O confronto finalmente aconteceu…

Olá meu povo e minha pova, mais uma review de X Factor AU no ar trazendo nossos comentários nada imparciais sobre essas performances que estão cada vez decaindo de nível, mas que a gente ama assim mesmo. 

Nesse episódio vamos fazer as coisas um pouquinho diferente. Dessa vez teremos dois comentaristas um já conhecido aqui e outro de fora, não são de outros países, mas quem sabe um dia kkk. Hoje teremos o Netto que já é conhecido aqui no site por suas reviews maravilhosas e o Àlefe que é um leitor que mostrou interesse em comentar nossas reviews. Pra quem tá perdido e não sabe do que estou falando, lançamos oficialmente a oportunidade de vocês leitores virem participar das nossas reviews, analisando cada performance, e comentando conosco. Pra participar, basta clicar no FALE CONOSCO aqui no nosso site e citar quais realities musicais vocês assistem. Pra saber mais, clique AQUI.

Sem mais delongas, vamos as performances dessa semana.

AYA – End Of Time

Abrimos as performances com essa apresentação bem estranha de um grupo que tinha tudo para ser um lacre com essa música. As meninas do AYA estavam bem desconfortáveis, não desenvolveram uma coreografia mais elaborada, e com isso tivemos uma sensação de falta de energia na performance. Essa música é bem frenética, e creio que elas não conseguiram chegar perto do esperado para essa música. Além disso, nem os vocais e harmonias delas foram tão bons como das outras vezes, o que me deixou bem surpreso e preocupado.

Àlefe: O palco estava lindo , os vocais da meninas estavam ok , mas senti falta de um clímax na apresentação , esperava mais delas  , porém vejo potencial nelas .

Netto: Não sei bem se é a produção do programa que não contribui muito, mas não vi nada demais nessa performance, seja vocalmente ou presença de palco. Claramente procurar nuances dentro de um mesmo estilo musical que lhe permita mostrar diferentes lados de si como artista é maravilhoso, mas a escolha não me pareceu correta para AYA, pois elas simplesmente não foram capazes de alcançar a dimensão da música. É muito difícil assistir um cover desse e não comparar com a versão original e optar por Beyoncé me parece bastante arriscado, principalmente quando não se tem atitude para segurar uma marimba desta.

Vlado – Into You

Que péssimo ter que dizer isso, mas Vlado foi muito bem! Mesmo ele não possuindo os melhores vocais, esse garoto tem starquality e mostra muito controle e presença de palco. A mudança de arranjo foi perfeita para ele, essa versão ficou muito interessante e boa de se ouvir (seria melhor se ele fosse melhor vocalmente). Mas enfim, ele mandou bem, tiro meu chapéu.

Àlefe: No começo não gostei da apresentação mas do meio pra frente ele foi crescendo e no final até curti a apresentação sim . Com a música certa ele pode ir crescendo e ter um momento na competição.

Netto: Entendo e respeito o fato de todos terem gosto próprio, mas não enxergo nada em Vlado mais que um rostinho bonito e um appeal enorme. No início foi até gostável , mas enquanto a música ia desenrolando-se até o momento que ele se jogou no palco a bagunça consolidou-se como o fator memorável desta performance. Por favor mundo, já temos Bieber e Shawn, não precisamos de outro.

Chynna – Pride (In The Name Of Love)

Chynna mais uma vez cantou uma música bastante icônica e fez um grande trabalho. Seus vocais foram ótimos, ela conseguiu se manter no tom o tempo todo, e sua presença de palco também estava ótima. Chynna para mim é uma forte candidata à final, e creio que ela ainda brilhará muito. 

Àlefe: Guy foi muito bem na escolha da música pra ela pois se encaixou como uma luva pra ela , ela tem uma ótima voz e parecia bem a vontade no palco , até agora a melhor da noite pra mim.

Netto: Sinto que não precisava dessa reinventada na música, a voz de Chynna é o suficiente, que procurasse algo para mudar na aparência. Chynna é uma ótima cantora, pode desempenhar boas performances em diferentes estilos de música, mas sinceramente esta não foi muito legal.

Amalia Foy – Frozen

Um lacre é um lacre né amigos? Que performance magnifica e magnética. Amalia nos atraiu com sua belíssima voz e com sua maravilhosa interpretação. Eu já estava doido para ver algo mais dark dela, e ela me entrega essa maravilha… Acho que Amalia tem reais chances de ganhar essa temporada, e quero ela fazendo muito sucesso sim! <3 

Àlefe: O que eu gosto nas apresentações da Amalia é o sentimento que ela traz nas canções e nessa não foi  diferente , fora os excelentes vocais . Parabéns Amalia , curti.

Netto: Bem que poderiam dar logo o título para essa menina. Por mais que não tenha gostado desse jogo de mãos, Amalia entregou vocais impecavelmente surreais. Fico freneticamente insano a cada nova apresentação dessa menina. Gente, é muito invejável o dom dessa menina, e essa performance só me aguçou a querer ver Lambert explorando músicas dark com a voz dela.

Brentwood – Latch

Eu amo essa dupla, mas dessa vez não deu para defende-los… Que performance ruim, com vocais terríveis, e com uma interpretação péssima! Teria sido muito melhor ter dado a versão acústica para eles cantarem, seria bem mais a cara deles e eles poderiam mostrar a beleza de suas harmonias que não vemos desde a sua audição. 

Àlefe: Gosto bastante deles , e gostei da apresentação , acho que funcionam bem juntos , mas apesar de ter gostado acho que eles podem entregar mais.

Netto: Me decepcionei novamente. Por mais que não tenha sido pior que semana passada, Iggy segue insistindo em trazer a contemporaneidade para Brentwood. Totalmente concordo com Guy e Lambert, quem se apaixonou por eles nas audições e os conhecem até mesmo antes do programa deve amar vê-los no estilo old school mesmo, reinventando músicas. Mas sinceramente, se eles continuarem assim é lamentável, pois prefiro o que trouxeram nas audições.

Davey Woder – Small Bump

Davey teve um desempenho satisfatório, não cagou, mas também não foi uau. Ele seguiu uma linearidade ok, mesmo não crescendo muito na música conseguiu passar bons vocais. Acho que com essa semana que não está muito boa, ele garantiu sua vaga para próxima rodada.

Àlefe: A apresentação foi super bacana , a voz dele é super gostosa de ouvir , só acho que deve melhorar na presença de palco fora isso , ótima apresentação

Netto: Depois do 3CC era impossível não desgostar dele, e aí me elimina Timmy, se bem que não é sua culpa, mas mesmo assim. Eu só queria que ele saísse logo, nada mais.

Beatz – In Love me /Whip my hair

Quando elas estavam cantando In love me, eu estava achando ótimo, mas daí elas resolveram entrar com Whip My Hair e tudo virou uma bagunça sem fim! Eu até acharia bacana ver as duas músicas cantadas em momentos diferentes, pois whip my hair tem tudo a ver com elas e in love me elas logo de cara mostraram um lado diferente, com boas harmonias. Mas quando transitarem de uma música para outra, elas perderam o foco e ficou tudo extremamente bagunçado e fora de foco para mim. 

Àlefe: Pra mim elas ótimas comerciais e tem o X factor e nessa apresentação podemos comprovar isso principalmente na segunda parte e espero poder ver mais delas pois vejo potencial pra isso.

Netto: As melhores da noite, sem dúvida. Apesar de algumas partes ruins, como uns gritos desnecessários, a performance num geral foi bem maravilhosa de assistir, a energia delas é incrível! Sei que já temos grandes girlbands mundo a fora, mas sinto que há espaço para Beatz também. O problema é produção, tendo isso ao seu favor tudo sorri positivamente.

Isaiah – Let It Be

Gente, esse menino é muito planta, meu Deus. Sua voz foi bem ok, ele não passou um terço do sentimento que a música possui, além disso, teve algumas falhas vocais e foi totalmente chato durante a performance. Aquele mini coral ali também foi bem ridículo, odiei essa performance do inicio ao fim. 

Àlefe: Música super batida nos realities né gente ? E a apresentação não trouxe nada de novo pra mim , não me empolgou muito não.

Netto: Não aceito ainda ele ficar diante de Ivy, mas tudo bem. Não me levem a mal, Isaiah tem uma voz incrível e boas técnicas, porém suas escolhas na música me pareceram bastante exageradas e desnecessárias. Let It Be é uma música tranquila, não precisa de tudo isso para tornar a apresentação incrível. Mas tudo é questão de prática e experiência. Não entendo o porquê de ele ter sido pimp, mas vida que segue.

Partindo para os resultados, tivemos as performances de Shawn Mendes e do Top 8, que você poderá conferir aqui abaixo. 

E agora o momento tenso do programa chegou… Esse confronto que para mim seria levado mais adiante, e não ocorreria tão precocemente, estava pré destinado desde o 3cc. Hora de sabermos qual grupo será eliminado, Beatz x AYA…

AYA – Domino

Se cagaram meninas, so sorry. Harmonias bem falhas, as vozes separadas também estava repleta de falhas e elas não conseguem passar aquele sentimento de girlband coreografada que tanto amamos. Acho que aqui vimos quem é que manda mesmo…

Àlefe: Curti foi uma perfomance bem forte e a harmonia tava bacana , porém vejo mais potencial nas BEATZ , mas elas são ótimas também não mereciam sair agora .

Beatz – Bang Bang

Apesar da escolha super clichê, elas mandaram muito bem, e souberam administrar o nervosismo para cantarem satisfatoriamente bem. O finalzinho da performance, elas mandaram muito bem na harmonias e deram até um novo ar para a música. Gostei e pisaram nas rivais. 

Àlefe:  Acho as meninas super interessantes principalmente quando cantam rap e dançam e essa apresentação foi bacana por gosto pessoal prefiro que elas continuem.

E não deu outra… As eliminadas da noite foram AYA. Confesso que fiquei surpreso, não esperava que elas saíssem cedo assim, mas Iggy infelizmente não conseguiu extrair o melhor delas. E tendo Beatz na competição, cedo ou tarde isso aconteceria. Mas enfim, achei uma grande perda, tendo em vista que temos arrastados na competição tipo o @Isaiah. 

Quero agradecer ao Àlefe pelos comentários, você será sempre bem vindo aqui no nosso site para comentar conosco. E obrigado a todos pela paciência, porque a review saiu bem atrasada. Nos vemos então na próxima semana. 😀 

Ricardo Souza
Ricardo Souza

Hello, it's me... Rick, a pessoa que vos escreve com capricho e zelo (talvez sim, talvez não, nunca saberão). Estudante, aspirante e perseverante (esse ultimo adjetivo foi só para rimar). Ama escrever, e por consequência é estudante de Letras/Libras. Aqui no Panelas faz de tudo um pouco, séries, realitys e premiações.
Deixe-nos um comentário!
%d blogueiros gostam disto: