Posts Populares

The X Factor UK – S15E17/18 – Lives Shows 2/Results

Se liga que o ‘Live 2’ já tá na área! 

Hey, guys! Cá estou eu trazendo tudo o que aconteceu em mais uma semana de lives shows do ‘The X Factor UK’. Olha, confesso que após as performances do primeiro live serem tão magnânimas, eu esperava um pouco mais dos acts nesta semana. Mas sigamos com esperança de que tudo vai voltar à crescente. O tema dessa week é ‘Guilty Pleasure’, que vai fazer os candidatos nos embalarem com hits dos anos de mil novecentos e bolinhas… ou não. Para me enriquecer a review, trago meu migles paneleiro Thairo e o um dos nossos leitores, Ives. Vambora dar uma conferida nas performances?

[GROUPS] LMA – ‘Proudy Mary’ (Tina Turner)

Lucas S: A cada semana que passa esse coral vem mais consistente, desenvolto e executando muito bem aquilo que se propõe. Eu amei demais a apresentação, a performance no palco. Eu desde a semana passada tô curtindo demais a forma com que eles preenchem todo o espaço, seja com voz ou com quantidade de pessoas mesmo. Acho que o grupo vai longe, viu?  Tô aqui na torcida.

Thairo: Adoro essa música e acho que eles fizeram uma boa apresentação. Lembrou positivamente a Glee e senti que eles cumpriram com o que a apresentação pedia, teve o início mais contido e então a explosão com a abertura das roupas fazendo uma construção interessante. Os vocais estavam ótimos e o resultado foi bom e diferente do que corais geralmente fazem.

Ives: A loira teve seu momento ali, roubou completamente o show isso e esse será um fator importantíssimo amanhã, eles já não tem uma torcida muita grande, foram o death spot, o palco era escuro e ainda por cima nessa performance, não pareceu um coral nem de longe, provavelmente não passará de amanhã.

 

[GIRLS] Shan Ako – ‘Sorry Seems To Be The Hardest Word’ (Elton John)

Lucas S: Shan é linda demais, né? Sou encantando pela menina. Já falei isso aqui outras vezes: ela tem postura de artista e faz das suas apresentações um verdadeiro show. O que foi a conexão dessa menina com a song? E a execução? Foi tudo transmitido com verocidade. Que sensação gostosa Shan me trouxe. Ela é de longe uma forte candidata a ser finalista da temporada.

Thairo: A melhor girl com certeza, essa apresentação foi no ponto e o início com ela falando coisas e gerando uma expectativa também ajudou. Na transição que ela fez com o agudo e logo depois a nota longa um pouco mais grave foi no ponto e se tornou a apresentação melhor ainda, ela merece ir longe na competição e se continuar assim pegar até a final também. Já da para até ver ela hitando fora, possui um perfil que ela é agradável e humilde transpassando isso no público.

Ives: Ela é muito boa, conhece a própria voz e sabe usa-la perfeitamente. Esse inicio foi perfeito para ganhar votos, tão cada vez mais criando o plot da humilde, a boazinha e isso é maravilhoso, pois eu quero ela na final. Essa performance foi bem simples, mas cumpriu o que a música pede, mais uma vez a Shan arrasou, porém quero vê-la em algo bem dançante com coreografia e tudo que tenho direito, bem estilo Alexandra Burke com toxic.

  

[OVERS] Danny Teyley – ‘Crazy For You’ (Madonna)

Lucas S: Danny até que vem acertando nas músicas apresentadas nos lives. Nunca torcerei por ele, mas devo admitir que ele vem fazendo o barro acontecer, na medida do possível, claro.

Thairo: Acho que essa foi a primeira vez que eu gostei dele no programa, estava conectado com a música e parecia confortável cantando o cenário também estava bonito já. A voz dele não estava no ponto e teve algumas falhas durante a apresentação, mas eu acabei achando legalzinha a apresentação porém tem muito o que mudar ainda.

Ives:  Meu Deus, esse cara é muito ruim, muito datado, muito sem graça, muito tudo, não faz sentido algum ele está no x fator, são 0 chances de ele fazer sucesso aqui fora, só canta música da época do meu pai, isso não vende, não deveria ter passado do episódio das cadeiras.

 

[BOYS] Brendan Murray – ‘Believe’ (Cher)

Lucas S: Pior apresentação do Brendan em toda a competição. Eu o senti preocupado com o que cantava, tanto que sua voz no início sumiu. Essa música precisa ser cantada com intensidade. Ele, por exemplo, não possui tal artifício. O menino dos olhos do Simon tá destruindo bonito a categoria dos boys.

Thairo:  Vai ser a mesma coisa toda semana, nessa eu gostei até um pouco mas de qualquer modo ele chegar a vencer a competição seria injusto. Ele não chega a ser ruim e o pior, o começo foi fraquíssimo porém depois quando ele soltou mais a voz até deu uma melhorada na apresentação e mostrou algo.

Ives: Duas semanas de lives e duas vezes cantando no primeiro bloco, acho que a produção quer se livrar de alguém. Eu confesso que desde a semana passada, a voz do Brandon passou de insuportável para aceitável no meu ouvido, mas achei a apresentação bem sem sal, ele é muito cru, não tem uma presença que toma o ambiente, é perfeito para boyband e esses comentários dos jurados o derrubaram ainda mais, nem bater palma eles bateram ou ele foi muito bem nas votações e a produção quer igualar o jogo ou querem se livrar dele mesmo.

 

[GROUPS] Misunderstood – ‘Close To You’ (Carpenters)

Lucas S: A maneira com que esses caras reinventam tudo o que cantam é surpreendente. Amo o som da dupla e a pegada atual que eles trazem para nós semana após semana. Vejo eles facilmente no topo nas paradas de sucesso, até porque qualidade pra isso eles tem, só falta investimento. Espero que Simon os veja com olhos diferentes.

Thairo: Os vocais deles melhoraram bastante, o agudo foi ótimo. Já começaram bem e estavam conectados entre si, com suas vozes harmonizadas corretamente. Fiquei alguns momentos destruído pelo dançarino de casaco pois parece ser bonitinho, mas apresentação foi no ponto com a dança e eles mandaram bem nesse final de semana.

Ives: Maravihosos!!!!!!!!!!! Essa apresentação foi ótima em tudo, foi bem mais soft do que eles vinham fazendo, mas ainda tinha a identidade deles ali, o palco estava incrível e os vocais também, eles vem em uma evolução muito legal de acompanhar, não acho que vão ganhar, mas quero na final.

 

[GIRLS] Molly Scott – ‘Little Do You Know’ (Alex & Sierra’s)

Lucas S: Tô aqui devastado com a performance da minha little power princess. Odiei Molly. Ela esteve desconectada da canção e isso transpassou para sua voz, que não esteve num dia tão feliz. Decepção é a definição perfeita para essa apresentação

Thairo: Ela não se destaca como a melhor de todas, mas ela tá super longe de ser ruim. O cenário simples com as nuvens atras e ela cantando estavam lindos, a música é um pouco linear mas mesmo assim ela tentou demonstrar algo a mais. Fico no pensamento de que tem alguma coisinha a mais que ela pode demonstrar e ainda não rolou.

Ives:  Estou arrasado, Molly é o meu act favorito de toda competição e eu estava 100% animado quando vi a songchoice, pois eu amo essa música, é a minha preferida do Alex and Sierra, mas vendo a performance eu achei um tiro no pé, mas não por causa dela e sim do Simon, ela não conhecia a música, teve dois dias para aprender e mantiveram o tom original, a voz da Sierra é especifica, tem uma nota altíssima, ai ela fazia o grave do Alex e o agudo da Sierra, é impossível para alguém tão imaturo conseguir fazer, estou de luto, pois se fosse uma escolha dela, com o tom certo e um arranjo que favorecesse, seria um arraso e sem contar o vt onde ela apareceu bem irritada, com certeza tem chances de bottom amanhã.

 

[BOYS] Dalton Harris – ‘I Have Nothing’ (Whitney Houston)

Lucas S: Eita que o homem vem crescendo demais. Dalton é para mim a grande surpresa da temporada. Ao contrário de Brendan, ele traz muita intensidade nas suas interpretações. Desta vez, o cara fez uma verdadeira trinca de ouro. Se continuar assim, ele pode se tornar uma grande aposta para vencer a competição. Ele comprovadamente o melhor boy da categoria.

Thairo: A produção do X Factor esse ano tá ótima, estou adorando os cenários. Teve uma batida a mais diferente no início da música, apesar dele ter ido bem e acertado as notas, até colocando um falsete mas nessa música gosto de uma profundidade que ele não tem na voz, ou não usa. O falsete que ele usou foi bom e teve seu mérito na apresentação.

Ives: Precisamos falar do Dalton, pois para mim ele é a maior surpresa desse ano, quando vi sua audição, jurava que ele nem ia aparecer no 6cc, seria um dos cortados pela produção, mas ele pegou pimp nas cadeiras, foi o sneak peak das judges e pegou o pimp semana passada, acredito fielmente que ele é o boy que a produção quer e é justíssimo, pois ele é o melhor. O VT foi ótimo, mostrou ele sendo super simpático, amigo do Anthony (olha a produção queimando o Brandon de novo) e ciente do que era melhor para sua voz, já apresentação eu achei que fosse odiar, porém o arranjo a tornou boa, eu odeio música datada, já ouvimos milhões de covers dela e esse não foi o melhor, mas o arranjo atual diferenciou um pouco, quero na semana que vem a mesma coisa que disse para Shan, algo atual, dançante.

 

[GIRLS] Scarlett Lee – ‘Always On My Mind’ (Elvis Presley)

Lucas S: Scarlett tá pisando demais. Quanta força, quanta potência, quanta voz. Nesse ‘live 2’ ela veio um pouco mais intimista, conectada e deixando tudo o que pode mostrar no final da música. Tô gostando de como ela vem conduzindo sua trajetória no reality, até o momento está extremamente sólida.

Thairo: O início eu achei fraco e já pensei que flop, mas depois ela justamente fez o que eu queria no Dalton, usou da profundidade da voz, começando com uma nota já alta e jogando ela mais para cima ainda eu adoro isso. Ela sempre arrasa vocalmente, tá claro que foi um erro ela não ter estado nos lives antes, mas talvez seja melhor para ela se destacar desse modo. Teve as notas agudas além das graves fortes e foi um show vocalmente falando.

Ives: Eu amo essa música e posso dizer tranquilamente que odiei esse performance, a Scarlett parece ser uma pessoa incrível, mas como artista não sei se está pronta, ela basicamente estica sempre mesma nota e acha que gritar a música inteira deixa boa e essa música é o oposto disso, ela é calma, precisa se conectar, o menos é mais, definitivamente foi uma péssima escolha.

[GROUPS] Acacia & Aaliyah – ‘All My Life/Shutdown’ (K-C & JoJo’s)

Lucas S: Essas meninas transpiram o ‘fator X’. Adoro a forma com que elas encaram as canções, as escolhas por exemplo são as mais cabíveis. As harmonias vem numa crescente, elas estão se tratando mais como dupla e tô amando a levada com que essas meninas vem vindo. Espero ambas continuem me surpreendendo.

Thairo: Eu gosto delas duas e juntas soam super bem, a de cabelo cumprido eu acho fantástica e vejo ela se dando bem na vida. Quando elas botaram esses cabelos vermelhos, junto com as roupas em homenagem ao PT achei massa estão boas politizadas. Acredito que foi adicionado um efeito de eco no microfone na parte do rap. Desta vez eu gostei da primeira mas não da segunda escolha, fiquei meio dividido sobre.

Ives: Elas são muito debochadas, parece o meme daquelas meninas do vídeo da pastora, elas tirando sarro do comentário do Simon me representou, fadas do deboche total. Se semana passada eu disse que aquela era songchoice perfeita para elas, essa é ainda mais, foi tudo muito bom, o inicio foi bem legal, principalmente a parte que elas dão a mão, mas depois que estoura fica ainda melhor, muito obrigado Robbie por ser um mentor incrível.

[BOYS] Anthony Russel – ‘I Want To Know What Love Is’ (Foreigner)

Lucas S: Eu gosto muito do timbre de voz do Anthony, me agrada, acho gostoso de ouvir. No entanto, ele não traz nada de diferente, nada que nos faça querer ouvir mais e mais. Nesta semana, achei que a música foi uma boa escolha, mas cantá-la da maneira que ele fez é pedir pra passar vergonha. Uma pena.

Thairo: Eu adoro o rockeiro e quando a Ayda colocou ele para avançar para a próxima fase eu achei maravilhoso e gostei bastante. Os artistas desse gênero são pouco valorizados em realittys musicais. Novamente o alcance dele foi ótimo, o rugido no final achei bem colocado. Ele seguiu o tema que foi proposto, trocou a abordagem da música e fez com que se encaixasse para ele e eu achei isso bom, apesar de não ter sido minha apresentação favorita dele.

Ives: Muito doidinho kkkkkkkkkk, pega uma música super focada na emoção e fica andando de um lado para o outro com esse movimentos de rapper, mais aleatório impossível. O Anthony não é ruim, ele tem uma voz legal, o problema é sua presença de palco, ele não consegue ficar parado se conectando com a música, tira toda a vibe, fica muito karaokê e ele precisa corrigir isso urgentemente.

[OVERS] Giovanni Spano – ‘Baby One More Time’ (Britney Spears)

Lucas S: Gio é a representação perfeita dos os overs esse ano: uma verdadeira bomba! Meu senhor. Mico atrás de mico. Gostei disso aqui não. Ayda tá me saindo uma mentora PIOR do que eu esperava.

Thairo: Eu adoro o rockeiro e quando a Ayda colocou ele para avançar para a próxima fase eu achei maravilhoso e gostei bastante. Os artistas desse gênero são pouco valorizados em realittys musicais. Novamente o alcance dele foi ótimo, o rugido no final achei bem colocado. Ele seguiu o tema que foi proposto, trocou a abordagem da música e fez com que se encaixasse para ele e eu achei isso bom, apesar de não ter sido minha apresentação favorita dele.

Ives:  Estragou minha música nunca foi um selo tão certo, ele me pega o maior guilty pleasure da história e me faz isso¿ Eu quero palco animado, cheio de dançarinos com roupas escolares, um prazer culposo real, não esse rock aleatório, vai aprender com Jedwards como se canta Britney em live do x factor.

[GROUPS] United Vibe – ‘Party In The USA’ (Miley Cyrus)

Lucas S: Juro que só comentarei isso aqui apenas por obrigação, ta no contrato do Panelas hahaha. Minha gente, eu senti vergonha por eles. Os meninos até estavam mostrando algum potencial, no entanto, depois dessa apresentação a única coisa que eu espero é que eles sejam  eliminados diretamente.

Thairo: Eu tinha achado a escolha errada e meio arriscada para os meninos. Eu gosto deles e acho que podem ir longe na competição se forem bem trabalhados e até ter sucesso fora também acabou que eu torço por eles. O que canta espanhol e o que parece ser asiático eu não ouvi cantando solo nenhuma vez até então, e não acredito que não exploraram ele cantando algo com um ritmo latino na música ainda, faltou conexão hoje entre eles e achei muito morno.

Ives: Eu gosto deles, não sei o porquê, mas gosto e é com tristeza que digo que isso foi uma merda, essa música é perfeita para essa semana tinha tudo para ser incrível, mas eles são muito crus, não tinha química e claramente nenhum deles queria cantar essa música, foi muito ruim mesmo, presença 0, vocais 0, foi erro atrás de erro e se tivessem tirado o porte microfone e a banda, deixado eles soltos com dançarinos, seria mil vezes melhor.

[GIRLS] Bella Penfold – ‘Diamonds Are Forever’ (Shirley Bassey)

Lucas S: A menina é um aforça da natureza, Brasil. Amei com força a performance da Bella essa semana. ‘Diamonds Are Forever’ é um grande clássico e ela fez jus ao hino. E ainda mais. Incrementou um rap e com isso, se consagrou como uma das melhores da noite. Espero que ela continue nesse crescimento, pois, tá lindo de se ver a cada week.

Thairo: Finalmente nesse início ela cantou e soltou a voz. Adorei que esse ano tem mais gente dando espaço para o rap, talvez tenha influência do que o The Four tá fazendo nos Estados Unidos também. Essa apresentação dela já foi melhor nos vocais em relação às outras mas mesmo assim eu não consegui gostar e nem prestei muita atenção para falar a verdade, ela fisicamente me lembra a Louisa mas não acho isso bom para comparação pois a outra é demais.

Ives: Bella, você é um diamante e eu te amo. Eu amo tanto essa mulher, ela é puro x fator e é nítido o quanto ela evolui desde as audições, ela não fica mais cansada, sabe se portar no palco e o que foi aquela nota no ínicio¿ O mercado musical está apenas esperando você. Essa foi a única música que entra no tema da semana e inclusive ela foi a melhor girl, eu estou muito rendido, pra mim tudo foi perfeito.

[OVERS] Janice Robinson – ‘Show Me  Love’ (Robin S)

Lucas S: Janice veio trazendo mais desenvoltura e me surpreendendo com a escolha da canção. Embora ache que ela ultimamente esteja alongado demais as terminações das frases das músicas, a over é a que mais me agrada dentro da sua categoria. Espero que ela esteja continue no programa.

Thairo: Dar o pimp para quem quase foi eliminada não é para qualquer um nos programas. Adorei o dançarino que ela passou a mão no rosto queria. A voz dela parece estar cansada e como se tivesse um desgaste. Eu realmente não sei se gostei dessa performance no total, mas ela tentou e trouxe algo meio Lady Gaga antigamente na dança, movimentos e cenários e quero mais uma chance para ela na próxima semana caso avance com isso.

Ives: Eu jurava de pé junto que ela teria um vt super emocionante e vindo com uma balada pesadíssima, bem Celine Dion e o foi o contrário, ela escolheu um hino dos anos 80, foi super animado, cheio de dançarinos, ela solta dessa vez, bem disco diva, ela simplesmente pegou tudo que eu critiquei semana passada e melhorou, espero muito que ela não saia hoje.

************************

RESULTADOS 

Passada as performances, chegou a hora de descobrirmos quem acabou sendo eliminado diretamente pelo público e, como já era esperado, a eliminada foi: Janice. Portanto, mais um over deixa a competição. Sinceramente? Com Giovani, Danny, Brandan e United Vibe para caírem fora, Janice nem de longe mereceu a eliminação. Mas choices. Vida que segue. Também descobrimos quem tiveram que batalhar para continuar na competição. O UK votou e LMA e Brendan acabaram no ‘sing off’. Volto a dizer, United Vibem Danny e Giovani mereciam muito mais estar na posição em que LMA se encontra.  O povo da terra da rainha não aprende nunca.

[BOYS] Bredan Murray – ‘High and Dry’ (Radiohead)

Lucas S: Esse Brendan é algo que confude my mind. Sempre espero isso dele, ou ao menos algo parecido e não aquela apresentação que fez com que ele chegasse até aqui. Acho que a música agora foi bem escolhida e casou com a conjuntura que o mesmo se encontrava. No entanto, isso não foi o bastante para que ele continuasse na competição para mim. Sigamos.

[GROUPS] LMA – ‘Change Is Gone Come’ (Sam Cooke)

Lucas S:  É disso que eu tô falando. Gente essa é a primeira vez que um coral tenta o xf ou eu quem estou enganado? Me contem nos comentários. Só sei que os acho inéditos e com o fator necessário para avançar para na semana que vem. Olhem a veracidade e garra que o grupo tem ao se apresentar. Além disso, acho mais lindo ainda a felicidade deles em estar aonde estão.

Embora Brendan tenha voltado a mostrar que possui potencial suficiente para crescer na competição, LMA mereciam ganhar o sing-off sem deadlook. Porém, como nem tudo é como realmente queremos, os judges não conseguiram resolver a parada e o poder de decisão voltou novamente para as mãos do público…..

…. E infelizmente quem também nos deixa é o coral LMA. Eles conseguiram me surpreender na competição, mostrando algo inédito e eu acredito que eles tinham muito mais a acrescentar do que o Brandan, que já me cansou horrores.

************************

CONSIDERAÇÕES FINAIS

Como tinha dito lá no início da review, a primeira semana de lives PISOU e eu esperava algo parecido nessa. O que não aconteceu, infelizmente. Com músicas equivocadas e outras não, alguns favoritos vão ter que trazer de volta esse favoritismo. Enquanto outros, se consolidam literalmente como front-runners. Essa season até que está bacana de acompanhar, não pelo nível, mas pelas surpresas que somos apresentados a cada week. Enfim, grande beijo e até a próxima!

gostou da matéria? deixe um comentário!

Lucas Salles

Um baiano que é capricórniano, aspirante a jornalista, que ama festas, viagens assistir a sériados, ver uma boa treta e realitys shows! Ah, eu sou tirado a figura pública também, viu? Vão no instagram, busquem por @eulucassalles e vem seguir o paneleiro mais sã que já existiu, sqn!

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries