Festival de escolhas equivocadas…

Chegamos a uma fase decisiva no X Factor Brasil: o Desafio das Cadeiras. Esta etapa é a última etapa gravada e sem os votos do público. A partir dos Shows Ao Vivo, o Público terá influência direta sobre o resultado do programa.

O Desafio das Cadeiras nada é mais é do que uma fase em que todos os 10 candidatos de cada categoria cantam em frente aos jurados e ao público, e o mentor de cada categoria seleciona os 4 melhores no seu ponto de vista, sendo estes os 4 que representarão a categoria nas fases ao vivo.

Pois bem, nessa primeira noite de Desafio das Cadeiras tivemos os Adultos, onde Rick Bonadio é o mentor. E oh… assista e tire suas conclusões:

Tamires Alves – “I Have Nothing” by Whitney Houston

Ai gente, depois da destruição que foi Cecília cantando essa música na última semana, ficou difícil não fazer comparações. Pra mim, Tamires semitonou muitas notas, não teve voz pra alcançar os agudos, cantou sem emoção… Enfim, sabemos da capacidade e do potencial dela, mas hoje não gostei não. Ficou muito aquém do que esperava. Rick gostou e fez a cagada de mandar ela sentar.

TAMIRES SENTOU NA CADEIRA 1

Dan Murata – “Hold It Against Me” by Britney Spears

CHOCADO! Dan é um candidato que passa super despercebido por nós, mas o que ele fez hoje é digno de aplausos. Ele foi muito original, reinventou a música da Neyde, transbordou emoção… Tá certo que vocalmente ficou a desejar, mas eu adorei a apresentação dele, tanto que a música nem parecia da Britney. Infelizmente, Rick viajou na maionese e mandou Dan embora sem nem ao menos dar a chance de ele sentar. Uó!

DAN FOI ELIMINADO

Tainah – “De Volta pro Meu Aconchego” by Elba Ramalho

Vamos combinar, Tainah nem tinha que tá aqui AHHAAHHA De longe, uma das piores da categoria. Ela se esforça muito, mas já nas Audições desafinou horrores. Hoje não foi diferente… A voz estava tremida, ela estava fora do tom, desafinando, e a apresentação foi bem morna, sem um clímax. Sem graça, sem sal. Rick mais uma vez viu uma apresentação que não vi, e mandou Tainah sentar.

TAINAH SENTOU NA CADEIRA 2

Paulo Cremona – “Melhor Eu Ir” by Péricles

Paulo exala experiência e confiança. Mas poxa, hoje ele escolheu uma música péssima pra se apresentar. Ele estava fora do ritmo, meio fora da apresentação. Tinha emoção, mas os vocais deixaram a desejar… tipo MUITO! No refrão ele soou tão desafinado que eu só fazia caretas KKKKKK Rick amou, por incrível que pareça, e mandou ele sentar, também.

PAULO SENTOU NA CADEIRA 3

Amanda Döring – “Zero” by Liniker

Tão original e autêntica, minhas esperanças estavam em Amanda. Após as apresentações péssimas anteriores, Amanda surpreendeu! Ela escolheu uma música que eu não conhecia e fez uma apresentação vocalmente ótima, cheia de emoção. Confortável no palco, Amanda brincou com a voz e tornou sua apresentação gostosinha demais de assistir. Os jurados viajaram na maionese, Rick foi na deles, e eliminou Amanda direto. Aqui a minha revolta começou! PORRA RICK! Não dava pra eliminar Amanda, ainda mais depois dessa apresentação maravilhosa.

AMANDA FOI ELIMINADA

Prih Queiroz – “Lilás” by Djavan

Priscila é uma das mais fortes da categoria, isso sem dúvida. Mas, assim como Paulo, foi traída pela escolha da música. A batida estava tão acelerada que ela mal conseguia interpretar e cantar a música. Só saiu cuspindo as palavras feito doida. Vocalmente ela foi ótima, não desafinou e nem esteve fora do tom, mas no fim da apresentação já deu pra ver que ela tava morta de cansada. Pô, assim não dá! Ao menos dessa vez Rick fez a coisa certa…

PRIH QUEIROZ SENTOU NA CADEIRA 4

Cecília Militão – “Você” by Tim Maia

Minha participante preferida da categoria, Cecília tem carisma, humildade, atitude e uma voz incrível. Nem estava cogitando vê-la fora do Top 4 da categoria. Eu não botava muita fé nela cantando em português, mas oh… UM ARRASO! Começou devagar, calminha, explorando o lado emocional, mas depois a batida começou ela explodiu no palco, com um swing de dar inveja! Cecília chegou pra mostrar que foi uma das melhores da noite. Rick decidiu que Cecília sentaria, e aí veio a hora de tomar uma decisão importante: eliminar quem? Pra mim, qualquer um, exceto Prih, poderia ser eliminado, porque tinham sido péssimos.

CECÍLIA SENTOU NA CADEIRA 2; TAINAH FOI ELIMINADA

Camille Rio Lima – “And I Am Telling You I’m Not Going” by Jennifer Hudson

Juntamente com Prih e Cecília, Camille formava as panteras da categoria, como as melhores. Acontece que ela escolheu uma música terrível pra voz dela. Uma música difícil e que exige muita entrega, emocional e vocal. A apresentação oscilou muito entre o bom e o inaudível. Teve horas que ela acertou notas ótimas, mas momentos que ela perdeu o controle totalmente e nem mesmo sabia o que fazia. Não gostei muito, mas daria uma cadeira, considerando que Paulo e Tamires ainda estavam lá.

CAMILLE SENTOU NA CADEIRA 3; PAULO FOI ELIMINADO

Rafael Oliveira – “1+1” by Beyoncé

Não esperava menos de Rafa hahaha Diva Card porque sim. Cantando Queen B, Rafael fez uma apresentação com vocais bons. Não foi ótima, porque a voz dele tremia demais e dava umas osciladas doidas. Porém, essa música exige tanta entrega emocional que eu não curti 100% como poderia ter curtido. Ele parecia mais preocupado com as notas do que com a mensagem da música em si. Ainda assim, considerando que Tamires ainda estava lá e que Camille havia sido ruinzinha também, eu mandaria ele sentar. E foi o que aconteceu. Só que ao invés de Rick eliminar uma das duas meninas que foram péssimas, ele eliminou Cecília! PUTA QUE PARIU RICK! TÁ COMENDO MERDA????? Com Tamires toda cagada, como que ele elimina a melhor da noite? Não podia ter decisão mais errada…

RAFAEL SENTOU NA CADEIRA 2; CECÍLIA FOI ELIMINADA

Cristopher Clark – “Set Fire to the Rain” by Adele

Pra encerrar a noite, o gritador. Nunca fui fã de Cristopher, mas eu sempre dou uma chance pros candidatos me surpreenderem. Hoje não rolou não. Ele conseguiu destruir um hino de Adele como eu não via desde a sexta temporada do The Voice USA. O timbre limitadíssimo de Cristopher foi terrível na música. Ele saiu ganindo e gritando pra todo o lado e o povo indo à loucura. Eu fiquei paralisado sem entender o que tava acontecendo e pensando na merda que Rick faria em seguida… Rick decidiu manda-lo sentar, e pra isso eliminou Tamires… SQN! Cagou de novo!

CRISTOPHER SENTOU NA CADEIRA 3; CAMILLE FOI ELIMINADA

CONSIDERAÇÕES FINAIS:

Meu pai do céu! Spoilers apontavam que a categoria tinha sido ótima durante o Desafio das Cadeiras, mas não foi o que aconteceu. Não quero que vocês me entendam mal, que eu esteja disseminando ódio à toa… Não é isso! Eu até aceitava esse Top 4, se todos tivessem cantado bem. Não foi o que aconteceu né! Vimos Amanda e Cecília, infinitamente melhores que Tamires e Cristopher, sendo eliminadas pelas escolhas mega cagadas de Rick.

Eu achava essa categoria fortíssima, mas só vejo Prih Queiroz e Rafael Oliveira como candidatos que mereçam estar nos Shows Ao Vivo e que tenham potencial pra chegar longe.

f_366511

Na quarta-feira é a vez dos Homens e já estou com medo das decisões de Di Ferrero. Desde que Di eliminou Victor, o melhor da categoria, por simplesmente não ir com a cara dele, eu fiquei com medo do futuro dos meninos. Pela prévia no fim do programa, vimos bons nomes, mas também vimos uns desastres homéricos. Resta esperar.

Deixem sua opinião aqui e seguimos firmes no Desafio das Cadeiras!

Gerson Elesbão
Gerson Elesbão

Nem tão complicado demais, mas nem tão simples assim: quebra-galho, colunista e seriador. Dificilmente atualiza o Banco de Séries, mas adora gongar as séries amadas pelo público. @gersonelesbao
Deixe-nos um comentário!
  • Gabriel Esteves

    Olá Gerson. Olha não ia ver esse X Factor devido a não ter Casa dos Jurados, mas vi esse Rafael cantando Beyoncé e decidi ver tudo. O que ficou pra mim foi a necessidade da Casa dos Jurados, porque seria lá que Rick passando seis candidatos, os treinaria, lapidando seu filtro e sim, levando os três melhores pros Live Shows.

    Pra mim, Tamires e Camille já mereciam eliminação só pelas songchoices, desculpa não dá mais pra ouvir essas músicas em realitys. I Have Nothing é um hino intocável, parem com isso. Dan e Tainah foram bem, eu até sentaria mas iriam levantar. Pra quem viu The Voice sabe que Cecilia pode muito mais, acho essa música muito manjada também, mas acho que merecia ir pros Lives. Amanda tentou fazer algo diferente, mas não sei se foi a hora certa ou a canção certa, ela podia ter levado algo mais mainstream como “A Noite” de Tiê ou “Me Espera” da Sandy, mas também daria uma cadeira pra ela.
    Prih também foi bem, mas não merecia cadeira, detesto essa divas Raul Gil, datadas demais.

    Por fim, Rafael foi o melhor de todos, cantou bem a música da Beyoncé, acho que não exagerou tanto, tem cara de datado, mas foi melhor que muitos. E discordo de você, gostei bastante de Christopher, tudo bem que é Adele mas senti que ele não quis fazer a diva, isso já conto ponto demais, além dele parecer original.

    No fim, eu levaria Rafael, Cristopher, Amanda e Cecília, o que faria a categoria estar um pouco mais diversificada. Rick errou, mas não acho que tanto, tirando Cristopher e Rafael, o resto foi tudo meia boca.

    Vou ver as outras categorias, mas ironicamente achei o programa até legal, o palco é grande, os candidatos cantam bem, enfim… gostei.

  • Ana Carolina Mazzotini

    meu deus pq ele tirou a Camille q louco

  • José

    Eu discordo quanto a apresentação do Cristopher, teve uns momentos ruins no começo e eu não gostava dele (principalmente porque tinha levado spoiler e sabia que a Camille não iá passar), mas gostei bastante do meio pro fim e acho o segundo “Set fire to the rain” da apresentação perfeito.
    Pra mim a segunda parte do episódio foi imensamente melhor que a primeira, não gostei das apresentações do Dan, da Taináh e nem do Paulo Cremona. Achei a eliminação da Amanda sem ao menos sentar numa cadeira muito tosca, acho que o Rick não queria dar cadeira pra muita gente de primeira e fez isso. Eu preferia a Camille no lugar e qualquer um dos três que não o Christopher e eu nunca fui fã da Cecília Militão então a saída dela não foi tão revoltante pra mim, mas que ela cantou melhor que a Tamires e o Rafael ela cantou, mas no fim fiquei satisfeito com o nível das apresentações e as decisões porque qualquer decisão que foi feita nesse episódio nem se compara as beiradas feitas no UK.

%d blogueiros gostam disto: