Chegou o grande dia!

Depois do anúncio veio a espera. E finalmente a espera acabou! Já temos a versão tupiniquim de The X Factor. Com Fernandinha Paes Leme no comando e com Di Ferrero, Alinne Rosa, Paulo Miklos e Rick Bonadio na bancada, o reality conhecido por lançar muitos talentos no mercado começou! E nós do Panela de Séries estaremos trazendo tudo pra vocês!

Resultado de imagem para comemorando gif

À princípio, eu, Gerson, estarei cobrindo reality e trazendo uma review por semana com tudo o que rolou. Com o tempo, outros paneleiros devem se juntar a mim com seus comentários sinceros sobre o programa. Pelo que foi apresentado, a primeira fase serão as Audições, seguidas pelo Centro de Treinamento, Desafio das Cadeiras (4CC) e por fim os Shows Ao Vivo. Lembrando que os candidatos são divididos em 4 grupos: Homens, Mulheres, Grupos e Adultos (homens e mulheres acima de 25 anos).

No primeiro programa da temporada, tivemos uma breve explicação de como vai funcionar e algumas audições. Para serem aprovados nas Audições, os candidatos devem receber “sim” de 3 dos 4 jurados da bancada. Sem mais enrolação, vamos começar!

Luan Lacerda – “Trem das Onze” by Demônios da Garoa

Com 23 anos, o primeiro candidato do programa foi um mineiro de Almenara. Luan tem uma voz muito fina e feminina. Quando ele começou a cantar, me surpreendeu, não vou negar. O problema é que ele acabou se tornando muito caricato. No geral, foi uma boa audição. Vocalmente legal, muito carisma, boa presença de palco, mas pouquíssima conexão com a canção. Com “sim” de todos os jurados, Luan é o primeiro aprovado da temporada. #Aprovado

V Killer – “Something’s Got a Hold On Me” by Christina Aguilera

Victória chegou cheia de atitude, incluindo um nome artístico. No entanto, achei a escolha da música bem precipitada, pois ela não tem voz pra alcançar Xtina. Foi bem sem graça, no geral, pois ficou bem aquém, vocalmente, emocionalmente e performaticamente, do que a música requer. Rick foi o único consciente da bancada e o único a dar um “não” para a mocinha. Segundo Rick, ela não é madura vocalmente, o que poderia a prejudicar. Não dá pra perdoar, eu concordo com ele. #Aprovada

[COMBO] Thay, Fabi Cantinelli, Patrícia Damasceno, Laura Zanetti

As primeiras combadas da temporada vieram todas cantando músicas em inglês. Muitos erros, muito nervosismo e muitos “nãos” distribuídos pelos jurados. Não deu pra defender não. #Eliminadas

Raphael Le Barge – Bang Bang by Jessie J ft. Ariana Grande e Nicki Minaj

Com 30 anos, Raphael decidiu trazer um sucesso recente, mas errou muito. O tom dele super errado, acabou prejudicado numa música feminina. Rick até deu uma segunda chance a ele, mas foi tão ruim quanto. Aqui odiei o voto de Di, que foi sim. O critério adotado é muito vago: “Você pode evoluir”. Ok, querido. Todos podem. Next. #Eliminado

Slow – “I Want It That Way” by Backstreet Boys

A primeira boyband da temporada chegou cheia dos garotinhos bonitinhos. Cantando um clássico das boybands, fizeram uma apresentação legalzinha e cativante. Não gostei muito da harmonia das vozes, mas individualmente não foi de todo ruim. Umas desafinadas aqui e ali, algo a ser melhorado, claramente. Quando cantaram um trechinho de One Direction acapella, melhorou demais. Ah, Paulo Miklos é um querido! Ele que deu a segunda chance pros meninos. Mais uma vez, Rick foi o único “não”, e com isso os garotos seguem na competição. Vamo melhorar, rapazes! #Aprovados

Carol Sampaio – “I Put a Spell On You” by Nina Simone

Uma nordestina arretada, querendo fazer história no palco do programa. Eu não dava nada pra ela, mas ela foi inteligente e colocou a música em função da sua voz. Não foi um arraso, mas de longe a melhor até então. Um pouco de nervosismo, em decorrência de ser sua primeira apresentação. Ela ganhou “sim” de todos e segue na competição. #Aprovada

Jessica Passos – “Eu Preciso Dizer Que Te Amo” by Cazuza

Amei Jessica! Bem povão mesmo. Simpática e engraçada. Me cativou! AHAHAHHA Achei o timbre dela maravilhoso! Alguns deslizes vocais, umas desafinadas, mas super legal. A escolha da música claramente colaborou pra sua apresentação, assim como seu carisma. Ela ganhou “não” de todos os jurados, e fiquei bem decepcionado. Nesse programa já deram “sim” pra gente bem pior. Não curti essa rejeição não. #Eliminada

Tamires Alves – “Listen” by Beyoncé

Paulista de 26 anos, Tamires veio tentar a sorte com um hit de Queen B. Ela escolheu uma música difícil, mas também clichê. Achei que começou muito bem e se perdeu um pouco. Desafinou umas notas… No geral, gostei da interpretação dela. Uma das melhores da noite! E ela ainda é super carismática, o que a torna ainda mais merecedora. Tamires ganhou “sim” de todos os jurados, além de ser aplaudida de pé por todos. #Aprovada

Melody Vocal – “Tudo Coopera para o Bem” by Coral Resgate

Outro grupo, mas dessa vez um grupo gospel. Com esse tanto de gente, achei que era um coral. Não sou fã de música gospel, mas nem foi isso que atrapalhou. Todos cantaram ao mesmo tempo, e apesar de a harmonia não ter sido péssima, achei bem sem graça, pois não conhecemos a individualidade de cada um. Teve um jogo de vozes que eles tentaram fazer, mas me soou muito confuso e chato. Os candidatos ganharam “não” de todos e deixaram a temporada. #Eliminados

Alessandro Maia – “Cê Que Sabe” by Cristiano Araújo

Com só 17 anos, Alessandro é o primeiro cantor sertanejo da competição. Achei ele esforçado e carismático. Acredito que precise de umas orientações vocais, já que deu umas desafinadas no refrão, mas conseguiu manter o ritmo, a presença de palco e o carisma. Curti e achei um dos melhores de hoje! Ele ganhou “sim” dos quatro jurados e conseguiu empolgar a todos! Mandou bem! #Aprovado

Abel Fonseca – Nella Fantasia by Il Divo

Um cantor de ópera sim! Abel é outro que tem a voz super fina e feminina. Foi surpreendente, mas foi bem chato. Minha cabeça parecia que ia estourar. No geral, não gostei não. E, aparentemente, os jurados concordaram comigo e reprovaram o rapaz. Não ia dar certo não. #Eliminado

Sweet Dreamers – “Drag Me Down” by One Direction

As irmãs da minha terrinha, Floripa, chegaram com uma proposta diferente. Até tentaram, com coreografia e tudo, mas foi bem ruinzinho. A primeira voz era aceitável, mas a segunda voz atrapalhou demais. Faltou harmonia. Quando May (a primeira voz) cantou sozinha, ela mostrou como estava preparada. Louise acabou ganhando algumas críticas, bem razoáveis. Rick e os demais jurados concordaram que separadamente elas teriam futuro (ao menos 1 delas), mas juntas não iria rolar. Infelizmente, vamos só saber o que rolou no próximo episódio!

A propósito…

Considerações Finais

Bom gente, no geral, achei uma estreia bem fraca. Eu esperava que eles colocassem candidatos de peso nos primeiros programas pra empolgar o público e fazer o povo querer assistir mais. No geral, Alessandro, Tamires e Carol foram os melhores da noite, mas ainda não foram tudo isso. Espero que o nível do programa aumente e que tenhamos candidatos melhores daqui pra frente.

Resultado de imagem para crying gif

Ah, do ponto de vista técnico, a edição de som achei bem ruim, assim como a edição de imagens, deixando Audições picadas, povo falando e sumindo, tudo bem confuso. Sobre a bancada, Paulo me surpreendeu demais! Ele é super querido, mas ao mesmo tempo não vota por coitadismo não. Alinne também gostei. Achei Di com pouco critério, votando “sim” pra tudo, enquanto achei Rick bem arrogantezinho. Nada longe do esperado.

Espero que vocês acompanhem as reviews com a gente e que tenham fé, assim como eu, de que vai melhorar! Até quarta!

Gerson Elesbão
Gerson Elesbão

Nem tão complicado demais, mas nem tão simples assim: quebra-galho, colunista e seriador. Dificilmente atualiza o Banco de Séries, mas adora gongar as séries amadas pelo público. @gersonelesbao
Deixe-nos um comentário!
%d blogueiros gostam disto: