Ótimas apresentações que só reforçaram o poder da categoria das Mulheres.

E aí galera, começo aqui mais uma review do X Factor Brasil! Essa review meu amigo Gerson não pode cobrir, portanto eu, Michel Araújo, assumir o comando depois de um bom tempo sem fazer reviews de realities, espero que eu possa está substituindo bem o Gersinho. Bem, continuamos nas fases das cadeiras e dessa vez chegou a hora das mulheres mostraram a que veio no programa e a Alinne se mostrar coerente e sensata nas suas escolhas, uma vez que Rick e Di fizeram escolha no mínimo bem questionáveis.

A categoria das mulheres tem ótimas participantes, então não foi uma tarefa tão difícil para Aline formar um bom top 4, porém eu acredito que ela poderia levar um time ainda melhor do que ela está agora, principalmente levando em conta as performances dessa fase. Vamos conferir aqui todas as performances das mulheres e descobrir o top 4 da categoria “Mulheres”.

Naomi Dominguez – “Sweet Child O’ Mine” by Guns N’ Roses

Naomi tem muita atitude e estilo, duas características que contribuem muito para um artista com “X Factor”, só por isso ela já começou tendo minha torcida. A sua performance foi bem interessante, ela interagiu muito bem no palco e teve aquela atitude rock’n’roll que a música pedia, a crítica que faço é só em relação aos vocais que em alguns trechos soaram muito estridentes e gritados, além de que os grunhidos na música não me soaram natural. No geral, apesar de vocalmente eu não ter curtido tanto, sua presença de palco e atitude compensaram as falhas vocais e ela fez por merecer a cadeira, principalmente por ela ter um estilo diferenciado das demais.

NAOMI SENTOU NA CADEIRA 1

Carol Sampaio – “It’s A Man’s Man’s Man’s World” by James Brown

Torço muito por Carol por conta dela ter essa voz linda e suave, além de ser baiana como eu, mas infelizmente vou ter que criticar bastante sua performance. O primeiro erro começou pela escolha da música que exige uma voz mais poderosa e com uma voz com uma extensão aguda bem alta, além de exigir uma presença de palco forte por conta de tudo que a canção diz, sendo assim sinto que a Carol não conseguiu me passar a emoção da música, concordei com tudo que Rick comentou sobre sua performance. Carol é uma excelente candidata e acabou sendo vítima de um erro numa apresentação crucial para sua permanência no jogo, mas mesmo assim acho que ela merecia uma cadeira por conta do seu histórico no reality e a Alinne concordou comigo e entregou a sua segunda cadeira.

CAROL SENTOU NA CADEIRA 2

May – “Ain’t No Other Man” by Christina Aguilera

Outro erro de escolha de música, sendo bem sincero eu não gostei de nada nessa performance, achei que o tom estava muito baixo, a performance toda foi bem linear e sua voz me soou bastante tremida, talvez por conta do seu nervosismo. A May tem um perfil artístico inegável, porém com essa performance ela não foi nada bem e não conseguiu me convencer para ir nos lives, foi a pior performance da categoria. Sendo assim, Alinne concordou comigo e não deu uma cadeira para ela por conta dessa sua apresentação, algo que acho totalmente coerente.

MAY ELIMINADA

Ciana Brandolt – “Quem de Nós Dois” by Ana Carolina

Gosto muito da Ciana, porém tenho que dizer que ela me decepcionou bastante nesse episódio. Diferente da May e Carol, a música eu achei super acertada para ela, o problema dela foi realmente o nervosismo. A voz dela estava muito trêmula e houve vários deslizes vocais em especial nas finalizações das frases, infelizmente aqui era outro caso que não tem como defender, uma pena porque a Ciana tem muito potencial e carisma, tinha tudo pra arrebentar nos lives, mas espero que ela retorne ao programa caso tenha uma segunda temporada. Alinne novamente foi coerente e não deu uma cadeira para Ciana que infelizmente se despede da competição.

CIANA ELIMINADA

V Killer – “Velha Roupa Colorida” by Belchior

Ela é uma figura, bem louquinha e muito talentosa também, o tipo de artista que é conhecido como “joke act” no The X Factor UK, que aliás costumam fazer bastante sucesso nessa franquia. A apresentação de V Killer foi divertida, interessante e bem instigante, a escolha da música me surpreendeu e realmente ela imprimou sua personalidade na canção, foi muito bem além dela preencher bem os quesitos de carisma, popularidade e originalidade. Depois dessa performance, só se Alinne fosse louca para não lhe dá uma cadeira.

V KILLER SENTOU NA CADEIRA 3

Marcela Bueno – “Fora da Lei” by Ed Motta

Como a Marcelo amadureceu desde sua participação no The Voice Brasil, confesso que já sabia que era talentosa, mas nessa apresentação ela conseguiu superar as minhas expectativas. Vocalmente ela foi excelente, aliás a melhor vocalista dentre todas as candidatas, ela abusou muito bem de técnicas vocais, teve uma excelente presença de palco e escolheu uma música brasileira e pouco usada em realities, assim deixando sua performance ainda mais original. Achei totalmente desnecessário os comentários dos jurados, às vezes até parece que eles vêem uma performance totalmente diferente do que vimos, discordo principalmente com o Rick foi extremante babaca e desnecessário ao dizer que ela não estava pronta para usar as técnicas vocais que usou, sendo que na equipe do próprio tem a Tamires que abusa dessas técnicas de forma totalmente desafinada. Eu amei demais a Marcela, não entendi os comentários dos jurados, Alinne deu uma leve criticada (não sei por quê?) mas acabou lhe dando uma cadeira.

MARCELA SENTOU NA CADEIRA 4

Jenni Mosello – “Piloto Automático” by Supercombo

A Jenni tem um perfil de candidata que amo, daquele de artista diferente, com uma vibe mais indie e um timbre diferente. Eu amei sua apresentação, principalmente por conta de toda emoção que ela passou e toda a entrega que ela teve durante sua apresentação, foi uma apresentação muito linda de assistir. Sendo chato aqui, hahaha, só achei que sua voz de peito soou um pouco anasalada às vezes, além de que a mudança da voz de cabeça mais suave para a voz de peito mais forte poderia ter tido uma transição menos perceptível e mais suave, mas tirando esses erros técnicos, foi uma linda apresentação, muito emocionante, tanto que ela foi bastante ovacionada pelo público. Amei, a Alinne também amou e Jenni consegue merecidamente uma cadeira, infelizmente pegou a cadeira errada, tinha outras ali que poderiam ter saído, né?!

JENNI SENTOU NA CADEIRA 4; MARCELA ELIMINADA

Ariane Villa Lobos – “Crazy” – Gnarls Barkley

Eu não me recordava da Ariane, mas tenho que dizer depois da sua apresentação ela seria um nome que não me esqueceria tão cedo. O início mais lento da canção foi excelente, Ariane tem uma voz muito bonita e clara, porém quando mudaram a batida da música eu senti que algumas vezes faltou fôlego e houve alguns deslizes nas notas, porém nada que comprometesse sua performance. Gostei muita da sua apresentação, ela se revelou uma ótima vocalista pra mim, é muito linda e tem presença de palco, se bem trabalhada essa garota vai chegar longe na competição. Depois de uma apresentação dessa e dos demais jurados elogiarem bastante ela, a Aline se viu obrigada a lhe dá uma cadeira. Ariane acabou conquistando a cadeira de sua amiga Carol, levando elas e a própria Alinne as lágrimas, foi triste ver as amigas passando por isso, mas justiça seja feita e Carol dentre as demais era a que fez a performance mais fraca.

ARIANE SENTOU NA CADEIRA 2; CAROL ELIMINADA

Bruna Pires – “A História de Lily Braun” by Chico Buarque

Bruna tem um timbre bem suave e soube usar bem nessa música, deixando sua apresentação mais sensual e provocante. Gostei muito que ela apostou num clássico de Chico Buarque e fez um excelente trabalho, porém acho que o problema maior foi que todas as meninas que estavam sentadas fizeram performances muito expressivas. Se fosse pra aprovar a Bruna, eu trocaria pela Naomi, porém a Naomi tem um diferencial de ter um estilo diferente das outras, já a Bruna brigaria pela mesma vaga de Jenni, pois elas possuem o mesmo estilo artístico. Gostei muito da apresentação, mas a concorrência ali estava bem pesada, Alinne pensou como eu, foi estrategista e acabou não levando a Bruna para os lives.

BRUNA ELIMINADA

 Heloá Holanda – “Stay With Me” by Sam Smith

Outra grata surpresa pra mim no reality foi a Heloá, ela nem parece a mesma candidata da audição, teve uma grande evolução. Tanto fisicamente, quanto vocalmente, Heloá me pareceu muito mais madura e preparada e fez uma apresentação digna de ir para os lives. Novamente, só para ser criterioso, a crítica que faço é que no refrão algumas vezes as notas soaram gritadas, aliás um problema que houve na maioria das apresentação das garotas, espero que Aline atente elas sobre isso, mas tirando isso a apresentação de Heloá foi bastante consistente e forte, arriscou-se bastante vocalmente o que eu dou maior valor e fez uma ótima performance no geral. Alinne e os jurados gostaram muito da apresentação dela que acabou ficando com a cadeira da V Killer, uma pena, mas entendo que ali estava bem difícil de definir que ficava e quem saía.

HELOÁ SENTA NA CADEIRA 3; V KILLER ELIMINADA

CONSIDERAÇÕES FINAIS:

Nos spoilers falavam que a Alinne tinha sido a jurada que mais errou nas escolhas, mas achei ela a jurada mais coerente aqui e com o melhor time até agora, apesar que acho muito difícil o Paulo superar o time dela. Depois de umas escolhas bem lixo de Rick e Di, achei que a Aline foi bastante estratégica no seu grupo, está levando quatro garotas de estilos diferentes, a única burrada dela foi dispensar a Marcela, tanto que após a exibição do episódio, várias pessoas comentaram sobre a injusta eliminação da garota, mas se seguir o molde do The X Factor UK, quem sabe não role o Wildcard para ela? Eu ia amar, até porque é a minha categoria favorita e gosto de todas as selecionadas, apesar que substituiria a Ariane ou Naomi pela Marcela facilmente. Levando em conta todas as performances do episódio, os destaques positivos para mim foram: Marcela, Jenni e Heloá, já os destaque negativos ficaram por conta de: Carol, May e Ciana, principalmente por conta de ter grandes expectativas nelas.

Acho a Jenni o nome mais forte dessa categoria, porém as outras três tem bastante potencial e podem nos surpreender na fase das apresentações ao vivo.

f_367354

Próximo episódio temos o encerramento da fase do Desafio das Cadeiras, com os grupos se apresentando para brigar por 4 das vagas para a próxima fase. Sinceramente, acho a categorias dos grupos mais fraca e só me interesso realmente pelo grupo Ravena que foi formado durante o Centro de Treinamento, os demais não consegui ter nenhum outro favorito nessa categoria não, mas quem sabe não sou surpreendido, né?! No mínimo, só queria que Paulo fosse tão ou mais coerente que Aline Rosa e pudesse levar o melhor de sua categoria para os lives.

Estou de volta no próximo episódio e espero que vocês tenha curtido minha review, fiquem a vontade para deixar seus comentários aqui pra gente expondo suas críticas e opiniões. No mais é isso, até breve pessoal!

Michel Araujo
Michel Araujo

Baiano perdido em Aracaju, fã de realities show musicais e séries. Uma personalidade misturada a humor, sarcasmo e uma leve ousadia.
Deixe-nos um comentário!
%d blogueiros gostam disto: