Posts Populares

Young Sheldon – S01E12 – A Computer, a Plastic Pony, and a Case of Beer

O poder de um computador.

Antes de tudo eu queria pedir desculpas pelos atrasos que tive na entrega da review nas últimas semanas, mas foi porque eu estava MUITO ocupado com algumas coisas e assistir série estava impossível e essa semana fiquei apenas para colocar várias séries em dia e Young Sheldon, mesmo sendo uma paixão ficou por ultimo por não ter episódio, mas sem mais delongas vamos na review.

Sempre soubemos que o Sheldon não era de uma família com boa condição financeira, mas mesmo assim ele queria um computador, que na época era quase uma vida, porém mesmo com todas as desculpas dele sua mãe disse não, porém tudo mudou quando a família dele estava conversando sobre o computador e sua avó disse que poderia pagar, aí iriam pagando ela aos poucos, o que ofendeu a masculinidade (cada vez anda mais frágil nos homens) do Georgie pai, nisso a Mary já queria o computador para o filho, com um dinheiro guardado que ela tinha, que ele não sabia, trazendo mais uma briga ao casal, que inclusive nem pode dar a “umazinha semanal” (Deus me livre casar e ter só uma semanal), porém achei a Mary muito contraditória em seus argumentos, mas ela tem o Sheldon como seu favorito (algo muito complicado em famílias, mas deixo isso para a galera de This is Us).

A briga gerou ainda mais consequências, onde a Mary decidiu levar seus gêmeos para a casa da avó, pois queria dar um tempo com o marido, o que me chocou, mas me deixou bem triste, pois vi tristeza na Missy e a mãe da Mary ainda estava incomodada com esse povo indo atrapalhar sua vida sexual. Tivemos uma grande revelação durante uma aposta entre Georgie Pai e Georgie Jr., pois o filho disse que não casaria antes dos 25 anos e o pai disse que sim, só que na narração nos foi dito que ele iria casar aos 19, levando em conta que ele tem 15 anos nessa temporada, não demorará muito para conhecermos sua esposa, já que prevejo essa série sobrevivendo várias temporadas.

Georgie Jr. Ficou irritado como a vida estava uma loucura sem sua mãe e jogou toda a verdade/culpa para cima do Sheldon na escola, mas ele é bem do foda-se, tanto que quando sua mãe disse que compraria o computador para ele, o pequeno gênio nem cogitou em recusar e ainda causou ciúmes em Missy (supre compreendo ela). Na casa dos Cooper a linhagem masculina estava sofrendo para comer, até mesmo lavar a roupa e o primogênito só estava dizendo as coisas mais inteligentes da vida, que seria o seu pai pedir desculpa, mesmo eu achando que ele não errou de todo o mal, como a Mary diz.

O Sheldon vendo sua família desmoronar, só focou em uma coisa, o seu computador que tinha um programa para conversar (A Siri da década de 80 chamava Eliza), só que não ajudou ele em NADA e só confundia mais a criança. A Mary também estava aconselhando a sua filha a sair de casa e quando ela ia jogar um verde no Georgie, acabou encontrando com ele na rua, que foi humilde e pouco orgulhoso com ela, tanto que partiu dele as desculpas, trazendo uma felicidade imensa a avó do Sheldon e as crianças.

No final nos foi mostrado como a família estava lidando com o computador e me senti quando tive o meu primeiro computador em casa, pois o Georgie queria “se dar bem” com a Eliza, a Missy só queria jogar e a Meemaw queria usar o Mouse como telefone, que berro que dei.

Esse episódio foi muito louco, porque acabamos descobrindo mais detalhes do futuro, que causou uma tristeza nos fãs, pois para muitos o Georgie não participa do casamento de seu primogênito e nos meus cálculos (sou de humanas) participa, levando em conta que a diferença de idade do Sheldon para seu irmão e a morte do pai, creio que seu pai morrerá alguns meses depois do casamento. E abaixo temos o melhor dialogo do episódio, com a rainha/fada da série, a Missy:

Então é isso, um forte beijo e até mais.

gostou da matéria? deixe um comentário!

Autor

Phelipe

Um cara Fitness, gosta de esportes e um escorpiano nato, apaixonado pela vida. Um "nerd" que curte balada e um baladeiro que curte coisas "nerds", porque a vida é muito curta para se apegar em coisas pequenas, logo pode observar que sou uma pessoa muito eclética em todos os sentidos da vida.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries