Posts Populares

Young Sheldon – S02E09 – Family Dynamics and a Red Fiero

Mudanças nem sempre são essenciais!

Com todo andar da infância do Sheldon, já nos dando referências a vida futura dos personagens e como tudo se desenrola, Young Sheldon nos segue mostrando uma infância nada convencional do Sheldon, mas ao mesmo tempo, zero surpreendente.

Na escola o Sheldon entrou em uma oficina de psicologia e uma das primeiras atividades era observar os laços e comportamentos da sua família, só que a primeira conversa que o Sheldon ouviu de seus pais, era sobre uma possível mudança de cidade da família e tudo que as pessoas falavam, ele tentava codificar para seus estudos, mesmo sem nem saber o que queria ou não fazer, pois se considerava neutro. George tentou de alguma forma manipular e convencer os filhos da mudança, sem citar todo toda a história, enquanto a Mary de alguma queria convencer a sua mãe, a usar o coração para tentar convencer o George de desistir da ideia maluca.

Toda essa manipulação veio à tona no almoço de Ação de Graças, porque na hora de dizerem o motivo que eram gratos a Mary e sua mãe usaram argumentos para o George não mudar, mas ele quis reverter a situação, só que nessa hora o fuá já estava todo armado, deixando o George furioso e todos bem abalados, o que seria bem complexo para o trabalho do Sheldon, mas ele estava tendo boas previsões sobre tudo, só que quando penso que as coisas iriam caminhar tranquilamente, o George aparece com um carro conversível para mostrar seu poder de liderança na família e isso gerou ainda mais atritos, só restando a Connie proteger os netos de mais uma briga.

O Sheldon na hora de apresentar o seu trabalho para a classe foi levado pelo lado emocional e mesmo tentando ser neutro em toda a situação, acabou chorando ao falar de sua ação de graças com a família, enquanto isso vimos o George indo até sua nova cidade, recebendo uma excelente proposta, fora as condições de trabalho bem superiores, tudo isso qualquer um aceitaria, mas ele recusou a proposta de forma digna, pensando na felicidade da sua família, era nítido que não foi por medo da esposa, como disse a Missy, mas sim por amor.

Foi um dos primeiros episódios que fiquei realmente emocionado por tudo, toda a forma como essa relação foi construída, inclusive com um Sheldon emocionado e amei como tudo foi retratado, só acho que a série precisa dar um destaque maior aos irmãos do Sheldon, pois já ficou claro que a série funciona melhor com eles.

Então é isso, um forte beijo e até mais.

gostou da matéria? deixe um comentário!

Autor

Phelipe

Um cara Fitness, gosta de esportes e um escorpiano nato, apaixonado pela vida. Um "nerd" que curte balada e um baladeiro que curte coisas "nerds", porque a vida é muito curta para se apegar em coisas pequenas, logo pode observar que sou uma pessoa muito eclética em todos os sentidos da vida.

Tema por Gabriela Gomes Todos os direitos reservados ao Panela de Séries