Posts Populares

Titans – S02E11 – E.L._.O.

“O cão Deathstroke está muito bem articulado e nós estamos alienados”. – WAYNE, Bruce (2019)

Bom, considerando que estamos à apenas 1 episódio da season finale, as coisas estão se desenrolando bem vagarosamente, não é mesmo? Todo o plot do Deathstroke ainda me parece bem solto, e enxergo uma grande dificuldade da série em desenvolver seus personagens. Nós temos tantas coisas acontecendo ao mesmo tempo, mas infelizmente, quase nada que acontece na série realmente causa impacto – ao menos de maneira coerente – na storyline principal.

Eu achei extremamente forçada essa “separação” dos Titãs. Primeiramente, Donna e Hank não poderiam abrir a boca para dizer um “A” do Dick, afinal, a única que esboçou incômodo e tentou fazer algo sobre a situação foi a Dawn. Segundo, Dick não matou ou causou a morte do Jericho e isso ficou bem claro. E terceiro, Jason Todd passou 2 episódios inteiros defendendo Dick das acusações da Rose, e daí quando o cara finalmente é honesto com ele, ele se vira contra? Não faz o menor sentido, me desculpem. E essa falta de coerência também se aplica a Donna, que durante boa parte da temporada foi a única sensata do grupo.

Mas bem, eles precisavam de um motivo para se separar e vida que segue. Como esperado, essa maldita separação não rendeu absolutamente NADA que não fosse desgraça e mais tempo perdido. Após a nossa sutil introdução ao Asa Noturna, Dick segue cada vez mais surtado. Ele voltou a ter visões com o papai Bruce Wayne, mas dessa vez, ao menos, todo esse surto o levou à alguma descoberta relevante.

Mais ou menos como ocorreu no final da 1ª temporada, Rachel inconscientemente mandou sinais para os Titãs, forçando-os à se reunirem mais uma vez. Como Garr e Conner foram capturados pela CADMUS, obviamente ficaram de fora. Sendo assim, nós ganhamos um momento bem #GirlPower, onde Rachel, Donna, Kory e Dawn se encontraram para ouvir Bruce Wayne apontar o óbvio e depois sumir feito mestre dos magos.

Donna e Dawn, mais uma vez foram idiotas e abandonaram Rachel e Kory sozinhas para cumprir sua missão. Sendo assim, Rachel e Kory partiram para resgatar o macho surtado completamente inútil, Dick Grayson. Donna e Dawn foram tentar descobrir o paradeiro de Garr e Conner, em São Francisco.

No meio disso tudo (e com total exclusão de Hank), nós ainda tínhamos o núcleo romance adolescente: Rose e Jason. Antes da temporada, muitos boatos apontavam para uma possível adaptação da famosíssima saga “Contrato de Judas” com a Rose e o Jason, e bem… Acho que esse episódio meio que confirmou essas suposições, né.

De maneira relâmpago os dois construíram uma relação, e ao que tudo indica, a Rose finalmente começou a se envolver e tentar se desvencilhar dos laços/trato com seu pai, Deathstroke. Sinceramente, eu acharia muita mancada adaptarem uma história tão importante dos Titãs dessa forma tão “largada” e secular. Mas enfim, eu já discordo de tantas coisas nessa temporada que nem vale a pena perder muita energia nisso.

Acho que o grande ponto desse episódio, como esperado, ocorreu no final, não é mesmo? Desde que assistimos à morte do Jericho, em qualquer lugar que formos conversar sobre a série, é consenso a suspeita do Jericho estar vivo. Afinal: sem corpo = sem morte, haha. E ao que Dick tudo indica, ele realmente está vivo! Por agora, o que nós realmente temos que nos perguntar é: qual o real plano e intenção do Deathstroke com os Titãs?

Qualquer que seja esse desfecho final, é melhor esse grupinho se apressar… Não temos mais muito tempo sobrando!

gostou da matéria? deixe um comentário!

Luana Medeiros

Sinceramente, não sei mais há quanto tempo estou nesse site? Mas olha, faz um bom tempo! HAHA. Atualmente cuido mais de reviews de realities musicais, mas também faço meus corres nos seriados, porque a vida é isso aí! Tenho 24 anos, sou formada em rádio/tv/internet, e nas horas vagas vocês me encontram por aqui! ;)

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries