Posts Populares

Young Sheldon – S01E13 – A Sneeze, Detention, and Sissy Spacek

As famosas crises do Sheldon!

O crescimento do Sheldon só me enche de orgulho e boas risadas, pois é maravilhoso conhecermos histórias que sabíamos no plano artificial virarem realidade, tanto que nesse episódio nos foi mostrado uma das coisas que o persegue até hoje, seu problema com pessoas doentes, que icônico.

Estavam demorando para nos mostrar a germofobia do Sheldon na infância e adorei como nos foi apresentada, com sua professora espirrando na sala e como consequência ele queria sair da sala, descumprindo uma ordem dela, como o sistema de educação americano é bem rigoroso (apesar que naquela época o nosso era), os seus pais foram chamados pela direção, para comunicar a punição do filho e nesse momentos nos vimos um dos melhores momentos da série, que foi quando o Sheldon saiu correndo pela escola desviando de vários espirros, em seu momento mais atlético da vida, se não fosse cientista, claramente ele estaria no superbowl com aquela agilidade.

O Sheldon e sua família toda (a Mary) estava preocupado com seu filho na detenção, o Sheldon então recorreu ao seu irmão, que estava comendo tabaco (a série forçou a burrice), mas seu irmão ao mesmo tempo que foi bom dando dicas, foi mal o aterrorizando, porém gosto dos diálogos deles. Gente, na detenção o Sheldon simplesmente fugiu e foi suspenso, SOCORRO, o que não atrapalhou em nada a sua avó em ser garçonete (mais uma coisa da Penny) por oito anos e gostaria que alguém pudesse comentar abaixo quantos anos a Penny foi garçonete. A Mary sem saber o que fazer com a rebeldia do filho decide levar ele em um médico.

O médico em que o Sheldon foi era mais louco que tudo e simplesmente mostrou o menino como se prevenir de pegar gripes. O que o Sheldon fez? Decidiu andar de luvas e máscara, mas o melhor foi quando ele foi dormir e a Missy desenhou na sua máscara, a cada close na máscara, eu dava uma risada, que FADA, mas a chata de sua mãe orou por ele depois dele assistir uma aterrorizante noticia que crianças e idosos iriam morrer (eu julgo o Sheldon, mas sou assim até hoje).

Quando pensamos que o surto do Sheldon havia chegado no ápice, vem a maior loucura, que foi se proteger fazendo um cerco de proteção na garagem, onde tinha o básico para sobreviver, mas a chata da Mary, achou aquilo normal por causa da fobia, por isso que o Sheldon é assim, sempre mimado pela mãe e minha fada Missy, não. EU ESTAVA BERRANDO com a avó do Sheldon real, ela fazendo piada com a Mary e o Sheldon não obedecendo e até querendo fazer uma garagem sustentável KKKKK, mas o melhor foi a Mary correndo atrás dele enquanto sua avó quase mijava na roupa.

Quando pensamos que o circo estava pronto, o George queria tirar proveito das meninas dizendo que seu irmão estava péssimo, MEU DEUS, até seu pai estava surpreso com o novo “garanhão”. Essa loucura com o Sheldon fez até a Mary beber, mas quem conseguiu tirar ele daquele lugar foi sua avó usando palavras fortes sobre texanos, que me surpreendeu, pois, o Sheldon não parece ser tão alienado assim, mas com sua saída ele acabou adoecendo de verdade e sua mãe cantou “Soft kitty”, que tempos eu não ouvia na série mãe.

Amei como uma das principais fobias do Sheldon nos foi apresentada, principalmente por mostrar ele mais rebelde que o normal, causando sérios problemas, mas com a sua avozinha reinando, pois eu estava rolando de ri dela, também gostei do George tirando proveito, porém não aguento mais a Mary com esse puxaquismo pelo filho.

Então é isso, um forte abraço e até mais.

gostou da matéria? deixe um comentário!

Autor

Phelipe

Um cara Fitness, gosta de esportes e um escorpiano nato, apaixonado pela vida. Um "nerd" que curte balada e um baladeiro que curte coisas "nerds", porque a vida é muito curta para se apegar em coisas pequenas, logo pode observar que sou uma pessoa muito eclética em todos os sentidos da vida.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries