Posts Populares

This Is Us – S03E14 – The Graduates

Quando tudo está à beira de um colapso.

Tenho muitas coisas para dizer sobre esse episódio, mas acho que esse subtítulo resume bem o que me passou esse episódio, seja no passado ou no presente, vimos diversas situações que levaram a beira de um colapso causando um estresse e tensão excessivo a nós telespectadores, estou aqui eu escrevendo a review e tentando não pensar na quantidade de coisas ruins que podem acontecer após esse episódios, Deus tenha piedade das nossas famílias, amém! rs

Kevin já me deixou angustiadíssima desde o primeiro gole que ele deu naquela garrafa de uísque no trailer de Nicky e, desde então, eu tive certeza de que seriam seus irmãos que descobririam sobre a recaída dele e nada mais do que justo do que ser justamente Kate, que conhece ele como a palma de sua mão. Os momentos mais fofos desse episódio foram justamente protagonizados pelos irmãos, mostrando essa ligação tão forte que existe entre os dois desde que eram bebês, que só em ficarem perto um do outro já se acalmavam, aquela primeira cena foi a coisinha mais linda ainda mais que ainda tava toda a família Pearson ali e se tem uma coisa que eu sinto falta todo santo episódio é de ver essa família reunida como sempre foi :’(
Essa recaída do Kevin me abalou muito porque ele tava tão destruído e essa questão do alcoolismo mexe em uma questão muito pessoal minha, então mexeu fundo mesmo. A cena em que a Kate busca ele e ele começa a chorar achando que não vai conseguir e ela ta lá do lado dele apenas dizendo que ele vai sim quase me levou às lágrimas, foi extremamente sutil mas extremamente sensível e forte. Pra completar toda essa angústia, no caminho da reunião do AA, a bolsa de Kate estoura sem motivo aparente algum fazendo com que o risco do bebê não sobreviver seja imensa já que faltam muitas semanas para efetivamente ela dar a luz. Ainda juntou com Kevin tendo que contar ao Toby isso e juntamente com ele tendo voltado a beber, ou seja, uma m*rda completa. Inclusive, por falar em Toby, pausa pro momento fofo: eu amo um casal e um homem que se supera cada dia mais para fazer a esposa feliz e que mostra a cada momento como que eles se completam e como a vida é muito melhor com ela lá, até festa de formatura o cara fez, é muito s2 pra ele sim viu? *-*
E pra fechar com chave de ouro, chegou o momento do Randall, assim como Jack, mostrar que não existe homem perfeito nem nessa série e dar uma pisada de bola daquelas, inclusive bem machista e justamente por isso, me decepcionou bastante. Ele que sempre apoiou tanto a Beth, viu e falou pra ela que sabe o quanto ela foi importante e o quanto apoiou ele na campanha se virando em mil mesmo quando ela não concordava mais com a candidatura dele, ele ver que finalmente ela está se encontrando depois de meses meio pra baixo, viu o quanto ela tava feliz com o emprego novo de professora de dança, ele chegar na cara de pau e pedir pra ela adiar esse projeto pra ficar com as crianças em casa porque babás estão muito caras e Deja acostumou com a rotina deles? REALLY RANDALL? E Beth respondeu linda e plena justamente com a pergunta que não queria calar: “Você pode viver seu sonho, mas eu tenho que adiar o meu?”. Até Randall mostrando seu lado machista, mores, a vida não ta fácil e ainda mais pro meu casal que quando achei que tava tudo certo, veio uma bomba dessa. Ai ai tenso…

Falando de Randall ainda, mas sem incluir a Beth, uma relação que sempre gosto de destacar é a dele com a Deja. Gosto muito da forma como ela se abre com ele, dos diálogos que eles tem um com o outro e da forma que eles se entendem, sem contar o fato dele sempre ir em sua defesa sem nem pensar. Acho muito bonita essa relação que eles construíram passo a passo. Mas, como estou um bocado magoada com ele no momento, não tenho tanto a enaltecer no momento além disso…
Vamos falar da Rebecca que depois do Kevin, foi a pessoa que mais quebrou o meu coração nesse episódio. A Mandy se entrega tanto nessas cenas de sofrimento que me faz sentir a dor da Rebecca daqui de onde eu estou, afinal, eu assim como a “jovem Rebecca” ainda não superei e nunca irei superar a morte de Jack Pearson. Aquele diálogo dela com a Kate na formatura, ela falando o quanto não suportava o tempo, a crise que ela teve ao ver que o Jack não estava lá com ela na formatura, o choro incontrolável ao ver na fita ela e ele juntos, nossa… que dor, real! Mas o interessante disso tudo ta sendo justamente ver como o Miguel foi parceiro dela e essencial para que ela superasse o luto e seguisse em frente, atualmente eu gosto muito da relação dos dois e vejo o quanto foi importante pra ela e até pras crianças. Fora isso, que mulher de força né? Se virou em mil mesmo nos piores momentos, que mulher! Não é à toa que era companheira de vida do nosso saudoso Jack.

Qual foi o momento que mais angustiou vocês no episódio? O que esperar do bebê Katoby? Deixem seus comentários abaixo 🙂

gostou da matéria? deixe um comentário!

Caroline Azevedo

Seriadora de carteirinha. Shipper de plantão. Friendsmaníaca. Viciada em música. Feminista. Meu sonho é ser uma Sense8 e me dividir em várias partes para conhecer esse mundão afora, tudo ao mesmo tempo, agora.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries