Posts Populares

Titans – S02E13 – Nightwing (Season Finale)

Um Season Finale bem Problemático!

No frigir dos ovos do final de sua problemática segunda temporada Titans apresentou um episódio que poderia surpreender em muito, mas falhou na sua missão e entregou algo completamente irregular. Se a primeira temporada da série falhou em terminar uma brilhante temporada sem entregar um “final”, aqui esse erro não foi repetido, as duas tramas centrais que percorreram os doze episódios anteriores tiveram seu fim aqui mesmo, mas mesmo assim faltou tato dos roteiristas e produtores da série de explorarem seu potencial e entregarem uma temporada muito melhor do que essa.

O primeiro grande erro para mim foi ter 10 personagens centrais na equipe Titans: tivemos os já conhecidos Dick, Kory, Gar, Jason e Rachel. Só aí eles tinham 5 personagens complexos para desenvolver e além deles vimos Dawn, Hawk, Donna, Conner e Rose se unirem aos Titans e exigerem ainda mais malabarismos por conta do roteiro para dar um pouco de foco a cada personagem. O saldo final foi uma bagunça e um excesso de tempo de tela para Dick Grayson e a falta desse tempo para todos os outros.

Já se passaram vinte e quatro episódios e ainda não tivemos um episódio focado em Gar. Rachel segue tento diversos problemas em dominar seus poderes e mesmo tendo visto que ela vem aprimorando isso e vimos isso nesse season finale quando ela usa seus poderes em Conner ou quando fica a sugestão de que foi ela que manipulou todas as garotas com a visão do Bruce Wayne ainda estamos longe de ver uma Rachel mais forte e independente. Kory que é uma personagem forte e impactante teve sua trama nessa segunda temporada resumida a um sumiço, uns pega com um antigo guarda real e uma promessa de embate com sua irmã Blackfire que acabou ficando para a próxima temporada. Desse núcleo principal tivemos dois personagens que se desenvolveram bem nessa temporada no meio ao caos: Jason Todd e Dick Grayson.

Jason ficou de lado nesse finale, mas ele teve uma perfeita curva de ascenção dentro dos Titãns e muito disso se deve ao seu interprete Curran Walters que tirou leite de pedra. Jason mostrou diferentes lados de seu personagem, mostrou emoção, mostrou força e a experiência de quase morte acho que acabou lhe fazendo muito bem. Eu espero muito que ele retorne aos Titans na terceira temporada mas de forma mais madura e centrada. E o último que vou citar nessa lista extensa é Dick Grayson. Eu lembro dos primeiros episódios de Titans e do quanto AMEI o personagem de Dick e como os roteiristas conseguiram tornar ele em alguém chato, ranzinza e como conseguiram concertar suas cagadas com Dick nesse último episódio.

Finalmente Dick Grayson vestiu o belo e colado uniforme do Asa Noturno, ressaltou todos os atributos de Brenton Thwaites e trouxe um ar leve ao personagem central de Titans. As cenas que envolveram Dick nesse finale aliás foram ótimas, principalmente o embate com Deathstroke, extremamente ensaiado, cheio de reviravoltas e por um momento pensei que veríamos Dick Grayson dar o golpe final e vencer o Deathstroke por si só, mas esse golpe coube a Rose que agora carrega consigo seu irmão Jérico.

O plot da temporada foi resolvido de forma meio decepcionante vocês não acham? Eu não esperava algo espetacular não, inclusive acho que tinha que ser ali no meio da rua, mas eu acho que caberia muito melhor terem feito isso no episódio anterior e terem deixado esse para explorar todo o plot da CADMUS. Falando em CADMUS vimos logo de cara que o objetivo final de Mercy era simplesmente transforma Conner e Gar em pequenos robôs programáveis e ela pretendia vender isso para poderosos do mundo inteiro.

O plano diabólico de Mercy parecia funcionar, inclusive um duelo entre Conner e Gar rola em praça pública com a vitória do alien obviamente e depois cabe aos Titans acabarem com toda essa palhaçada. Primeiro vemos Rachel dar conta sozinha de recuperar a essência de Gar, usando seus poderes e um belo discurso motivacional ela consegue recuperar a memória de Gar que aparenta estar em estado de choque depois de tudo que ele fez.

Já a vitória sobre Conner parecia que iria acabar na morte de alguns dos Titans, mas surpreendentemente após um início engraçado onde Kory sem poderes decide falar um “Hey, Conner” e achar que isso era um ótimo plano, vimos Donna bater de frente com ele e depois um plano envolvendo Rachel, Donna e Dick funcionar. Dick penetra a mente de Conner e consegue trazer ele de volta a razão.

O final é simples, Conner se recupera, acaba com todo o circo da CADMUS e em uma cena emblemática conseguimos ver todos aplaudindo a vitória dos Titans e por fim, um poste cheio de eletricidade cai e quase acaba com a vida de Dawn, mas infelizmente foi Donna que decidiu se sacrificar e aparentemente morrer da forma mais WHAT THE FUCK possível no final do episódio.

Deixo aqui minha indignação de ver Donna morrer dessa forma, ela poderia ter morrido diante do Deathstroke, ou na batalha com Conner ou até no meio da temporada, mas ver uma das herdeiras de Themyscira morrer dessa forma foi algo tão pífio e sem sentido que nem vou perder mais linhas escrevendo sobre isso.

O resultado final foi caótico, mas fica a esperança que esses erros não sejam repetidos na próxima temporada e que com Dick Grayson finalmente se tornando o Asa Noturna teremos mais espaço para ver um desenvolvimento maior de outros personagens, principalmente de Kory agora com a chegada da Blackfire e de Jason que roubou a cena nessa temporada e teve um fim meio xoxo. See you next season!

Talvez Você também goste de...

gostou da matéria? deixe um comentário!

Lindomar Albuquerque

A indie/gótica do @PanelaDeSéries! Paulista, canceriano, 27 anos de dores na coluna, faço Doutorado em Biotecnologia e vivendo pelo mundo. Me chama para beber @ e vamos falar de série, falar de Imagine Dragons e Lana Del Rey, falar de signos, falar de ciência e xingar os fascistas.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries