Arnold Is Alive?

Westworld vem dosando narrativas bem confusas, e deixando diversas questões em aberta que dão abertura para teorias e mais teorias entre os seus fãs, mas pra mim é notável que a série precisa começar a dar mais pistas e entregar algo mais sólido ao público, confesso que me sinto perdido com tamanha complexidade criada e ainda sem rumo. Ao menos esse episódio foi melhor que o anterior e deu abertura para a evolução de alguns personagens além de Dolores.

Maeve está cada vez mais rica e poderosa próxima do auto-controle de sua consciência, vemos nossa charmosa dona do bordel em uma maca passando por procedimentos, na sequência novamente ela passando por procedimentos e logo descobrimos que ela vem constantemente forçando esses procedimentos para aprender mais sobre aqueles que realizam os tais procedimentos. A cena dela entrando em ação e fazendo aquele cara fortão estrangular ela foi demais.

E era óbvio que Maeve iria avançar mais, e se aproveitou de uma tendência do jovem Lutz de se fascinar com aquelas criaturas para descobrir mais sobre si própria e sobre sua espécie. A cena em que o rapaz mostra a Maeve que eles são capazes de modularem seus pensamentos é simplesmente incrível, ela fica perplexa mas mal sabia o que a esperava.

Naquela tour pelos diversos andares da corporação, vimos que Maeve sentia um misto de nojo, tristeza e admiração, ela acaba descobrindo como os andróides são criados, os animais e as narrativas, temos uma ideia da grandiosidade de Westworld pelo olhar de Maeve. Por fim, ela acaba se dado conta que seus sonhos na verdade são memórias, que sua ideia de tempo está totalmente incorreta, Maeve está chocada e sem rumo neste momento.

449526

“Como é que você tem meus sonhos?”

Foi uma das cenas mais bonitas e bem produzidas que já vi nesse mundo de seriador, e não me surpreenderia se Thadie Newton ganhasse uma indicação ao Emmy após esse episódio.

Depois de retornar ao laboratório de Lutz, Maeve e Lutz conversam sobre os acontecimentos, e vemos que Lutz cada vez mais oferece lucidez a Maeve. Mas, Sylvester aparece e ameaça entregar Lutz, mas em uma cena surpreendente Maeve ameaça-o com um bisturi, contradizendo todo aquela história do código que não permite que anfitriões machuquem convidados. Maeve sabe muito sobre Sylvester e o convence a alterar algumas de suas características pré programadas de forma a deixa-la ainda mais auto consciente. Entretanto eles acabam que descobrindo que alguém sem login vem fazendo programações em Maeve de forma a levar sua inteligência artificial (IA) a um nível mais alto.

E quem será que está por trás disto? Encerramos a aparição de Maeve com ela acordando após o upgrade e falando, “Queridos Meninos, nós vamos ter um pouco de diversão, não é? “

Deixando o núcleo de Maeve de lado, o episódio trabalhou bastante com a dupla Bernard e Elsie, a garota tem um lado investigativo ótimo, é cheia de coragem e astúcia e não deixa passar nada. Depois daquele ataque ela sofreu em campo, ao ver o gigante todo amassado usou de artimanhas pra obter acesso. Lá ela descobre um objeto estranho no braço do anfitrião. E após uma breve conversa, eles descobrem que se trata de um dos originais e que não consta no novo software, restando a Bernard ir ao subterrâneo vascular um antigo sistema.

Essa busca acaba indicando a existência não de um anfitrião antigo, mas de diversos. Bernard logo saca que Ford está escondendo algo grandioso. Bernard vai atrás de Theresa e recebe um balde de água fria, o leco lecoo acabou, Dr. Ford sabe de tudo. Deu até dó do Bernard nesse momento.

Na sequência uma daquelas cenas brilhantes, que faz valer a pena você ficar prestando atenção no monte de cena picada que a série faz, as vezes acho que as cenas poderiam ser mais longas para cada núcleo como a própria HBO faz em Game Of Thonres, nessa cena vemos Dr. Ford conversando com Bernard naquela antiga casa onde guarda os anfitriões criados por Arnold, sendo que aquele jovem garoto é ele mesmo.

449586

Descobrimos que os originais criados por Arnold, são feitos de uma outra forma.

Por fim, após suas recentes descobertas, Bernard sai correndo e vai direto a Theresa, entretanto recebe uma ligação de Elsie que praticamente o salva de entregar tudo de uma vez para uma das prováveis responsáveis pela maior autonomia dos anfitriões. As descobertas de Elsie me levam a desconfiar se Theresa é realmente humana, seria ela um andróide também? Os acontecimentos me levam a crer que provavelmente Arnold está vivo, e talvez de uma forma física, talvez esse acidente tenha levado partes dele e talvez ele reconstituiu com partes dos anfitriões?

449582

Por fim, tivemos um terceiro núcleo que foi trabalhado nesse episódio que envolveu o homem de preto (que cada vez mais acredito que seja William) e Teddy. A busca do labirinto segue sendo a obsessão do Homem de Preto, e pra mim ficou claro que ele existe naquela cena que o Dr. Ford vê a imagem do mesmo esculpido em uma mesa e após isso volta ao escritório e folheia um livro que aparenta ser do inicio de tudo e vemos a mesma imagem.

O mais interessante é que Teddy conta ao Homem de Preto um dos contos indígenas no qual existe um homem que foi morto diversas vezes no centro do labirinto, esse homem sempre volta á vida, cansado de lutar o homem cria uma casa e uma espécie de labirinto em torno de si. Me soou tão poético, se você perceber esse conto poderia se aplicar a qualquer anfitrião que cansado de morrer e dono de sua consciência poderia criar seu próprio mundo. Seria Arnold que estaria no centro desse labirinto? Esse labirinto realmente existe ou seria algo mais poético? Estou ficando meio louco com essa série kk.

449587

Vimos que Dolores atirou no episódio passado e nesse vimos que Teddy tomou consciência que o próprio ajudou Wyatt em uma das narrativas no passado, sendo que ele se tornou um assassino. Foram os primeiros sinais de Teddy realmente tomando consciência dos seus atos, depois disso vimos ele loucamente atirar com aquela arma e literalmente surpreender o homem de preto.

Entre outras tramas tivemos aquelas cenas entre Theresa e Lee, ela quer que ele volte para tapar os buracos nas narrativas causados pelo plano de Dr. Ford. Ele tão tão puto da vida que termina mijando sobre aquele mapa do parque após beber várias hahaha, e vimos que uma das chefonas tá na área, Charlotte Hale parece ser sexy e enigmática, vamos ver o que ela irá aprontar.

Enfim, ficou evidente que existe um grande plano de despertar a auto consciência dos robôs, e hoje vimos que Dr. Ford de certa forma quer isso, aqueles robôs só respondem a ele, e chegaram a atacar Bernard, poderia ser ele por trás de tudo isso e pode ser que Arnold realmente esteja morto. Pode ser algo ainda maior, e talvez tenhamos algumas pistas, antes de ser atacada provavelmente Elsie conseguiu enviar alguns dados a Bernard. Enfim, por hoje é isso pessoal, desculpem a demora pra soltar o review, mas a semana foi complicada.

Lindomar Albuquerque
Lindomar Albuquerque

Canceriano com ascendente em Sagitário, ou seja UMA ÓTIMA PESSOA! Atualmente um louco que faz Doutorado e que já se formou em Química. Viciado em The Voice, séries e Indie Rock. Gosta de gastar o tempo que não tem para escrever sobre The Voice, The Flash, Bates Motel, Orphan Black, The Vampire Diaries e Westworld.
Deixe-nos um comentário!
%d blogueiros gostam disto: