Posts Populares

This Is Us – S03E02 – A Philadelphia Story

“E eu sou a única que carregará um pedaço do papai.”

A coisa que mais me emociona em This Is Us é a capacidade que eles possuem de tratar de assuntos e situações da forma mais natural e humanizada possível, fazendo com que nos identifiquemos com aquela retratação. Esse episódio trouxe momentos emocionantes e delicados, que mesmo sem eu ter experienciado algo semelhante, acabou me tocando justamente por essa grande humanização da série. 

A começar pela comovente trama que se passa após a morte de Jack, com seus filhos prestes a ir para a faculdade, e Rebecca tendo que ser uma mãe solteira de muita força para suportar toda essa pressão sozinha. Tenho certeza que ver seus filhos indo para a faculdade é um momento de muita felicidade para todos os pais, e acaba que a situação se encontra triste justamente por Jack não estar mais presente para presenciar isso. Rebecca tenta ser forte de todas as formas, e vemos na verdade do seu abraço que ela luta contra o luto, mesmo estando feliz pelo seu filho Randall, que está prestes a ir para a faculdade. Acontece que Kate e Kevin não se encontram na mesma situação que Randall, e eles não possuem perspectiva de continuar ou tentar o caminho que o irmão adotivo tomou. Vemos Kate iniciando seu grave distúrbio com a comida, e Kevin com a bebida, tudo devido ao luto que ainda os assola. Por toda essa dor que a família Pearson passa, Randall, que é o único que se mantém forte, decide abrir mão da sua faculdade para ficar com sua mãe e ajudar sua família, o que foi uma atitude extremamente nobre e com certeza algo que foi passado de pai para filho, significando que Randall pode muito bem passar tudo aquilo que seu pai o ensinou, adiante.

Já no presente, Randall encontra alguns problemas em uma comunidade que ele levou Deja para conhecer. Tal comunidade era onde seu pai, William, frequentava e lá ele acabou conhecendo uma mulher da qual sua filha eventualmente no tempo presente se tornaria uma amiga de Randall. Ele leva Deja até lá para ela tentar se enturmar com as adolescentes de lá que treinam música, e com isso, Randall acaba se envolvendo com as questões sociais do próprio lugar, já que ele está repleto de problemas. Ele se encontra em uma situação complicada, pois como já pudemos ver de Randall, ele é uma pessoa que está disposta a fazer de tudo para as coisas darem certo, mas nem sempre as coisas dão certo, e creio que ele ainda tem uma certa dificuldade em aceitar isso. Tudo bem que eu acho que o que a mulher disse para Randall foi bem injusto, ainda mais sabendo que de toda a história dele, dizer palavras como “você não pertence a esse lugar” devem machucar muito. Por isso a situação acaba se tornando complicada, pois as pessoas não conseguem entender que Randall faz tudo isso não para aparecer, mas porque ele é assim, ele é uma boa pessoa que está disposta a fazer de tudo para ver o outro feliz. 

Tivemos aqui no episódio a angustiante trama da Kate com sua tentativa de engravidar por fertilização In Vitro. Apesar de todos os contras, ela se encontra bem forte e ansiosa para realizar o procedimento, porém, quando Rebecca descobre que ela fará isso, as coisas acabam saindo de controle. Ela é contra sua filha fazer isso devido o risco e os danos, tanto físicos quanto psicológicos que isso poderá causar se não der certo. Kate no entanto, se sente atacada por sua mãe, que nunca a apoia em suas decisões, e sempre coloca, de forma velada, o problema sendo o seu peso. A discussão acaba se acalorando quando Kate diz que ela é a única que pode passar Jack adiante (por ela ser mulher e poder ter filhos) e Kevin se sente pessoalmente atacado, pois ele, assim como Randall também são capazes de passar Jack adiante, pois isso não depende só de engravidar ou não, mas também dos valores, que julgo eu, ser mais importante do que qualquer coisa. Toby, de forma surpreendente, acaba tomando as rédias da situação e se exalta mandando todos pararem com aquela discussão estúpida. Tudo isso ocorrendo prestes a estreia do filme de Kevin ocorrer. Felizmente após isso, Becca acabou por apoiar sua filha, e ela até a ajuda na aplicação do remédio no cinema do filme de Kevin.

E por falar no filme, todos se encontram muito ansiosos para tal evento, e o fato é que eles, principalmente Kevin, estão muito emocionados, pois esse é um feito que deixaria Jack muito orgulhoso. A estreia foi um sucesso, e todos aplaudiram muito o Kevin, entretanto, o clima termina pesado, quando Kevin, de forma bem dura, conta para Randall o que Kate havia dito durante a confusão pouco tempo antes. Eu achei essa atitude do Kevin um pouco desnecessária, isso deveria ter ficado somente entre os presentes da confusão, e Kevin deveria ter resolvido isso diretamente com Kate, mas ele acabou por envolver Randall nisso, o que obviamente trará mais frustração para todos, já que claramente ele ficou muito chateado com isso. Podemos esperar algum atrito entre Kate e Randall no próximo episódio, mas eu realmente espero que eles não a façam, pois apesar da fala ter soado egoísta, Kate possui N motivos para sentir raiva e grande frustração, o que não justifica, mas ao mesmo tempo se torna entendível essa atitude (me refiro a fala dela) um tanto má. O mesmo também vale para Randall e Kevin por tudo isso que eu disse anteriormente. Enfim, é uma situação bem complexa e assustadoramente real, o que torna tudo triste e poético. 

gostou da matéria? deixe um comentário!

Ricardo Souza

Tem gente que diz que sou um amorzinho, eu digo que sou um trouxa. Viciado em maratonar séries e ficar na bad depois de assistir tudo em um dia. Amo muito música indie, quando quiser me chamar pra ouvir Florence já sabe onde procurar. Mineiro do interior que não puxa o 'r' quando fala, mas adora um pão de queijo.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries