir porque Blake duvidou dele lá no início e o ego do John é gigante. Ela escolheu uma música bonitinha, mas a execução foi chata e não me emocionou nadinha. Vocalmente foi nada demais também, enfim…bem qualquer coisa.

Luana: Parecia uma versão mais genérica de “Tenneessee Whitney”. Confesso que não achei grandes coisas não. Foi uma performance legal, mas acabou monótono, porque Bailey não conseguiu imprimir sua marca na canção. Eu tenho uma teoria que o John segue forçando essa menina unicamente porque o Blake disse que ele não saberia mentorar uma artista country, e o ego enorme do John não pode deixar por baixo.

Lauren Frihauf – “Cry Baby” by Janis Joplin

Avalie a performance:

Davi: Outro caso de uma música eternizada no programa. Mas Lauren correu por um caminho diferente. Ela tentou fazer uma versão mais única da música. E olha, apesar de alguns deslizes, funcionou pra mim. Em alguns momentos, a música parecia muito grande pra voz dela, mas eu apreciei o fato dela ter se jogado e se colocado esse desafio. Além disso, Lauren tem uma voz MUITO linda! Eu seguiria com Lauren, sem dúvidas.

Erik: Ai, pobre Lauren… já chegou derrotada. Mas ela perdeu lutando muito, viu? Porque a bichinha arrasou. Acho que essa música pra ser melhor executada precisa de uns berro bem Alisan mesmo, mas ela não fez feio de jeito algum. O timbre dela é lindo e ela deu o nome aqui, alternando as partes mais fortes com as mais delicadas, foi uma apresentação muito bonita e bem feita. Eu escolheria Lauren sem dúvidas!

Luana: Que performance esquisita. Eu quis entrar na vibe da Lauren, mas me pareceu tão “metade do caminho”. Ela começou com uma abordagem mais suave, me parecia que iria dar uma amansada na música, deixá-la mais doce. Mas dai no refrão ela foi para as grandes notas e eu não gostei. Não me pareceu bem a vibe da Lauren, escolha de música errada. Por mais que eu estivesse torcendo por ela aqui, acho que ela foi bem mais inconstante do que Bailey, apesar de ter muito mais potencial também. Eu acho que optaria por seguir com Lauren, devido ao seu potencial, enquanto Bailey permanece estagnada. Mas não foi um bom nocaute para ambas, ao meu ver.

BAILEY vs LAUREN

VENCEDORA: Bailey Ray | ELIMINADA: Lauren Frihaulf

Achei extremamente injusto, pra falar a verdade. Bailey não fez nada demais, enquanto Lauren pelo menos tentou. Pra mim, era Lauren.

KO #4: Team Blake
IAN FLANIGAN vs JAMES PYLE

Ian Flanigan – “Beautiful Crazy” by Luke Combs

Avalie a performance:

Davi: E chegou a Knockout do provavél favorito da América. A voz dele até que é interessante, mas nada que a gente não tenha visto antes. Agora, eu achei essa apresentação bem morna. Ele escolheu uma música bem dentro da zona de conforto dele e não saiu de lá. Como eu já disse antes, eu espero mais dos candidatos nessa fase e ele não entregou tanto.

Erik: Essa musica é muito legal, eu acho bem bonitinha, mas que coisa chata viu? Juro, se o macho não fosse meu tipo eu nem terminaria de assistir. Apresentação chata, interpretação fraca, voz chata também, ai… enfim. Não vou destilar ódio aqui, foi bem chato meeeesmo.

Luana: Eu morro que esse homem é o Blake todinho. Se ele não tiver na final, vai ser porque pipocou demais no meio do caminho. Eu tenho certeza absoluta que as tias do sofá são apaixonadas por ele, e estão ainda mais depois de hoje. Se eu, que nem gosto dele, achei essa performance super envolvente, imagine elas. O Team Blake ta todo trabalhado na vitória, tem pelo menos uns 3 possíveis vencedores lá e eu fico passada. Vou ser bem doida e dizer que o maior deles, no momento, é o Ian. Mas vamos ver.

James Pyle – “In My Blood” by Shawn Mendes

Avalie a performance:

Davi: Meu pai amado, que morte horrível! Gente? Nossa, achei essa apresentação extremamente bagunçada. Ele tem o alcance vocal invejável, mas eu simplesmente não consegui focar nisso, porque ele parecia um pouco perdido durante a perfomance. Sinceramente achei bem triste isso aqui, viu. E apesar dos pesares, eu seguiria com Ian por falta de opção mesmo.

Erik: Ai meu pai, não tinha uma música melhor pra escolher não? O pior que mesmo com a songchoice desastrosa ele pisou no sem sal ali. A música é difícil e eu não lembro agora de ninguém que a tenha cantado e foi uma boa apresentação. James fez o que pôde aqui, mas acabou ficando bem qualquer coisa também. Por gosto eu claramente levaria James, mas aqui foi um empate de ruindade.

Luana: Que performance curta. Sera que rolou algo ruim no meio que cortaram? Achei estranho. Enfim, por mais que eu goste do James, não foi uma boa apresentação. Ele começou bem perdido, acertou umas notas legais no refrão, mas no conjunto geral da obra não foi bom. Nem tem muito o que falar, o Ian venceu fácil.

IAN vs. JAMES

VENCEDOR: Ian Flanigan | ELIMINADO: James Pyle

Que situação triste, ein? Nenhum dos dois entregou muita coisa, mas Ian pelo menos foi mediano, então achei o resultado justo.

KO #5: Team Gwen
JOSEPH SOUL VS VAN ANDREW

Joseph Soul – “lovely” by Billie Eilish VS Van Andrew – “Human” by The Killers

Nosso The Voice e seus combos… Mas enfim, já era esperado. Só conseguimos ver alguns segundos da apresentação de Joseph e eu achei a versão da música um pouco estranha, talvez tenha sido só a parte que passou, mas não tem nem como a gente saber.

VENCEDOR: Joseph Soul | ELIMINADO: Van Andrew

KO #6: Team Kelly
KELSIE WATTS VS MADELINE CONSOER

Kelsie Watts – “You Oughta Know” by Alanis Morissette

Avalie a performance:

Davi: É disso que estamos falando! Ai gente, eu amo Kelsie. Acho ela uma competidora incrível e amei amúsica que ela escolheu para cantar hoje. Ela entregou tudo que a música pedia: vocais e MUITA atitude. Ela se entregou muito para apresentação e eu fiquei impressionado com a lenda.

Erik: E vamos de mais uma vez a Kelly fazendo burrada. Eu não esperava essa performance da Kelsie, imaginei que seria muito pior. Mas ela fez DE TUDO e mais um pouco. Essa música é difícil e pra sair uma coisa desastrosa é bem fácil, mas Kelsie se manteve estável desde o início e teve partes muito boas, além da interpretação e da presença dela que não deixaram a desejar. Eu gostei muito.

Luana: Eu me recuso a acreditar que foi a própria Kelsie que escolheu essa música. Ou no mínimo, lhe deram escolhas melhores ela (cantora pop) escolhei isso (um grunge rock, por ali). Simplesmente não faz sentido. Ainda assim, ela tirou leite de pedra demais. Essa música é muito difícil e só foi bem executada uma única vez, lá na S5 com a Kat Robinchaud (quem nunca viu, indico pesquisar). Sim, Eu percebi as falhas e teve uma bem feia até numa nota alta ali perto do fim. Ainda assim, eu realmente acho que Kelsie é uma das melhores vocalistas da competição e abrir mão dela agora é apenas burrice e desperdício de talento a ser explorado.

Madeline Consoer – “Die From A Broken Heart” by Maddie & Tae

Avalie a performance:

Davi: Olha, vou confessar que eu fiquei bem tocado com essa apresentação de Maleline. Eu não dava nada por ela e eu gostei dessa apresentação. Ela se conectou muito com a música e conseguiu passar muito bem a mensagem dela. Vocalmente ela foi bem também, mas nada muito surpreendente. Fiquei bem dividido com essa Knockout, mas avançaria com Kelsie pelo nível da apresentação.

Erik: O banho de água fria, meu deus! A Kelsie trouxe uma performance ótima e Madeline quebrou o clima total. O contraste que seria legal aqui não funcionou na prática não. Muito chata a performance, a voz dela é linda mas foi muito água com açúcar a apresentação. Fiquei esperando um momento em que ela fosse dar o nome e fazer jus a vitória mas enfim, não aconteceu. Eu escolheria a Kelsie sem dúvidas.

Luana: Confesso que Madeline me surpreendeu demais. A audição dela foi super meia boca, dai nas batalhas ela foi colocada completamente para fora de sua zona de conforto e até em espanhol teve que cantar. Agora, ela finalmente pôde fazer o que ela considera a sua expressão artística. E vamos ser sinceros? Foi realmente muito lindo e genuíno. Kelsie se entregou de corpo e alma à sua performance, mas Madeline também. E em um aspecto geral, Madeline convenceu bem mais, né? É um desperdício eliminar a Kelsie, mas justiça tem que ser feita, e Madeline fez por merecer sua vitória hoje.

KELSIE vs. MADELINE

VENCEDORA: Madeline Consoer | ELIMINADA: Kelsie Watts

Madeline fez uma apresentação linda, mas pra mim Kelsie elevou muito o nível nessa apresentação. Não concordei muito com a decisão de Kelly.

KO #7: Team Gwen
CARTER RUBIN vs CHLOÉ HOGAN

Carter Rubin – “You Say” by Lauren Daigle

Avalie a performance:

Davi: E o ícone mirim já lançou o gospel nas Knockouts. Carter escolheu uma música bem emocional para trazer nesse round e ele entregou muito bem essa canção. Alcançou uns agudos bem interessantes, se conectou com a música e fez uma Knockout muito boa. Espero que ele continue assim, porque Gwen gosta muito dele e essa parceria pode render!

Erik: O queridinho da Gwen e da America vem ai, meu pai! E ele sabe apelar, viu? Eu to passado. O hino gospel ficou muito bem na voz dele, ele fez uma apresentação muito boa e fez jus ao hype que Gwen está dando a ele, porque em sua batalha ele foi bem inferior a adversária. Vocalmente foi bem boa e foi até emocionante, Kelly que o diga. Acho que se ele continuar em uma crescente assim tem grandes chances de representar a Gwen na final.

Luana: Eu me senti a Kelly toda nessa performance. Essa música é tão linda, e quando levamos em conta tudo que estamos passando, ela se torna ainda mais significativa. Quando Carter cantou “remind me once again of who I am because I need to you”, eu quase me acabo de chorar. Porque nesse turbilhão de coisas que a gente tá passando, é tão fácil perde-se de si mesmo e da importância de ter uma força nos segurando. Foi uma performance linda e muito emotiva. Eu diria, foi a performance mais completa de Carter na competição, sem dúvidas.

Chloé Hogan – “Weak” by SWV

Avalie a performance:

Davi: Nossa, outra surpresa boa! Chloé tem uma voz muito linda e veio com uma apresentação bem gostosinha. A música eu não achei das melhores, principalmente pra essa fase. Mas ela conseguiu fazer uma apresentação muito boa, arrasando nos vocais e no palco. Ela me chocou muito com o nível dessa apresentação. E como ela estava linda! Apesar de achar muito apertado, acho que hoje Chloé foi levemente superior.

Erik: AAAAAA eu estava muito ansioso pra essa apresentação! Eu tinha ficado muito curioso com a audição dela mas como a batalha foi combada, né… Deu pra ver nada. Mas que bela maneira de fechar o programa, viu? Literalmente falando inclusive, que mulher MARAVILHOSA. Eu amei demais, foi a melhor apresentação do dia pra mim e eu gostei de tudo, dos vocais, da interpretação, da música. Levaria Chloe pela surpresa, mas Carter também foi ótimo.

Luana: Chloe nasceu na competição, né? Performance brilhante da moça! Eu preferia um steal na Kelsie? Sim. Mas não tem como negar que a Chloe fez por onde avançar nesse round. Eu não a declararia a vencedora sob o Carter, pois ele mexeu mais comigo. Mas achei justíssimo o steal do John. Chloe surpreendeu a todos e finalmente apareceu na competição. Vamos ver se ela consegue manter o nível nas próximas fases. Mas se fosse a Gwen, levaria o Carter também.

CARTER vs. CHLOÉ

VENCEDOR: Carter Rubin | STEAL: Chloé Hogan #TeamLegend

A decisão de Gwen foi bem previsível, né? Carter é o favorito dela e isso ficou bem óbvio durante a apresentação. Mas eu acho que seguiria com Chloé.

CONSIDERAÇÕES FINAIS

#TeamBlake: Ian Flanigan, Jim Ranger, Sid Kingsley (steal), Worth The Wait.

#TeamGwen: Ben Allen, Carter Rubin, Joseph Soul, Payge Turner.

#TeamKelly: Desz, Madeline Consoer.

#TeamLegend: Bailey Ray, Chloé Hogan (steal), Tamara Jade.

É isso! Nossa segunda noite de Knockouts foi um divisor de águas, né? Algumas apresentações bem marcantes, outras nem tanto. Os técnicos também fizeram algumas escolhas bem questionáveis… Mas é assim mesmo! Vamos seguir que ainda temos mais uma noite de Knockouts. Não se esqueçam de comentar o que vocês acharam e de votar na nossa enquete. Até mais!

gostou da matéria? deixe um comentário!

Autor

Davi

Estudante de artes cênicas na Universidade de Brasília e extremamente viciado em todo tipo de reality show. Também viciado em muitas séries. É isto.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries