Posts Populares

The Voice US – S19E16 – Live Top 5 Finale Performances

Chegamos a mais um início do fim!

Hoje tivemos a primeira noite da grande final da temporada e assim como sua anterior, 5 vozes cantaram em busca do grande título. Vale lembrar que, não houve duetos com os técnicos e provavelmente terá na noite de amanhã, junto com as performances dos candidatos.

Eu, particularmente, ficaria muito feliz se Carter vencesse. Seria a primeira vitória da Gwen e anda com um act que é a cara dela. Mas sabemos que a vencedora moral é a Desz, né? Enfim, esses dois são meu Top 2 e vesti a camisa rosa pra torcer pelo menino Carter, já que a lenda Desz provavelmente será injustiçada.

Antes de começarmos, não poderia deixar de comentar que hoje temos um convidado especial para comentar conosco. Ele, o reizinho dos apelidos e dona do maior hit gospel de Salvador: Addamison cordeirinho de Jesus, Dam pros íntimos. Em homenagem a piriguete coloquei um apelidinho pra cada comentarista, como ele sempre faz em suas reviews. Hoje somos músicas do folklore e apesar de não ter jogo do Corinthians, espero que nosso hit venha.

No decorrer das apresentações, Blake e Gwen cantaram ”Happy Anywhere” e você confere aqui embaixo. Sem mais delongas, vem comigo aqui!

[#TeamGwen] Carter Rubin – “The Climb” by Miley Cyrus

Avalie a performance:


Erik Exiladah: Meu deus? Queria dizer primeiramente que eu não esperava essa música pro Carter de jeito nenhum, mas foi uma surpresa incrivel! Durante sua jornada no programa a nossa pequena lenda sempre nos trouxe performances que prometiam grandes emoções e aqui não foi diferente. Ache a performance no geral bastante completa, o palco estava lindo e ele muito confiante no que estava cantando. Vocalmente foi muito bom também e com certeza as tias do sofá amaram essa apresentação, principalmente na partezinha que ele canta apontando pro céu. FOI TUDO!

Clarice Betânia: Morri e fui pro céu? Que cenário mais fofinho! Olha, sendo bem sincera, não entendi essa música, eu esperava algo bem mais apelativo e próximo do que ele vinha fazendo nas últimas semanas! Achei que teríamos um Whitney Card ou que ele cantasse alguma outra diva ou musical, algo que fosse bem MATADOR e digno de final! A cartada final, sabe? Mas quem disse que tentar algo diferente não pode dar certo as vezes? Eu gostei, o arranjo acompanhando das cordas deu um efeito bem diferente do que estamos acostumados a ouvir e deixou tudo mais a cara do Carter! O talento dele é algo inquestionável e vai ser super merecido se ele vencer!

Dam Mulher Revoltada: Putzzzzzzzzzzzzzzzzzzzz meu comeback já veio com a música da minha musa fragmentada que eu amo. Assim… Eu acho o rubin a coisa mais fofa do mundo e essa é uma das minhas músicas favoritas da vida, sempre que eu me sinto pra baixo eu vou lá ouvir o hino pra sentir uma das personalidades da Miley me edificando. Ele fez um bom trabalho, cantou muito bem e serviu nas partes altas, mas sabe quando você sente que falta algo? Faltou algum tempero pra esse feijão ficar babado.

Victor Encontro Fora da Lei: De longe, Carter é um dos novinhos que mais conseguiu me agradar no programa. Nessa performance, o baby fez tudo… trouxe tanta emoção, eu simplesmente amei. Notei que ele foi um pouquinho limitado vocalmente, mas conseguiu sim trazer uma performance sólida e gostosa de ouvir. Fé no pai que ele vai trazer o primeiro troféu da maravilhosa Gwen. Arrasouuuuu winnerzinho!

[#TeamKelly] Desz “Holy Ground” [ORIGINAL]

Avalie a performance:


Erik Exiladah: Olha, se estivéssemos falando de um programa justo, com toda certeza o título ficaria entre Cartez e Desz. A original dessa mulher vai ser complicadíssimo de ser batida, porque isso aqui foi maravilhoso. A letra, a melodia, tudo parecia ter saído da própria Desz, foi de muito bom gosto essa canção pra ela. Além disso, mais uma vez ela demonstrou ser um monstro vocalmente e foi de tirar os sapatos da Jhud. Essa mulher é perfeita e seria a winner perfeita da Kelly, mas né.

Clarice Betânia: Eu adoro a Desz desde o início, ela se apropria das músicas de uma forma tão intensa e não foi diferente aqui. Belíssima música original, achei que tem bem a cara dela, não só a letra, mas a melodia também. Quando subiu a música, parecia que a voz ia rasgar, mas ela deu conta e foi ainda mais bonito, com ela mostrando um pouco de sua rouquidão. AMEEEEI!!!

Dam Mulher Revoltada: Dede é tão imponente né? Ela tem um espírito maior que ela e isso fica claro quando ela canta. E que hinao esse hein? Me lembrou muito a Mary J. O final foi SIMPLESMENTE TUDOOOOO!!! FOI RECRIAÇÃO DE TSUNAMI MEU AMOR!!!

Victor Encontro Fora da Lei: Desz, minha filha, você não para de me impressionar!! Quanta magnificência, você é perfeita!! Fez tudo nessa apresentação, cantou num ritmo mais rápido no início, soltou a gritadeira, conseguiu empregar tudo no momento certo, não me canso de panfletar essa deusa.. E que mensagem linda da lyrics, me emocionei todo. Icônica!!

[#TeamBlake] Ian Flanigan – “In Color” by Jamey Johnson

Avalie a performance:


Erik Exiladah: Meu pai e esse conceito de tudo preto e branco? Que coisa brega…Ian disse no ensaio que não tinha muitas expectativas pro canto porque sempre se dedicou mais à música, percebemos né… Ele não é ruim e o timbre é bonito, mas acho uma coisa tão sem carisma ele cantando que me incomoda. Foi bem bonito o cover, mas achei que foi bem inferior a outras performances dele.

Clarice Betânia: Não vou mentir que acho esse timbre mais grave do Ian super gostosinho de ouvir, mas tem algo nele que me impede de me apegar… talvez seja essa personalidade de picolé de chuchu dele! Sabemos que ele é tímido, mas ele não se abre pra conquistar o telespectador, ele só canta e fica só nisso. Achei a ideia de mostrar fotos de sua família como cenário da apresentação, toda em preto e branco, bem estratégico pra música em sim, eu teria curtido se conseguisse me conectar à ele. Vocalmente falando, achei que ele deu umas derrapadas, mas acabou que foi mais do mesmo.

Dam Mulher Revoltada: Judith… Socorro! Colocaram sonífero na minha bebida!!! Que performance mais sem sal minhas irmãs, simplesmente sonífera. Acho que peguei no sono umas três vezes enquanto eu escrevia pra essa performance.

Victor Encontro Fora da Lei: Que performance confortável de assistir né? eu curti, não vou mentir. Super enxergo Ian como aqueles cantores que fazem soundtrack de filme, sabe? Porque a voz dele consegue ser bem marcante pra quem ouve pela primeira vez. Amei o conceito do palco, achei legal essa ideia da introspecção com aquelas fotos da família e um balanço de cores meio black and white, achei que casou muito bem com a voz dela. Vocalmente, falando, também foi muito bem executado. Mandou bem!

[#TeamBlake] Jim Ranger – “Last” [ORIGINAL]

Avalie a performance:


Erik Exiladah: E vamos de ameaça ao título de nossa Gwen, né? Até semana passada acreditávamos que Ian seria o nome que deveríamos agourar mas Jim se mostrou pior que encomenda. E não é de se chocar, o cara é bom MESMO. Achei a original um pouquinho linear demais, mas vocalmente ele mostra cada vez mais uma surpresa muito boa e tenho a impressão que se a season fosse maior, seria muito difícil bater ele porque ele cresceu demais na competição. Eu gostei, não é uma música que eu escutaria mais vezes mas foi legal.

Clarice Betânia: Eu sempre disse que Jim seria o frontrunner do Blake, ainda que ele tentasse fazer o Ian acontecer. Eu não sei o que houve com Jim na semifinal, mas ele fez o barro acontecer e fez uma grande apresentação, mostrou firulas vocais que não tinha feito até então e acabou voltando ao meu radar como frontrunner. Se eu achava que já tava ganho pro Carter, agora tenho minhas dúvidas. Original do Jim é muito bonitinha, não precisaram inventar nada de diferentão, essa simplicidade é o que ele faz de melhor. Música e melodia muito boa e Jim fazendo o que sabe fazer

Dam Mulher Revoltada: Putz Jim já jantou o Ian agora pode pedir a sobremesa que sou eu toda lambuzada de chantilly com um morango na boca só esperando a hora dele me jantar. Certo que a música não foi lá das melhores, porém a emoção que eu sinto com o Jim é diferente e até uma música linear ganha vida na voz melódica dele. Amo, sou, logo existo pra ACLAMAR a lenda.

Victor Encontro Fora da Lei: Ô anjo, você até mandou bem com uns vocais legais e tal, mas a música é muito linear e não tem nada que dê presença nela, a apatia também é um ponto muito negativo, já que o highlight do country que é o storytelling, infelizmente não vingou aqui pra mim.

[#TeamLegend] John Holiday – “Where Do We Do” [ORIGINAL]

Avalie a performance:


Erik Exiladah: Nossa gente sinceramente, se fosse pra fazer uma música chata dessas pra pessoa era melhor nem fazer. O acerto que deram com Desz foi totalmente por água abaixo aqui. A canção não tem nada a ver com John, os vocais ficaram super ”avulsos” e senti ele forçando uma presença de palco que deveria ser natural. Esperava algo emocional e não essa bomba, mas o que esperar né…

Clarice Betânia: DEMITE AGORAAAA QUEM ESCOLHEU ESSA MÚSICA PRO JOHN! Gente, que diabos foi isso??? Tem nadaaaaa a ver com tudo o que ele mostrou no programa até agora! E nada a ver com o artista que ele sempre deixou claro que quer ser! John Legend, você prometeeeeeu! John perdeu todo aquele brilho, ficou apagado cantando com a voz cheia, não pode colocar a diva que existe dentro dele pra jogo! Estou decepcionada!

Dam Mulher Revoltada: Dizem que ele é parecido comigo e eu acho isso um surto coletivo mesmo amando o John. Foi a pior original song ate aqui. Na minha ótica, eu senti o John totalmente desconfortável com a canção e por alguns momentos ele até desafinou e eu não vi aquele cantor que eu aprendi a amar na competição.

Victor Encontro Fora da Lei: Que música foi essa que empurraram pra o meu John?? Suuuper linear e chata, não conseguiu explorar nada do que ele tem de melhor pra oferecer, que ódio AAAAAAA. É isso né? se não fosse pra ter injustiças, não seria o TVUS.

[#TeamKelly] Desz “Landslide” by Fleetwood Mac

Avalie a performance:


Erik Exiladah: Primeiro que essa ordem bosta acabou com qualquer chance que Desz tinha, mas vamos lá. Fiquei empolgado quando vi que essa seria a música de Desz e imaginei um arranjo mais emotivo, mas não curti tanto esse da apresentação. De qualquer forma, os mesmos elogios à Desz na performance anterior podem ser refeitos aqui. Essa mulher merece vencer a temporada desde a primeira vez que ela cantou nesse palco. Foi lindo e ela estava super conectada com a música, gostei muito.

Clarice Betânia: A produção gongou a Desz mesmo, hein?? 2ª da primeira rodada e depois abrindo a segunda rodada? Mas enfim… Desz estava lindíssimaaaa e cantando um musicão da porra! Apesar de ter achado a música incrível da voz dela, com um arranjo que permitiu umas notas mais alongadas, achei que em alguns momentos a voz dela estava trêmula. E senti falta de algo mais impactante sim, algo que ela pudesse se jogar nas notas mais altas. Desz acabou vindo com duas músicas mais lentas e poderia ter diversificado isso. Ainda assim vou gritar: LENDAAAAAAA!!!!

Dam Mulher Revoltada: Meu pai… A dona da noite mesmo né gay? Landslide é o meu ponto fraco, veeeei eu fico sem estruturas e ainda mais quando acertam em cheio na emoção. Dede é muito perfeita meu pai e eu acho que ela precisava de uma performance que mostrasse mais vulnerabilidade mesmo e cumpriu o papel muito bem.

Victor Encontro Fora da Lei: Rainhaaaa, ela tava tão linda nessa performance, amei tudo. Nossa, Landslide já tá cansadinha no programa, mas eu, sinceramente, não consigo não gostar de algo que essa mulher entrega. É tanta confiança, tanta precisão nas notas, fico boquiaberto o tempo todo. A verdade é que eu torço pra essa lenda, mas sei que o hype do Carter tá altíssimo pra vencer. Mesmo assim, linda performance, a original foi perfeita também… trajetória icônica, cantora singular!

[#TeamBlake] Ian Flanigan – “Never Learn” [ORIGINAL]

Avalie a performance:


Erik Exiladah: Pra mim Ian foi totalmente ofuscado por Jim meu pai, isso sempre aconteceu com dois acts do Blke na final, não sei pra que esse povo insiste em dar essa dobradinha. Enfim, achei a música chata, não gostei da apresentação e é isso, poderia acabar por aqui. Mas uma coisa que me revolta muito nesses participantes é fazer a mesma coisa sempre e mesmo assim ser enaltecido. Todas as apresentações do Ian pareceram a mesma coisa e isso não é de hoje. Enfim, toda temporada é isso então toda review teremos reclamações, fiquem com deus.

Clarice Betânia: Assim como disse que Desz veio com duas músicas lentas, Ian veio com todas das temporada iguais, brincadeira! Mas enfim, Ian fez as duas apresentações da noite na mesma proposta, uma colorida e a outra preta e branca! hahahahaha Bom, vocalmente achei essa mais consistente, mas segue com zero carisma e conexão com seu público.

Dam Mulher Revoltada: Olha quem ressurgiu das cinzas e se recuperou de uma performance patética… Assim, eu sinto que o sonífero ainda faz efeito em mim, porém, ainda é melhor do que a última performance. Falta paixão no Ian e isso me incomoda muito.

Victor Encontro Fora da Lei: A música de corno, meu pai. Acho que o programa acabou na hora certa, porque não sei se aguentaria ouvir o Ian tantas vezes fazendo a mesma coisa. Claro que ele é um artista super sólido, mas ouvir ele muitas vezes cantar uma música sem inovar em nada chega a ser um pouco chato. Pra mim, foi só mais um algo a mais, mas sem chamar minha atenção.

[#TeamLegend] John Holiday – “Halo” by Beyoncé

Avalie a performance:


Erik Exiladah: Meu deus amigo, hoje não foi seu dia mesmo, hein? Cade o John de All By Myself, meu pai? Achei esse cover extremamente esquecível e eu esperava que fosse babado. Não sei exatamente o que não ornou aqui, mas além de ter sido nada memóravel, achei umas partes bem ruins vocalmente, o que John nunca entregou até então. Enfim, infelizmente não gostei de nenhuma performance do John hoje e é isso né, forças pra lenda.

Clarice Betânia: Acho que foi só a gente colocar o Dam na review, que colocaram um genérico ali no palco… por isso essas apresentações tão fracas na noite de hoje! John Holiday estava irreconhecível, e não sigo isso pela ausência do chapéu, mas sim pelas suas apresentações fraquíssimas. O cover foi uó, nada a ver com ele, já “Halo” que tinha tudoooooo pra ser um lacre, foi bem morno. Gostei dele começando com voz cheia, mas quando partiu pro falsete com notas altas, ele não tinha a mesma mágica de sempre, estava estranho. Não funcionou! Eu fiquei esperando ansiosamente pela subida de tom pra que ele pudesse se encaixar, mas ela não aconteceu.

Dam Mulher Revoltada: Qualquer coisa era melhor que aquela original song. Acho que o inimigo direto do John é a Des e o combo da final dela foi simplesmente perfeito, sem nenhum defeito o que deixou John completamente ofuscado e Halo só foi básico mesmo.

Victor Encontro Fora da Lei: Ai gente, não to aguentando esse flop que foi o Johnzinho precioso, contiveram super a besta vocal. Quando eu vi “Halo” pra ele, fiquei muuuito animado, porque é um hino atemporal. Mas senti que ele não gritou o suficiente em nenhuma das duas apresentações, tô revoltado. Fogo na NBC.

[#TeamGwen] Carter Rubin – “Up From Here” [ORIGINAL]

Avalie a performance:


Erik Exiladah: Não foi isso tudo, né? Mas vamos fingir. Eu ouvi o estúdio do Carter hoje cedo e tinha gostado muito, mas alguma coisinha aqui não funcionou muito bem, acho que ele ficou bastante nervoso. Mas, mesmo assim ele fez o que já tinha feito antes, entregando vocais sólidos e se conectando com a música. É uma original muito legal e a carinha dele, acho que se tivéssemos Itunes essa temporada iria vencer bem. Preferi seu cover, mas as duas juntas foram um combo bem bacana.

Clarice Betânia: Dá pra não gostar desse pititico aqui, minha genteee??? Dá vontade de guardar Carter num potinho! hahahaha Adorei a vibe da original dele, a música foi crescendo aos poucos, assim como o tom dos seus vocais. Ele estava nervoso, alguns momentos deixou isso transparecer em sua voz, mas quem julga? Com 15 anos eu não faria nem 1/3 disso! hahahaha Vou fingir demência pra qualquer defeitinho e gritar WINNEEEEER!

Dam Mulher Revoltada: Ai gente… Olha esse anjooooooo!! Fiquei na dúvida agora de quem tem a melhor original song. Se o bebê aqui ou Dede. Os dois tiveram o melhor combo da final e isso não se pode nem discutir. Sabe o tempero que eu disse que faltava pra The climb ficar melhor? Acho que ele guardou pra essa performance aqui, porque não faltou EXATAMENTE nada!!!

Victor Encontro Fora da Lei: Amei tanto essa original que nem sei. Tudo foi extremamente impecável e perfeito, Carter não teve um erro nessa temporada mesmo sendo uma criança de 14 anos?? Como pode? Baby aclamado. Não tenho defeitos pra colocar, só enaltecimentos, amei muito. Inclusive, tô muito animado pra ver o dueto dele com Gwen. Muito merecedor!

[#TeamBlake] Jim Ranger – “With A Little Help From My Friends” by The Beatles

Avalie a performance:

Erik Exiladah: Meu deus, o medo que eu tô depois dessa apresentação? Eu falei pra vocês que o Jim vinha em uma crescente e aqui ele só provou isso. Ele repetiu o feito de sua semifinal, com uma apresentação poderosa e com os vocais incríveis. No geral foi uma ótima performance, não gosto taanto dessa música mas ele fez um ótimo trabalho e fechou a noite muito bem. Felizmente temos o Carter pra sonhar, porque se não… Era Jim winner com certeza.

Clarice Betânia: Olha, minha gente, Blake tirou o dia pra me fazer pagar a língua, viu! E acho que se ele derrotar a Gwen, vai dormir na casinha do cachorro! Quem é esse Jim e onde ele esteve essa temporada toda? Porque ele não mostrou isso antes? Ele estava todo a vontade no palco, com um baita hit e segurou a marimba. Quando entrou no refrão, onde Jim começou a soltar umas notas mais rasgadas fiquei completamente passada! A apresentação foi incrível, digna pra fechar uma final… e se for pro Carter perder pro Jim, depois de hoje tá merecido, mas se formos analisar quem mais merece pela regularidade, diria que é Carter!

Dam Mulher Revoltada: Eu amo tanto a voz do Jim e acho que essa música caiu certinha pra ele. Ele deu um gritinho de lá do fundo pra lembrar que ainda tava na competição e que também merecia a nossa atenção e ele conseguiu, pois foi o terceiro melhor combo da noite.

Victor Encontro Fora da Lei: Impossível ouvir “With a little help from my friends” e não lembrar da real winner da S14, Kyla Jade dando aquele show vocal. Por mais que eu quisesse, Jim não fez feio, foi até muito bem feito, gostei muito que ele soltou a gritadeira. Pra variar, Blake soube apelar com força por aqui, rs. berra mais amor!

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Bom, podemos dizer que foi uma noite satisfatória, né? Longe de ter sido espetacular, mas Carter manteve e Desz pisou como sempre. Jim surpreendeu novamente, enquanto John foi só ladeira abaixo. Ian a mesma coisa, né? Sem comentários. Meu palpite pra amanhã é: Carter/ Jim/ Ian/ Desz /John. Infelizmente Desz não tem chances, como todo sabemos. Mas não custa nada torcer pra um milagre acontecer, né?

Ficamos por aqui e amanhã temos o resultado. Deixem ai nos comentários as expectativas de vocês e nos vemos amanhã. Um beijo e até a próxima!

gostou da matéria? deixe um comentário!

Erik Lacerda

Paulista, 17 anos, não bebo mas rola um cantinho do vale de vez em quando (ou é cantina? não sei). Amo comentar sobre tudo o que assisto porém nenhum amigo meu tem paciência pra me ouvir falando besteira sobre GOT, Grey's e How I met Your mother, por isso estou aqui.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries