Primeiríssima rodada de lives shows!

Estamos com a primeira rodada de lives shows no ar. Estávamos todos ansiosos por esse momento, mas principalmente, para descobrirmos quem seriam os 3 escolhidos da categoria dos Underdogs mentorada pela Mel B. Então sem mais segredos, os três escolhidos por ela foram: Maddison, Beatz e Vlado. Beatz e Maddison eu já esperava, mas Vlado eu realmente fiquei chocado com a escolha… Haviam trocentas pessoas melhores que ele, mas enfim. Vamos dar inicio as performances do episódio e descobrir quem foram os quatro candidatos (um de cada categoria) que foram eliminados…

Beatz – Sax

As lacradoras voltaram, mas é claro. E olha, elas voltaram arrasando tudo! Ao som de Sax, minhas meninas dançaram, fizeram harmonias e mostraram que elas não são uma cópia das Chai, Montage , YAY ou como você quiser chamar esse grupo sem nome. Pisem mais meninas! <3

Timmy Knowles – Hands To Myself

Apesar de Timmy ser muito magya, sua voz e seu estilo não me convencem. Acho ele bastante genérico, assim como essa performance foi. Totalmente linear, ele não evoluiu na música nem mostrou um diferencial.

Amalia Foy – Angel

Meu Deus… Que anjo do senhor que desceu na terra para nos iluminar. Amalia me surpreende cada vez mais, e sua voz apesar de ter o tom suave, é de tamanha profundidade e maturidade, que me arrepio toda vez que ouço. Fez dessa canção sua e nos deu esse grande presente de performance.

Time and Place – Ride

 Horríveis! Esse grupo é uma perda de tempo… Continuam sem sintonia, com harmonias fraquíssimas, jogando tudo para cima de Sheldon e totalmente genéricos sem nenhuma pinta de boyband. Passo.

Chynna Taylor – Open Arms

Essa mulher vem me surpreendendo cada vez mais. Apesar de eu não gostar muito dessa música, ela fez um grande trabalho vocal, mostrando dinâmica e uma boa extensão. Além disso, ela mostrou que sabe comandar o palco muito bem.

Maddison Milewski – Addicted To You

Ela foi boa, mas eu esperava bem mais de Maddison aqui. Ela perdeu o folego algumas vezes, o que acabou atrapalhando no entendimento de algumas palavras. Entretanto, sua voz estava bela como sempre, e ela demonstrou bastante presença de palco.

Isaiah Firebrace – Lay It All On Me

Infinitamente inferior que em sua audição e bootcamp, Isaiah foi pisado por suas companheiras de equipe, e seguiu uma linha tênue entre o ruim e o mediano. Ele me pareceu completamente perdido na canção, o que me faz acreditar que ele é realmente o estilo diva datada, que não consegue fazer nada fora do seu estilo.

AYA – Secret Love Song

Detesto as comparações entre elas e Beatz… Acho que ambas seguem uma linha diferente, já que Beatz é aquele tipo de girlband que tem um estilo diferenciado e bastante coreografado, já AYA (mudou novamente, meu Deus) seguem uma linha que foca mais nos vocais e harmonias. Ótima apresentação, surpreendeu bastante e todas as integrantes mostraram que são ótimas cantoras.

Vlado Saric – Closer

Eu fiquei bem decepcionado da Mel ter trazido esse boyzinho sem sal de volta… Mas, o que podemos fazer é só sentar, chorar e assistir a esse show de horrores. Vlado foi muito mediano, sem mostrar nenhum diferencial. Até mesmo seu tom, que eu elogiei na sua audição, não foi audível aqui, o que me deixou bastante estranhado.

Brentwood – Say It

A dupla mais linda que você respeita. Eles são uns fofos e conseguem transmitir toda sua originalidade em canções batidas e contemporâneas. Acho que eles poderiam ser melhores, mas ainda assim arrasaram na performance mostrando essas harmonias lindas.

Davey Wonder – With A Little Help From My Friends

Davey me lembra bastante o Vino do The x Factor US… Entretanto, sua voz não acho muito boa. Ele tem atitude, mas é tão datado em alguns aspectos que estou pegando raivinha desse cara.

 Natalie Ong – When Loves Takes Over

Arrasou do inicio ao fim. Entrou na música no tom certíssimo e só foi subindo e mostrando todo seu poder e alcance. Ela provou ainda que pode ser muito mais que uma diva datada, e bastou isso para ela me conquistar de vez.

Com as doze performances terminadas, chegamos ao dia dos resultados. Antes da revelação, tivemos performances do Top 12, da Zara Larsson e da Jessica Mauboy.

Top 12 

Jessica Mauboy

Zara Larsson – Ain’t My Fault

E o momento chegou… Hora de descobrirmos quem são os 4 primeiros eliminados do The X Factor AU (ordem não específica)

Na categoria dos Overs, tivemos Chynna sendo salva primeiro e ficando Timmy e Davey por último. Timmy acabou sendo eliminado, o que eu achei bastante indiferente, qualquer um dos dois para mim tava bom, mas confesso que preferia que fosse Davey.

Depois tivemos a chocante eliminação de Natalie nos Unders 22. Isaiah acabou sendo salvo primeiro, deixando Natalie e Amalia por último (o que é totalmente contraditório, já que ambas pisaram com força no Isaiah). Mas, o público australiano, que um dia já foi bom, decidiu salvar Isaiah e eliminar Natalie.

Depois tivemos a eliminação de Maddison pelos underdogs. Mais uma injustiça aqui, porque tanto Maddison quanto Beatz pisaram em Vlado, e acabou que ele foi o primeiro a ser salvo… Austrália, o que ta acontecendo com você? Por fim, entre o grupo e Maddison, o grupo se saiu melhor, e realmente mereceu avançar porque sua apresentação foi melhor.

 

Por último tivemos a eliminação de Time and Place… E finalmente uma eliminação justa! Já foram tarde, e Breatwood e YAY pisaram em vocês, comam poeira ai.

Com isso, temos nosso Top 8 formado por dois integrantes de cada time, e a partir de agora, um será eliminado por semana. Quem são suas apostas para finalistas? Deixem ai nos comentários, assim como se vocês concordaram com essas eliminações. Nos vemos na próxima pessoal, até mais. 😀

 

 

Ricardo Souza
Ricardo Souza

Hello, it's me... Rick, a pessoa que vos escreve com capricho e zelo (talvez sim, talvez não, nunca saberão). Estudante, aspirante e perseverante (esse ultimo adjetivo foi só para rimar). Ama escrever, e por consequência é estudante de Letras/Libras. Aqui no Panelas faz de tudo um pouco, séries, realitys e premiações.
Deixe-nos um comentário!
%d blogueiros gostam disto: